A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1.APRESENTAÇÃO. 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO VIDEO SHACK LABORATÓRIO A VÍDEO SHACK É UMA PRESTADORA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS EM VÍDEO QUE ATENDE AOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1.APRESENTAÇÃO. 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO VIDEO SHACK LABORATÓRIO A VÍDEO SHACK É UMA PRESTADORA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS EM VÍDEO QUE ATENDE AOS."— Transcrição da apresentação:

1 1.APRESENTAÇÃO

2 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO VIDEO SHACK LABORATÓRIO A VÍDEO SHACK É UMA PRESTADORA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS EM VÍDEO QUE ATENDE AOS MERCADOS BROADCAST, INDUSTRIAL E DE CONSUMO. A VÍDEO SHACK É UMA PRESTADORA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS EM VÍDEO QUE ATENDE AOS MERCADOS BROADCAST, INDUSTRIAL E DE CONSUMO. RICARDO LANGER DIRETOR TÉCNICO DA VÍDEO SHACK HÁ DEZ ANOS É FORMADO EM ENGENHARIA XXX,CONSULTOR E ESPECIALISTA EM PÓS-PRODUÇÃO DIGITAL. DIRETOR TÉCNICO DA VÍDEO SHACK HÁ DEZ ANOS É FORMADO EM ENGENHARIA XXX,CONSULTOR E ESPECIALISTA EM PÓS-PRODUÇÃO DIGITAL. APRESENTAÇÃO ALUNOS

3 2.ENVIO DE MATERIAL

4 2.1 E NVIO DE MATERIAL- HISTÓRICO 2.1 E NVIO DE MATERIAL- HISTÓRICO COMO ERA? FILME EDITADO TV GLOBO BRASIL TV GLOBO ANGOLA COMO FICOU?? FILME EDITADO FICHEIRO DIGITAL TV GLOBO ANGOLA FTP TV GLOBO BRASIL

5 2.2 ENVIO DE MATERIAL - FTP 2.2 ENVIO DE MATERIAL - FTP O QUE É?? É O PROTOCOLO USADO PARA A TRANSFERÊNCIA REMOTA DE ARQUIVOS DE UM CLIENTE PARA UM SERVIDOR OU DE UM SERVIDOR PARA UM CLIENTE. FTP = FILE TRANSFER PROTOCOL (PROTOCOLO DE TRANSFERÊNCIA DE FICHEIROS) IMPORTÂNCIA O FTP É UMA FERRAMENTA DE TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS PESADOS (GRANDES) E FUNCIONA COMO UM DISCO VIRTUAL DE ARMAZENAMENTO. ELE TORNA DISPONÍVEIS TODO O TIPO DE ARQUIVOS QUE NÃO PODEM OU NÃO DEVEM SER ENVIADOS POR .

6 2.3 ENVIO DE MATERIAL - FTP 2.3 ENVIO DE MATERIAL - FTP AB FTP upload download armazenamento no disco virtual (WEB)

7 LINHA DISCADA (DIAL UP) ACESSO VIA USO DE MODEM, PROVEDOR E TELEFONE. A CONEXÃO É INSTÁVEL MANTÉM OCUPADA A LINHA TELEFÔNICA. VELOCIDADE MÉDIA: 56 kbs xDSL ACESSO VIA USO DE REDE DE TELEFONIA, MODEM, PLACA E PROVEDOR. GRANDES VARIAÇÕES DE VELOCIDADE OFERECE MAIOR VELOCIDADE DE DOWNLOAD DO QUE DE UPLOAD (ASSIMETRIA). VELOCIDADE MÉDIA: ENTRE 56 Kbs E 52 Mbps 2.4 ENVIO DE MATERIAL - CONEXÃO x AGILIDADE 2.4 ENVIO DE MATERIAL - CONEXÃO x AGILIDADE

