A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BULLYING Prevenir e acabar com o bullying, especialmente nas Escolas é a nossa missão. Elaborado pelo Prof. Luiz Antonio Burim E- mail-

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BULLYING Prevenir e acabar com o bullying, especialmente nas Escolas é a nossa missão. Elaborado pelo Prof. Luiz Antonio Burim E- mail-"— Transcrição da apresentação:

1 BULLYING Prevenir e acabar com o bullying, especialmente nas Escolas é a nossa missão. Elaborado pelo Prof. Luiz Antonio Burim E- mail- Apucarana – Pr.

2 BULLYING – O que é? É um comportamento agressivo intencionalmente doloroso. (físico ou psicológico e repetido); Envolve um desequilíbrio de poder, normalmente ameaçador.

3 BULLYING - Consequências Priva a criança/adolescente de uma direito básico, que é de uma infância feliz; Pode criar uma série de problemas de saúde, como depressão, ansiedade, fobia, distúrbios alimentares e estresse pós traumático; Muitos alunos (as) falta à escola para fugir do bullying;

4 BULLYING - Consequências Aceitação aderindo a gangues ou mergulham no álcool, para fugir do problema; (alguns cometem suicídio); A maiores dos jovens que praticam violência, são vitimas de bullying (atiradores)

5 BULLYING – Problema crescente Parece que o bullying cresce hoje porque menos pais ensinam suas crianças a desenvolver o autocontrole; Pais, passam pouco tempo com os seus filhos, e com isso deixa de desenvolver neles (as) sensibilidades e sentimentos dos outros, e com isso deixa-se de lado a regra de ouro que é: trate os outros como você quer ser tratado.

6 BULLYING – Mal silencioso As vítimas não contam os maus- tratos aos seus pais ou a outro adulto porque têm medo de que eles não saibam lidar com a situação e façam o bullying ficar pior; Têm Vergonha por não terem amigos ou por não poderem defender sozinhos.

7 BULLYING – Como se defender. Evitando o agressor ao máximo, procurar não andar sozinho (a); Não devem mostrar ao agressor que se sentem magoadas (s), mas confiantes; Retaliação física ou verbal piora o problema; Não procurar resolver o caso sozinho (a), procurar um adulto para ajudar (interrompe ou é reduzido).

8 BULLYING – Ataques invisíveis A maioria do bullying, acontece em segredo, longe dos professores; (faz as escolas subestimarem o problema); Muitos (as) dos agredidos, não conversam sobre o assunto, com um adulto, para não passarem por dedos-duros; Dedurar é colocar alguém em encrenca. Denunciar o bullying e tirar alguém da encrenca (Lembrem-se disso).

9 BULLYING - Negligência Infelizmente, há Diretores, professores, Equipe Pedagógica, que sabem que o bullying acontece em sua escola, no entanto decidem ignorar o assunto ou pensam que as vítimas estão inventando um fato ou ato.

10 BULLYING - Ciberbullying O bullying na internet, causa mais vergonha, porque as vítimas sentem que o mundo inteiro está assistindo; Muitos vezes é difícil saber quem está por trás do bullying, quando usado esse meio; Os agressores simulam ser outra pessoa, às vezes se fazem passar pela própria vítima.

11 BULLYING – Vigiar é Proteger. Quando se trata de segurança, os pais não devem se preocupar em violar a privacidade do filho; Muitas pessoas vitimas do bullying têm problemas justamente porque seus pais não supervisionam apropriadamente os atos/atitudes e comportamento do filho (a).

12 BULLYING – Vigiar é Proteger. Os pais são os responsáveis pela segurança dos filhos, tem a responsabilidade de saber o que se passa na vida deles; O diálogo é de fundamental importância. Quando se conversa com amor, os filhos, ou as crianças/adolescentes são mais suscetíveis à supervisão.

13 BULLYING : Os sinais fique atento O aluno tem queda repentina nas notas; Parece feliz nos finais de semana, mas fica infeliz, preocupado e tenso na segunda-feira; Exibe linguagem corporal de vítima; ombros encurvados, cabeça baixa, não olha as pessoas nos olhos e se afasta dos outros;

14 BULLYING : Os sinais fique atento Prefere a companhia de adultos; Volta para casa com ferimentos e hematomas inexplicáveis; Tem doenças frequentes ou finge enfermidades; Seus bens são constantemente perdidos, danificados ou destruídos sem explicação;

15 BULLYING : Os sinais fique atento Carrega equipamentos de proteção, como faca, abridor de latas, garfo ou arma; Tem alterações extremas de humor ou chora com facilidade; Pensa em abandonar os estudos.

16 BULLYING : O que fazer se seu filho for vítima Evite ser um pai impulsivo que procura imediatamente os pais do agressor; Não diga a seu filho para se vingar; Por menores que pareçam ser os eventos, considere-os com seriedade; Faça perguntas para descobrir o que aconteceu;

17 BULLYING : O que fazer se seu filho for vítima Reúna-se com professores e funcionários da escola e colabore com eles para ajudar seu filho; Ensine seu filho a ser afirmativo; Reporte todos os ataques físicos à polícia; Promova o estabelecimento de um programa antibullyins na escola.

18

19 BULLYING : FONTE Livro – Proteja o seu filho do bullying Autor – Allan L. Beane Editora Best Seller


Carregar ppt "BULLYING Prevenir e acabar com o bullying, especialmente nas Escolas é a nossa missão. Elaborado pelo Prof. Luiz Antonio Burim E- mail-"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google