A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rede de cooperação da BVS: quem somos comunidade virtual Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rede de cooperação da BVS: quem somos comunidade virtual Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS."— Transcrição da apresentação:

1 Rede de cooperação da BVS: quem somos comunidade virtual Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS

2 Um pouco da história – criação da BIREME Fundada em São Paulo, através de um convênio celebrado entre a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), os Ministérios da Saúde e da Educação do Brasil e a Escola Paulista de Medicina (EPM). Renovado a cada 5 anos - reafirma a missão de promover e ampliar o acesso a informação em saúde na AL&C. Objetivos e funções: a) possibilitar o acesso a base de dados MEDLARS, desenvolvida pela NLM, e a uma coleção ampla de periódicos; b) desenvolver a integração entre bibliotecas cooperantes, incluindo um programa de treinamento de bibliotecários; c) desenvolver um sistema de envio de fotocópias; d) ampliar a coleção de revistas da EPM. trabalho cooperativo

3 1969 – serviços cooperativos Catálogo Coletivo: atividade prioritária da BIREME – incluía os processos de permuta e doação de material entre diversas bibliotecas Programa de empréstimo interbibliotecário: realizado com duas bibliotecas da USP e com as bibliotecas de centros especializados da OPAS nos países, Guatemala, Uruguai e Peru 1970 – BIREME Centro Coordenador de Sub-Centros Centro Coordenador de Sub-Centros para a área das ciências biomédicas, avança para criação de sistemas nacionais de informação em ciências da saúde - aumentar o alcance das atividades de cooperação para outros países da América Latina Primeiros passos rumo à autonomia e à descentralização dos serviços Programa de treinamento de bibliotecários Universidade Federal Fluminense, Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pará, Ceará, Bahia, Rio de Janeiro e de Pernambuco Faculdades de Medicina Veterinária, Odontologia, Enfermagem, Química e Farmácia da USP FIOCRUZ

4 anos 80 – LILACS, SeCS, COMUT-BIREME Fortalecer e formalizar os sistemas nacionais e estruturar os serviços locais LILACS - ampliar o controle bibliográfico da literatura científica produzida nos países da Região AL&C SeCS - necessidade de administração eficaz de coleções de publicações seriadas na América Latina CD-ROM, acesso remoto (RENPAC), www anos 90 – telnet, www, SciELO, BVS – desenvolvimento e fortalecimento da BVS Redes especializadas, bases de dados temáticas BVS – 6 tipos de fontes de informação

5 Rede BIREME – trabalho cooperativo América Latina e Caribe – Redes nacionais de bibliotecas de saúde Brasil - Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Desenvolvimento da Biblioteca Virtual em Saúde visibilidade e ampliação do acesso à produção técnica e científica na área da saúde, no âmbito de suas instituições e para suas comunidades de usuários Membros unidades de informação - bibliotecas e centros de informação - área de ciências da saúde categorias: centro cooperante e unidade participante

6 Rede Brasileira - compromissos Centros Cooperantes – cooperam com o desenvolvimento de uma ou mais fonte de informação da BVS - LILACS, SCAD, SciELO, LIS,.... Cooperação em função dos recursos disponíveis na Biblioteca. Unidades Participantes - promovem o acesso às fontes de informação da BVS entre sua comunidade de usuários - capacitação e outras atividades. BIREME - coordenação da Rede, desenvolvimento de metodologias que viabilizam o desenvolvimento das fontes de informação da BVS, capacitação para uso das metodologias e acesso eficiente às fontes de informação. Convênios e Protocolos de Cooperação

7 Redes especializadas ODONTO – Sub-Rede Nacional de Informação na Área de Ciências da Saúde Oral – 1992 Coordenação: Serviço de Documentação Odontológica da Faculdade de Odontologia da USP Registro da literatura científica da área na Bibliografia Brasileira de Odontologia(BBO) desenvolvimento da BVS Odontologia, os membros do Comitê Consultivo integram o Sistema de Informação Especializado na área de Odontologia (SIEO), que substitui a Sub-Rede ODONTO. ENFERMAGEM – Sub-Rede Brasileira de Informação em Enfermagem – SURENF – 1994 Coordenação: Biblioteca J. Baeta Vianna da UFMG Produção da base de dados BDENFBDENF 2003, sob a liderança da Escola de Enfermagem da UFMG, deu-se início à discussão do projeto BVS-Enfermagem

