A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. MÓDULO 4 2 3 4 RESUMO 1 - ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO 3 - EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO 4.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. MÓDULO 4 2 3 4 RESUMO 1 - ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO 3 - EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO 4."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 MÓDULO 4 2

3 3

4 4 RESUMO 1 - ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO 3 - EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO 4 - O PERFIL DO ATENDENTE 5 – RECEPÇÃO 6 - O PACIENTE 7- DINÂMICA DO ATENDIMENTO 8 - DO ATENDIMENTO PROPRIAMENTE 9 – SABER OUVIR 10 – INSTRUÇÕES ADICIONAIS 11 – TERAPIA ESPÍRITA 12 - RECIDIVA

5 A TERAPIA ESPÍRITA ( RESUMO) HÁBITO DA PRECE FREQUÊNCIA ASSÍDUA ÀS REUNIÕES PÚBLICAS FLUIDOTERAPIA ( PASSE E ÁGUA ) LEITURA EDIFICANTE, MÚSICA, PALESTRAS O TRABALHO ALTRUÍSTA, CARITATIVO ESFORÇO E VONTADE A INFLUÊNCIA DO MEIO REFORMA ÍNTIMA 5

6 6

7 É MUITO IMPORTANTE PARA O ATENDIMENTO FRATERNO QUE O ATENDENTE CONHEÇA ALGUMAS NOÇÕES BÁSICAS (AINDA QUE BEM SIMPLES) ACERCA DOS PROBLEMAS DE PERSONALIDADE, A FIM DE EVITAR O EQUÍVOCO, DIANTE DE CERTOS CASOS, CONSIDERADOS COMO PROCESSOS OBSESSIVOS QUANDO, NA REALIDADE, EXPRESSAM CONFLITOS PSÍQUICOS (DESORGANIZAÇÃO MENTAL, DESAJUSTES, ANGÚSTIA, CONFUSÃO), ENFIM, QUE TÊM COMO ORIGEM O PRÓPRIO INDIVÍDUO, QUE É UM ESPÍRITO ENFERMO... ( LIVRO ATENDIMENTO FRATERNO, PROJ MANOEL F. MIRANDA, SUELY C. SCHUBERT) 7

8 CONCEITO DE TRANSTORNO DE PERSONALIDADE DISPOSIÇÃO INTERNA CONSTRUÍDA DE FORMA INFLEXÍVEL/ RÍGIDA, PELA QUAL A MANEIRA DE REAGIR DO INDIVÍDUO SE MANIFESTA PROVOCANDO DIFICULDADES E CONFLITOS NAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS (AMBIENTE EXTERNO), LEVANDO-O A SE MOSTRAR PARCIAL OU TOTALMENTE DESADAPTADO /DESAJUSTADO. 8

9 TRANSTORNO MENTAIS E COMPORTAMENTAIS - CID -10 – F00 A F99 CLASSIFICAÇÃO ESTATÍSTICA INTERNACIONAL DE DOENÇAS E PROBLEMAS RELACIONADOS À SAÚDE VOLUME 1 – DÉCIMA REVISÃO, ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DA SAÚDE, ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE CAPS – CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL - SUBSTITUIR O HOSPITAL PSIQUIÁTRICO; PARA ATENDER PESSOAS COM TRANSTORNOS MENTAIS SEVEROS E PERSISTENTES; - SÃO SERVIÇOS DE SAÚDE MENTAL ABERTOS E COMUNITÁRIOS QUE OFERECEM ATENDIMENTO DIÁRIO INDIVIDUALIZADO E ACOMPANHAMENTO CLÍNICO VISANDO A RE-INSERÇÃO DE PESSOAS PORTADORAS DE TRANSTORNOS MENTAIS. 9

10 F 19 TRANSTORNOS MENTAIS E COMPORTAMENTAIS DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLAS DROGAS E AO USO DE OUTRAS SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS ( ÁLCOOL, SEDATIVO, COCAÍNA, ALUCINÓGENOS ) ESTADO CONSEQUENTE AO USO DE UMA SUBSTÂNCIA PSICOATIVA E COMPREENDENDO PERTURBAÇÕES DA CONSCIÊNCIA, DAS FACULDADES COGNITIVAS ( DO CONHECIMENTO ), DA PERCEPÇÃO, DO AFETO OU DO COMPORTAMENTO E DE OUTRAS FUNÇÕES E RESPOSTAS PSICOFISIOLÓGICAS 10