8 CABO ACESSO VIA USO REDE DE TV POR ASSINATURA, CABLE MODEM E PLACA. A CONEXÃO FICA PERMANENTEMENTE ATIVA – 24 HS. VELOCIDADE MÉDIA: ENTRE 128 Kbs E 24 Mbps OUTROS: SATÉLITE CONEXÃO DEDICADA RÁDIO CELULAR

9 QUANDO O USUÁRIO SE UTILIZA DE UMA CONEXÃO DE INTERNET LENTA OU INSTÁVEL PARA FAZER UPLOAD OU DOWNLOAD DE ARQUIVOS, HÁ GRANDE PROBABILIDADE DO FICHEIRO SER DANIFICADO = CORROMPIDO. ACESSÓRIO: A UTILIZAÇÃO DE UM SOFTWARE DE GERENCIAMENTO DE TRANSFERÊNCIA DE ARQUIVOS (UPLOAD/DOWNLOAD) É RECOMENDÁVEL COMO FERRAMENTA DE SEGURANÇA. 2.5 ENVIO DE MATERIAL - CONEXÃO x ARQUIVOS CORROMPIDOS 2.5 ENVIO DE MATERIAL - CONEXÃO x ARQUIVOS CORROMPIDOS

10 3.1 CONTEÚDO - MANUAL DE PRÁTICAS COMERCIAIS DA GLOBO 3.1 CONTEÚDO - MANUAL DE PRÁTICAS COMERCIAIS DA GLOBO O QUE É? - SÃO CRITÉRIOS PARA A EXIBIÇÃO DE COMERCIAIS QUE DEFENDEM OS INTERESSES COMERCIAIS DA REDE GLOBO E PRESERVAM A QUALIDADE E EFICIÊNCIA DOS INTERVALOS COMERCIAIS DA EMISSORA. IMPORTÂNCIA - AS REGRAS DEVEM SER CONHECIDAS E SEGUIDAS À RISCA PELA PRODUTORA QUE PRETENDE VEICULAR MATERIAL PUBLICITÁRIO NA TV GLOBO, EVITANDO A ALTERAÇÃO DO MATERIAL ORIGINAL EDITADO OU O REJEITE DO MESMO.

11 O QUE É? TERMO ORIGINADO NO CINEMA, EM MÍDIA DESIGNA A TELA DE IDENTIFICAÇÃO DO COMERCIAL DE TV. LOCALIZAÇÃO: ENTRE O COLORBAR E O COMERCIAL. DURAÇÃO: 5 segundos. ELEMENTOS: TÍTULO /PRODUTORA/ AGÊNCIA/ CLIENTE/ MARCA/ PRODUTO/ DURAÇÃO/ DATA 3.2 CONTEÚDO - CLAQUETE 3.2 CONTEÚDO - CLAQUETE

12 TÍTULO: SHOW BANDA 01 PRODUTORA: VIDEO SHACK AGÊNCIA: PRO VIDEO CLIENTE: VIDEO PROMO MARCA: DURAÇÃO: 30 DATA: 10/08/ CONTEÚDO - CLAQUETE 3.2 CONTEÚDO - CLAQUETE

13 PADRÃO DE DURAÇÕES 7 SEGUNDOS PARA SPOT/VINHETA NESTE CASO ESPECÍFICO O MATERIAL ENTREGUE NÃO NESTE CASO ESPECÍFICO O MATERIAL ENTREGUE NÃO TEM ÁUDIO E É UTILIZADO NA ABERTURA DE PROGRAMAS TEM ÁUDIO E É UTILIZADO NA ABERTURA DE PROGRAMAS E/OU NOVELAS. E/OU NOVELAS. 15/ 30/ 45 OU 60 SEGUNDOS PARA COMERCIAIS E INFORMES. INFORMES. HH: MM: SS: FF 3.3 CONTEÚDO - DURAÇÃO 3.3 CONTEÚDO - DURAÇÃO

