A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cleber Oliveira Soares Embrapa Gado de Corte. Justificativas 1. Pontos críticos a.Ambiental b.Social e trabalhista c.Sanidade Animal d.Qualidade da carne.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cleber Oliveira Soares Embrapa Gado de Corte. Justificativas 1. Pontos críticos a.Ambiental b.Social e trabalhista c.Sanidade Animal d.Qualidade da carne."— Transcrição da apresentação:

1 Cleber Oliveira Soares Embrapa Gado de Corte

2 Justificativas 1. Pontos críticos a.Ambiental b.Social e trabalhista c.Sanidade Animal d.Qualidade da carne (reportagens Beef Magazine) 2. Fatos a. Sistemas de produção competitivos b.Carne de qualidade (boi de capim) c.Certificação: garantia de qualidade d.Taxa de desfrute

3 *2007** Rebanho Bovino (milhões)202,7204,7207,2 Taxa de Abate21,25%21,67%21,72% Abate (milhões)43,1 44,4 45,0 Produção/Carne (mil ton. eq. carc.) , , ,0 Consumo per capita (kg eq. carc.)36,2 36,6 36,7 Consumo interno (mil ton. eq. carc.)6.601, , ,0 Exportação (mil ton. equiv. carcaça)2.197, , ,0 Importação (mil ton. equiv. carcaça)49,2 30,0 100,0 Fonte dos dados básicos: SRF/MF, SECEX/MDIC, MAPA, EMBRAPA, IBGE, Sec. Estaduais de Agricultura. Elaboração: Fórum Nacional Permanente da Pecuária de Corte da CNA. Obs.: '*Preliminar; **Estimativa; 1 Em mil toneladas em equivalente carcaça BALANÇO DA PECUÁRIA – BOVÍNOS DE CORTE 2005 A 2007**

4 Taxas de abate de bovinos Estados Unidos % União Européia % Austrália % Canadá % Argentina % Brasil % Fonte dos dados básicos: USDA; Brasil: Fórum Nacional Permanente da Pecuária de Corte da CNA

5 2006 (1)Estimativa (2) Rebanho Bovino (milhões)204,7 Taxa de Abate 21,6%30,0% Abate (milhões)44,4 61,4 Produção/Carne , ,0 Consumo per capita (kg eq. carc.)36,6 Consumo interno ,0 Exportação , ,0 Importação 3 30,0 Elaboração: Fórum Nacional Permanente da Pecuária de Corte da CNA. Obs.: (1) Preliminar; (2) Taxa de abate de 30%; (3) Em mil toneladas de equivalente carcaça. SIMULAÇÃO DO AUMENTO DA TAXA DE ABATE DE 21,7% PARA 30% +156% +38%

6 Boas Práticas Agropecuárias (BPA). É um conjunto de normas e de procedimentos a serem observados, para tornar os sistemas de produção mais eficientes e rentáveis, além de assegurar ao mercado consumidor o fornecimento de alimentos seguros, produzidos de forma sustentável. Alimentos seguros. São aqueles com atributos de qualidade de interesse do consumidor e livres de resíduos de qualquer natureza (química, física, microbiológica e radiológica) ou de qualquer outra substância que possa acarretar problemas à saúde humana. Conceitos

7 Objetivo Geral do Programa Aumentar a rentabilidade e a competitividade dos sistemas produtivos, além de facilitar o acesso a mercados diferenciados, mediante a identificação e a incorporação, em tempo hábil, das tecnologias adequadas. Vantagens para o setor produtivo Redução dos custos de produção, aumento da rentabilidade e acesso a mercados que valorizam alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis. Vantagens para a Embrapa e entidades parceiras Direcionar, de forma eficaz, ações de geração e/ou transferência de tecnologia para o fortalecimento do setor produtivo.

8 Propriedades rurais mais eficientes e rentáveis 1.Conscientização dos produtores rurais 2.Capacitação de técnicos e trabalhadores 3.Incorporação de procedimentos e de tecnologias em BPA 4.Emissão de laudo de implantação (1)(1) Facilitar o acesso a mercados diferenciados Certificação da propriedade rural. (associações) Ações

9 Propriedades sem BPA Carne commodity Rentabilidade Competitividade Mercados específicos Alianças mercadológicas Fase de implantação das BPA Certificação das propriedades Sistemas Integrados de Produção Perspectiva de Ganhos Evolução dos protocolos de controle de qualidade Comitê Gestor MAPA/SDC Ações de conscientização e capacitação Perspectiva de Ganhos Perspectiva de Ganhos

10

11 OBS.: Validação desta lista em 25 propriedades rurais de MS, GO e SP.

12 Entrevistar o responsável e verificar a existência de alguma ferramenta de registro e análise. (Ex.: planilhas eletrônicas ou cadernos de contabilidade). RA Registra receitas e despesas mensais e calcula os indicadores de desempenho econômico? 1.5 Entrevistar o responsável pelo manejo do rebanho e verificar existência de fichas de controle, (Ex.: desempenho produtivo, ponderal, critérios de seleção e descartes). R+A Adota alguma forma de controle zootécnico do rebanho, visando o aumento da produtividade? 1.4 Mencionar evidências observadas que comprovem ou não o atendimento deste requisito. O Mantém arquivos dos registros referentes às obrigações trabalhistas, fiscais e sanitárias? 1.3 Entrevistar responsável e funcionários. Mencionar evidências de organização, tais como quadros–murais com cronogramas de execução ou outras práticas utilizadas. RA Delega responsabilidades aos empregados e define suas atribuições? 1.2 Entrevistar o responsável e mencionar evidências da existência ou não de um planejamento e sua funcionalidade. RA A propriedade possui um planejamento do sistema de produção, contendo objetivos, meios para alcançá-los, responsabilidades e cronograma de execução? 1.1 GESTÃO ECONÔMICA E FINANCEIRA 1 Evidências e Observa ç ões Procedimentos de avalia ç ãoC/ NC O/ R A/ NA Ponto de Controle A