11 SINTOMAS E COMPLICAÇÕES DELIRIUM COMA CONVULSÕES ESTADO DE TRANSE E DE POSSESSÃO INTOXICAÇÕES TRANSTORNOS PSICÓTICOS (ALUCINAÇÕES, IDÉIAS PERSECUTÓRIAS, DELIRANTES, DISTORÇÕES DA PERCEPÇÃO) TRANSTORNOS AMNÉSICO INDUZIDO PELO ÁLCOOL OU POR DROGAS 11

12 F 20 ESQUIZOFRENIA É UMA DOENÇA MENTAL GRAVE E CRÔNICA QUE, SEM TRATAMENTO, IMPOSSIBILITA A PESSOA DE SE COMPORTAR NORMALMENTE NA FAMÍLIA, NO TRABALHO E NA COMUNIDADE. 12

13 SINTOMAS: ALUCINAÇÕES (VOZES, VISÃO), DELÍRIOS, PENSAMENTO DESORGANIZADO, ALTERAÇÕES DOS AFETOS, DAS EMOÇÕES, DO JUÍZO CRÍTICO E DA VONTADE; A PESSOA QUE SOFRE DE ESQUIZOFRENIA PODE FALAR INCOERENTEMENTE, DEIXAR DE FALAR, TER RESPOSTAS EMOCIONAIS DESADEQUADAS, HUMOR EMBOTADO, IDÉIAS DE PERSEGUIÇÃO E GRANDEZA. COM TRATAMENTO FARMACOLÓGICO ADEQUADO, GRANDE PARTE DESTES SINTOMAS ATENUAM-SE OU DESAPARECEM.

14 F22.0 TRANSTORNOS DELIRANTES CARACTERIZADO PELA OCORRÊNCIA DE UMA IDÉIA DELIRANTE ÚNICA OU DE UM CONJUNTO DE IDÉIAS DELIRANTES, EM GERAL PERSISTENTES QUE POR VEZES PERMANECEM DURANTE O RESTO DA VIDA 14

15 SINTOMAS PRESENÇA DE ALUCINAÇÕES AUDITIVAS OCORRENDO DE MODO IRREGULAR OU TRANSITÓRIA, PARTICULARMENTE DE PESSOAS DE IDADE AVANÇADA IDÉIAS DELIRANTES EMBOTAMENTO NÍTIDOS DOS AFETOS EVIDÊNCIA CLARA DE UMA AFECÇÃO CEREBRAL 15

16 F31 TRANSTORNOS AFETIVO BIPOLAR A DOENÇA MANÍACA-DEPRESSIVA OU DOENÇA BIPOLAR É TAMBÉM UMA DOENÇA MENTAL CARACTERIZADA POR OSCILAÇÕES DO HUMOR, HAVENDO PERÍODOS DE EXTREMA EXALTAÇÃO E OUTROS DE DEPRESSÃO PROFUNDA; A FASE MANÍACA MANIFESTA-SE POR UM COMPORTAMENTO HIPERATIVO, COM EUFORIA OU IRRITABILIDADE, DISCURSO E PENSAMENTO RÁPIDO E, POR VEZES, IDÉIAS DE GRANDEZA. 16

17 F32 EPISÓDIOS DEPRESSIVOS A DEPRESSÃO É UMA DOENÇA MENTAL QUE PODE AFETAR O HUMOR DURANTE LONGOS PERÍODOS DE TEMPO. OS SINTOMAS INCLUEM: PERTURBAÇÃO DO APETITE E DO SONO, FADIGA E PERDA DE ENERGIA, SENTIMENTOS DE INUTILIDADE, CULPA E INCAPACIDADE, FALTA DE CONCENTRAÇÃO E PREOCUPAÇÃO COM A MORTE, DESINTERESSE, APATIA E TRISTEZA. 17

18 F40 TRANSTORNOS FÓBICOS-ANSIOSOS A ANSIEDADE FÓBICA FREQUENTEMENTE SE ASSOCIA A UMA DEPRESSÃO SINTOMAS PALPITAÇÕES, IMPRESSÃO DE DESMAIO, MEDO DE MORRER, PERDA DO AUTO CONTROLE OU DE FICAR LOUCO, MEDOS GERAIS DE SAIR DE CASA, LOJAS, TREM, ONIBUS, ELEVADORES,