14 ATENÇÃO!! É NECESSÁRIO QUE HAJA UMA FOLGA (SEM LOCUÇÃO = SILÊNCIO) DE ÁUDIO NO INÍCIO E NO FIM DE CADA OFF PARA QUE QUAISQUER AJUSTES POSSAM SER FEITOS SEM COMPROMETER OU CORTAR A MENSAGEM E/OU O TEXTO FALADO. É NECESSÁRIO QUE HAJA UMA FOLGA (SEM LOCUÇÃO = SILÊNCIO) DE ÁUDIO NO INÍCIO E NO FIM DE CADA OFF PARA QUE QUAISQUER AJUSTES POSSAM SER FEITOS SEM COMPROMETER OU CORTAR A MENSAGEM E/OU O TEXTO FALADO. 3.4 CONTEÚDO - OFFs 3.4 CONTEÚDO - OFFs

15 ESTÁTICOS: LETREIROS EDITADO DE FORMA QUE A MENSAGEM OU APRESENTAÇÃO APARECEM NA TELA SEM MOVIMENTO. ANIMADOS: LETREIROS EDITADO DE FORMA QUE A MENSAGEM OU APRESENTAÇÃO APARECEM NA TELA EM MOVIMENTO. EXEMPLOS: ROLL, CRAWL E 3D WMV 01 – EXEMPLOS LETTERING 3.5 CONTEÚDO - LETTERINGS 3.5 CONTEÚDO - LETTERINGS

16 ATENÇÃO!! JAMAIS USAR LETREIROS ANIMADOS PASSANDO EM ALTA VELOCIDADE, POIS ALÉM DE DIFICULTAR A LEITURA E COMPREENSÃO DO EXPECTADOR OCASIONA PROBLEMAS DE IMAGEM NA COMPRESSÃO DO VÍDEO. JAMAIS USAR LETREIROS ANIMADOS PASSANDO EM ALTA VELOCIDADE, POIS ALÉM DE DIFICULTAR A LEITURA E COMPREENSÃO DO EXPECTADOR OCASIONA PROBLEMAS DE IMAGEM NA COMPRESSÃO DO VÍDEO.

17 3.6 CONTEÚDO – ÁREA DE SEGURANÇA 3.6 CONTEÚDO – ÁREA DE SEGURANÇA O QUE É? - SÃO DUAS MARGENS DE SEGURANÇA QUE CORRESPONDEM A 80% E 90% (TITLE SAFE AREA E VIDEO SAFE AREA RESPECTIVAMENTE) DA ÁREA DE VÍDEO, FORA DAS QUAIS OS ELEMENTOS ESTÃO CONDENADOS A SEREM CORTADOS DA IMAGEM ASSISTIDA. IMPORTÂNCIA - TODAS AS VEZES QUE O EDITOR CRIAR UM ELEMENTO QUE PRECISA SER LIDO OU VISTO, ELE DEVERÁ OBRIGATORIAMENTE A RESPEITAR AS MARGENS DE TITLE SAFE AREA E VIDEO SAFE AREA

18 3.6 CONTEÚDO – ÁREA DE SEGURANÇA 3.6 CONTEÚDO – ÁREA DE SEGURANÇA

19 LOCUÇÃO x LETREIROS AS INFORMAÇÕES ESCRITAS NOS LETREIROS DEVEM SER IDÊNTICAS ÀS INFORMAÇÕES DA LOCUÇÃO PARA QUE NÃO HAJA RISCO DO ESPECTADOR NÃO ENTENDER A MENSAGEM QUE O ANUNCIANTE QUER PASSAR. É IMPORTANTE QUE HAJA UMA SEGUNDA REVISÃO ORTOGRÁFICA EM TODOS OS LETREIROS INSERIDOS NA EDIÇÃO, ANTES DA GERAÇÃO DO FICHEIRO DIGITAL. 3.7 CONTEÚDO – INFORMAÇÕES COMERCIAIS 3.7 CONTEÚDO – INFORMAÇÕES COMERCIAIS

