A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Impacto do Status Social na Progressão da Doença Renal Crônica Lucia Antonia de Oliveira Lacerda NIEPEN - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Nefrologia -

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Impacto do Status Social na Progressão da Doença Renal Crônica Lucia Antonia de Oliveira Lacerda NIEPEN - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Nefrologia -"— Transcrição da apresentação:

1 Impacto do Status Social na Progressão da Doença Renal Crônica Lucia Antonia de Oliveira Lacerda NIEPEN - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Nefrologia - Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF Fundação IMEPEN

2 Introdução Aumento da incidência e prevalência da DRC, é um fenômeno mundial; Aumento da incidência e prevalência da DRC, é um fenômeno mundial; Melhor abordagem: Detecção e intervenção precoces da DRC; Melhor abordagem: Detecção e intervenção precoces da DRC; Cuidados multidisciplinares; Cuidados multidisciplinares; Status sócio-econômico. Status sócio-econômico. Balbo,BE; et al. Jornal Bras. Nefrologia, Vol. XXIX – Nº 3 (supl 3) Ministério da Saúde Merkin, SS; et al. Social Science & Medicine 65 (2007) ANVISA, Resolução nº154/2004.

3 PREVEN-RIM PROGRAMA INTERDISCIPLINAR DE PREVENÇÃO DA DRC

4 PREVEN-RIM Criado em 02/2002; Criado em 02/2002; Equipe multiprofissional; Equipe multiprofissional; Equipe de apoio: Odontólogo, Geriatra, Urologista; Equipe de apoio: Odontólogo, Geriatra, Urologista; Possui 308 pacientes ativos. Possui 308 pacientes ativos.

5 Atenção Integral ao Portador de DRC Preservação da filtração glomerular Reduzir a proteinúria Estagiamento da DRC Vacinação Evitar drogas nefrotóxicas Normalização da pressão arterial Reeducação alimentar para sal e proteína Identificar e tratar as comorbidades Manejar a anemia, acidose metabólica, alterações do Ca e P PREVEN-RIM

6 PREVEN-RIM PROPOSTA: Atendimento integral ao paciente, não restrito apenas à monitorização da função renal, mas também: Atendimento integral ao paciente, não restrito apenas à monitorização da função renal, mas também: Identificar e correlacionar as complicações orgânicas, psíquicas e sociais, Identificar e correlacionar as complicações orgânicas, psíquicas e sociais, Estimular o envolvimento familiar, Estimular o envolvimento familiar, Amenizar o impacto da Doença Renal Crônica na qualidade de vida, Amenizar o impacto da Doença Renal Crônica na qualidade de vida, Preparar o paciente para a tomada de decisões quanto a melhor modalidade de terapia renal substitutiva a ser instituída. Preparar o paciente para a tomada de decisões quanto a melhor modalidade de terapia renal substitutiva a ser instituída. Bastos, MG et al. J Bras. Nefrologia. Vol XXVI nº4 Dezembro de 2004 PROGRAMA INTERDISCIPLINAR DE ATENÇÃO INTEGRAL E PREVENÇÃO DA DRC PROGRAMA INTERDISCIPLINAR DE ATENÇÃO INTEGRAL E PREVENÇÃO DA DRC

7 INTEGRAÇÃO CIRCULAR: COMO OS PROFISSIONAIS DE SAÚDE SE RELACIONAM ENTE SI E COM O PACIENTE Psicóloga Nutricionista Médico Enfermeiro Assistente Social

8 Assistente Social na equipe Colabora para um atendimento integrado; no fornecimento e disseminação de informações e ações; auxilia na melhoria dos serviços, como porta-voz das expectativas e necessidades dos usuários. Colabora para um atendimento integrado; no fornecimento e disseminação de informações e ações; auxilia na melhoria dos serviços, como porta-voz das expectativas e necessidades dos usuários.

9 Objetivo do trabalho do Assistente Social Visa melhorar as condições de vida dessa população e reforçar o exercício da cidadania e o acesso dos usuários a seus direitos sociais e humanos. Visa melhorar as condições de vida dessa população e reforçar o exercício da cidadania e o acesso dos usuários a seus direitos sociais e humanos.

