A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Transporte Passivo Transporte Ativo Transportes Celulares (permeabilidade celular)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Transporte Passivo Transporte Ativo Transportes Celulares (permeabilidade celular)"— Transcrição da apresentação:

1 Transporte Passivo Transporte Ativo Transportes Celulares (permeabilidade celular)

2 xx/xx 2 TIPOS DE TRANSPORTE ATRAVÉS DA MEMBRANA PLASMÁTICA TRANSPORTE PASSIVO Obedece a um gradiente de concentração (permite a igualdade de concentrações entre duas soluções de concentrações diferentes) Não há gasto de energia sob a forma de ATP - Difusão simples (passiva) - Difusão facilitada - Osmose - Canais iônicos unifev Membrana plasmática LEC LIC Se difundem rapidamente pela bicamada lipídica

3 xx/xx 3 TIPOS DE TRANSPORTE ATRAVÉS DA MEMBRANA PLASMÁTICA TRANSPORTE ATIVO Ocorre para manter a diferença de concentração entre duas soluções contrário ao gradiente de concentração (Mantém a diferença de concentração) Há gasto de energia sob a forma de ATP unifev

4 Transporte Passivo Difusão Passiva (simples) Difusão Passiva (simples) - Muitas substâncias penetram nas células ou delas saem por difusão passiva, isto é, como a distribuição do soluto tende a ser uniforme em todos os pontos do solvente, o soluto penetra na célula quando sua concentração é menor no interior celular do que no meio externo, e sai da célula no caso contrário. Neste processo não há consumo de energia (ATP). Ocorre a favor do gradiente de concentração.

5 xx/xx 5 Transporte passivo A difusão simples depende, principalmente de dois fatores: a) Tamanho das moléculas – menor tamanho – maior velocidade de penetração b) Grau de solubilidade em lipídeos – substâncias lipossolúveis penetram mais rapidamente unifev

6 Difusão Facilitada - Algumas substâncias, como a glicose, galactose e alguns aminoácidos têm tamanho superior a 8 Angstrons, o que impede a sua passagem através dos poros. São, ainda, substâncias não solúveis em lipídios, o que também impede a sua difusão pela matriz lipídica da membrana. No entanto, estas substâncias passam através da matriz, por transporte passivo, contando, para isto, com o trabalho de proteínas carreadoras (proteínas transportadoras) denominadas permeases. Transporte Passivo

7 xx/xx 7 Difusão facilitada Osmose é o nome dado ao movimento da água entre meios com concentrações diferentes de solutos separados por uma membrana semipermeável. É um processo físico importante na sobrevivência das células. Osmose

8 xx/xx 8 Transporte Passivo A osmose ajuda a controlar o gradiente de concentração de sais em todas as células vivas. Este tipo de transporte não apresenta gastos de energia por parte da célula, por isso é considerado um tipo de transporte passivo. unifev

9 xx/xx 9 Transporte Passivo A água movimenta-se sempre de um meio hipotônico (menos concentrado em soluto) para um meio hipertônico (mais concentrado em soluto) com o objetivo de se atingir a mesma concentração em ambos os meios (isotônicos) através de uma membrana semipermeável, ou seja, uma membrana cujos poros permitem a passagem de moléculas de água mas impedem a passagem de outras moléculas. unifev

10 Transporte Passivo Osmose - Osmose - (osmos= empurrar) Solução Hipotônica (Hemólise) Solução Hipertônica (Crenação) Hemácias hemolisadas Hemácias crenadas

11 xx/xx 11 Transporte Passivo

12 xx/xx 12 PROTEÍNAS TRANSPORTADORAS Na estrutura da membrana existe uma série de proteínas transportadoras, especializadas no transporte específico de solutos. Existem dois tipos dessas proteínas : carreadoras e de canal, atuantes nos transportes ativo e passivo

13 xx/xx 13 PROTEÍNAS TRANSPORTADORAS. PROTEÍNAS DE CANAL OU PORINAS São moléculas protéicas que formam poros hidrofílicos, também chamados canais iônicos, que atravessam a dupla camada lipídica da membrana plasmática Filtro de seletividade Meio extracelular citosol

14 xx/xx 14 CANAIS IÔNICOS A maioria das porinas é seletiva, permitindo a passagem de íons de acordo com o tamanho e a carga elétrica. Para exemplificar: canais estreitos bloqueiam íons grandes, enquanto canais com revestimento interno negativo, atraem e permitem a passagem de íons positivos unifev

