A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reunião Ordinária audiência pública Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados março de 2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reunião Ordinária audiência pública Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados março de 2005."— Transcrição da apresentação:

1 Reunião Ordinária audiência pública Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados março de 2005

2 Geração de Superávits Agronegócio : inserção comercial do Brasil no mercado mundial Fonte:SECEX/MDIC

3 Exportação Diversificada Entre as Cadeias Produtivas

4 Brasil:Exportação do agronegócio por região

5 Importância econômica do agronegócio

6 Fonte: CEPEA/USP

7 Gargalos pós porteira e custo Brasil Interiorização da produção Deficiência de infraestrutura

8 Novo patamar da produção Incorporação de 11,1 milhões de hectares depois da safra 2000/01

9 Br: Taxa % de investimento em relação ao PIB Banco Mundial: Taxa ideal para países em desenvolvimento= 25%

10 Importância das PPPs para atrair investimentos

11 40% 40% 8% 8% 46% 46% 1% 1% 5% 5% Interiorização da produção 36% 36% 7% 7% 51% 51% 1% 1% 5% 5% 23,6 milhões t 35,5 milhões t Produção de Soja Região CO Fonte: CONABFonte: ABIOVE A expansão e interiorização do agronegócio e as deficiências atuais do sistema logístico podem levar a uma crise de abundância, com prejuízos ao setor e ao País. Região Centro-Oeste – CERRADO

12 BR: defasagem na armazenagem de grãos - mil toneladas Total = Maranhão = Tocantins =963 Bahia = Minas Gerais = São Paulo = Paraná = Rio Grande do Sul = Santa Catarina = Mato Grosso do Sul = 889 Goiás =.1125 Mato Grosso = 7.628

13 Brasil: Matriz de transportes inadequada Predominância do modal rodoviário para longas distâncias. Sub-utilização do potencial hidroviário. CONCLUSÃO: Os custos com transporte nos EUA e Argentina são mais baixos que os do Brasil. Distância Média até o Porto (km) 250 a 300Mais de Distâncias curtas viabilizam rodovias Uso intensivo de hidrodovia Matriz de transporte no agronegócio soja

14 EUA e Argentina : economizam US$ 24 por tonelada exportada Brasil: custo adicional de US$ 864 milhões/ano EXPORTAÇÃO DE SOJA EM GRÃO Maiores Produtores / Exportadores (US$/t)

15 Balanço do Transporte Ferroviário no Complexo Soja ** Definidas com base nas metas de crescimento da produtividade (TKU-tonelada útil x quilômetro) acordadas com as concessionárias e definidas pela ANTT para o período 2004/ % 48% Gap logístico Oferta de transporte ferroviário Exportação no complexo soja

16 Obsolescência e precariedade das vias permanentes: Eleva tempo de trânsito ( cerca de 40%) Baixa capacidade por eixo Insuficiência de investimentos no material rodante: Desequilíbrio entre a oferta e a demanda de transporte O agronegócio investe em material rodante e firma contratos de exportação de longo prazo Os acordos de direito de passagem e tráfego mútuo entre ferrovias não funcionam de forma eficiente. O Modal Ferroviário (Principais Deficiências)

17 Principais Vantagens País das hidrovias = enorme vantagem competitiva. Há 43 mil quilômetros de vias navegáveis no país Reduz entre 40% e 60% o custo de movimentação de cargas como grãos. Mais baixo custo de implantação e manutenção O Modal Hidroviário Principais Problemas Baixa oferta do Modal no país; transportar 15 milhões de toneladas por Hidrovias. O Conflito das Águas. A Questão Ambiental: Licenciamento Falta prioridade política

18 Principais Deficiências A falta de manutenção das rodovias provoca: Aumento do tempo de trânsito de caminhões (40%) Aumento dos custos de manutenção dos veículos Explosão dos fretes rodoviários e ferroviários = pressão no preço do alimento e redução da renda dos produtores agrícolas Criação de novos corredores de exportação ( BR-163 e BR-158); O Modal Rodoviário

19 US$ 34 mil/km Custo médio de implantação hidrovia ferroviarodovia US$ 440 mil/km US$ 1,4 milhão/km Fonte: Departamento Hidroviário da Secretária dos Transportes do Estado de São Paulo

20 Saturação dos portos Perdas de US$ 1,2 bilhão em pagamento de multas por atrasos no embarque e desembarque de mercadorias ( ANUT) Agenda Portos : R$ 56 milhões em recursos adicionais para solucionar os gargalos do setor

21 Política tributária desestimula a agregação de valor nas exportações * Previsão de perda com ICMS inter-estadual (deságio pela venda do crédito tributário (20%) + Custo Financeiro por 1 ano (Taxa SELIC ) Custo Brasil impactos do ICMS (US$/t)

22

23 Soja: US$ 5,80/bushell - US$ 12,80/saca Milho : US$ 2,60/ bushell - US$ 6,40/saca Farm Bill

24 Quebra da safra 2004 /05

25 Safra 2004/05 Previsão inicial: pressão nos custos de produção safra acima de 130 milhões de toneladas enfraquecimento dos preços = rentabilidade em baixa intervenção do governo: enxugar 15 milhões de toneladas Realidade atual forte quebra na safra e comprometimento da renda preços em recuperação menor intervenção do governo taxa de câmbio desfavorável QUEBRA NA RENDA: R$ 7,5 BILHÕES


Carregar ppt "Reunião Ordinária audiência pública Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados março de 2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google