10 Conseqüência Mudanças de comportamento, nos valores, nas conquistas materiais, sociais e culturais da população usuária e no acesso às políticas sociais, programas, recursos e bens. Mudanças de comportamento, nos valores, nas conquistas materiais, sociais e culturais da população usuária e no acesso às políticas sociais, programas, recursos e bens.

11 Ações de promoção, proteção e recuperação da saúde Conhecer o usuário Standards of Practice for Nephrology Social Work. National Kidney Foundation, Inc

12 Conhecendo os usuários do PREVEN-RIM

13 Dados epidemiológicos -1 Balbo, BED et al. J Bras. Nefrologia Vol XXIX nº3 (Supl 3) 2007.

14 Dados epidemiológicos - 2 %

15 Dados Demográficos %

16 Sexo: 53% são Homens Sexo: 53% são Homens Raça: 64% Branca e 19% Negra Raça: 64% Branca e 19% Negra Religião: 80% Católico Religião: 80% Católico 15% Evangélico 15% Evangélico Estado Civil: 60% Casado Estado Civil: 60% Casado 16% Viúvo 16% Viúvo 12% Solteiro 12% Solteiro Dados Demográficos (continuação)

17 Procedência

18 Transporte Transporte utilizado: Ônibus 73%, Transporte utilizado: Ônibus 73%, Carro Próprio 14%, Carro Próprio 14%, Ambulância 11% Ambulância 11% Passe-Livre 31% Passe-Livre 31% Usa Identidade 36% Usa Identidade 36% Lei Municipal Nº de 09/02/2006 Portaria Interministerial Nº 003 de 10/04/2001

19 Escolaridade Merkin, SS et al. American Journal of Kidney Diseases, Vol. 46 nº 2, 2005: pp

20 Situação Trabalhista - Previdenciária 62% Aposentado 28% Auxílio-doença Profissões: Setor de serviços.

21 Tempo de Contribuição Previdenciária %

22 Tempo de aposentadoria %

23 Situação Sócio-Econômica Valor em Real

24 Infra-Estrutura Energia Elétrica 100% Energia Elétrica 100% Abastecimento de Água 97% Abastecimento de Água 97% Saneamento básico 99% Saneamento básico 99% Lixo Coletado 97% Lixo Coletado 97% Residência de Alvenaria com Laje 85% Residência de Alvenaria com Laje 85% Número de cômodos: 7 ± 3 Número de cômodos: 7 ± 3 Habitação: Própria 69%, Habitação: Própria 69%, Alugada 22% Alugada 22%

25 Composição Familiar Número de pessoas: 3,2±1,6 Número de pessoas: 3,2±1,6 Possui filhos: 81% Possui filhos: 81% 80% possuem até 3 filhos. 80% possuem até 3 filhos. Declaram ter apoio familiar: 94% Declaram ter apoio familiar: 94%

26 Hábitos de vida Álcool: 11% Álcool: 11% Tabaco: 10% Tabaco: 10% Jogo: 3% Jogo: 3%

27 Medicações usadas x recebidas no SUS

28 Informações de Convênio Conhece o SUS: 86% Conhece o SUS: 86% Possui CNS: 30% Possui CNS: 30% Plano de saúde: 18% Plano de saúde: 18% Plano cobre TRS: 94% Plano cobre TRS: 94%

29 Direitos Isenção de Imposto de Renda 12% IPTU 12% tem direito, contudo 40% possuem escritura do imóvel. Moléstias relacionadas Art 6º da Lei nº 7713/88, nova redação Art 47 da Lei nº8841/92 e pelo Art 30 da Lei nº9250/95

30 Considerações Variáveis Escolaridade; Escolaridade; Acesso limitado a informação e aos recursos de saúde; Acesso limitado a informação e aos recursos de saúde; Acesso limitado aos alimentos saudáveis; Acesso limitado aos alimentos saudáveis; Composição familiar; Composição familiar; Renda Individual e Familiar. Renda Individual e Familiar. Sinaliza uma associação entre o status sócio- econômico e a progressão da DRC.

31 r


Carregar ppt "Impacto do Status Social na Progressão da Doença Renal Crônica Lucia Antonia de Oliveira Lacerda NIEPEN - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Nefrologia -"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google