A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bullying. EE. José Alves Ribeiro Alunos: 5º ano A Professora: Eucenir S. Durães Professora da STE: Marta Lira Bullying to fora.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bullying. EE. José Alves Ribeiro Alunos: 5º ano A Professora: Eucenir S. Durães Professora da STE: Marta Lira Bullying to fora."— Transcrição da apresentação:

1 Bullying

2 EE. José Alves Ribeiro Alunos: 5º ano A Professora: Eucenir S. Durães Professora da STE: Marta Lira Bullying to fora

3 Como surgiu o termo Bullying? É um termo de origem inglesa, e foi colocado por Dan Olweus numa de suas investigações sobre tendências suicidas em adolescentes.

4 O que é Bullying? Bullying é toda a violência, todo o tipo de agressão e condutas verbais, desde os simples insultos, a fazer piadas e gozar com a criança, o uso de alcunhas cruéis, ridicularizar, etc..

5 Bullying é uma forma de pressão social que acarreta, por vezes, traumas muito importantes na vida dos alunos. O bullying implica maus-tratos continuados e repetidos e não deve ser confundido com a agressividade normal na infância e na adolescência.

6 Os diferentes tipos de Bullying O "bullying" pode ser classificado de duas formas: o direto, através de violência física e o indireto, através de agressão moral.

7 Bullying pode ser dividido em dois conjuntos maiores

8 As crianças e jovens alvos de "bullying" são sucessivamente colocadas pelo aluno agressor em situações embaraçosas e são vítimas de alcunhas ofensivas, ameaças, discriminação, isolamento e exclusão grupal, perseguição, assédio, humilhação verbal, roubos e, por vezes, agressão física e vandalismo ou destruição dos seus bens (livros, roupas e outros pertences).

9 QUAIS OS TIPOS DE BULLYING? Verbal: chamar nomes, ser sarcástico, lançar calúnias ou gozar com alguma característica particular do outro (gordo, caixa de óculos,…) Físico: puxar, pontapé, bater, beliscar ou outro tipo de violência física Emocional: excluir, atormentar, ameaçar, manipular, amedrontar, chantagear, ridicularizar, ignorar

10 Racista: toda a ofensa que resulte da cor da pele, de diferenças culturais, étnicas ou religiosas Cyberbullying: utilizar tecnologias de informação e comunicação (internet ou tele móvel) para hostilizar, deliberada e repetidamente, uma pessoa, com o intuito de a magoar.

11

12 O que é cyber bullying? São agressões escritas e mentirosas enviadas pelo correios eletrônicos, blogs, Orkut, Msn, etc. para humilhar as pessoas. Nesses casos não é interessante responder às provocações, pois isso aumentaria a raiva do agressor e é exatamente isso que ele quer. Outra coisa importante é não manter segredo da ofensa.

13 Como ocorre o cyber bullying? o cyber bullying pode ser feito anonimamente, o que inspira impunidade às pessoas que se acham valentes ao utilizar de tecnologia para intimidar e insultar vítimas.

14 O que acontece com quem pratica o cyber bullying? Apesar de anônimos, estes delinquentes virtuais são facilmente descobertos por investigação policial. Após a descoberta dos responsáveis, os mesmos serão processados e julgados, podendo ter de pagar indenizações, prestar serviços comunitários ou, dependendo da gravidade dos efeitos de seu crime (como provocar o suicídio de alguém), ser preso.

15 Os efeitos diretos do "bullying" nas escolas O sexo masculino é o mais propenso ao "bullying", especialmente ao direto, porém, este problema também afeta as meninas, usualmente através de práticas de difamação e exclusão de grupos.

16 Onde ocorre o bullying? O "bullying" ocorre mais facilmente em escolas com uma deficiente supervisão por parte dos adultos, seja pelo número insuficiente de auxiliares de educação ou pelo excesso de alunos, e em escolas onde não há um devido acompanhamento lúdico e cultural nos intervalos e tempos livres.

17 Principais características dos alunos envolvidos no "bullying" Além da predisposição genética para a agressividade, algumas condições familiares podem favorecer o desenvolvimento da violência nas crianças e jovens. Os autores de "bullying" são, normalmente, alunos pertencentes por vezes a famílias com

18 um relacionamento afetivo desequilibrado, onde os pais afirmam a sua superioridade através de comportamentos agressivos, verbais ou físicos, ou têm excesso de tolerância e permissividade na educação dos seus filhos. Se não forem desencorajados, os alunos causadores de "bullying" poderão manter esse comportamento ao longo de toda a sua vida, seja em ambiente doméstico ou profissional, tornando-se indivíduos anti- sociais, violentos e, por vezes, criminosos.

19 As vítimas de bullying Os alunos vítimas de "bullying" são, geralmente, jovens tímidos, inseguros e sem recursos físicos para se defenderem. Consequentemente, poderão baixar o desempenho escolar e tentar evitar a escola, abandonando-a precocemente. Em casos mais graves, chegam mesmo a entrar em estados depressivos.

20 Principais consequências Os alunos vítimas de "bullying" podem reagir de formas diferentes, consoante a sua personalidade e os seus relacionamentos familiares e sociais. Alguns, poderão não superar os traumas sofridos na escola e crescer com sentimentos negativos em relação a si próprios. Em idade adulta, poderão sentir dificuldades de relacionamento e até acabar por adotar um comportamento agressivo sobre alguém que considerem mais frágil. Alguns casos extremos podem, inclusivamente, conduzir ao suicídio.

21 Ninguém está livre de ser vitima de Bullying, por isso leia algumas orientações extraídas do livro Crianças e Adolescentes Seguros da Sociedade Brasileira de Pediatria, editado pelo Publifolha.

22 * se suspeitar que seu filho está sofrendo bullying, pergunte diretamente a ele. * fique atento aos possíveis sinais e sintomas. *faça um registro diário dos incidentes. *afirme com confiança, quantas vezes for necessário, que você ama a criança e que ela não é culpada por sofrer bullying. *não concorde com o pedido de manter o bullying em segredo. *converse com a direção ou professor se o bullying estiver acontecendo na escola.

23 *ajude seu filho a praticar estratégias de defesa, como gritar "não" e retirar-se do local com confiança. *dê a seu filho a chance de expressar seus sentimentos sobre o problema. *reúna-se com outros pais e discutam o que pode ser feito para cessar o bullying. *crie condições para encontrar-se com o filho, no caso de o bullying ocorrer a caminho da escola.

24 *peça para que o(s) autor(es) seja(m) retido(s) na escola, para que seu filho tenha a chance de chegar em casa em segurança. *pergunte a seu filho se ele gostaria de ter aulas de defesa pessoal, caso você entenda que isso possa ajudá-lo em sua autoconfiança. * verifique se seu filho está tendo atitudes que provoquem a ira do autor. * incentive seu filho a convidar um colega para ir a sua casa, criando novas amizades. *se precisar de ajuda, entre em contato com profissionais ou instituições especializadas.

25

26 Referencia bibliográfica


Carregar ppt "Bullying. EE. José Alves Ribeiro Alunos: 5º ano A Professora: Eucenir S. Durães Professora da STE: Marta Lira Bullying to fora."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google