A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Membrana Plasmática Prof. M.Sc. Fábio Henrique Oliveira Silva Parte 2 2011.1

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Membrana Plasmática Prof. M.Sc. Fábio Henrique Oliveira Silva Parte 2 2011.1"— Transcrição da apresentação:

1 Membrana Plasmática Prof. M.Sc. Fábio Henrique Oliveira Silva Parte

2 NÃO GASTA ENERGIA GRANDES MOLÉCULAS GASTA ENERGIA TRANSPORTES MEMBRANA PLASMÁTICA

3 1ª lei da termodinâmica A energia não pode ser criada, nem destruída, apenas transformada de uma forma a outra; – Ex.:

4 A energia tende a sair de níveis mais elevados para níveis menos elevados; – Ex.: Transporte passivo, deslocamento da luz, etc; 2ª lei da termodinâmica

5 DIFUSÃO SIMPLES MEMBRANA PLASMÁTICA ÁGUASACAROSE Solução ASolução B

6 Transporte Passivo Difusão Passiva Difusão Passiva - Ocorre a favor do gradiente. Sem gasto de ATP, justificada pela sua natureza termodinâmica.

7 GLICOSEGLICOSE RECONHECIMENTO M.P LIBERAÇÃO DIFUSÃO FACILITADA MEMBRANA PLASMÁTICA CAPTURA M.P TRANSLOCAÇÃO Glicose M.P Permease

8

9 OSMOSE Perde Ganha HipoHiper ISOTONIA SOLV ENTE Membrana SemiPermeável TRANSPORTE PASSIVO MEMBRANA PLASMÁTICA

10 H2OH2O H2OH2OH2OH2O hemácias em meio isotônico em meio hipertônico em meio hipotônico (hemólise) Representação de osmose em célula animal. MEMBRANA PLASMÁTICA EXPERIÊNCIA

11 MEIO HIPERTÔNICO vacúolo núcleo vacúolo núcleo Célula plasmolisada CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPERTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA

12 VACÚOLO NÚCLEO MEIO HIPOTÔNICO Célula túrgida CÉLULA VEGETAL EM SOLUÇÃO HIPOTÔNICA. MEMBRANA PLASMÁTICA

13 RESUMO plasmólise meio hipertônico deplasmólise meio hipotônico protoplasma retraído PLASMÓLISE E DEPLASMÓLISE. MEMBRANA PLASMÁTICA

14 ISOTONIA P.C M.P núcleo vacúolo de suco celular MEIO HIPO CÉL. TÚRGIDA PLASMÓLISE MEIO HIPER CÉL. PLASMOLISADA DEPLASMÓLISE H2OH2O H2OH2O H2OH2O H2OH2O H2OH2O H2OH2O FLUXO DE ÁGUA NAS CÉLULAS VEGETAIS MEMBRANA PLASMÁTICA

15 Osmose Osmose (osmos = empurrar) Solução Hipotônica – menor concentração de soluto em relação a outra; Solução Isotônica – mesma concentração; Solução Hipertônica – maior concentração de soluto em relação a outra;

16 Transporte Ativo Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é bem mais baixa dentro da célula do que fora desta. O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é mais alta dentro da célula do que fora desta.

17 Ex: BOMBA DE Na + e K + TRANSPORTE ATIVO CONTRA GRADIENTE DE CONCENTRAÇÃO MEMBRANA PLASMÁTICA K+K+ Na + K+K+ K+K+ DIFUSÃO SIMPLES TRANSPORTE ATIVO

18

19

20 MEMBRANA PLASMÁTICA TRASPORTE EM QUANTIDADE ENDOCITOSE EXOCITOSE FAGOCITOSE PINOCITOSE CLASMOCITOSE GRANDES MOLÉCULAS ENGLOBAMENTO ELIMINAÇÃO RESÍDUOS LÍQUIDOSSÓLIDOS

21 PINOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Canal de pinocitose Partícula líquida pinossomo Englobamento de micropartículas ou gotículas líquidas A partícula englobada será, posteriormente, digerida pelos lisossomos.

22 FAGOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA Fagossomo Lisossomos PseudópodesPartícula sólida Englobamento de partículas sólidas. Posteriormente a partícula será digerida pelos lisossomos.

23 CLASMOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA RESÍDUOS Vacúolo resídual É a eliminação dos resíduos da digestão intracelular.

24

25 RESUMO DIFUSÃO SIMPLES MEMBRANA PLASMÁTICA M.P S U B S T Â N C I A S MEIO ] [ ] [

26 RESUMO TRANSPORTE ATIVO MEMBRANA PLASMÁTICA M.P S U B S T Â N C I A S MEIO ] [ ] [

27 RESUMO DIFUSÃO FACILITADA MEMBRANA PLASMÁTICA M.P M O L É C U L A S PERMEASE MEIO INTERNOMEIO EXTERNO

28 SÓLIDOS FAGOCITOSE LÍQUIDOS PINOCITOSE RESÍDUOS CLASMOCITOSE TRANSPORTE EM QUANTIDADE RESUMO MEMBRANA PLASMÁTICA


Carregar ppt "Membrana Plasmática Prof. M.Sc. Fábio Henrique Oliveira Silva Parte 2 2011.1"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google