A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CAPTAÇÃO DE RECURSOS INTERNACIONAIS COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CAPTAÇÃO DE RECURSOS INTERNACIONAIS COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE."— Transcrição da apresentação:

1 CAPTAÇÃO DE RECURSOS INTERNACIONAIS COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE

2 Missão do Complexo Proteger a criança e o adolescente por meio da assistência, do ensino, da pesquisa e da mobilização social, fortalecendo o núcleo familiar. COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE Comunidade

3 NÚMEROS DO PEQUENO PRÍNCIPE EM Atendimentos Ambulatoriais Internações Cirurgias 390 Leitos MAIOR HOSPITAL EXCLUSIVAMENTE PEDIÁTRICO DO BRASIL 70% DA CAPCIDADE DESTINADO AO SUS – Gap financeiro que precisa ser coberto com outras fontes (planos de saúde, particular, educação, e principalmente CAPTAÇÃO DE RECURSOS

4 INSTITUTO DE PESQUISA PELÉ PEQUENO PRÍNCIPE Missão: Aumentar o percentual de cura de doenças complexas da criança e do adolescente. DESTAQUES: 11 linhas de pesquisa; 47 projetos de pesquisa em andamento; 13 pesquisadores; Resultados inovadores; Pesquisa não tem fronteira e os resultados podem beneficiar criança do mundo inteiro.

5 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS 501(C) 3 – Legislação tributária americana que trata de organizações sem fins lucrativos que têm direitos à isenção de impostos, e doações dedutíveis. PERFIL MÉDIO DO DOADOR PESSOA FÍSICA, NOS EUA: 61% dos doadores são mulheres; Casadas Meia idade Com ensino superior Renda anual de US$ 40 mil 87% dos americanos adultos envolvidos em voluntariado e 90% deles são doadores. Doações são encaradas como investimento e não como caridade. Estima-se que nos próximos anos as doações tenham crescimento considerável - repasse de riqueza entre gerações - US$ 43 trilhões.

6 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS AS DOAÇÕES NOS USA EM 2011 (PROVENIENTES DE TODAS AS FONTES): Total doado em 2011: US$ 298,42 bilhões – aumento de 4% em relação a Fonte: Giving USA Annual Report Renúncia Fiscal no Brasil (FIA) – Pessoa Física

7 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS AS DOAÇÕES NOS USA EM 2011 (PROVENIENTES DE TODAS AS FONTES): Pessoa Física – 73% do total – US$ 217,79 bilhões; Aumento de 3,9% em relação a 2010; Pessoa Jurídica – 5% do total – US$ 14,92 bilhões; Irrestritas (custeio) – US$ 75 milhões – Aumento de 5% em relação a 2010; Total em 2011 foi 11% menor do que em 2007, antes do setor sentir os efeitos da recessão. Fonte: Giving USA Annual Report 2012.

8 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS AS DOAÇÕES NOS USA EM 2011 – Por áreas de atuação Fonte: Giving USA Annual Report 2012 Área de atuaçãoValores em bilhões (U$) Percentual do total Religião 95,8832% Educação38,8713% Serviços35,3912% Fundações25,839% Saúde24,758% Doações internacionais22,688% Sociedade21,377% Artes e Cultura13,124% Meio Ambiente7,813% Não-alocados7,813% Pessoa Física3,751%

9 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS Tipos de doação: ANNUAL GIVING (DOAÇÕES CONTINUADAS): Doação irrestrita (custeio) Continuidade de doação Doações de valores mais baixos Não restringe outras doações (pode doar para mais de um projeto) Construção de base de doadores Uso de diversas ferramentas de comunicação, principalmente telemarketing (credibilidade e ferramenta importante) e doações online (representaram 19% do total das doações em 2011) Fonte: Nonprofit Marketing Guide 2012

10 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS Tipos de doação: INDIVIDUAL MAJOR GIFTS (GRANDES DOAÇÕES INDIVIDUAIS): Focado em Pessoa Físicas com grandes fortunas.; Cada doação encarada como uma mini campanha (pesquisa de nível de inclinação para doação, aproximação, cultivo, solicitação, negociação, fechamento, relacionamento); Alto investimento de marketing e relacionamento Doações variam de US$ 50 mil a US$ 5 milhões ou mais.

11 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS Tipos de doação: CORPORATIONS AND FOUNDATIONS (PESSOA JURÍDICA E FUNDAÇÕES) Fundações: 96% são Fundações Familiares – US$ 13 bilhões (representavam 40% do total de doações em 2005) Menos de 10 mil tem recursos acima de US$ 1 milhão ou fazem concessões de mais de US$ 100 mil Foco pré-estabelecido Convite para apresentar projeto

12 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS Tipos de doação: CAPITAL CAMPAIGNS (Campanhas de Capitalização de Fundos) Esforço intenso de captação para alcançar uma meta específica (até US$ 4 bilhões) dentro de um período específico. Normalmente para construção de facilidades. Campanha inclusiva (envolve todos os tipos de doadores) Solicitação sequencial – Solicitar várias vezes durante o período As necessidades devem ser: claras, urgentes, justificadas, realistas, atingíveis e atrativas.

