A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métodos Quantitativos Prof Samir Silveira. Aula 01: Introdução a Estatística.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métodos Quantitativos Prof Samir Silveira. Aula 01: Introdução a Estatística."— Transcrição da apresentação:

1 Métodos Quantitativos Prof Samir Silveira

2 Aula 01: Introdução a Estatística

3 Conceitos Resumidamente, podemos dizer que a estatística é uma parte da matemática aplicada que fornece métodos para coleta, organização, descrição, análise e interpretação de dados. Os resultados podem ser utilizados para tomada de decisões, planejamento ou formulações de soluções

4 Conceitos A Estatística basicamente se divide em 3 partes, a saber: Estatística Descritiva: Essa parte da Estatística utiliza números para descrever fatos. Compreende a coleta, a organização, o resumo e, em geral, a simplificação de informações que podem ser muito complexas. Probabilidade: É utilizada para analisar situações que envolvem o acaso. Inferência: Diz respeito a coleta, redução, análise e interpretação de dados amostrais, a partir do que, tira-se conclusões sobre a população na qual os dados (amostra) foram obtidos.

5 Conceitos

6

7 Estatística Descritiva Formulação do problema Planejamento e Coleta de dados Críticas dos dados Apresentação dos dados Análise A Estatística Descritiva é compostas pelos seguintes passos

8 Estatística Descritiva A formulação do problema consistem em definir qual o objetivo que se pretende ao analisar uma população/amostra. Neste ponto é imprescindível saber qual é o objetivo do estudo

9 Estatística Descritiva Após a definição do problema a ser estudado, é necessário estabelecer o planejamento da pesquisa – Forma da coleta dos dados; – Cronograma das atividades; – Custos envolvidos; – Exame das informações disponíveis; – Delimitação da amostra, etc.

10 Estatística Descritiva O próximo passo então é a coleta de dados, que consiste na busca ou reunião dos dados das variáveis, que compõe o fenômeno a ser estudado. A coleta de dados pode ser realizada direta ou indiretamente. Ela é direta quando os dados são obtidos diretamente da fonte e é indireta quando dos dados obtidos provêm da coleta direta.Os valores assim obtidos são denominados de dados secundários, como por exemplo, o cálculo do tempo de vida médio, obtido através de tabelas publicadas pelo IBGE. Quanto ao tempo, a coleta pode ser classificada em: – Contínua: quando realizada permanentemente. – Periódica: quando é feita de tempos em tempos. – Ocasional: quando efetuada sem época preestabelecida.

11 Estatística Descritiva POPULAÇÃO: todos os possíveis consumidores Amostra: um subconjunto dos consumidores inferência amostragem A coleta dos dados se desdobra em dois essenciais conceitos: População e Amostra

12 Estatística Descritiva População: é um conjunto de indivíduos ou objetos que apresentam pelo menos uma característica em comum. A população pode ser finita ou infinita, dependendo do número de elementos. Na prática, quando uma população é finita, com um número grande de elementos, considera-se como população infinita. Amostra:considerando-se a impossibilidade, na maioria das vezes, do tratamento de todos os elementos da população, retiramos uma parcela da população, denominada amostra.

13 Estatística Descritiva A população pode ser constituída por pessoas, animais, minerais, vegetais, etc. PESQUISAPOPULAÇÃO Febre aviária??? Acidente de trabalho de uma empresa??? Treinamento de resistência física desportiva??? Fiscalização de velocidade em rodovias??? Intenção de votos???

14 Estatística Descritiva A amostra é o subconjunto da população, ou seja, é um conjunto de elementos extraídos da população. Exemplos que podem ser aplicados: – Qualidade de produtos produzidos – intenção de voto – declaração de imposto de renda – verificação da concentração de poluentes no ar.

15 Estatística Descritiva Objetivando a eliminação dos erros capazes de provocar futuros enganos de apresentação e análise, procede-se a uma revisão crítica dos dados, suprimindo os valores estranhos ao levantamento, classificando e categorizando as variáveis, verificando arredondamentos e aproximações, etc.