8 RAEM – Rede de Apoio à Educação Médica – 1999 Coordenação: Associação Brasileira de Educação Médica Desenvolvimento da BVS-Educação em Ciências da Saúde - em fase de implementação ADSAUDE - Sistema Especializado de Informação em Administração de Saúde Coordenação: Biblioteca da Faculdade de Saúde Pública da USP Base de dados ADSAUDE BVS Saúde Pública – as instituições das bibliotecas membros desta Rede, passaram a compor o Comitê Consultivo da BVS-Saúde Pública, ampliando e integrando as ações de cooperação entre estas bibliotecas, absorvendo assim a rede ADSAUDE REBAP – Rede Brasileira de Bibliotecas da Área de Psicologia Coordenação Nacional:Serviço de Biblioteca e Documentação do Instituto de Psicologia da USP Núcleos de Coordenação Regional: acompanhamento das atividades desenvolvidas pela Rede em cada região do Brasil BVS-Psicologia

9 Redes especializadas, BVSs temáticas Desenvolvimento de outras áreas especializadas na BVS: HomeopatiaHomeopatia, História da Saúde e Vigilância SanitáriaHistória da SaúdeVigilância Sanitária Outras redes estão nascendo no âmbito da Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Mesma filosofia: centros que colaboram com o desenvolvimento das fontes de informação da BVS, em áreas temáticas específicas

10 Quantos somos (em 2004) Bibliotecas Cooperantes – 184 Cooperantes BVS – 138 Cooperantes BVS Temáticas Enfermagem – 12 Odontologia – 21 Psicologia - 75 Saúde Pública – 5 Educação Médica - 14 Unidades Participantes Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Rede de Desenvolvimento da BVS - Brasil

11 Rede Brasileira de Informação em Ciências da Saúde Rede de Desenvolvimento da BVS - Brasil BIREME 138 CC ENFERM 12 CC PSICO 75 CC ODONTO 21 CC RAEM 14 CC BVS UP 184 Centros Cooperantes (CC) 444 Unidades Participantes (UP) S PUBLICA 5 CC

12 Onde estamos (em 2004)... Estado # Centros Cooperantes # Unidades Participantes Estado # Centros Cooperantes # Unidades Participantes AC- - PB2 2 AL1 3 PE7 17 AM- 9 PI1 4 AP- 2 PR9 25 BA6 26 RJ43 45 CE3 12 RN3 4 DF6 5 RO1 3 ES4 11 RR- 2 GO2 12 RS14 33 MA1 6 SC9 21 MG11 41 SE1 2 MS2 5 SP MT- 6TO - 2 PA3 11Total

13 CC 32 UP 79 CC 113 UP 232 CC 10 UP 28 CC 4 UP 29 CC 25 UP 76 CC – Centro CooperanteUP – Unidade Participante

14 Quem somos (em 2004)... Bibliotecas que atuam na área de ciências da saúde universidades governo pesquisa assistencia à saúde Profissionais da informação bibliotecários técnicos em biblioteca técnicos de informática, suporte técnico

15 Áreas temáticas

16 Serviços de informação

17 Dados sobre a rede de cooperação da BVS Diretório de instituições da BVS

18 Porque cooperamos? Porque participamos? Visibilidade da produção científica da instituição - registro nas fontes de informação da BVS – LILACS, SciELO,... Metodologias e aplicativos desenvolvidos pela BIREME para o desenvolvimento de sistemas e serviços de informação da Biblioteca, o que também possibilita a cooperação para as fontes de informação da BVS Capacitação: oportunidade para capacitação dos profissionais da Biblioteca nos treinamentos para aplicação e uso da metodologia e aplicativos Reconhecimento: ser membro da Rede traz reconhecimento para a Biblioteca - certificado de qualificação

19 Serviço SCAD: eficiência e facilidade de uso do Serviço SCAD, tanto para processar os pedidos recebidos como para enviar pedidos a outras bibliotecas, a rapidez do atendimento e o preço diferenciado para os membros da Rede Porque cooperamos? Porque participamos? Satisfação de colaborar: possibilidade de intercambiar e de cooperar com serviços que ampliam o acesso à informação na área da saúde motiva o trabalho de cooperação e acaba também beneficiando os próprios usuários da Biblioteca Confiabilidade na Rede – Confiabilidade na BIREME

20 Números da cooperação Comunidade Virtual dos cooperantes da BVS

21 Obrigada!


Carregar ppt "Rede de cooperação da BVS: quem somos comunidade virtual Verônica Abdala BIREME/OPAS/OMS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google