13 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL – ESTADOS UNIDOS Tipos de doação: PLANNED GIVING (DOAÇÕES PLANEJADAS) Doações de imóveis, ações, aposentadorias etc... Campanha em longo prazo Público-alvo – pessoas entre 65 e 80 anos Grande esforço de marketing para relacionamento Doações feitas em vida ou deixadas em testamento Outras: Voluntariado Corporações e Fundações

14 O DESAFIO DE EXISTIR Foco: Melhores resultados através do círculo virtuoso da assistência, ensino e pesquisa.

15 O REI PELÉ E O INSTITUTO DE PESQUISA O Instituto de Pesquisa é a primeira iniciativa filantrópica no mundo que leva o nome do Pelé. Maior jogador de futebol de todos os tempos; Atleta do século XX; Carreira brilhante; Uma das personalidades mais conhecidas e respeitadas do mundo;

16 PROGRAMA GOLS PELA VIDA Conceito: Criar uma rede internacional de apoiadores à causa da saúde infanto-juvenil unidos através de sentimentos universais, tais como a alegria do gol – Lançamento do Programa Gols pela Vida, mobilização em prol da pesquisa – Curitiba, São Paulo e Londres. Projetos de captação da Plataforma – Projeto Medalhas, Eventos sociais e esportivos, Seleção Gols pela Vida, Copa Gastronômica, etc..

17 VISIBILIDADE E CAPTAÇÃO INTERNACIONAL CAPTAÇÃO COM ÊNFASE AOS PROJETOS DE PESQUISA: Avanços nas pesquisas, reconhecimento científico e público e resultados significativos; Redes colaborativas – importante e necessário – atração de investimentos específicos para projetos de pesquisa; 2012, COOPERAÇÃO TÉCNICO-CIENTÍFICA NACIONAL COM 26 INSTITUIÇÕES E INTERNACIONAL COM 14 INSTITUIÇÕES: - University of Toronto, Institute of Medical Science; Hospital for Sick Children, Division of Clinical and Metabolic Genetics; University of British Columbia, Department of Pathology; British Columbia Cancer Agency, Department of Pathology and Laboratory Medicine; Centre for Lymphoid Cancer British Columbia Cancer Research Centre; Vancouver General Hospital, Department of Hematology and Cytogenetics Laboratory; St. Jude Childrens Research Hospital de Memphis, TN, USA; Universidade de Nice, França; Instituto de Farmacologia Molecular e Celular de valbonne Universitá degli Studi di Perugia – Italia; Loma Linda University Medical Center, USA (LLUMC); International Agency of Atomic Energy – Austria (IAEA); Universidade da Califórnia Los Angeles (UCLA) – Departamento de Psiquiatria e Ciências Biocomportamentais; Universidade Univale, Grenoble, França, Institute Pasteur – AMSUD, França.

18 VISIBILIDADE E CAPTAÇÃO INTERNACIONAL Historicamente já recebia fundos internacionais de órgãos de outros governos no Brasil – Embaixadas do Canadá e Japão (Compra de equipamentos) 2006 – BERLIM – Copa do Mundo/PeleStation – Apresentação do Instituto ao mundo e pré-lançamento do Gols pela Vida e Projeto Medalhas; 2007 – LONDRES – Lançamento Programa Gols pela Vida na Embaixada do Brasil em Londres – PARIS – Evento de criação da Fondation Saint Exupery pour la Jeunesse – reconhecimento da instituição como a mais importante iniciativa inspirada pelo personagem no mundo – DUBLIN – jantar por adesão e leilão em parceria com o Our Ladies Childrens Hospital; 2010 – DOHA – Congresso ASPIRE 4 SPORT – Entidade beneficiada por jantar de adesão e leilão. CAPTAÇÃO: Estruturação de programa inicialmente a partir de eventos:

19 VISIBILIDADE E CAPTAÇÃO INTERNACIONAL COPA GASTRONÔMICA GOLS PELA VIDA: Grandes chefs de cozinha se reúnem para divulgar a gastronomia e a cultura brasileira no Brasil e no Exterior; Renda revertida para o Instituto de Pesquisa; Série de 5 eventos nacionais e internacionais: ETAPAS: Março 2011 – Curitiba Agosto 2012 – São Paulo Outubro 2012 – Paris (em parceria com a Fondation Saint Exupery pour la Jeunesse e Avant Première dos 70 anos do livro O Pequeno Príncipe. Maio 2013 – New York City – Grande marco de captação internacional do Instituto de Pesquisa. Agosto de 2014 – Rio de Janeiro

20 CAPTAÇÃO INTERNACIONAL A ESTRATÉGIA DO PEQUENO PRÍNCIPE Estabelecer grupo local de apoio; Nomes reconhecidos – Diretoria e Comitê – Atração de investimentos de pessoas ligadas ao grupo (Citar nomes na comunicação); Construir comunidade simpática à causa – Base de doadores; Resultados significativos – divulgar em escala internacional (pesquisa em fronteira); Stewardship – Manutenção de vínculo com o grupo apoiador; A cada dois anos realizar grande evento de arrecadação; Continuo engajamento de novas personalidades: Zagallo, Carlos Alberto Torres, Romero Britto, Gordon Banks, Claude Troisgros, Alex Atala, etc. Ampliar as ações de investimento (buscar doaç ões pontuais, continuadas e para grandes campanhas).

21

22 A presença de Pelé no nosso time nos permite ousar investir em pesquisa e reforçar as metas da instituição, bem como as Metas de Desenvolvimento do Milênio da ONU. O Instituto de Pesquisa, com o apoio do Pelé, está construindo um grande legado de responsabilidade social para as crianças do Século XXI.


Carregar ppt "CAPTAÇÃO DE RECURSOS INTERNACIONAIS COMPLEXO PEQUENO PRÍNCIPE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google