20 3.8 CONTEÚDO - JANELAS 3.8 CONTEÚDO - JANELAS TAMANHOS DE JANELAS Formato PAL SD = 720 x 576 pixels Formato PAL SD = 720 x 576 pixels Formato NTSC SD = 720 x 480 pixels Formato NTSC SD = 720 x 480 pixels Formato NTSC HDTV 720p = 1280 x 720 pixels Formato NTSC HDTV 720p = 1280 x 720 pixels Formato NTSC HDTV 1080p = 1920 x 1080 pixels Formato NTSC HDTV 1080p = 1920 x 1080 pixels TIPOS DE JANELAS 4x3 16x9

21 O QUE É COMPRESSÃO? - É O PROCESSO DE REDUÇÃO DO VOLUME DE INFORMAÇÃO DE UMA IMAGEM PARA QUE ELA POSSA SER GRAVADA NO MEIO DE ARMAZENAMENTO DESEJADO. - É O PROCESSO DE REDUÇÃO DO VOLUME DE INFORMAÇÃO DE UMA IMAGEM PARA QUE ELA POSSA SER GRAVADA NO MEIO DE ARMAZENAMENTO DESEJADO. O QUE É CODEC? - É A FÓRMULA MATEMÁTICA UTILIZADA PARA COMPRIMIR OU DESCOMPRIMIR AS IMAGENS DE VÍDEO. - É A FÓRMULA MATEMÁTICA UTILIZADA PARA COMPRIMIR OU DESCOMPRIMIR AS IMAGENS DE VÍDEO. (CODEC = COmpressor + DECompressor) 4.1 FICHEIROS – CONCEITOS BÁSICOS 4.1 FICHEIROS – CONCEITOS BÁSICOS

22 NOMENCLATURA INDICADA PARA OS FICHEIROS: TÍTULO COMERCIAL + NUMERAÇÃO DA VERSÃO EXEMPLO 1: LOJA_LUANDA_02.MOV EXEMPLO 2: SHOW_ROCK_PEDRO_03.WMV EXEMPLO 3: LANCAMENTO_SANDALIA_02.MOV 4.2 FICHEIROS – NOMENCLATURA 4.2 FICHEIROS – NOMENCLATURA

23 QUICKTIME FORMATO DESENVOLVIDO PELA APPLE INC. MANIPULA DIVERSOS ARQUIVOS: VIDEO DIGITAL, MIDIA CLIPS, ÁUDIO E VÁRIOS OUTROS TIPOS DE IMAGEM.MOV É A EXTENSÃO MULTIMÍDIA OFICIAL VERSÃO ATUAL DO SOFTWARE: 7.5 CODECS COMUNS: SORENSON VIDEO 3 (HIGH), H- 264 (HIGH), MPEG-4 VIDEO (HIGH) 4.3 FICHEIROS – TIPOS 4.3 FICHEIROS – TIPOS

24 AVI ABREVIATURA DE AUDIO VIDEO INTERLEAVE FORMATO DESENVOLVIDO PELA MICROSOFT.AVI É A EXTENSÃO MULTIMÍDIA OFICIAL CODECS COMUNS: DV, CINEPAK (HIGH) 4.3 FICHEIROS – TIPOS 4.3 FICHEIROS – TIPOS

25 MPEG FORMATO DESENVOLVIDO PELA MOVING PICTURES EXPERTS GROUP.M2V /.MP2 /.MPG SÃO EXTENSÕES MULTIMÍDIAS OFICIAIS USAR PROTOCOLO PADRÃO – MPEG-2 COM TAXA DE COMPRESSÃO 8 Mbps 4.3 FICHEIROS – TIPOS 4.3 FICHEIROS – TIPOS

