A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA 24/09/2007 Marcos Tozzi UNICENP / UFPR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA 24/09/2007 Marcos Tozzi UNICENP / UFPR."— Transcrição da apresentação:

1 AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA 24/09/2007 Marcos Tozzi UNICENP / UFPR

2

3 ENSINO DE ENGENHARIA 1.Diretrizes Curriculares: Conteúdos Básicos Conteúdos Básicos Conteúdos Profissionalizantes Conteúdos Profissionalizantes Conteúdos Específicos Conteúdos Específicos Flexibilidade na Estrutura Curricular Flexibilidade na Estrutura Curricular Estágio Supervisionado Estágio Supervisionado Projeto de Final de Curso Projeto de Final de Curso Atividades Complementares Atividades Complementares 2.Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES Educação Superior – SINAES

4 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO PORTARIA NORMATIVA N. 1, DE 10 DE JANEIRO DE 2007 Art. 1 o, § 1 o: Avaliação dos cursos de graduação - calendário: I - Em 2007, os cursos das áreas do ENADE 2004; II - Em 2008, os cursos das áreas do ENADE 2005; III - Em 2009, os cursos das áreas do ENADE 2006.

5 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 2, DE 18/06/2007 Dispõe sobre carga horária mínima e procedimentos relativos à integralização e duração dos cursos de graduação, bacharelados, na modalidade presencial.

6 CÂMARA DE EDUCAÇÃO SUPERIOR RESOLUÇÃO Nº 3, DE 02/07/2007 Dispõe sobre procedimentos a serem adotados quanto ao conceito de hora-aula, e dá outras providências.

7 VISÃO GERAL DOS VISÃO GERAL DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO E PÓS-GRADUAÇÃO NO BRASIL

8 N Í VEIS MODALIDADE DURA Ç ÃO ALUNOS (2005) GRADUAÇÃO Presencial Bacharelado Licenciatura Tecnologia h 2800 h 1600 – 2400 h Distância Bacharelado Licenciatura Tecnologia h 2800 h 1600 – 2400 h PÓS - GRADUAÇÃO Lato SensuEspecialização360 h- Stricto Sensu Mestrado Acadêmico Mestrado Profissionalizante Doutorado 2 anos 2 / 3 anos 3 / 4 anos Fonte: INEP/MEC, CAPES/MEC. NÍVEIS E MODALIDADES DA EDUCAÇÃO SUPERIOR

9 REPRESENTATIVIDADE DE ALGUNS CURSOS DE GRADUAÇÃO (2005) 14,1% 12,7% 6,5%7,7% 41,0%38,2% 12,8%10,2%10,0%5,1%

10 Auditor Fiscal do Tesouro Nacional Perfil dos Candidatos Aprovados NoNo Academia da Força Aérea Academia Militar das Agulhas Negras Administração Administração Pública Análises de Sistemas Arquitetura Ciências Náuticas Ciências Sociais Comércio Exterior Computação Comunicação Social Contabilidade Didática de Língua Estrangeira Direito Economia Educação Física Engenharia Escola Naval Estatísticas Estudos Sociais TOTAL Formação Fonte: Ministério da Fazenda, ESAF - Escola Superior de Administração Fazendária, conforme Macedo (1998). NoNo Farmácia - Bioquímica Física Fonoaudiologia Geologia História Informática e Processamento Dados Letras Matemática Medicina e Odontologia Oficial Oficial da Marinha Oficial da PM Pedagogia Psicologia Publicidade Química Química Industrial Serviço Social Tecnologia Mecânica Veterinária Formação

11 95: Gov FHC 96: Nova LDB 525 cursos 1996/ cursos/ano 1966/ cursos/ano 33/66: 3,5 cursos /ano cursos Crescimento do Número de Cursos de Engenharia Fonte: Organizado por Oliveira, Vanderli Dados INEP, 2005

12 Modalidades Modalidades : Crescimento (1995 X 2005) Fonte: Organizado por Oliveira, Vanderli Dados INEP, 2005

13 Pós-Graduação no Brasil CursosBrasilEngenharia% Mestrado ,17 Doutorado ,74 Profissionalizante ,57 Total ,98 Fonte – CAPES – 10/09/2006

14 Graduação e Pós - Graduação em Engenharia Graduandos: –Brasil 5/ 100 titulados –Coréia 22/100 titulados Mestres: –Brasil 8/ hab –EUA 160/ hab Doutores: –Brasil 3/ hab –Alemanha 30/ hab

15 E A FORMAÇÃO E A FORMAÇÃO PROFISSIONAL ?

16 Perfil do Egresso; Conteúdos a Considerar; Perfil dos Professores; Infra-estrutura; Operacionalização do Processo. CURSOS – ITENS BÁSICOS :

17 OS PROFISSIONAIS SÃO OS PROFISSIONAIS SÃO CONTRATADOS POR SUAS HABILIDADES E COMPETÊNCIAS E DISPENSADOS POR SEU COMPORTAMENTO. O PROFISSIONAL ATUAL

18 AVALIAÇÃO DOS ENGENHEIROS BRASILEIROS PELAS INDÚSTRIAS (PESQUISA CNI) Têm boa formação técnica; Demonstram dificuldades em: o Atitude Empreendedora; o Capacidade de Gestão; o Capacidade de Comunicação; o Liderança; o Trabalho em Equipes Multidisciplinares.