16 Estatística Descritiva As Variáveis são as características que podem ser observadas (ou medidas) em cada elemento da população, ou, ainda, é um conjunto de resultados possíveis de um fenômeno. Na população caracterizada pelos funcionários de uma empresa, podemos definir variáveis como: tempo de serviço, idade, estado civil, sexo, etc.

17 Estatística Descritiva As variáveis pode ser: Qualitativa: Quando expressa uma qualidade ou atributo. Ex.: Sexo, Cor de pele, Estado Civil, Cidade Natal, Fruta Preferida, etc. – Dica: A maneira mais prática de identificar a variável qualitativa: quando é feita uma pergunta na pesquisa e a resposta é expressa por meio de palavras Quantitativa: Quando os valores são expressos por números. Ex.: Idade, Salário, Notas da avaliação, Número de Sinistros – Dica: A maneira mais prática de identificar a variável quantitativa: quando é feita uma pergunta na pesquisa e a resposta é expressa em valores numéricos – A variável quantitativa pode ser Contínua: assume inúmeros valores numéricos entre dois limites, ou seja, pode assumir valores decimais. Discreta: assume apenas os valores de um conjunto enumerável, ou seja, pode assumir apenas valores inteiros.

18 Estatística Descritiva Exemplo de Variável Qualitativa a)Sexo b)Educação c)Estado Civil d)Religião e)Cor de olhos f)Faixa etária Uma variável qualitativa esta ligada a qualidade do indivíduo pesquisado. Uma variável qualitativa esta ligada a qualidade do indivíduo pesquisado.

19 Estatística Descritiva Exemplo de Variável Quantitativa a)Peso b)Idade c)Número de filhos d)Estatura e)Salário Uma variável quantitativaa esta Ligada a contagem ou mensuração. Uma variável quantitativa pode ser discreta ou contínua. Uma variável quantitativaa esta Ligada a contagem ou mensuração. Uma variável quantitativa pode ser discreta ou contínua.

20 Estatística Descritiva

21 Exemplo: O gerente de um restaurante pesquisou a preferência de seus clientes sobre a fruta a ser servida após a refeição. A fruta preferida, a partir de uma amostra de 50 clientes, foi o mamão. Identifique: – POPULAÇÃO? – NUMERO DE ELEMENTOS DA AMOSTRA? – TIPO DE VARIÁVEL?

22 Estatística Descritiva Exemplo: O gerente de um restaurante pesquisou a preferência de seus clientes sobre a fruta a ser servida após a refeição. A fruta preferida, a partir de uma amostra de 50 clientes, foi o mamão. Identifique: – POPULAÇÃO? – NUMERO DE ELEMENTOS DA AMOSTRA? – TIPO DE VARIÁVEL?

23 Estatística Descritiva Arredondamento de dados: A norma NBR 5891 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabelece as regras fixas de arredondamento na numeração decimal, em uso na atualidade. Essas regras estão de acordo com a Resolução 886/66 do IBGE. Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 0,1,2,3 ou 4, fica inalterado o último algarismo a permanecer. Exemplo: 76,23 passa a 76,2. Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 6, 7, 8 ou 9, aumenta-se de uma unidade o algarismo a permanecer. Exemplo: 23,68 passa a 23,7. Quando o primeiro algarismo a ser abandonado é 5, há duas soluções: – Se após o algarismo 5 tiver qualquer número diferente de 0, aumenta-se em uma unidade o algarismo que antecede o 5. Exemplo: 5,353 passa a 5,4. - Se o 5 for o último algarismo ou se ao 5 só se seguirem zeros, o último algarismo a ser conservado só será aumentado de uma unidade se for ímpar.Exemplos: 34,75 passa a 34,8; Se for par, permanece inalterado, 43,85 passa a 43,8


Carregar ppt "Métodos Quantitativos Prof Samir Silveira. Aula 01: Introdução a Estatística."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google