A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO COMISSÃO EXECUTIVA DO PLANO DA LAVOURA CACAUEIRA - CEPLAC Caio Márcio Vasconcellos Cordeiro de Almeida Pesquisador - CEPLAC

2 NO IMAGINÁRIO COLETIVO DA MAIOR PARTE DE NÓS, BRASILEIROS, HERDEIROS DA MENTALIDADE EUROPÉIA, A MATA REPRESENTA O DESCONHECIDO, A ESCURIDÃO, O CAOS, O DEMÔNIO. PRECISA SER ELIMINADA, DISTANCIADA DA CASA. A MATA É AMEAÇA. AS LENDAS E CRENDICES CONTADAS ÀS CRIANÇAS SERVEM PARA AFASTÁ-LAS DA MATA. João Meirelles Filho (O Livro de Ouro da Amazônia) SE A NATUREZA FOR CONTRA NÓS, SEREMOS CONTRA A NATUREZA Simon Bolivar, Libertador das Américas (1783 – 1830)

3 SISTEMAS AGROFLORESTAIS – SAF SÃO FORMAS DE USO E MANEJO DOS RECURSOS NATURAIS NOS QUAIS ESPÉCIES LENHOSAS SÃO UTILIZADAS EM ASSOCIAÇÃO COM CULTIVOS AGRÍCOLAS OU COM ANIMAIS NUM MESMO TERRENO DE FORMA SIMULTÂNEA OU NUMA SEQÜÊNCIA TEMPORAL PELO MENOS DUAS ESPÉCIES INTERAGEM BIOLOGICAMENTE UMA DAS ESPÉCIES É PERENE LENHOSA UMA DAS ESPÉCIES É MANEJADA PARA FORRAGEM, PRODUÇÃO ANUAL OU PERENE

4 VOLUME DE MADEIRA EM TORA / HA: 89,6 m³ PRODUÇÃO DE CACAU / HA: KG

5

6 VOLUME DE MADEIRA EM TORA / HA: 112,0 m³ PRODUÇÃO DE CACAU / HA: KG PRODUÇÃO PUPUNHA / HA: CAB.

7

8 VOLUME DE MADEIRA EM TORA / HA: 76,8 m³ (MESCLA) E 177,6 m³ (TECA) PRODUÇÃO DE CACAU / HA: KG PRODUÇÃO DE CAFÉ / HA: 500 KG

9

10

11 VOLUME DE MADEIRA EM TORA / HA: 4,9; 25,4; 251,2 m³ PRODUÇÃO DE CACAU / HA: 920 KG

12

13 ParâmetrosCaso 1Caso 2Caso 3Caso 4 Área de cacau (ha)8,28,55,24,7 Número de famílias botânicas Número de espécies Número de componentes do sombreamento Número total de árvores Número médio de árvores ha ,354,256,773,0 Volume médio de madeira ha -1 (m 3 )87,6769,1765,0427,89 BIODIVERSIDADE E POTENCIAL MADEIREIRO EM SAF CACAUEIROS X ESSÊNCIAS FLORESTAIS, EM OURO PRETO DO OESTE, RO 1) Inclui espécies arbóreas, frutíferas e palmáceas, inclusive componentes com D inferior a 10 cm; 2) Inclui árvores com função econômica com D igual ou superior a 10 cm; 3) Inclui árvores com função econômica com D igual ou superior a 10 cm

14 _______________________________________________________________________________ MARGEM CUSTO MARGEM MARGEM SALÁRIOS MARGEM CUSTO MARGEM MARGEM SALÁRIOS MODALIDADES BRUTA/ MANUT LÍQUIDA LÍQUIDA MÍNIMOS/ MODALIDADES BRUTA/ MANUT LÍQUIDA LÍQUIDA MÍNIMOS/ HA/ANO HA/ANO HA/ANO MODULAR MÊS/SAF ________ ______________________________________________________________________________ HA/ANO HA/ANO HA/ANO MODULAR MÊS/SAF ________ ______________________________________________________________________________ CACAU X ESSENCIAS 6.119, , , ,16 1,31 CACAU X PUPUNHA 9.457, , , ,59 2,73 CACAU X CAFE 6.668, , , ,44 0,88 CACAU X TECA 4.709, , , ,52 0,88 ____________________________________________________________________________________ VALORES ADOTADOS (JULHO DE 2010) : - MÃO-DE-OBRA – R$ 30,00/JORNADA DE 8,0 HORAS DE TRABALHO - MÃO-DE-OBRA – R$ 30,00/JORNADA DE 8,0 HORAS DE TRABALHO - CACAU EM AMÊNDOAS – R$ 5,10/KG - CAFÉ CONILON BENEFICIADO – R$ 2,60/KG - PUPUNHA PARA PALMITO – R$ 0,70/CABEÇA OU PALMA - SALÁRIO MÍNIMO – R$ 510,00 RECEITAS GERADAS PELOS SAF COM O CACAUEIRO – 3,0 HA

15 DISCRIMINAÇÃO PERÍODOS 2002/ / /2005 RECEITA TOTAL , , ,80 CUSTOS COM INSUMOS , ,80 520,80 CUSTOS COM MÃO-DE-OBRA4.252, , ,00 RENDA LÍQUIDA ANUAL11.157, , ,00 RENDA LÍQUIDA MENSAL(R$) 929, , ,25 ESTUDO DE CASO DE 5,4 HA DE SAF CACAUEIROS X ESSÊNCIAS FLORESTAIS, EM ARIQUEMES – RO (VALORES EM R$) 1 PREÇOS DO CACAU – 2002/2003: R$ 3,30 A R$ 6, /2004: R$ 3,40 A R$ 4, /2005: R$ 2,90 A R$ 4,09 2 AQUISIÇÃO DE: CALCÁRIO DOLOMÍTICO, ADUBO NPK, INSETICIDA, FERRAMENTAS E COMBUSTÍVEL 1 PREÇOS DO CACAU – 2002/2003: R$ 3,30 A R$ 6, /2004: R$ 3,40 A R$ 4, /2005: R$ 2,90 A R$ 4,09 2 AQUISIÇÃO DE: CALCÁRIO DOLOMÍTICO, ADUBO NPK, INSETICIDA, FERRAMENTAS E COMBUSTÍVEL

16 RELAÇÃO NÍVEIS DE PRODUTIVIDADE RELATIVA (KG/HA/ANO) E VALORES DE VPL RELATIVO ( )

17 RELAÇÃO RECEITA BRUTA DESCONTADA E CUSTO DESCONTADO ( )

18 Nome: José Rodrigues Sobrinho Local: Fazenda Rodilza, Ariquemes, Rondônia Área de cacau: 25,9 Hectares ANO PRODUÇÃO CACAU (KG) PRODUÇÃO POLPA (KG) INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES *** ***** *** ***** InicioAdquiriu outra propriedade (73 ha) *** ***** ***Comercializou pés de freijó-louro ***Implantação de pequena indústria (40,0 m²) *** ***** Início de produção de mel de abelha ***** *****

19

20 UM BOM CAMINHO


Carregar ppt "SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA DE VERTICALIZAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google