A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Curso de Economia Fabio Nusdeo Capítulo 1 O Conceito de Economia e a Natureza do Econômico Alguns Conceitos Básicos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Curso de Economia Fabio Nusdeo Capítulo 1 O Conceito de Economia e a Natureza do Econômico Alguns Conceitos Básicos."— Transcrição da apresentação:

1 Curso de Economia Fabio Nusdeo Capítulo 1 O Conceito de Economia e a Natureza do Econômico Alguns Conceitos Básicos

2 As necessidades humanas e a lei da escassez Necessidades humanas : sempre crescentes, em ritmo acelerado de inovação e de consumo. Lei da escassez: recursos limitados com estoque fixo e não renováveis. –Preocupação dos homens: Malthus: crescimento demográfico progressão geométrica recursos progressão aritmética; meio ambiente Clube de Roma; previsões futuras limites ao crescimento econômico. –Conceito relativo varia com o tempo e procura.

3 Economia e Direito: indissociáveis Conceito de Economia: conjugação dos 2 elementos: necessidades ilimitadas e recursos finitos. –Problema: escassez e sua administração por instituições Atividade econômica como ciência social: estudo científico do comportamento humano e das relações e fenômenos dele decorrentes que se estabelecem na sociedade. –Significado de economia: oikos = casa + nomos = norma, regras. Portanto: administração da casa conforme regras. –Relação: Direito e Economia indiviso, verso e reverso. Ex: 2 terrenos (zoneamento, mudanças na legislação, etc.); legislação anti-truste, proteção ao consumidor, etc.

4 Bens Econômicos: elementos e características Bem econômico: útil e escasso –Utilidade: capacidade do bem de suprir necessidades, no todo ou em parte; –Necessidade: desejo socialmente manifesto que leva a uma ação. A economia não avalia; constata e explica. Subjetivismo: é a expressão da capacidade de se procurar o meio econômico útil; –Necessidade e escassez: só é escasso o que é útil, mas a recíproca não é verdadeira. Ex. de bens úteis e não escassos: ar, água = bens livres A utilidade e a escassez variam conforme o local e a época. –Supérfluo e essencial: tem gradações, conforme as faixas de renda, os padrões de consumo, etc.

5 Utilidade Marginal Conceito: é a utilidade trazida por uma unidade adicional de qualquer produto. –Ex: viajante e copo de água. –Limite ou Margem: quando o acréscimo de utilidade – utilidade marginal – chega a zero, não haverá mais impulso para o consumo, ocorre a saciedade. –Grau de disponibilidade: alta ou baixa e nula utilidade marginal. Produção e Consumo base de tomadas de decisão

6 Classificações dos Bens Econômicos Materialidade: –Bens propriamente ditos materialidade, mesmo que não se possa tocar. Ex: alimentos, energia solar, elétrica, máquinas, etc. –Serviços totalmente imateriais; pura prestação humana, mesmo usando ferramentas. Ex: médico, advogado, etc. Finalidade: –Bens de consumo atendimento direto e imediato.Ex: vestuário, alimentação. –Bens de produção atendem de forma indireta, mediata por gerarem outros bens. Ex: máquina, terra, tijolo, etc.

7 Classificação... Relações entre si: –Bens complementares: emprego conjunto de bens de consumo e de produção. Ex: terra e semente; carro e combustível. –Bens sucedâneos: se substituem no atendimento da mesma necessidade. Ex: combustíveis – álcool e gasolina, chá e café, conforme a cultura. Âmbito de necessidades: –Bens exclusivos: ao atender a necessidade de um indivíduo, exclui o outro. Ex: alimentação, vestuário. –Bens coletivos: atendem ao mesmo tempo a necessidade de um grupo. Ex: clube, ar, justiça. Bens públicos = de uso comum ( questão de terminologia).


Carregar ppt "Curso de Economia Fabio Nusdeo Capítulo 1 O Conceito de Economia e a Natureza do Econômico Alguns Conceitos Básicos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google