A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Participação dos Órgãos de Fomento no Desenvolvimento da Pesquisa e da PG em Fisioterapia Prof. Mario Neto Borges, PhD Diretor Científico da FAPEMIG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Participação dos Órgãos de Fomento no Desenvolvimento da Pesquisa e da PG em Fisioterapia Prof. Mario Neto Borges, PhD Diretor Científico da FAPEMIG."— Transcrição da apresentação:

1

2 Participação dos Órgãos de Fomento no Desenvolvimento da Pesquisa e da PG em Fisioterapia Prof. Mario Neto Borges, PhD Diretor Científico da FAPEMIG

3 MISSÃO: INDUZIR E FOMENTAR A PESQUISA E A INOVAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DE MINAS GERAIS. VINCULAÇÃO: SECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR DE MINAS GERAIS (SECTES) ORÇAMENTO: 1% DO ORÇAMENTO ESTADUAL ( R$ 140 MILHÕES ) A INSTITUIÇÃO

4 POLÍTICAS DE FOMENTO Formação de Pesquisadores Apoio e Fixação dos Pesquisadores Indução de Temas PROTEÇÃO INTELECTUAL

5 SÃO 8 CÂMARAS TEMÁTICAS + PCRH, COMPOSTAS POR MAIS DE 80 ESPECIALISTAS DE RECONHECIDA COMPETÊNCIA: CAG - AGRICULTURA CVZ - MEDICINA VETERINÁRIA E ZOOTECNIA CBB - CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E BIOTECNOLOGIA CDS - CIÊNCIAS DA SAÚDE CEX - CIÊNCIAS EXATAS E DOS MATERIAIS CRA - RECURSOS NATURAIS E TECNOLOGIAS AMBIENTAIS SHA - CIÊNCIAS SOCIAIS, HUMANAS, LETRAS E ARTES TEC - ARQUITETURA E ENGENHARIAS PCRH - PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO DE RH CÂMARAS DE ASSESSORAMENTO

6 DESEMPENHO DO ORÇAMENTO DA FAPEMIG ENTRE 1999 E 2006

7 CAPTAÇÃO DE RECURSOS EXTERNOS ENTRE 2003 E 2005

8 OS INVESTIMENTOS DA FAPEMIG R$ 409 MILHÕES APLICADOS EM: projetos de pesquisa (5.300 concluídos) bolsistas financiados anualmente (média). 500 solicitações anuais para organização e participação de pesquisadores em eventos atendidas (média).

9 APOIO À PROJETOS DE PESQUISA EDITAIS – 2006 NºDESCRIÇÃO DISPONÍVEL (R$) DEMANDA (N) RECOMENDADAS 001/06Edital Universal – Demanda Espontânea ~ /06Aquisição de Equipamentos de Custo Elevado /06Manutenção de Equipamentos de Custo Elevado /06Aquisição de Livros para Pós-graduação /06Pesquisa para SUS: Gestão Compartilhada em Saúde Até 006/06Uso Múltiplo de Florestas Renováveis Até 14/06 007/06Rede Estadual das Tecnologias dos Minerais Até 05/07 008/06Projeto Estruturador Arranjo Produtivo Local Moveleiro /06Prog. Apoio a Publicações Científicas e Tecnológicas Até 30/06 010/06Programa DCR – Parceria com o CNPq Até 19/06 011/06Rede de Ciência e Tecnologia para Inovação Agroindus Até 19/07 012/06Popularização da Ciência e Tecnologia Até 02/08 013/06Programa Desenvolvimento Tecnológico de Biodiesel Até 09/08 014/06Programa Gestão Tecnológica em Recursos Hídricos Até 18/08 015/06Programa Tecnologia Digital Resgate Histórico-cultural Até 07/08 016/06Programa Tecnologia da Informação Até 11/08 TOTAL (N)VALOR

10 APOIO A PROJETOS DE PESQUISA CETEC – AÇOS COLORIDOS UFV – VACINA ANTICARRAPATO FUNED – VACINA ANTI-OFÍDICA

11 APOIO À PROJETOS DE PESQUISA EM FISIOTERAPIA APOIO À PESQUISA EM FISIOTERAPIA PROJETOS DE PESQUISA FINANCIADOS ANOQUANTIDADERECURSOS (R$) , , ,00 TOTAL ,00

12 FOMENTO À CRIAÇÃO DE REDES DE PESQUISA REDE PROTEOMA – BIOMOLÉCULAS DO ESCORPIÃO AMARELO REDE GENOMA - SEQUENCIAMENTO DO SCHISTOSOMA MANSONI REDE DE NANOCIÊNCIA E NANOTECNOLOGIA REDE ENSAIOS TOXICOL./FARMACOLÓGICOS PROD. TERAPÊUTICOS REDE MINEIRA DE BIOTERISMO REDE DE PESQUISA ESTRUTURA E FUNÇÃO DE BIOMOLÉCULAS REDE ESTADUAL DE INOVAÇÃO AGROINDUSTRIAL REDE ESTADUAL DE TECNOLOGIAS DOS MINERAIS

