A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Primeiro Encontro Técnico de Alto Nível REÚSO DA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Primeiro Encontro Técnico de Alto Nível REÚSO DA."— Transcrição da apresentação:

1 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Primeiro Encontro Técnico de Alto Nível REÚSO DA ÁGUA Devanir Garcia dos Santos Gerente de Uso Sustentável da Água e do Solo São Paulo – Agosto de 2010

2 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Contribuição média anual das regiões em km 3 ESCALA Brasil: km 3 (12%) Brasil + Território Estrangeiro: km 3 (18%) Mundo: 44 mil km 3 DISPONIBILIDADE DE RECURSOS HÍDRICOS NO PAÍS

3 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS, SUPERFÍCIE E POPULAÇÃO POR REGIÃO BRASIL

4 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo GESTÃO COMPARTILHADA

5 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo OUTORGA CONSERVAÇÃO DE ÁGUA E SOLO USO RACIONAL DA ÁGUA GESTÃO DA OFERTA GESTÃO DA DEMANDA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS REÚSO

6 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Adequando-se à tendência mundial, ciente que a falta de água é um sério entrave para o desenvolvimento econômico, bem como da sua responsabilidade frente a preservação da qualidade das águas, a ANA intensifica a discussão sobre a viabilidade de um Programa de Reúso de Efluentes Tratados. PROGRAMA DE REÚSO DE EFLUENTES TRATADOS

7 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo OBJETIVOS DO PROGRAMA DE REUSO DE EFLUENTES TRATADOS: Criar uma cultura técnica de utilização da alternativa nas empresas e no meio rural; Combater preconceitos e rejeição a instalação de projetos demonstrativos; Incentivar o desenvolvimento e pesquisas sobre o tema; Implementar projetos de reúso em escala plena; Ampliar a oferta de água para a irrigação; Gerar emprego e renda; Reduzir os custos de tratamento de efluentes; Contribuir com a Política Nacional de Agroenergia.

8 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Cobertura do Saneamento na América Latina Disposição de excretas (in situ) 27% Redes de esgoto 63% (600 m 3 /s) Água residuária tratada 14% (Com tratamento aceitável) 6% 86% sem tratar (516 m 3 /s) Rios e mares CEPIS/OPAS, 2001

9 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Índices de cobertura de abastecimento de água, coleta, tratamento, segundo resultados do SNIS

10 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo

11 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Cultivos agrícolas com águas residuárias (ha) MÉXICO CHILE PERU ARGENTINA BOLÍVIA CHINA CEPIS/OPAS

12 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Área a irrigar com esgoto tratado (em hectares), para diferentes percentuais de atendimento com rede de esgoto à população urbana do Nordeste Estimativa da população: Projeto ARIDAS Produção per capitade esgoto: 120 l / hab.ano. 2.Consumo de água para irrigação: metros cúbicos por hectare por ano.

13 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo A prática de reúso deve ser incentivada no país e, com mais razão, na região semi-árida do Nordeste brasileiro.

14 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo O uso racional, o controle de perdas e desperdícios e o reúso da água são tão importantes quanto a construção de reservatórios, de poços ou de outras obras hídricas, pois significam, também, aumento na oferta desse escasso líquido.

15 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Devem ser considerados os seguintes aspectos: tipos de culturas que serão irrigadas qualidade necessária para o efluente a ser utilizado, em função dos tipos de culturas a irrigar tratamento a ser aplicado ao esgoto, dependendo da qualidade desejada para o efluente técnicas de irrigação a serem utilizadas medidas de controle ambiental a serem adotadas Reúso de Água em Irrigação

16 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo REÚSO DE ÁGUA opção tecnológica e de gestão Esquema de reúso da água dos esgotos domesticos

17 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Efluente Aplicado em Sulcos de Irrigação

18 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Autopropelido de Carretel Irrigando com Efluente de Lagoa de Estabilização

19 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Aplicação de Efluentes Agrícolas via Sistema Pivô Central

20 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Fertirrigação do cafeeiro com esgoto doméstico bruto e tratado (ETE Experimental do DEA/UFV) Água limpa + adubação químicaFertirrigação com esgoto doméstico

21 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo POLÍTICA DE AGROENERGIA Ampliação da participação da agroenergia na matriz energética, a partir do seu desenvolvimento, com vistas a propiciar oportunidades de execução de políticas de cunho social, ambiental e econômico, além de alinhar-se com ações de caráter estratégico no âmbito nacional. A agroenergia abrange quatro vertentes principais: –Álcool; –Biodiesel; –Florestas energéticas cultivadas; e –Resíduos agroflorestais

22 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Solar Fonte: Nakícenovic, Grübler and MaConald, 1998 Evolução da participação das fontes na matriz energética mundial tradicional

23 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Matriz Energética Brasileira

24 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo

25 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo FUNÇÕES E CARACTERÍSTICAS DA POLÍTICA O mercado de combustíveis líquidos é amplo e está baseado em regras muito particulares – seu bom funcionamento depende de regularidade na entrega, cumprimento de prazos, garantia de qualidade e preços competitivos; Cuidado especial deve ser tomado para com agroenergia – processo de produção de matéria prima está associado ao ciclo biológico das espécies e o aumento da produção necessita respeitar a temporalidade característica das plantas envolvidas; Biodiesel – a Política deve levar em conta que é um produto em consolidação – Um dos caminhos para sua viabilização econômica e sua produção em grandes volumes está na descoberta de matérias-primas oleaginosas mais baratas e de maior rendimento físico por unidade de área, com maior percentual de óleo.

