A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Aldicarb e o "Chumbinho" Profª Drª Sony de Freitas Itho Médica - Toxicologista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Aldicarb e o "Chumbinho" Profª Drª Sony de Freitas Itho Médica - Toxicologista."— Transcrição da apresentação:

1 O Aldicarb e o "Chumbinho" Profª Drª Sony de Freitas Itho Médica - Toxicologista

2 Histórico Síntese em 1965 Distribuição nos EUA: Temik® Autorização: uso agrícola (>40 safras) Culturas: banana, algodão, feijão, citros, batata, batata-doce, beterraba, milho, cebola, soja, amendoim, cana-de-açúcar, café e plantas ornamentais Proscrito: uso doméstico (casa/jardim) Aplicação direta no solo Aldicarb

3 Classificação Grupo: carbamatos Sintéticos, derivados de ésteres do ác. Carbâmico, alta eficiência praguicida, baixa ação residual, baixa toxicidade a longo prazo, amplo espectro de uso Uso: inseticida, acaricida e nematicida Aldicarb

4 Doses relacionadas-humanos Provável DL 50 VO= 5,0 mg/kg 0,05 mg/kg: dose oral mais alta sem sintomas 0,025 mg/kg: significante inibição colinesterase, sem sintomas 0,10 mg/kg: aparecimento de sinais e sintomas colinérgicos 0,26 mg/kg: intoxicação aguda, necessário tratamento Aldicarb

5 Toxicocinética Absorção Altamente tóxico VO, dérmica, inalatória Fácil e rapidamente absorvido TGI Distribuição Distribuído por tecidos e órgãos Nenhuma tendência à acumulação Não atravessam bem a barreira hemato- encefálica Atravessam barreira placentária: ratos/coelhos - depressão colinesterase > fetos que mães Aldicarb

6 Toxicocinética Metabolização Biotransformação hepática. Envolve: Hidrólise do éster carbamato Oxidação do enxofre: sulfóxido e sulfona Sofre recirculação entroepática (26% da dose apareceu na bile em 24h). Metabólitos biliares são reabsorvidos no intestino e excretados na urina Excreção Principal via: urinária 90% sulfóxido 40%, oxima 30%, outras combinações polares 30% Restante: fecal, ar expirado Aldicarb

7 Biotransformação Aldicarb oxima Aldicarb nitrila hidrólise oxidaçãooxidação Aldicarb Sulfona DL=24 mg/kg Aldicarb Sulfóxido DL=0,9 mg/kg Atividade colinesterásica 76 vezes maior. O principal responsável pelo controle de pragas 25 vezes menos tóxico. Persistente, permite o controle das pragas >8 semanas Compostos com pouca ou nenhuma atividade inseticida ou toxicidade LENTA RÁPIDA

8 Intoxicação Aguda – relatos em: Humanos e Animais Meio ambiente: água, ar, solo Circunstância: acidental, ocupacional e Intencional (TS) Crônica Mutagenicidade: negativo Terato/carcinogênico: não classificado Neurotoxicidade tardia: não produziu Efeitos reprodutivos: não considerado Aldicarb

9 Estrutura Grafite Agente ligante Aldicarb (150g/kg) 15% de material ativo Gesso Apresentação única: granular Temik

10 Estrutura Temik Sony Itho©

11 Tecidos nervosos e receptores afetados Locais afetados Manifestações Fibras pós- ganglionares parassimpáticas Receptores muscarínicos Gl exócrinasSialorréia, lacrimejamento, sudorese OlhosMiose, visão borrada, hiperemia conjuntival TGastrintestinalNausea, vômito, diarréia, tenesmo, dor abdominal, cólicas, incontinência fecal Sistema Respiratório Hipersecreção brônquica, rinorréia, broncoespasmo, sibilos, dispnéia, tosse, cianose, opressão torácica, EAP Sist CVascularBradicardia, hipotensão Ap urinarioAumento frequencia urinária, incontinencia Fibras simpáticas e parassimpáticas Receptores nicotínicos Sist CVascularTaquicardia, hipertensão arterial, palidez Músculo- esquelético Cãimbras, tremores, fasciculações, paralisia, fraqueza muscular Sistema Nervoso Central Receptores muscarínicos e nicotínicos Sonolência, letargia, cefaléia, coma, tremores, ataxia, confusão mental, fadiga, convulsões, depressão respiratória e CV

12 Diagnóstico das intoxicações História clínica Presença de grânulos na lavagem gástrica Manifestações clínicas colinérgicas Resposta à atropina

13 Tratamento da crise aguda Manutenção das funções vitais Secreções, oxigenação, IOT, controle das convulsões, ventilação mecânica Correção dos distúrbios colinérgicos Atropina Medidas de descontaminação Cutânea, ocular, gastrintestinal Medidas de suporte Prevenção das complicações


Carregar ppt "O Aldicarb e o "Chumbinho" Profª Drª Sony de Freitas Itho Médica - Toxicologista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google