26 WMV ABREVIATURA DE WINDOWS MEDIA VIDEO FORMATO DESENVOLVIDO PELA MICROSOFT.WMV É A EXTENSÃO MULTIMÍDIA OFICIAL UTILIZAM O FORMATO ADVANCED SYSTEMS FORMAT (ASF) USAR JANELA CHEIA (FULL) COM BITRATE ALTO PARA BANDA LARGA (MÍNIMO DE 1024 Kbps) 4.3 FICHEIROS – TIPOS 4.3 FICHEIROS – TIPOS

27 VIDEOS – 3 EXEMPLOS DE VÍDEO DE UM MESMO COMERCIAL COM A MESMA EXTENSÃO E CODECS E TAMANHOS DIFERENTES. VIDEOS – 3 EXEMPLOS DE VÍDEO DE UM MESMO COMERCIAL COM A MESMA EXTENSÃO E CODECS E TAMANHOS DIFERENTES. 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO MOV + MOV + MOV + MOV

28 VIDEOS – 3 EXEMPLOS DE VÍDEO DE UM MESMO COMERCIAL COM EXTENSÕES, CODECS E TAMANHOS DIFERENTES. VIDEOS – 3 EXEMPLOS DE VÍDEO DE UM MESMO COMERCIAL COM EXTENSÕES, CODECS E TAMANHOS DIFERENTES. 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO WMV + MOV + AVI + MPEG 02

29 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO 4.4 FICHEIROS – QUALIDADE x TAMANHO TIPO DE ARQUIVO TAMANHONORMAL TAMANHO ZIPADO WMV Kb Kb QUICKTIME AVI MPEG AS QUATRO VERSÕES FORAM FEITAS DO MESMO MASTER E TÊM 15 DE DURAÇÃO

30 QUANTO MAIOR A TAXA DE COMPRESSÃO UTILIZADA PARA REDUZIR O TAMANHO DE UM VÍDEO DIGITALIZADO, MAIOR SERÁ A PROBABILIDADE DE SURGIREM 'DEFEITOS' NA IMAGEM FINAL DESCOMPRIMIDA. OS PROCESSOS DE COMPRESSÃO UTILIZADOS PARA COMPRIMIR SINAIS DE VÍDEO GERALMENTE GERAM PERDAS DE DETALHES DURANTE A COMPRESSÃO E NÃO HÁ COMO RECONSTRUÍ-LOS NO PROCESSO INVERSO (DESCOMPRESSÃO). 4.5 FICHEIROS – DEFEITOS COMUNS 4.5 FICHEIROS – DEFEITOS COMUNS 2 JPEGS = IMAGEM A – PROBLEMA DE CONTORNO IMAGEM B - PIXELIZAÇÃO

31 ESTES DEFEITOS SÃO MOSTRADOS NA IMAGEM NA FORMA DE FALHAS EM CORES OU RESOLUÇÃO EM DETERMINADOS PONTOS DA IMAGEM, PRINCIPALMENTE NOS CONTORNOS. UMA DAS CARACTERÍSTICAS MAIS COMUNS É A PIXELIZAÇÃO DA IMAGEM 4.5 FICHEIROS – DEFEITOS COMUNS 4.5 FICHEIROS – DEFEITOS COMUNS

32 WMV + MOV + AVI + MPEG 03 COM DEFEITOS DE COMPRESSÃO NA IMAGEM

33 SISTEMA PAL PAL = PHASE ALTERNATING LINE DESENVOLVIDO NA ALEMANHA POR UM ENGENHEIRO DA EMPRESA TELEFUNKEN E INTRODUZIDO EM 1967 TRANSMISSÃO ANALÓGICA: 625 LINHAS A 50 CAMPOS POR SEGUNDO 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC

34 SISTEMA NTSC NTSC = NATIONAL TELEVISION SYSTEM(S) COMMITTEE DESENVOLVIDO POR ENGENHEIROS DO COMITÊ. TRANSMISSÃO ANALÓGICA: 525 LINHAS A 60 CAMPOS POR SEGUNDO 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC

