A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estudo do Estado Gasoso Mergulhadora e tartaruga acima de um recife de corais nas ilhas Caimã Teoria Cinética dos Gases.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estudo do Estado Gasoso Mergulhadora e tartaruga acima de um recife de corais nas ilhas Caimã Teoria Cinética dos Gases."— Transcrição da apresentação:

1 Estudo do Estado Gasoso Mergulhadora e tartaruga acima de um recife de corais nas ilhas Caimã Teoria Cinética dos Gases

2 Você sabia? Que a palavra gás é originada do latim chaos? O termo foi criado pelo médico e químico flamengo Van Helmont. Gás é definido, portanto, como um fluido que pode ser comprimido infinitamente e que assume a forma do recipiente que contiver.

3 Vamos assistir um vídeo: Programa: Aí tem Química Episódio: Teoria Cinética dos Gases Produção: Pontifícia Universidade do Rio de Janeiro ( PUC – RIO )

4 Ar e atmosfera Além do mais, nós já estamos submersos ! A atmosfera é como se fosse um grande oceano sobre as nossas cabeças Bruno / Personagem do vídeo O que é atmosfera?

5 Atmosfera do Grego: Atmo = ar Camada gasosa que envolve a terra

6 Lei de Boyle O volume de um gás varia inversamente com a pressão aplicada a ele. Ou seja, quanto maior a pressão, menor o volume. E quanto menor a pressão, maior o volume. Joel / Personagem do vídeo

7 No pneu você foi aumentando a quantidade de ar lá dentro, ou seja, mais ar no mesmo volume, logo, mais pressão. Joel / Personagem do vídeo

8 Pressão Atmosférica Trata-se da pressão exercida pela atmosfera em um determinado ponto. É a força por unidade de área exercida pelo ar contra uma superfície. Luiza / Personagem do vídeo

9 Comprovação da Pressão Atmosférica

10 Pressão atmosférica

11 Mas eu reparei um detalhe na Lei de Boyle ( … ) a temperatura também interfere na pressão dos gases? Luiza / Personagem do vídeo

12 Aumentando a Temperatura Para uma massa fixa de gás mantido o volume constante Aumenta o grau de agitação molecular Energia Cinética Aumenta o número de choques entre as moléculas Aumenta a Pressão exercida pelo Gás

13 Teoria Cinética dos Gases ( … ) As partículas do ar também estão se chocando permanentemente contra o lado externo do pneu, contra a lataria dos carros, contra seu corpo. É a pressão atmosférica. Joel / Personagem do vídeo

14 Teoria Cinética dos Gases Por que as partículas de gás não se depositam no solo pela ação da gravidade?

15 Teoria Cinética dos Gases Cientificamente admite - se que: Todo gás é formado por partículas minúsculas que se movimentam velozmente, de modo livre e desordenado

16 Teoria Cinética dos Gases Por que os gases podem ser comprimidos e por que se expandem e se contraem com a variação de temperatura?

17 Admite-se que as moléculas dos gases estão: Muito afastadas umas das outras- Há muitos espaços vazios entre as moléculas