19

20 LEI Nº DE 14 DE ABRIL DE 2004 SINAES

21 INSTITUIÇÃO DO SINAES O Artigo 1º institui o SINAES com o objetivo de assegurar processo nacional de: 1)Avaliação das IES (Avaliação Institucional); 2)Avaliação dos cursos de graduação; 3)Avaliação do desempenho acadêmico dos seus estudantes (ENADE).

22 OBJETIVOS GERAIS Melhoria da qualidade da Educação Superior; Orientação da expansão da oferta de vagas; Aumento permanente da eficácia institucional e efetividade acadêmica e social;

23 O QUE É ASSEGURADO PELO SINAES Avaliação institucional interna e externa, contemplando a análise global e integrada das dimensões, estruturas, relações, compromisso social, atividades, finalidades e responsabilidades sociais das IES e de seus cursos; O respeito à identidade e diversidade das IES e dos cursos;

24 O QUE É ASSEGURADO PELO SINAES O caráter público de todos os procedimentos, dados e resultados avaliativos; A participação do corpo discente, docente e técnico-administrativo das instituições de ensino superior, e da sociedade civil, por meio de suas representações.

25 QUEM PARTICIPA DA AVALIAÇÃO? Nos Processos Externos: - Comissões de pares constituídas pelo INEP a partir de diretrizes da CONAES; - Integrantes do BASis, possuidores de habilidades e conhecimentos relativos à avaliação e à educação superior. Nos Processos Internos: - Todos os envolvidos, inclusive ex-alunos e a comunidade externa, coordenados pelas CPAs.

26 SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO 3) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTESAVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES 2) AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃOAVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1) AVALIAÇÃO DAS IES AVALIAÇÃO DAS IESAVALIAÇÃO DAS IESSINAES

27 1) AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL – Credenciamento – novas IES e mudança de organização administrativa – Recredenciamento de IES

28 SISTEMA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR Sistema de grande dimensão: instituições Sistema em expansão Sistema diversificado

29 SISTEMA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR EM TRANSIÇÃO ATUALMENTE: mais de 4,5 milhões de estudantes 2011: previsão de 11 milhões de estudantes Brasil: 11 % da população na educação superior

30 Fonte: MEC/Inep/Deaes. IES POR CATEGORIA ADMINISTRATIVA (%)

31 Crescimento do Número de Vagas na Educação Superior: Brasil – 1991 – 2005 (Censo da Educação Superior)

32 Fonte: MEC/Inep/Deaes. MATRÍCULAS POR CATEGORIA ADMINISTRATIVA (%)

33 SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO 3) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTESAVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES 2) AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃOAVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1) AVALIAÇÃO DAS IES AVALIAÇÃO DAS IESAVALIAÇÃO DAS IESSINAES

34 2) AVALIAÇÃO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO Autorização de Curso; Reconhecimento de Curso; Renovação de Reconhecimento de Curso.

35 Autorização e Reconhecimento de Cursos SESU/SETECINEPSEED Avaliador Solicitação Informações Ato Autorizativo Recurso CTAA

36 ENGENHARIAS - AUTORIZAÇÕES 145 CURSOS até 6/9/

37 ENGENHARIAS - RECONHECIMENTOS 311 CURSOS até 6/9/

38 ENGENHARIAS - RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO 78 CURSOS até 6/9/

39 SISTEMA NACIONAL DE AVALIAÇÃO 3) AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES AVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTESAVALIAÇÃO DE DESEMPENHO DOS ESTUDANTES 2) AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃOAVALIAÇÃO DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO 1) AVALIAÇÃO DAS IES AVALIAÇÃO DAS IESAVALIAÇÃO DAS IESSINAES

40 3) Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (ENADE) Ver próxima palestra, do Prof. Gilberto Cunha

41 CONSIDERAÇÕES FINAIS Visão geral do SINAES; Panorama global dos Cursos de Graduação; Avaliação dos Cursos de Engenharia em 2008; Novas Resoluções da CES: Carga Horária Mínima; Hora-aula x Hora (60 minutos). Projeto Pedagógico do Curso.

42 A FELICIDADE NÃO É UM PRÊMIO; É UMA CONQUISTA. MENSAGEM FINAL

43 OBRIGADO A TODOS !!!


Carregar ppt "AVALIAÇÃO DOS CURSOS DE ENGENHARIA 24/09/2007 Marcos Tozzi UNICENP / UFPR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google