35 EM VÍDEO DIGITAL (FICHEIROS) AS ESPECIFICAÇÕES PARA OS TAMANHOS DE JANELA SÃO: SISTEMA PAL – 720 x 576 SISTEMA NTSC – 720 x SISTEMAS – PAL E NTSC 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC

36 FIGURA MAPA COLORIDO EXEMPLO ALGUNS PAÍSES OU MAPA DO SITE/PORTFÓLIO ANTIGO 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC 5.1 SISTEMAS – PAL E NTSC

37 6.1 TRANSCODIFICAÇÃO DE SISTEMAS – PAL E NTSC 6.1 TRANSCODIFICAÇÃO DE SISTEMAS – PAL E NTSC O QUE É? É O PROCESSO DE MUDANÇA DO NÚMERO DE LINHAS DE 625 PARA 525 E A TAXA DE QUADROS POR SEGUNDO (FRAME RATE) DE 25 QPS (OU FPS) PARA 30 QPS OU VICE- VERSA COMO SE FAZ?? ATRAVÉS DE UM EQUIPAMENTO CHAMADO TRANSCODER QUE PROCESSA OS SINAIS EM TEMPO REAL E FAZ O CÁLCULO MATEMÁTICO PARA ADICIONAR OU REMOVER QUADROS POR SEGUNDO E LINHAS.

38 IMPORTÂNCIA OS PADRÕES SÃO INCOMPATÍVEIS ENTRE SI. OS PADRÕES SÃO INCOMPATÍVEIS ENTRE SI. ALÉM DA QUANTIDADE DE LINHAS SER DIFERENTE, A MUDANÇA DE 25 QUADROS POR SEGUNDO PARA 30 QUADROS (OU VIVE-VERSA) OCASIONA UM PROBLEMA INTERESSANTE QUE SÓ PODE SER RESOLVIDO ATRAVÉS DE INTERPOLAÇÃO: ALÉM DA QUANTIDADE DE LINHAS SER DIFERENTE, A MUDANÇA DE 25 QUADROS POR SEGUNDO PARA 30 QUADROS (OU VIVE-VERSA) OCASIONA UM PROBLEMA INTERESSANTE QUE SÓ PODE SER RESOLVIDO ATRAVÉS DE INTERPOLAÇÃO: - A CADA SEGUNDO 5 QUADROS PRECISAM SER ADICIONADOS OU REMOVIDOS DO FILME. - A CADA SEGUNDO 5 QUADROS PRECISAM SER ADICIONADOS OU REMOVIDOS DO FILME. 6.1 TRANSCODIFICAÇÃO DE SISTEMAS – PAL E NTSC 6.1 TRANSCODIFICAÇÃO DE SISTEMAS – PAL E NTSC

39 6.2 SISTEMAS – PAL E NTSC DEFEITOS CARACTERÍSTICOS 6.2 SISTEMAS – PAL E NTSC DEFEITOS CARACTERÍSTICOS BATIMENTOS VERTICAIS MOVIMENTOS COM DESCONTINUIDADE VIDEO PRONTO DO INSTITUCIONAL VIDEO SHACK

40 ELEMENTOS QUE PERMITEM AJUSTES CANAIS DE ÁUDIO SEPARADOS (MÚSICA E LOCUÇÃO) BASE LIMPA BASE LIMPA TÉCNICAS PARA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS COMUNS O RECURSO DA TARJA NEGRA O REDIMENSIONAMENTO DA JANELA O AJUSTE DA DURAÇÃO 7.1 CONSERTOS E AJUSTES APÓS O ENVIO DO FICHEIRO 7.1 CONSERTOS E AJUSTES APÓS O ENVIO DO FICHEIRO


Carregar ppt "1.APRESENTAÇÃO. 1. APRESENTAÇÃO 1. APRESENTAÇÃO VIDEO SHACK LABORATÓRIO A VÍDEO SHACK É UMA PRESTADORA DE SERVIÇOS PROFISSIONAIS EM VÍDEO QUE ATENDE AOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google