A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UAB UFSC. Sistema de integração de IPES para oferta de ensino superior na modalidade EaD no Brasil (decreto 5.800/2006)Sistema de integração de IPES para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UAB UFSC. Sistema de integração de IPES para oferta de ensino superior na modalidade EaD no Brasil (decreto 5.800/2006)Sistema de integração de IPES para."— Transcrição da apresentação:

1 UAB UFSC

2 Sistema de integração de IPES para oferta de ensino superior na modalidade EaD no Brasil (decreto 5.800/2006)Sistema de integração de IPES para oferta de ensino superior na modalidade EaD no Brasil (decreto 5.800/2006) DECRETO Nº 5.800, DE 8 DE JUNHO DE Art. 1o Fica instituído o Sistema Universidade Aberta do Brasil - UAB, voltado para o desenvolvimento da modalidade de educação a distância, com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País.

3 Diretoria de Relações Internacionais Diretoria De Gestão Diretoria de Ed. Básica Presencial CTC-ES Diretoria de Programas e Bolsas no País CTC-EB CONSELHO SUPERIOR Presidência da CAPES Diretoria de Avaliação Diretoria de EAD

4 CAPES COORDENAÇÃO GERAL DE INFRA-ESTRUTURA DE PÓLOS CGIP COORDENAÇÃO GERAL DE ARTICULAÇÃO ACADÊMICA CGAA COORDENAÇÃO GERAL DE SUPERVISÃO E FOMENTO CGSF COORDENAÇÃO GERAL DE POLÍTICAS DA INFORMAÇÃO CGPI DIRETORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA DED UAB UAB NA NOVA CAPES

5 557 POLOS 75 IPES 245 CURSOS ALUNOS Rede de polos UAB

6 A UAB articula polos e instituições para oferta de cursos. O Polo é fundamental apoio para o aprendizado.

7 Definição de novos Pólos; - Novos pólos em atendimento à necessidade de formar professores em exercício - Absorção de pólos do Programa Pró- licenciatura - Terceira Fase de Expansão da UAB, atingindo a marca de cerca de 720 pólos.

8 Diretrizes Estratégicas Primeiro Elemento Importante - Prioridades de Formação - Formação de Professores para a Educação Básica; Formação de Administradores Públicos, – colaboração com a ENAP e o MS;

9 Segundo Elemento Importante –A UAB é um Sistema permanente; –Renovação de turmas semestrais ou anuais, preservando a autonomia das Instituições e as Diretrizes Estratégicas da UAB.

10 EAD - UFSC

11 DECRETO Nº 5.622, DE 19 DE DEZEMBRO DE Art. 1° Para os fins deste Decreto, caracteriza-se a educação a distância como modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

12 Visão Educação a distância é uma ação educacional inovadora tanto no sentido da gestão, da mediação pedagógica e da inclusão social. Requer novas metodologias e a utilização de recursos de comunicação atualizados. Missão A Educação a Distância, na UFSC, articula esforços para a institucionalizar as ações na área, compartilhando competências e indicando diretrizes para um processo inovador no ensino superior.

13 Princípios e Valores Insitucionalização Inclusão social Democratização do conhecimento Transparência Autonomia Cooperação Interação Inovação

14 Cursos Número Polos Alunos matriculados C. Biológicas – (L)(01) 23 Libras – (B)(15)422 Libras – (L)(18) 844 Letras – Espanhol – (L)(05) 159 Letras – L. Portuguesa – (L)(06) 111 Filosofia – (L)(03) 183 Física – (L)(11) 86 Matemática – (L)- SC(12)167 Matemática – (L) – MA(11)667 Cursos de Graduação EaD/UFSC – dados

15 Cursos Número Polos Alunos matriculados Administração – (B)SC(10) 828 Administração – (B)BR(15) 557 Ciências Contábeis – (B)BR (14) 442 Ciências Econômicas – (B)BR (11) Cursos de Graduação EaD/UFSC – dados

16 Estrutura UAB – UFSC Representantes Institucionais da UAB: – Prof° Cícero Barboza (Coordenador UAB) - Profª Eleonora Milano Falcão Vieira (Coordenadora Adjunta)

17 DAS ATRIBUIÇÔES GERAIS DO COORDENADOR UAB coordenar as atividades dos cursos ofertados pela Instituição de Ensino, no âmbito do Sistema UAB; realizar reuniões periódicas com os coordenadores dos cursos, tendo em vista a gestão de todas as atividades acadêmico-operacionais; receber e avaliar os relatórios de desenvolvimento dos cursos elaborados pelos coordenadores de curso e coordenadores de pólo; participar de grupos de trabalho no âmbito da IPES para o desenvolvimento de metodologias de ensino-aprendizagem e desenvolvimento de materiais didáticos; participar de grupos de trabalho instituído pela UAB, visando o aprimoramento e adequação do Sistema;

18 encaminhar relatórios semestrais de acompanhamento e avaliação das atividades dos cursos à UAB /DED/CAPES, ou quando for solicitado; realizar cadastramento e controle de bolsistas;. encaminhar as fichas de cadastro de bolsistas, mediante ofício; encaminhar o Termo de Compromisso do Bolsista (Anexo II), devidamente assinado, à UAB/DE/CAPES. acompanhar a aplicação financeira dos recursos liberados para o desenvolvimento e oferta dos cursos; fazer a prestação de contas dos recursos liberados pelo MEC.