15 xx/xx 15 CANAIS IÔNICOS Na maioria dos canais, encontramos portões que se abrem ou fecham, regulando a passagem dos íons. Essa abertura é controlada por estímulos: - Impulsos elétricos - Ligantes (molécula sinalizadora que se liga à proteína de canal, abrindo-a ou fechando-a) unifev foradentro fechadoabertoinativo

16 xx/xx 16 LEC LIC LEC LIC MEMBRANA DE CANAL POLARIZADA Sensor de voltagem Portão de ativação Canal iônico MEMBRANA DE CANAL DESPOLARIZADA

17 xx/xx 17 Transporte Ativo É a passagem de uma substância de um menos concentrado para um meio mais concentrado ( contra o gradiente), que ocorre com gasto de energia. unifev

18 xx/xx 18 Transporte Ativo Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. Encontramos concentrações diferentes, dentro e fora da célula, para o sódio e o potássio. HÁ GASTO DE ATP

19 xx/xx 19 Bomba de NA+ e K+ Este tipo de transporte se dá, quando íons como o sódio (Na+) e o potássio (K+), tem que atravessar a membrana contra um gradiente de concentração. Na maioria das células dos organismos superiores a concentração do sódio (Na+) é bem mais baixa dentro da célula do que fora desta. O potássio (K+), apresenta situação inversa, a sua concentração é mais alta dentro da célula do que fora desta.

20 xx/xx 20 TRANSPORTE ATIVO A BOMBA DE SÓDIO E POTÁSSIO É IMPORTANTE NA TRANSMISSÃO DO IMPULSO NERVOSO NOS NEURÔNIOS

21 xx/xx 21 Enquanto que a difusão simples e facilitada e o transporte ativo são mecanismos de entrada ou saída para moléculas e íons de pequenas dimensões, as grandes moléculas ou até partículas constituídas por agregados moleculares são transportadas através de outros processos: ENDOCITOSE e EXOCITOSE ENDOCITOSE E EXOCITOSE

22 xx/xx 22 ENDOCITOSE Endocitose (endo = interior + kytos= célula) O material é transportado através de invaginações da membrana. Essas invaginações progridem para o interior e separam-se da membrana, constituindo vesículas endocíticas. Distinguem-se dois tipos de endocitose: a fagocitose e a pinocitose

23 xx/xx 23 ENDOCITOSE

24 xx/xx 24 ENDOCITOSE Nutrição Defesa Endocitose Homeostasia Fagocitose – vesículas >250 nm diâmetro Pinocitose – vesículas <150 nm diâmetro Fagocitose - partículas grandes Pinocitose – fluídos e moléculas

25 xx/xx 25 FAGOCITOSE Fagocitose - É o nome dado ao processo pelo qual a célula, graças à formação de pseudópodos, engloba, no seu citoplasma, partículas sólidas. A fagocitose é um processo seletivo, conforme pode ser observado no exemplo da fagocitose de paramécios pelas amebas. Nos mamíferos, a fagocitose é feita por células especializadas na defesa do organismo, como os macrófagos.

26 xx/xx 26 FAGOCITOSE Fagocitose Restrita a células móveis: amebas, macrófagos e neutrófilo

27 xx/xx 27

28 xx/xx 28 PINOCITOSE Pinocitose (pino = beber + kytos = célula) A pinocitose constitui um processo semelhante, no qual as substâncias que entram na célula são substâncias dissolvidas ou fluidos, pelo que as vesículas pinocíticas são de menores dimensões. Este tipo de transporte de materiais ocorre, por exemplo, no epitélio intestinal

29 xx/xx 29 PINOCITOSE MEMBRANA PLASMÁTICA PINOCITOSE VESÍCULA PINOCÍTICA PINOCITOSE

30 xx/xx 30 EXOCITOSE Enquanto que na endocitose as substâncias entram nas células, existe um processo inverso: a exocitose.

31 xx/xx 31 EXOCITOSE Depois de endocitado, o material sofre transformações sendo os produtos resultantes absorvidos através da membrana do organito e permanecendo o que resta na vesícula de onde será posteriormente exocitado.

32 xx/xx 32 EXOCITOSE A exocitose permite, assim, a excreção e secreção de substâncias e dá-se em três fases: migração, fusão e lançamento. Na primeira, as vesículas de exocitose deslocam-se através do citoplasma. Na segunda, dá-se a fusão da vesícula com a membrana celular. Por último, lança-se o conteúdo da vesícula no meio extracelular.

33 xx/xx 33


Carregar ppt "Transporte Passivo Transporte Ativo Transportes Celulares (permeabilidade celular)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google