A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FORMAÇÃO MCC Tema: A VIDA EM CRISTOA VIDA EM CRISTO Dia: 9/3/2014 20:53:379/3/2014 20:53:37.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FORMAÇÃO MCC Tema: A VIDA EM CRISTOA VIDA EM CRISTO Dia: 9/3/2014 20:53:379/3/2014 20:53:37."— Transcrição da apresentação:

1 FORMAÇÃO MCC Tema: A VIDA EM CRISTOA VIDA EM CRISTO Dia: 9/3/ :53:379/3/ :53:37

2 CREDO - CREIO Creio em Deus Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra, e em Jesus Cristo, Seu Único Filho, nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; desceu à mansão dos mortos; ressuscitou ao terceiro dia; subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo poderoso, donde há de vir julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne e na vida eterna. Amém.

3 Não é suficiente, para nós cristãos católicos, crer que existe um só Deus, e que Ele é o Criador do céu e da terra e de todas as coisas, mas também é necessário crer que Deus é Pai e que Jesus Cristo é seu verdadeiro Filho.

4 Isto é uma verdade certa e comprovada pela palavra de Deus no monte, conforme a afirmação de São Pedro: 2 Pd 1, 16 –18 O Próprio Jesus muitas vezes chama a Deus como seu Pai e, também denominava-se Filho de Deus.

5 (São Lucas 22,70) = Então perguntaram todos: Logo, tu és o Filho de Deus? Respondeu: Sim, eu sou. (São João 5,25) = Em verdade, em verdade vos digo: vem a hora, e já está aí, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus; e os que a ouvirem viverão.

6 (São João 10,36) = como acusais de blasfemo aquele a quem o Pai santificou e enviou ao mundo, porque eu disse: Sou o Filho de Deus? (São João 11,4) =A estas palavras, disse-lhes Jesus: Esta enfermidade não causará a morte, mas tem por finalidade a glória de Deus. Por ela será glorificado o Filho de Deus.

7 A Bíblia nos mostra Jesus : Não só como Filho de Deus, mas também como Filho Unigênito: Jo 1, 18 Ninguém jamais viu Deus. O Filho único, que está no seio do Pai, foi quem o revelou. Esclarece a Sua existência antes mesmo da concepção da Virgem Maria: Jo 8, 58 Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo: antes que Abraão fosse, eu sou.

8 A Bíblia nos mostra Jesus: Afirma que Ele e o Pai são pessoas distintas: Jo 8, 16 E, se julgo, o meu julgamento é conforme a verdade, porque não estou sozinho, mas comigo está o Pai que me enviou. E completa com a revelação de que Ele é verdadeiramente Deus assim como o Pai: Jo 10, 30 Eu e o Pai somos um.

9 A Bíblia nos mostra Jesus: Portanto devemos crer que Cristo é o Filho Unigênito de Deus; e verdadeiro Filho de Deus; que sempre existiu com o Pai; que uma é a pessoa do Filho, outra, a do Pai; que Ele tem uma só natureza com o Pai.

10 São João se referia a Jesus como Verbo e Deus: Jo 1, 1 – 4: 1 No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio junto de Deus. 3 Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito. 4Nele havia a vida, e a vida era a luz dos homens.

11 O verbo se fez carne para ser o nosso modelo de santidade: Mt 11,29 = Tomai meu jugo sobre vós e recebei minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e achareis o repouso para as vossas almas. Jo 14, 6 = Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.

12 O verbo se fez carne para ser o nosso modelo de santidade: E o Pai no monte da transfiguração, ordena: Mc 9, 7...ouvi-o. Pois Ele é o modelo das Bem- Aventuranças e a norma da nova lei: Jo 15, 12 Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, como eu vos amo.

13 O Verbo é Filho de Deus e todas as palavras de Deus tem semelhança com esse Verbo. Para podermos ter nossa vida em Cristo necessitamos: a) Ouvir b) Crer c)Meditar d) Comunicar e) Cumprir a Palavra de Deus

14 Ouvir = Com satisfação, com alegria no coração e prestando a atenção naquilo que ela quer transmitir, nos falar. Crer = Pois é crendo nas palavras de Deus que o Verbo habita em nós. Crer no que Jesus diz: Mt 28, 18 – 20 (ter a confiança que ele está conosco)Mt 28, 18 – 20

15 Meditar = Nas nossas meditações/reflexões que o Verbo permaneça conosco, para que possamos tomar a decisão baseada na Palavra de Deus. Comunicar = Tanto com palavras como em atitudes. E para comunicar é necessário os três itens anteriores.