26 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo melhora a qualidade da produção agrícola aumenta a produtividade das terras exploradas permite gerenciamento da cultura, pela aplicação de água somente quando necessário permite controle do período de plantio viabiliza a exportação, assegurando qualidade e previsibilidade da colheita evita o desmatamento de novas áreas, protegendo mananciais Benefícios da Irrigação

27 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Benefícios da Irrigação grande gerador de empregos por unidade monetária investida, ou seja, a agricultura irrigada usa intensivamente a mão-de-obra No Brasil, estima-se que a atividade seja responsável por pelo menos 1,5 milhão de empregos diretos e 3 milhões de empregos indiretos

28 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo TRATAMENTO REMOÇÃO DE: O B J E T I V O CUSTO: INVESTIMENTO + OPERAÇÃO + MANUTENÇÃO PARASITOS BACTÉRIAS E VÍRUS PATÓGENOS LAGOAS DE ESTABILIZAÇÃO NUTRIENTES MATÉRIA ORGÂNICA TECNOLOGIA APROPRIADA PARA PAÍSES INDUSTRIALIZADOS

29 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Recurso hídrico AGRO CIDADE Águas residuárias

30 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo AGRO CIDADE Águas residuárias RECURSO HÍDRICO TRATAMENTO ADEQUADO

31 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Conteúdo de Nutrientes Adubo orgânicoNitrogênio totalP2O5P2O5 K2OK2O Fezes Humanas Frescas 10,4 – 13,12,7 – 5,12,1 – 3,7 Estrume Bovino Fresco 0,3 – 1,90,1 – 0,72,1 – 3,5 Estrume de Suínos ,5 - 3 Estrume de Aves652,7 Resíduos Vegetais ,5 – 2,81, Fonte: Strauss & Blumenthal (1989)

32 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo MÓDULO DE TRATAMENTO E USO 40 L/s hab. BOSQUES BIOMASSAAQÜICULTURAFORRAGENS 60 ha irrigados

33 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Maior viabilidade e sustentabilidade do tratamento de esgotos. Gestão adequada de riscos à saúde e ao ambiente. Diminuição das despesas sociais na atenção a doenças entéricas. Incremento da oferta de água para irrigação. BENEFÍCIOS DA INTEGRAÇÃO

34 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Proteção e uso eficiente dos recursos hídricos e das fontes de água. Contribuição de nutrientes para os cultivos. Incremento da produção segura de biomassa. Geração de emprego agrícola na cidade. BENEFÍCIOS DA INTEGRAÇÃO

35 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo TRANSFORMAR UM PROBLEMA EM UM RECURSO ÁGUAS RESIDUÁRIAS DOMÉSTICAS

36 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Culturas de Sorgo Irrigadas com Esgoto Tratado e com Água da CAGECE Fortaleza CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS ÁREA IRRIGADA COM ESGOTO ÁREA IRRIGADA COM ÁGUA Altura média (m) Florescimento (dias) Produção grãos (Kg/ha) Massa verde (t/ha) Massa seca (t/ha) Proteína bruta (%) 1, ,56 4,69 1,58 1, ,48 1,08 1,86

37 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Culturas de Algodão Irrigadas com Esgoto Tratado e com Água da CAGECE Fortaleza CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS ÁREA IRRIGADA COM ESGOTO ÁREA IRRIGADA COM ÁGUA Produção (Kg /ha) % Fibras Produção de fibras (Kg/ha) Peso médio do capulho (g) Peso 100 sementes Comprimento médio fibra (cm) ,1 177,61 4,2 8,4 30, ,3 103,02 3,8 7,7 27,5

38 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo LAYOUT DO SISTEMA DE REÚSO Lagoa de Maturação Plantio EFLUENTE Lagoa Anaeróbia Lagoa Facultativa Lagoa Anaeróbia Lagoa Facultativa

39 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo POLÍTICA DE AGROENERGIA POLÍTICA DE SANEAMENTO PARCERIA PÚBLICO PRIVADA POLÍTICA DE IRRIGAÇÃO POLÍTICA DE RECURSOS HÍDRICOS E OS RECURSOS HÍDRICOS AGRADECEM Parceria Gestão Transetorial

40 Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Setor Policial - Área 5 – Quadra 3 - Bloco B - Brasília – DF Telefone: (61) Muito Obrigado !


Carregar ppt "Superintendência de Implementação de Programas e Projetos Gerência de Uso Sustentável da Água e do Solo Primeiro Encontro Técnico de Alto Nível REÚSO DA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google