19 DAS ATRIBUIÇÔES GERAIS DO COORDENADOR ADJUNTO UAB Auxiliar o Coordenador UAB em todas suas atribuições; participar de grupos de trabalho instituído pela UAB, visando o aprimoramento e adequação do Sistema; participar de grupos de trabalho no âmbito da IPES para o desenvolvimento de metodologias de ensino-aprendizagem e desenvolvimento de materiais didáticos; manter arquivo com as informações relativas aos cursos desenvolvidos na IPES no âmbito do Programa UAB (Atualização do SISUAB); verificar in loco o bom andamento dos cursos; verificar in loco a adequação da infraestrutura dos polos aos objetivos dos cursos, enviando relatórios periódicos a DED/CAPES;

20 DAS ATRIBUIÇÕES DO COORDENADOR DE TUTORIA UAB participar das atividades de capacitação e atualização; acompanhar o planejamento e o desenvolvimento processos seletivos de tutores, em conjunto com o coordenador de curso; acompanhar as atividades acadêmicas do curso; verificar in loco o bom andamento dos cursos; informar para o coordenador do curso qual a relação mensal de tutores aptos e inaptos para recebimento de bolsas; acompanhar o planejamento e desenvolvimento das atividades de seleção e capacitação dos tutores envolvidos no programa; acompanhar e supervisionar as atividades dos tutores; encaminhar à coordenação do curso relatório semestral de desempenho da tutoria.

21 Pró-Reitora PREG Diretor de Gestão e Desenvolvimento Acadêmico - DGA Diretor do Departamento de Ensino - DEN Coordenadoria de Educação a Distância Coordenadoria de Educação Presencial Divisão de Educação Básica Divisão de Análise e Alteração Curricular Diretora do Departamento de Apoio Pedagógico e Avaliação - DPA Coordenadoria de Avaliação Pedagógica Coordenadoria de Formação Pedagógica Divisão de Acompanhamento de Formação Docente Organograma PREG/EAD

22 Coordenadoria de Educação a Distância – CEaD/PREG –Propor políticas e normas relacionadas aos cursos de graduação na modalidade de EaD; –Analisar e acompanhar processos de oferta de novos cursos; –Assessorar as coordenações de cursos de EaD na elaboração, encaminhamento, implementação e gestão dos projetos; –Supervisionar as atividades acadêmico-pedagógicas dos cursos de EaD; –Organizar e divulgar referências de qualidade: modelos de cursos, modelos de comunicação, modelos de gestão, modelos de projetos, modelos de relatórios; –Acompanhar o desenvolvimento e a avaliação dos cursos de EaD em nível de administração geral nas questões técnico- acadêmicas, pedagógicas e financeiras; –Supervisionar a execução de acordos e convênios relacionados a cursos de graduação na modalidade de EaD;

23 a)De Avaliação; b)De Gestão Financeira; c)De Infra-estrutura; d)De capacitação; e)Do sistema eletrônico de gestão acadêmica (campusvirtual) e Pesquisa. Equipes de gestão e assessorias: UAB - Cead

24 SERVIÇOS OFERECIDOS Administração do SGB Organização de dados para alimentação do sistema ATUAB e E_MEC, SISUAB Assessoria na elaboração encaminhamentos e implementação dos projetos de EaD Capacitação de professores, coordenadores de pólos e tutores em EaD Avaliação de cursos e de pólos Elaboração e implantação de Projetos de pesquisa e avaliação em EaD Análise e Gestão da infra-estrutura de base tecnológica para EaD Gestão pedagógica do sistema de informática UAB/UFSC Representação da UFSC na CAPES/UAB/MEC Integração de ações com o NPD, o DAE Convênios e acordos de cooperação Comissão de seleção de coordenadores de pólos Elaboração de contratos de cedência de direitos patrimoniais

25 EAD-UFSC 2008/08 Total de pólos 89 Total de vagas Total de matriculas Total de convênios 76 Total de financiamento ver Editais, 2004, 2005, 2006, 2007 Previsão para reedições e UAB2/ vagas

26 A EAD-UFSC EM 18 ESTADOS DO BRASIL 2008


Carregar ppt "UAB UFSC. Sistema de integração de IPES para oferta de ensino superior na modalidade EaD no Brasil (decreto 5.800/2006)Sistema de integração de IPES para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google