19 19

20 OBSESSÃO O OBSESSOR O OBSIDIADO O PROCESSO 20

21 OBSESSÃO – CONCEITO IMPERTINÊNCIA, PERSEGUIÇÃO, PREOCUPAÇÃO COM DETERMINADA IDÉIA QUE DOMINA DOENTIAMENTE O ESPÍRITO, E RESULTANTE OU NÃO DE SENTIMENTOS RECALCADOS; IDÉIA FIXA; MANIA ( DICIONÁRIO AURÉLIO) 21

22 22 DOMÍNIO QUE ALGUNS ESPÍRITOS LOGRAM ADQUIRIR SOBRE CERTAS PESSOAS. NUNCA É PRATICADA SENÃO PELOS ESPÍRITOS INFERIORES, QUE PROCURAM DOMINAR ( L. M. ITEM 237 ) É A AÇÃO PERSISTENTE QUE UM ESPÍRITO MAU EXERCE SOBRE UM INDIVÍDUO ( E.S.E. CAP. 28 ITEM 81 ) L. E. Q. 474 – A ALMA FICA NA DEPENDÊNCIA DE OUTRO ESPÍRITO

23 OBSESSÃO, MAIS GRAVE, É ENFERMIDADE DE ERRADICAÇÃO DEMORADA E DIFÍCIL, POIS MUITO MAIS DEPENDE DO ENCARNADO PERSEGUIDO DO QUE DO DESENCARNADO PERSEGUIDOR 23

24 TIPOS DE OBSESSORES a ) OBSESSORES QUE NÃO TEM A INTENÇÃO FAZER O MAL. DOENTES DA ALMA POSSUEM SEMENTES DE BONDADE NÃO TEM CONSCIÊNCIA DO MAL 24

25 AGEM MUITAS VEZES POR AMOR EXCESSIVO APEGO PAIS X FILHOS ESPOSO X ESPOSA ESPÍRITOS VINCULADOS, AO EGOÍSMO, AO CIÚMES, SENTIMENTO DE POSSE 25

26 b)OBSESSORES VINCULADOS AO MAL FASCINAÇÃO PELA MALDADE ADEPTOS DA REVOLTA E DESESPERO VIVEM E OU GOVERNAM REDUTOS DE SOMBRA E VICIAÇÃO ASPECTOS DISFORMES, GROTESCOS 26

27 MENTES INTELIGENTES, CRIATIVAS REVOLTADOS, TEIMOSOS, OBSTINADOS EM RELAÇÃO AO OBSESSOR, DEVEMOS COMPREENDER QUE SE TRATA DE UM SER QUE PENSA E AGE MOVIDO POR UMA RAZÃO QUE LHE PARECE JUSTA. 27

28 28

29 OBSIDIADO OBSIDIADO – OBSESSO : IMPORTUNADO, PERSEGUIDO, ATORMENTADO DEVEMOS CONSIDERAR QUE O OBSIDIADO É SEMPRE O RESPONSÁVEL PELAS INFLUÊNCIAS RECEBIDAS DO OBSESSOR, QUER POR DÉBITOS ATUAIS OU DE ENCARNAÇÕES ANTERIORES 29

30 O PROCESSO OBSESSIVO É GRADUAL: INÍCIO – LOCALIZA A VÍTIMA, ONDA MENTAL, INTERFERÊNCIA, 1- OS CONDICIONAMENTOS 2- A PREDISPOSIÇÃO 3- AS DEFESAS DESGUARNECIDAS 30

31 DEPOIS - AÇÃO PERSISTENTE, ESTABELECE SINTONIA MENTAL, 1- REPETIÇÃO CONSTANTE 2- HIPNÓTICA DEIXANDO-SE DOMINAR PELAS IDÉIAS INTRUSAS ALEM DA AÇÃO HIPNÓTICA, EXISTE O ENVOLVIMENTO FLUÍDICO – DEIXANDO O PERSEGUIDO DEBILITADO 31

32 ATUA NO PERISPÍRITO TEM AJUDA DE OUTROS ESPÍRITOS DURANTE O SONO, COM MAIS INTENSIDADE ( ALUCINAÇÃO, RECEBE ORDENS, SUGESTÕES... ) DESPERTANDO, REPRODUZ EM AÇÕES NA SUA VIDA PRÁTICA, PODENDO LEVAR AO CRIME OU SUICÍDIO 32

33 TIPOS DE OBSESSÃO A ) ENCARNADO PARA ENCARNADO B) DESENCARNADO PARA DESENCARNADO C ) ENCARNADO PARA DESENCARNADO D ) DESENCARNADO PARA ENCARNADO 33