13 INICIAÇÃO CIENTÍFICA JUNIOR INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA APOIO TÉCNICO A PESQUISA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO-INDUSTRIAL GESTÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA MESTRADO DOUTORADO PÓS-DOUTOR PESQUISADOR VISITANTE ESPECIALISTA VISITANTE CONCESSÃO DE BOLSAS FORMAÇÃO DE PESQUISADORES

14 APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA APOIO À PÓS-GRADUAÇÃO EM FISIOTERAPIA ANO BOLSAS RECURSOS (R$) MESTRADODOUTORADO , ,00 TOTAL ,00 NOTA: Em Minas Gerais são 2 cursos de PG em Fisioterapia

15 AVANÇOS NO PAPG EM 2004/2005 Recuperação do programa atingindo 635 bolsas concedidas Atualização dos valores conforme praticados pela CAPES e CNPq Repasse trimestral para a Instituição evitando os atrasos de pagamento ao bolsista

16 APOIO A EVENTOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS APOIO FINANCEIRO À ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS QUE POSSAM CONTRIBUIR PARA A PROMOÇÃO DO INTERCÂMBIO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO, A REALIZAR-SE NO ESTADO DE MINAS GERAIS. APOIO À PARTICIPAÇÃO COLETIVA (AUTORES E CO-AUTORES DE TRABALHOS CIENTÍFICOS) EM EVENTOS TRADICIONAIS EM CADA ÁREA. APOIO À PARTICIPAÇÃO INDIVIDUAL DE PESQUISADORES EM CONGRESSOS NO PAÍS OU NO EXTERIOR. CAPACITAÇÃO DE PESQUISADORES

17 AVANÇOS NA MODALIDADE EVENTOS Recursos duplicados em 2005 e em 2006 Valor único concedido para o evento (no caso de organização) Valor único concedido ao coordenador (no caso de participação coletiva) Valor único concedido ao pesquisador Valores fixos para eventos no País e no exterior (por região)

18 APOIO AO SETOR EMPRESARIAL APOIO A PROJETOS CONJUNTOS UNIVERSIDADE-EMPRESA MANUTENÇÃO DE UM ESCRITÓRIO DE GESTÃO TECNOLÓGICA INSERÇÃO DE DOUTORES NAS EMPRESAS APOIO À GESTÃO DE INCUBADORAS DE EMPRESAS APOIO À INSTALAÇÃO DE PARQUES TECNOLÓGICOS FINANCIAMENTO DE EMPRESAS BASE TECNOLÓGICA A FAPEMIG VEM BUSCANDO FORMAS DE FOMENTAR A INOVAÇÃO NO SETOR EMPRESARIAL: PAPPE – PROGRAMA DE APOIO À PESQUISA EM EMPRESAS EM 2004, 2005 e 2006

19 EGT ESCRITÓRIO DE GESTÃO TECNOLÓGICA ORIENTA O PESQUISADOR-INVENTOR E PROMOVE AÇÕES OPERACIONAIS VISANDO A PROTEÇÃO INTELECTUAL. PROVIDENCIA BUSCA PRÉVIA JUNTO AO INPI E CONSULTAS A BANCOS DE DADOS DE PATENTES NO BRASIL E NO EXTERIOR. FACILITA O ACESSO À LEGISLAÇÃO PATENTÁRIA E DE PROTEÇÃO INTELECTUAL NO BRASIL E NO EXTERIOR. FINANCIA AS TAXAS DE DEPÓSITO E ANUIDADES. IDENTIFICA TECNOLOGIAS E ENCAMINHA A PARCEIROS PARA A PRODUÇÃO.

20 EGT ESCRITÓRIO DE GESTÃO TECNOLÓGICA ANO Marca D. Pat. Nac. Dep. Paten. Internac SoftwareCultivar Inst.P. In TOTAL

21 A DIFUSÃO DA C,T&I PARA A SOCIEDADE REVISTA TRIMESTRAL IMPRESSA E ELETRÔNICA PALESTRAS MENSAIS NO AUDITÓRIO DA FAPEMIG MINI-DOCUMENTÁRIOS DE PROJETOS FINANCIADOS, VEICULADOS NAS REDES DE TELEVISÃO

22 COMO SOLICITAR O APOIO DA FAPEMIG O CLIENTE DA FAPEMIG É A INSTITUIÇÃO – NÃO O PESQUISADOR INDIVIDUAL. ASSIM, QUALQUER SOLICITAÇÃO, DEVERÁ SER ENCAMINHADA PELO DIRIGENTE DE UMA INSTITUIÇÃO DE C&T. EMPRESAS PRIVADAS SÓ PODERÃO SE CANDIDATAR A APOIOS DA FAPEMIG QUANDO CHAMADAS POR EDITAL ESPECÍFICO. Exemplo: PAPPE TODAS AS INSTRUÇÕES PARA A SOLICITAÇÃO DE APOIOS E AUXÍLIOS ESTÃO CONTIDAS NO MANUAL DO USUÁRIO, DISPONÍVEL NA HOME-PAGE DA FAPEMIG, NO SEGUINTE ENDEREÇO ELETRÔNICO: DÚVIDAS ENTRE EM CONTATO :

23 OBRIGADO


Carregar ppt "Participação dos Órgãos de Fomento no Desenvolvimento da Pesquisa e da PG em Fisioterapia Prof. Mario Neto Borges, PhD Diretor Científico da FAPEMIG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google