A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

H. floresiensis José Ferreira dos Santos Tania Tassinari Rieger EVOLUÇÃO HUMANA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "H. floresiensis José Ferreira dos Santos Tania Tassinari Rieger EVOLUÇÃO HUMANA."— Transcrição da apresentação:

1 H. floresiensis José Ferreira dos Santos Tania Tassinari Rieger EVOLUÇÃO HUMANA

2 Evolução A evoluação não tem um objetivo a longo prazo. Não existe um alvo a longo prazo, nenhuma perfeição última que sirva de critério de seleção, embora a vaidade humana acalente a noção absurda de que nossa espécie é o objetivo último da evolução. Dawkins, R O relojoeiro cego. Edições 70, Lisboa, p. 71.

3 Mural evolutivo

4

5 Origem dos mamíferos

6 Mamíferos

7 Árvore evolutiva dos primatas

8 EVOLUÇÃO HUMANA Quando começamos a pensar a evolução humana? Darwin (1871) – The Descent of Men: -A África é provavelmente o berço da humanidade -Os fósseis serão a prova

9 África º Chade – Sahelanthropus tchadensis (7 m.a.a.) Quênia – Orrorin tugenensis (6 m.a.a.)

10 LOCALIZAÇÃO NO TEMPO

11 Quaternário

12 Primeiros hominídeos Homem

13 Glaciações no Pleistoceno

14 CENÁRIO

15 Paisagem do Pleistoceno europeu

16 Animais do Pleistoceno: mamute e tigre dente-de-sabre

17 Evolução dos hominídeos

18 Orrorin tugenensis 8 maa, Índia colide com Eurásia, originando as Monções que alteram o clima africano 6 maa, Inicia-se a postura ereta, com o Orrorin tugenensis

19 Evolução dos hominídeos Ardipithecus (Ramapithecus) ramidus º Leste africano – Etiópia (4,5 m.a.a.) º Dieta: folhas tenras, frutas º Caninos começam a regredir

20 Australopithecus anamensis º Lago Turkana - Quênia (4 - 4,17 m.a.a) º Locomoção bípede º Molares maiores, esmalte mais grosso

21 Australopithecus afarensis º Tanzânia e Etiópia (4 - 2,9 m.a.a) º Bípedes, escalavam árvores º 1,35m e 40Kg – machos; 105cm e 35 KG – fêmeas º Lucy – 500cc, capacidade craniana (Homem moderno – cc em média)

22 Australopithecus africanus º África do Sul (3 - 2,5 m.a.a.) º Cavernas de Taung, Sterkfontein e Makapansgat º Maior concentração de C¹³ nos ossos, molares maiores º Capacidade craniana= 500cc º Australopithecus garhi (Etiópia – 2,5 m.a.a.)

23 Autralopithecus boisei (Paranthropus boisei) 2 maa, vegetarianos

24 Evolução do gênero Homo Homo habilis º Rio Omo e Hadar, Etiópia (2,3-1,5 m.a.a) º Lago Turkana; Garganta Olduvai º Pequenos, braços longos e pernas curtas; bípede, dieta com carne e gordura animal; aumento do neocórtex >vida social ativa; grande face e aparelho mastigador; primeiros artefatos líticos (Etiópia) – Indústria Olduvaiense

25

26 Homo rudolfensis Carniceiros

27 Homo ergaster e/ou Homo erectus º Lago Turkana, Quênia (2 - 1 m.a.a.) º Mais alto, de proporções mais próximas às humanas; capacidade craniana entre 800 e 900cc; Indústria Acheulense (Modo Técnico II), os bifaces (machados, talhadores e picaretas) aparecem a 1,6 milhões de anos; caçava e comia carniça; cc º Java e China (H. ergaster ou H. erectus?) – maior coleção de ossos de H. erectus> China

28 Homo ergaster e H. erectus Homo ergaster

29

30

31

32 H. heidelbergensis e H. neanderthalensis Pleistoceno médio – surgem os H. heidelbergensis e os H. neandertalensis na Europa e na África º Indústria Musteriana (Modo Técnico III); º Os neandertais tinham capacidade craniana superior à nossa – 1750cc (H. antecessor tinha 1000cc);

33 H. neanderthalensis º Pele branca, toros supra-orbitais formando arcos (enquanto os Homens de Cro-Magnon eram negros, não tinham toros supra- orbitais e os crânios eram mais arredondados

34

35 Origem do H. sapiens Segundo ARSUAGA, o Homo antecessor é o ancestral comum de neandertais e sapiens

36 H. erectus e H. sapiens

37 Homo sapiens sapiens Surgem a 40 mil anos, durante a última glaciação º Tecnologia Paleolítico Superior (Modo IV) º Europa – Homem de Cro-Magnon que coexiste com os neandertais por 10 mil anos º Fim dos neandertais – auge da última glaciação, 30 mil anos (Left) Homo erectus skull. (Right) Homo sapiens skull.

38

39

40

41 Cada hominídeo no seu galho

42

43

44

45

46

47

48 Árvore hominídea: quase tão boa quanto uma qualquer

49 Homo sapiens cultura e arte

50 As culturas humanas

51 Caverna de Chauvet Pintura rupestre realista encontrada na caverna de Chauvet (França), datada do Paleolítico Superior (entre 32,5 e 30,5 mil anos).

52 Pintura realista em Lascaux (França)

53 Lascaux (França), há 17 mil anos: pintura simbólica (representativa)

54

55 Ötzi: o homem do gelo Encontrado em 1991 no Maciço Ötztal (Alpes) Originário da Europa Central (Tirol, Itália) Viveu há cerca de 5300 anos

56 Media 1,59m Não possuia 12º par de costelas Esteve seriamente doente pelo menos 3 vezes Morreu aos 46 anos, provavelmente por uma flechada Corpo de Ötzi, alguns de seus objetos e material biológico do ambiente em que viveu

57 Reconstituição da provável aparência de Ötzi em vida

58 Homo floresiensis

59

60 Stephen Jay Gould A maior modificação no pensamento sobre evolução humana foi a crescente documentação do desenho arbustiforme da história dos hominídeos A realidade atual, em que há apenas uma espécie humana espalhada pelo globo, representa uma exceção, e não a norma.

61 Comentários finais As técnicas para estudo da evolução humana se modernizaram muito Mas a classificação taxonômica dos achados é problemática O número de achados completos é muito pequeno, geralmente somente mandíbulas ou outros ossos isolados


Carregar ppt "H. floresiensis José Ferreira dos Santos Tania Tassinari Rieger EVOLUÇÃO HUMANA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google