18 Teoria Cinética dos Gases Por que um gás exerce pressão uniforme nas paredes do recipiente que o contém?

19 O choque das partículas com o recipiente que as contém, origina a pressão do gás Teoria Cinética dos Gases

20 Admite-se que o choque que ocorre entre duas partículas é perfeitamente elástico Teoria Cinética dos Gases

21 A pressão do gás depende do número de partículas e da temperatura. Teoria Cinética dos Gases

22 A Energia Cinética Média das partículas que constituem o gás é proporcional á temperatura Teoria Cinética dos Gases

23 Um gás que obedeça a todos os postulados da Teoria Cinética dos Gases é chamado de: Gás Perfeito ou Ideal

24 Explicação do comportamento dos gases de acordo com a Teoria Cinética Influência da pressão

25 Influência da Temperatura

26 O volume de um gás

27 O estado de um gás depende de três variáveis: Pressão Volume Temperatura

28 PRESSÃO: UNIDADES Unidades Atmosferas (atm) Milímetros de Mercúrio ( mmHg) Pascal (Pa)

29 PRESSÃO: UNIDADES Conversão de Unidades 1atm = 760 mmHg 1 atm = 101,3 KPa

30 Volume Unidades Metro Cúbico (m 3 ) Litro (L) Mililitro ( mL)

31 Volume Conversão de Unidades 1m 3 = 10 3 L 1L = 10 3 mL 1 mL = 1 cm 3

32 Temperatura Unidades kelvin (K) Graus Celsius (º C)

33 Temperatura Conversão de Unidades T(K) = T (ºC) T (ºC) = T(K) - 273

34 Há três mudanças de estado importantes: TransformaçãoGrandeza constante Conhecida como Lei de ISOTÉRMICAtemperaturaBoyle - Mariotte ISOBÁRICApressãoCharles - Gay Lussac ISOCÓRICAvolumeCharles - Gay Lussac Transformações gasosas

35 LEI DE BOYLE - MARIOTTE Robert Boyle (1627 – 1691) Numa transformação em temperatura constante, o volume V ocupado por uma dada massa de um gás é inversamente proporcional à pressão P a que ela está submetida.

36 A lei de Boyle e a transformação isotérmica P 1 = 1 atm V 1 = 2 L Estado inicial P 2 = 2 atm V 2 = 1 L Estado final P.V = K P 1. V 1 = P 2. V 2

37 A lei de Boyle e a transformação isotérmica P 1 = 1 atm V 1 = 2 L Estado inicial P 2 = 2 atm V 2 = 1 L Estado final P.V = K P 1. V 1 = P 2. V 2 Graficamente, temos:

38 Interpretação: Suponha um recipiente dotado de êmbolo móvel: V P T = cte. Uma vez que T é constante, o grau de agitação molecular não se altera. Então, se dobrarmos a pressão sobre o êmbolo... 2 P V / 2... o volume cai à metade! T = cte. P x V = 2 P x V / 2

39 Transformação Isotérmica Lei de BoyleP1.V1 = P 2.V2

40 Lei de Boyle

41 GRÁFICOS ISOTERMA O PRODUTO (PV) É CONSTANTE PP x V VP

42 Exercícios de fixação: 01. Um gás ocupa um volume de 0,76 L sob pressão de 125mmHg. Na mesma temperatura, qual será o volume(L) ocupado se a pressão mudar para 0,1 atm? T = Constante, Lei de Boyle V 1 = 0,76 L P 1 = 125mmHg Estado 1Estado 2 P 2 = 0,1 atm = 76 mmHg V 2 = ? P 1.V 1 = P 2.V 2 Aplicando a lei de Boyle: ,76 = V V 2 = 1,25 L

43 Exercícios de fixação: 02. Em um cilindro com êmbolo móvel, mantido a 30°C, há 400 cm 3 de gás à pressão de 1,0 atm. Reduzindo a pressão para 152 mmHg. Qual o volume que o gás ocupará em litros? T = Constante, Lei de Boyle V 1 = 400 cm 3 P 1 = 1atm = 760mmHg Estado 1Estado 2 P 2 = 152 mmHg V 2 = ? P 1.V 1 = P 2.V 2 Aplicando a lei de Boyle: = V V 2 = 2000 cm 3 = 2 L

44 Outra forma de resolver a questão anterior: Se P 2 = 1 P 1 5 Então V 2 = 5V 1 V 2 = 5 X 400 = 2000cm 3 Em palavras: Em temperatura constante se a pressão final do gás foi reduzida em cinco vezes da inicial, o volume final aumentará em cinco vezes do volume inicial.


Carregar ppt "Estudo do Estado Gasoso Mergulhadora e tartaruga acima de um recife de corais nas ilhas Caimã Teoria Cinética dos Gases."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google