16 Cumprir = Ser Fiel a Palavra de Deus. Tomar atitudes em nossa vida baseada na Palavra de Deus. Tg 1, 22 Sede cumpridores da palavra e não apenas ouvintes; isto equivaleria a vos enganardes a vós mesmos.

17 Se dizemos que somos cristãos, mas não temos a palavra de Deus em nossas atitudes no dia a dia, do que vale tudo isto? Temos que ter confiança na palavra e no próprio Cristo. Sl 24,2 Meu Deus, em vós confio... Resposta Positiva Resposta Positiva

18 Não temos como nos esconder, pois Deus vê todos os nossos pensamentos e emoções, todas as nossas preocupações e emoções. Jesus nos conhece muito mais que imaginamos. Ele está sempre perto de nós, olhando-nos, guiando-nos.

19 Está dentro de cada um de nós, mais perto de nós do que estamos de nós mesmos. Então, por que não confiar Nele? Por que não acreditar em seu poder?

20 Por que nos irritamos quando a dor nos visita, quando as perdas materiais nos causam prejuízos? Por que nos aborrecemos com as doenças, com nossos inimigos? (Ora você não confia em Deus?)

21 Temos que ver tudo isso como meios dos quais Ele nos serve para se aproximar de nós. Se a oposição e a dor não fossem necessários para nosso crescimento espiritual, Jesus não permitiria que chegasse a nós, muito menos que nos tocasse.

22 Ele não permite que nos aconteça nada que não possamos suportar e levar. Tudo está em conformidade com nossas forças. Filipenses 4,13 = Tudo posso naquele que me conforta.

23 Jo 15, 1- 2 = Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará; e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto.

24 Portanto para termos uma VIDA EM CRISTO, temos que dar a Ele todo o nosso ser, nosso corpo e todas as nossas atividades; toda nossa alma e toda as nossas faculdades; tudo o que possuímos, tudo o que somos e seremos, tudo o que fazemos e faremos, dar a nós mesmos, sem esperar recompensa, como Ele se deu ao Pai.

25 Jesus Cristo sempre fez o que era de agrado do Pai. Sempre viveu em perfeita comunhão com Ele. Também os discípulos (nós) são (somos) convidados a viver sob o olhar do Pai que vê o que está oculto – Mt 6,6, para se tornarem perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito – Mc 5,48

26 Para conseguir esse abandono temos que contar com a ajuda de Cristo: Is 51, 52 = eu mesmo os confortarei

27 Evitar as quedas mas não desanimar jamais; Confiar sempre em seu amor; Se erramos devemos ser como uma criança, que quando se vê perdoada pelo Pai, volta correndo para ele. Se quisermos ter uma VIDA EM CRISTO temos que nos esforçar por fazer a vontade Dele, com alegria e serenidade:

28 Cristo nos quer do jeito que somos : Jo 3,27: João replicou: Ninguém pode atribuir-se a si mesmo senão o que lhe foi dado do céu. Tem pessoas que acham que só seriam feliz de tivessem dinheiro, se fosse muito conhecida.

29 Devemos aceitar como somos, nosso jeitão, nossa personalidade, para sermos aquele que Cristo deseja. Outro ponto é fácil encontrar a vontade de Cristo nos Dez Mandamentos, nos Mandamentos da Igreja, mas é difícil vermos a vontade de Cristo naquilo que acontece para nós. ( história do pão de minuto - feijão )Dez Mandamentosnos Mandamentos da Igreja

30 Outro ponto importante é nunca comparar o que você faz (fez) com o que outros fazem ou já fizeram (Santos). Cristo não nos quer como imitadores de outras pessoas, ele apenas pede que tenhamos por modelo o amor que eles tiveram ou tem por Cristo.

31 Cristo não quer que sejamos fanáticos, às vezes, muitos vivem visitando hospitais, doentes, asilos, mas se esquecem do doente de sua família, os velhinhos de sua família.

32 Cristo quer, antes de tudo, que os esposos se amem um ao outro, que os pais eduquem seus filhos, com amor, paciência e que principalmente, tenhamos um comportamento cristão em qualquer que seja a atividade.

33 Cristo prefere ver uma dona de casa na cozinha ou fazendo limpeza, quando é tempo de cozinhar e limpar do que vê-la ajoelhada, diante Dele, no Santíssimo Sacramento.

34 Nosso trabalho feito por amor e obediência a Ele é uma verdadeira oração. Romanos 12,2: Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito.