13 Implantação do protocolo de BPA De acordo com a lista de verificação, devem ser atendidos: 1.100% dos itens classificados como obrigatórios (O) 2.70 a 80 % dos itens classificados como altamente recomendáveis (R+) 3.20% dos itens descritos como recomendáveis (R)

14 Principais Benefícios 1.Identificação e correção dos pontos críticos 2.Redução das perdas e da má utilização de produtos 3.Minimização de riscos em ações trabalhistas e ambientais 4.Melhoria da qualidade do produto (carcaça e couro) 5.Aumento da eficiência produtiva e da competitividade

15 6. Estratégia de marketing: acesso aos mercados mais exigentes, informando de forma clara e eficaz, que produzimos alimentos seguros, oriundos de sistemas de produção sustentáveis. 7. Processo de agregação de valor 8.Em MS, assegura o recebimento de benefícios fiscais do Programa Novilho Precoce 9.Banco do Brasil. FCO com juros diferenciados (em andamento) 10.Apoio do MAPA/SDC (Portaria N. 384 de 20/12/2007) Principais Benefícios

16 a)Remuneração do técnico, que geralmente já presta assistência a propriedade rural b)Aqueles referentes a adequação da propriedade ao Programa BPA c)Certificação da propriedade rural, quando de interesse do produtor, por certificadoras independentes. Custos de implantação

17 SE AL PE PB RN CE PI MA TO PAAM RR AC RO AP MT MS GO MG SP PR SC RS RJ ES BA Embrapa Amazônia Oriental CPATU Embrapa Semi-Árido CPATSA Embrapa Pecuária Sudeste CPPSE Embrapa Pecuária Sul CPPSUL Embrapa Gado de Corte CNPGC Coordenações Regionais e Nacional

18 Entidades parceiras - Região Norte FAEPA - Federação da Agricultura do Estado do Pará SENAR/PA - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural SAGRI/PA - Secretaria Estadual de Agricultura EMATER/PA - Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural ADEPARÁ - Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará UFRA - Universidade Federal Rural da Amazônia IESAM - Instituto de Estudos Superiores da Amazônia SEBRAE/PA; Banco da Amazônia S.A. LANAGRO, PA/MAPA - Laboratório Nacional Agropecuário SINDICORTE - Sindicato Paraense da Pecuária de Corte MAPA - Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento UFPA - Universidade Federal do Pará FUNDEPEC - Fundo de Desenv. da Pecuária do Estado do Pará

19 Entidades parceiras - Região Nordeste FAEPA - Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia SENAR/BA - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural EBDA- Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. ADBA – Agencia Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia Secretaria da Agricultura do Estado da Bahia SEBRAE / BA COOPARDO – Cooperativa Mista do Médio Rio Pardo BANCO DO BRASIL S.A – Superintendência Estadual BANCO DO NORDESTE S.A. SINDICATOS dos Produtores Rurais de Itapetinga, Vitória da Conquista, Itamarajú, Wanderley, Eunápolis e Teixeira de Freitas PREFEITURA MUNICIPAL DE WANDERLEY

20 Entidades Parceiras - Região Centro Oeste 1.Associação de Produtores de Novilho Precoce MS 200 associados (25) Desenvolvimento de marca coletiva (INPI) 75 propriedades, 2 com laudo de implantação 2. Produção Rural Consultoria 20 técnicos capacitados (20 propriedades) Fazenda São Geraldo – Produção e Comercio

21

22

23 Entidades parceiras - Região Sudeste CATI – Coordenadoria de Assistência Técnica Integral, Catanduva EMATER / MG - Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural Associação de Produtores da Raça Canchin

24 Entidades parceiras - Região Sul FARSUL - Federação da Agricultura e Pecuária do RS SENAR / RS - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural SEBRAE / RS EMATER / RS - Empresa de Assist. Técnica e Extensão Rural UFRGS - Universidade Federal do RS APROPAMPA- Associação dos produtores de carne do Pampa Gaúcho da Campanha Meridional APROCCIMA – Associação dos produtores Rurais dos Campos de Cima da Serra

25

26 APROPAMPA – Garantir procedência, processo produtivo e qualidade.

27

28 Coordenações e Informações Gerais Coordenação Geral Ezequiel Rodrigues do Valle Embrapa Gado de Corte telefone: (67) Região Centro-Oeste Ana Cristina dos Santos Embrapa Gado de Corte telefone: (67) Região Norte Benjamin Nahum Embrapa Amazônia Oriental telefone: (91) Região Nordeste Tadeu Vinhas Voltolini Embrapa Semi-árido telefone: (87) Região Sul Teresa Cristina Moraes Genro Embrapa Pecuária Sul telefone: (53) Região Sudeste Carlos Eduardo Silva Santos Embrapa Pecuária Sudeste telefone: (16)

29 Verso 0001/MS13/mar/2008 Estados: MS, RS, TO, PA, BA, etc.

30 Voltar


Carregar ppt "Cleber Oliveira Soares Embrapa Gado de Corte. Justificativas 1. Pontos críticos a.Ambiental b.Social e trabalhista c.Sanidade Animal d.Qualidade da carne."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google