A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FATTO Consultoria em Métricas de Software e Sistemas Análise de Pontos de Função Carlos Eduardo Vazquez Fundamentos, aplicação como base para medição em.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FATTO Consultoria em Métricas de Software e Sistemas Análise de Pontos de Função Carlos Eduardo Vazquez Fundamentos, aplicação como base para medição em."— Transcrição da apresentação:

1 FATTO Consultoria em Métricas de Software e Sistemas Análise de Pontos de Função Carlos Eduardo Vazquez Fundamentos, aplicação como base para medição em contratos de software e as diferenças nas suas aplicações em estimativas

2

3 O que é a Análise de Pontos de Função

4 O que o Ponto de Função mede: A função do software para seu usuário

5 O Usuário / Cliente e a sua Visão: Como definido pelo IFPUG

6 A Visão do Desenvolvedor / Fábrica: A implementação da função

7 Em quais termos a função do software é definida pelo IFPUG

8 Qual o papel do analista de métricas: Uma (já não tão) nova profissão

9 Papel: Identificar as funções do software de acordo com as regras

10 Papel: Classificar as funções conforme o tipo

11 Papel: Classificar as funções conforme a complexidade e obter a contribuição

12 Os diferentes tipos de contagem e a sua relação entre eles Projeto de Desenvolvimento: Mede funções fornecidas na primeira instalação do software entregue quando o projeto está completo Projeto de Melhoria: Mede modificações em aplicações existentes, entregues quando o projeto está completo Aplicação (Baseline ou PF Instalados): Associada com aplicação instalada, mede funções atualmente fornecidas ao usuário Estimativa.: Projeto de :. Desenvolvimento Pontos de Função.: Aplicação :. Medição.: Projeto de :. Desenvolvimento Estimativa.: Projeto de :. Melhoria Medição.: Projeto de :. Melhoria final do projeto final do projeto final do projeto de desenvolvimento inicializa final do projeto de melhoria atualiza

13 Caso: Visão do Usuário

14 Explorando alguns cenário

15 A natureza da Relação entre o tamanho funcional e o esforço 8 Hh/PF 40Hh/PF 0,5Hh/PF

16 Diferenças entre os propósitos: remuneração de contratos x estimativa

17 Definição de políticas e procedimentos complementares Ao aderir às regras e procedimentos de contagem do IFPUG definidos no CPM economiza-se MUITO! Não basta aderir ao CPM para um relacionamento comercial baseado em resultados Algumas políticas e procedimentos complementares são necessários

18 Check-list: definição de premissas importantes antes de contratar em PF Versão do CPM e política de atualização de versão Posicionamento das fronteiras entre aplicações relacionadas e/ou política Metas de prazo conforme o tamanho Critério de contagem de defeitos e metas de defeitos conforme o tamanho Política de resolução de divergências

19 Check-list: definição de premissas importantes antes de contratar em PF Fases do processo e percentuais para remuneração de entregas intermediárias Relação de entregáveis por fase do processo Aumentar a relação entre a medição das demandas e o respectivo esforço – A definição da Unidade Métrica de Software no Contrato (UMS)

20 Aumentar a relação entre a medição das demandas e o respectivo esforço

21 Definição da Unidade Métrica de Software do contrato (UMS) Fator de impacto para funções incluídas, alteradas, excluídas e reutilização, por exemplo Fator de impacto para ponderar aspectos não diretamente medidos pela APF, por exemplo, plataforma Tabela de pontuação para demandas EXCLUSIVAMENTE não passíveis de medição em pontos de função


Carregar ppt "FATTO Consultoria em Métricas de Software e Sistemas Análise de Pontos de Função Carlos Eduardo Vazquez Fundamentos, aplicação como base para medição em."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google