A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revestimentos Celulares Profª Glaucia. Parede Celular.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revestimentos Celulares Profª Glaucia. Parede Celular."— Transcrição da apresentação:

1 Revestimentos Celulares Profª Glaucia

2 Parede Celular

3

4

5 Alterações na parede celular Suberificação Cutinização Lignificação Cerificação Mineralização Calcificação Modificações: Gomas mucilagens

6 Membrana Plasmática A composição química das membranas oscila em torno dos valores médios de 60% de proteínas e 40% de lípidos(fosfolipídios). Associados a estes componentes maioritários, identificam-se ainda glúcidos, quase sempre em quantidades muito menores e associados às proteínas e aos lípidos, constituindo glicoproteínas e glicolípidos. Temos ainda o colesterol presente somente nos animais e protistas.

7 Propriedades Devido às proteínas Elasticidade Resistência mecânica Baixa tensão superficial Devido aos lipídios Alta resistência elétrica Alta permeabilidade às substâncias lipossolúveis.

8 Organização molecular da membrana plasmática

9 Composição Química Modelo de Singer e Nicholson

10 A capacidade de uma membrana de ser atravessada por algumas substâncias e não por outras define sua permeabilidade. Em uma solução, encontram-se o solvente (meio líquido dispersante) e o soluto (partícula dissolvida). Classificam-se as membranas, de acordo com a permeabilidade, em 4 tipos: a) permeável: permite a passagem do solvente e do soluto; b) impermeável: não permite a passagem do solvente nem do soluto; c) semipermeável: permite a passagem do solvente, mas não do soluto; d) seletivamente permeável: permite a passagem do solvente e de alguns tipos de soluto. Transporte pela Membrana Plasmática

11 Glicocálix O glicocálix (do grego glykys = açúcar, e do latim = calyx = envoltório), é um revestimento formado por uma camada frouxa de moléculas glicídicas, lipídicas e protéicas entrelaçadas, situadas externamente à membrana plasmática de células animais e de alguns protozoários.

12 Funções do Glicocálix Acredita-se que, além de ser uma proteção contra agressões físicas e químicas do ambiente externo, ele funcione como uma malha de retenção de nutrientes e enzimas, mantendo um microambiente adequado ao redor de cada célula. Confere às células a capacidade de se reconhecerem, uma vez que células diferentes têm glicocálix formado por glicídios diferentes e células iguais têm glicocálix formado por glicídios iguais.

13

14 Especializações da Membrana Microvilosidades - são prolongamentos da membrana plasmática que aumentam a superfície de absorção das células, contém um glicocálice desenvolvido e filamentos de actina, que dão sustentação. São encontrados nas células epiteliais do intestino delgado e rim.

15 Desmossomos Estruturas que permitem maior aderência entre as células. Essa adesão permite maior proteção ao organismo.

16 Interdigitações Aumentam a superfície de contato

17

18 TRANSPORTE ATRAVÉS DA MEMBRANA Solução hipertônica – solução com mais soluto Solução hipotônica – solução com menos soluto

19 DIFUSÃO SIMPLES - Consiste no transporte de substâncias permeáveis à membrana. Estas, em solução, podem fluir de dentro para fora da célula ou vice-versa, de forma espontânea. Este processo ocorre de uma região com maior concentração de partículas para uma com concentrações menores. Trocas gasosas entre o sangue e tecidos é um exemplo deste tipo de transporte. Transporte Passivo: Não há gasto de Energia

20 Difusão Facilitada Há o auxílio de proteínas de membrana, denominadas permeases. Estas possuem sítios de ligação específicos para os tipos de substrato e atuam a fim de permitir que substâncias transitem pela região de bicamada lipídica.

21 Osmose É a passagem da água (solvente) através de uma membrana semipermeável. Finalidade: manter o equilíbrio entre as concentrações intra e extracelulares.

22 Transporte Ativo: Gasto de Energia Bomba de Sódio e Potássio Nesse tipo de transporte há o gasto de energia (na forma de ATP) e ocorre contra um gradiente de concentração, isto é, as substâncias serão deslocadas de onde estão pouco concentradas para onde sua concentração já é alta. Os íons de Na+ e K+ são importantes para o funcionamento celular e ocorrem em concentrações específicas dentro e fora das células. O íon Na+ se apresenta em maior concentração no meio extracelular, enquanto o íon K+ se encontra mais concentrado no meio intracelular. Logo o movimento natural desses íons é : o íon Na+ entra na célula por difusão facilitada e o K+ sai da célula pelo mesmo processo.

23

24 Transporte em Massa Endocitose: Fagocitose e Pinocitose

25 Exocitose


Carregar ppt "Revestimentos Celulares Profª Glaucia. Parede Celular."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google