34 E) OBSESSÃO RECÍPROCA VIVEM EM REGIME DE PENSAMENTOS E VIBRAÇÕES, VERDADEIRA SIMBIOSE SÃO PAIXÕES AVASSALADORAS QUE OS TORNAM CEGOS A OUTROS ACONTECIMENTOS, EGOÍSMO A DOIS VIA DE REGRA, ACABAM EM TRAGÉDIAS 34

35 F) AUTO-OBSESSÃO ALGUNS ESTADOS DOENTIOS DERIVAM DO ESPÍRITO DO PRÓPRIO INDIVÍDUO DOENTES IMAGINÁRIOS, VITIMAS DE SI PRÓPRIO, EXCESSOS COM A PRÓPRIA SAÚDE 35

36 A MÁGOA E O AZEDUME, TANTO QUANTO A PERSONALIDADE SUPOSTAMENTE EXÓTICA DE QUE DÁ TESTEMUNHO, TUDO PROCEDE DELA MESMA... ANTE A APROXIMAÇÃO DE ANTIGO DESAFETO, QUE AINDA A PERSEGUE DO PLANO ESPIRITUAL, REVIVE A EXPERIÊNCIA DOLOROSA QUE LHE OCORREU, EM CIDADE DO VELHO MUNDO, NO SÉCULO PASSADO, E ENTRA EM SEGUIDA A PADECER INSOPITÁVEL MELANCOLIA...PLANO ESPIRITUAL LIVRO NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE – EMERSÃO DO PASSAD0 – CAP 22 36

37 37

38 GRAUS DA OBSESSÃO A)OBSESSÃO SIMPLES DÁ-SE A OBSESSÃO SIMPLES, QUANDO UM ESPÍRITO MALFAZEJO SE IMPÕE A UM MÉDIUM, SE IMISCUI, A SEU MAU GRADO, NAS COMUNICAÇÕES QUE ELE RECEBE, O IMPEDE DE SE COMUNICAR COM OUTROS ESPÍRITOS E SE APRESENTA EM LUGAR DOS QUE SÃO EVOCADOS.MÉDIUM 38

39 SURGEM, COMO EFEITO NATURAL, AS SÍNDROMES DA INQUIETAÇÃO: AS DESCONFIANÇAS, O ESTADO DE INSEGURANÇA PESSOAL, AS ENFERMIDADES DE PEQUENA MONTA, OS INSUCESSOS EM TORNO DO OBSIDIADO QUE SOMA AS ANGÚSTIAS, DANDO CAMPO A INCERTEZAS OBSIDIADO DEPRESSÃO / EXCITAÇÃO 39

40 B) OBSESSÃO - FASCINAÇÃO NA FASCINAÇÃO, EXISTE UM MECANISMO DE PROFUNDA ILUSÃO INSTALADA NA MENTE ENFERMA DO PACIENTE. 40

41 ELA AFETA AS FACULDADES INTELECTUAIS, DISTORCENDO O RACIOCÍNIO, A CAPACIDADE DE JULGAMENTO E A RAZÃO. O ESPÍRITO OBSESSOR ENGANA O DOENTE EXPLORANDO SUAS FRAQUEZAS MORAIS, ILUDINDO-O COM FALSAS PROMESSAS. 41

42 A MEDIDA QUE O CAMPO MENTAL CEDE ÁREA, TEMOS AUMENTA A INDUÇÃO TELEPÁTICA ATITUDES RIDÍCULAS CONDUTAS ESDRÚXULAS O ORGULHO E O SENTIMENTO DE SUPERIORIDADE É A PORTA LARGA PARA A ENTRADA DOS ESPÍRITOS FASCINADORES. 42

43 C ) OBSESSÃO - SUBJUGAÇÃO A SUBJUGAÇÃO É UMA CONSTRIÇÃO QUE PARALISA A VONTADE DAQUELE QUE A SOFRE E O FAZ AGIR A SEU MAU GRADO. O PACIENTE FICA SOB UM VERDADEIRO JUGO. VONTADE PODE SER CHAMADA DE POSSESSÃO 43

44 SUBJUGAÇÃO FÍSICA OU CORPORAL NO CASO DA SUBJUGAÇÃO CORPORAL, O INDIVÍDUO É CONSTRANGIDO A PRATICAR OS ATOS MAIS RIDÍCULOS POSSÍVEIS, APESAR DE TER PLENA CONSCIÊNCIA DO QUE FAZ, CONTRA A SUA VONTADE. CASO L.M. CAP 23 ITEM