35 Cristo não quer nos ver morto de tanto trabalhar nas atividades da Igreja. Ele quer que trabalhemos com sinceridade, serenidade, com atenção, com dedicação, com Amor. Sem ansiedade e inquietação. Lc 10, Lc 10,

36 Façamos cada coisa a seu tempo, e tudo, quanto possível, por amor a Cristo. Não fazer nossos deveres com pressa, mas com perseverança, sem nervosismo, sem estar preocupado com aquilo o que outros vão achar.

37 Ter atitude como a Pedro: Mc 10,28 = Pedro começou a dizer-lhe: "Eis que deixamos tudo e te seguimos."

38 Temos que pedir a graça de compreender a Cristo. Temos que seguir mais fielmente a Cristo. Sermos fiéis em participar da Santa Missa e receber os Sacramentos. Se quisermos ter uma VIDA EM CRISTO

39 Ler os Evangelhos, vendo neles o amor e o poder de Cristo em nós. Saber entender os fracassos e não se orgulhar dos sucessos. Devemos ter uma vida de comunhão, doação, partilha, oração Se quisermos ter uma VIDA EM CRISTO

40 Devemos ter uma vida de comunhão, doação, partilha, oração, semeador no mundo sementes dos frutos do Espírito Santo, como diz São Paulo: Gal 5, 22 – 26: Gal 5, 22 – 26: Se quisermos ter uma VIDA EM CRISTO

41 A oração é um dos principais meios pelo qual obtemos o auxílio para assemelharmos a nossa vida a de Cristo. Nossos progressos na vida espiritual estarão baseados na Oração. Se esperamos conhecer a Cristo, temos que rezar, pensar, falar, olhar e ouvir a este Cristo.

42 As próprias ações de Jesus sempre tiveram como começo a oração. Lc 4,16 = Dirigiu-se a Nazaré, onde se havia criado. Entrou na sinagoga em dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.

43 Mt 14, 19 = Mandou, então, a multidão assentar-se na relva, tomou os cinco pães e os dois peixes e, elevando os olhos ao céu, abençoou-os. Partindo em seguida os pães, deu-os aos seus discípulos, que os distribuíram ao povo. (multiplicação dos pães)

44 Mt 26, 26 = Durante a refeição, Jesus tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: Tomai e comei, isto é meu corpo. (última ceia)

45 Lc 24, 30 = Aconteceu que, estando sentado conjuntamente à mesa, ele tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e serviu-o. (na ceia de Emaús)

46 Jo 11, 41 = Levantando Jesus os olhos ao alto, disse: Pai, rendo-te graças, porque me ouviste. (ressuscita Lázaro)

47 Lc 6,12 = Naqueles dias, Jesus retirou-se a uma montanha para rezar, e passou aí toda a noite orando a Deus. (antes de chamar os doze)

48 Lc 9, 28 –29 = Passados uns oitos dias, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago e João, e subiu ao monte para orar. Enquanto orava, transformou-se o seu rosto e as suas vestes tornaram- se resplandecentes de brancura. (ao se transfigurar no monte)

49 Lc 9,16 = Então Jesus tomou os cinco pães e os dois peixes, levantou os olhos ao céu, abençoou- os, partiu-os e deu-os a seus discípulos, para que os servissem ao povo. (multiplicação dos pães)

50 Lc 9, 18 = Num dia em que ele estava a orar a sós com os discípulos, perguntou-lhes: Quem dizem que eu sou? (antes de solicitar a confissão de Pedro)

51 Lc 11, 1 = Um dia, num certo lugar, estava Jesus a rezar. Terminando a oração, disse-lhe um de seus discípulos: Senhor, ensina- nos a rezar, como também João ensinou a seus discípulos. (antes de ensinar aos discípulos como devem orar – Pai Nosso)

52 Mt 19,13 = Foram-lhe, então, apresentadas algumas criancinhas para que pusesse as mãos sobre elas e orasse por elas. Os discípulos, porém, as afastavam. (ao abençoar as crianças)

53 Lc 22, 32 = mas eu roguei por ti, para que a tua confiança não desfaleça; e tu, por tua vez, confirma os teus irmãos. (quando roga por Pedro)

54 Cada tem seu dom, um é padre, outro diácono, médico, advogado, pedreiro, marceneiro, professor,..., ou seja fomos criados para amar a Deus e aos irmãos, cada um com seu carisma e dom. Rm 12, 6 – 8

55 A oração não é um substituto da ação, e sim o fundamento. É impossível pensar num apóstolo que não reze.

56 Cristo exige ação, mas que ela seja firmemente baseada na oração. Quanto mais levarmos uma vida de oração, mais frutuoso será nosso trabalho. Oração e Ação assemelham-se a um iceberg.

57 AÇÃO ORAÇÃO

58 Sejamos pois apóstolos de Cristo em primeiro lugar pela oração e, depois pela ação. Devemos trabalhar seriamente, mas rezar com mais seriedade acima.

59 Façamos tudo, para que no final possamos repetir o que disse São Paulo: Gal 2, 20 - Eu vivo, mas já não sou eu; é Cristo que vive em mim. A minha vida presente, na carne, eu a vivo na fé no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.

60 PARA APROFUNDAR: a) Julgamos saber o que seria melhor para nós? b) Conhecemos as nossas necessidades tão bem como Cristo? c) O que Deus quer de mim?

61 Mt 28, Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. 19.Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 20.Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.

62 Mt 5, Tendes ouvido o que foi dito: Olho por olho, dente por dente. 39.Eu, porém, vos digo: não resistais ao mau. Se alguém te ferir a face direita, oferece-lhe também a outra. 40.Se alguém te citar em justiça para tirar- te a túnica, cede-lhe também a capa. 41.Se alguém vem obrigar-te a andar mil passos com ele, anda dois mil. 42.Dá a quem te pede e não te desvies daquele que te quer pedir emprestado.

63 Mc 8, Em seguida, convocando a multidão juntamente com os seus discípulos, disse- lhes: Se alguém me quer seguir, renuncie- se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. 35.Porque o que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas o que perder a sua vida por amor de mim e do Evangelho, salvá- la-á.

64 34.Em Romanos 8:37 diz: Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada? Como está escrito: por amor de ti, somos entregues á morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.

65

66 2 Pd 1, Na realidade, não é baseando-nos em hábeis fábulas imaginadas que nós vos temos feito conhecer o poder e a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, mas por termos visto a sua majestade com nossos próprios olhos. 17.Porque ele recebeu de Deus Pai honra e glória, quando do seio da glória magnífica lhe foi dirigida esta voz: Este é o meu Filho muito amado, em quem tenho posto todo o meu afeto. 18.Esta mesma voz que vinha do céu nós a ouvimos, quando estávamos com ele no monte santo.

67 Rm 12, Temos dons diferentes, conforme a graça que nos foi conferida. Aquele que tem o dom da profecia, exerça-o conforme a fé. 7.Aquele que é chamado ao ministério, dedique-se ao ministério. Se tem o dom de ensinar, que ensine; 8.o dom de exortar, que exorte; aquele que distribui as esmolas, faça-o com simplicidade; aquele que preside, presida com zelo; aquele que exerce a misericórdia, que o faça com afabilidade.

68 Lc 10, 38 – Estando Jesus em viagem, entrou numa aldeia, onde uma mulher, chamada Marta, o recebeu em sua casa. 39.Tinha ela uma irmã por nome Maria, que se assentou aos pés do Senhor para ouvi-lo falar. 40.Marta, toda preocupada na lida da casa, veio a Jesus e disse: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe só a servir? Dize-lhe que me ajude. 41.Respondeu-lhe o Senhor: Marta, Marta, andas muito inquieta e te preocupas com muitas coisas; 42.no entanto, uma só coisa é necessária; Maria escolheu a boa parte, que lhe não será tirada.

69 Gal 5, 22 – Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, 23.brandura, temperança. Contra estas coisas não há lei. 24.Pois os que são de Jesus Cristo crucificaram a carne, com as paixões e concupiscências. 25.Se vivemos pelo Espírito, andemos também de acordo com o Espírito. 26.Não sejamos ávidos da vanglória. Nada de provocações, nada de invejas entre nós.

70 OS DEZ MANDAMENTOS 1°) AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS 2°) NÃO TOMAR SEU SANTO NOME EM VÃO 3°) GUARDAR DOMINGOS E FESTAS DE GUARDA 4°) HONRAR PAI E MÃE 5°) NÃO MATAR 6°) NÃO PECAR CONTRA A CASTIDADE 7°) NÃO ROUBAR 8°) NÃO LEVANTAR FALSO TESTEMUNHO 9°) NÃO DESEJAR A MULHER DO PRÓXIMO 10°) NÃO COBIÇAR AS COISAS ALHEIAS

71 Os Mandamentos da Igreja são: 1. Participar da Missa nos domingos e festas de guarda. 2. Confessar-se ao menos uma vez ao ano. 3. Comungar ao menos pela Páscoa da Ressurreição. 4. Santificar as festas de preceito. 5. Jejuar e abster-se de carne conforme manda a Santa Madre Igreja.


Carregar ppt "FORMAÇÃO MCC Tema: A VIDA EM CRISTOA VIDA EM CRISTO Dia: 9/3/2014 20:53:379/3/2014 20:53:37."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google