45 SUBJUGAÇÃO MORAL O SER É OBRIGADO A TOMAR DECISÕES FREQUENTEMENTE ABSURDAS E COMPROMETEDORAS QUE, POR UMA ESPÉCIE DE ILUSÃO, ELE JULGA SENSATAS: É UMA COMO FASCINAÇÃO FASCINAÇÃO 45

46 HÁ NESTE TIPO DE OBSESSÃO, MANIPULAÇÃO E INTERPOSIÇÃO DE FLUIDOS MUITO DENSOS ONDE O SER APRESENTA ALTERAÇÕES DAS FUNÇÕES MENTAIS PELA AÇÃO INTENCIONAL DE OUTRA MENTE, ONDE OBSESSÃOMENTE A RAZÃO DECLINA, A VONTADE ENFRAQUECE, OS SENTIMENTOS SE DETERIORAM E OS HÁBITOS MUDAM (BEZERRA DE MENEZES) 46

47 DESOBSESSÃO E O ATENDIMENTO FRATERNO PADRÃO VIBRATÓRIO DO CENTRO ESPÍRITA FLUIDOTERAPIA – PASSE E ÁGUA REUNIÕES DOUTRINÁRIAS NOVOS HÁBITOS – PRECE TRATAMENTO PROFISSIONAIS ESPECIALIZADOS PROMOÇÃO DO SER – MUDANÇA DE FAIXA MENTAL REUNIÃO MEDIÚNICA 47

48 48 Capítulo 26 ATENDIMENTO FRATERNO ESPÍRITO CAMILO

49 49 Nos labores aos quais te dedicas, junto à coletividade de necessitados de todo jaez que te chega às portas da Instituição Espírita, nos serviços chamados, afetivamente, de atendimento fraterno, detém-te a meditar um pouco nas responsabilidades dos teus encargos. Depararás com irmãos, os mais diversos, atingidos por processos de tormento que, mormente, têm origem no próprio mundo interior, razão de largos períodos de maus hábitos e de indisciplina acalentados.

50 50 Outros virão impulsionados por dramas de características obsidentes, em cujas malhas a vindita se aloja, desestruturando-os e infelicitando-os de múltiplos modos. Terás, diante de ti, muitos sufocados pelo pavor que a desencarnação de algum ente caro lhes impôs, pela ignorância que os enceguece com relação à vida no Mais Além.

51 51 Encontrarás tantos que tombaram nas armadilhas soezes do tóxico, do destrambelhamento sexual, dos crimes morais mais diversificados, a quem o remorso fustiga e a agonia estiola, gradualmente, empurrando- os para as necessárias corrigendas.

52 52 A todos atenderás com fraterna atenção, sem prometeres resolução para qualquer dificuldade, colocando-te como o irmão do auxílio e do apoio, tão somente; tampouco tomarás posição de julgador, ameaçando com tormentos e castigos vindouros, a quem já se encontra tão infeliz, em si mesmo, embora, admitas que todos responderemos pelo que fazemos das nossas vidas.

53 53 Falarás com a firmeza de quem sabe o que diz e com os cuidados de quem, ainda, não conhece a quem diz. São Espíritos desajustados, carecendo de compreensão e arrimo, para que não sucumbam mais. Usarás o verbo que consola e esclarece, sem pieguismo e sem frieza. Diante de ti estará outro filho de Deus, teu irmão do roteiro evolutivo, momentaneamente enleado em tramas embaraçosas.

54 54 No teu atendimento fraternal, jamais olvides de que é em nome de Jesus que socorres os padecentes do caminho, razão para que não te vincules à desatenção, à negligência ou à soberba, quando a Seu serviço.

55 55 Cuida de que entre os sofredores, que buscam-te o atendimento, muitos padecem os problemas da inutilidade, da preguiça, desencorajados para prestar qualquer colaboração, por mínima que seja, a quem quer que seja, o que se constitui em impedimento ao procedimento da cura. Registrarás tal coisa e aconselharás, com moderação e entusiasmo, para que a tua abordagem construa esperanças novas e disposição nos corações que te recebam as vibrações. Camilo

56 56 MUITA PAZ


Carregar ppt "1. MÓDULO 4 2 3 4 RESUMO 1 - ATENDIMENTO FRATERNO SIMPLES 2 – ATENDIMENTO FRATERNO INTEGRADO 3 - EQUIPE DE TAREFEIROS PARA O ATENDIMENTO FRATERNO 4."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google