A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IDADE MÉDIA - BREVE RETOMADA -. ALTA IDADE MÉDIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IDADE MÉDIA - BREVE RETOMADA -. ALTA IDADE MÉDIA."— Transcrição da apresentação:

1 IDADE MÉDIA - BREVE RETOMADA -

2

3 ALTA IDADE MÉDIA

4 economia agrária, de subsistência e auto-suficiente feudo cargos públicos estradas ou pontes - pedágio terra doada por grandes senhores base do trabalho: servidão servos: camponeses presos à terra que, em troca de proteção, deviam a seus senhores obrigações consuetudinárias, pagas em gêneros ou em trabalho vilões: camponeses livres que trabalhavam no manso senhorial, mas sem terem a obrigação de se fixar impostos: talha: metade daquilo que o servo produzia no manso servil banalidade: taxa, paga em produtos, sobre o uso do moinho, do forno, do celeiro corvéia: dois ou três dias de trabalho por semana no manso senhorial outros: mão-morta, capitação, tostão de Pedro ECONOMIA

5 POLÍTICA DESCENTRALIZADA SOCIEDADE clero nobreza: entre senhores feudais havia relações de SUSERANIA- VASSALAGEM servos e vilões: camponeses

6

7 BAIXA IDADE MÉDIA

8 RENASCIMENTO COMERCIAL crescimento demográfico: as invasões cessaram aumento da produção agrícola - aperfeiçoamento das técnicas excedente – comércio Centros de comércio: ao Sul: cidades italianas ao Norte: Liga Hanseática outras regiões: feiras rotas terrestres e rotas marítimas Conseqüências: crescimento da economia monetária moedas - cambistas - banqueiros provocou o renascimento das cidades

9 RENASCIMENTO URBANO renascimento comercial e renascimento urbano: processos interligados cidades antigas voltaram a funcionar novas cidades (burgos) surgiram em torno dos castelos: na França: comunas: cidades que se emanciparam por meio de revoltas cidades francas:as que fizeram acordos com os senhores feudais receberam carta de franquia corporações medievais ou guildas ligas: corporações de mercadores corporações de ofício: corporações de artesãos de determinada categoria profissional, com fins assistenciais e de regulação da atividade produtiva confrarias: associação de artesãos de determinada categoria profissional, de caráter religioso, com santo padroeiro eigreja específica para suas celebrações

10

11

12

13

14 RUMO AO FIM DO FEUDALISMO CRISE DO SÉCULO XIV ACELEROU O DECLÍNIO DO FEUDALISMO: CRISE AGRÁRIA E FOME ( ) PESTE NEGRA ( ) REVOLTAS CAMPONESAS – JACQUERIES GUERRA DOS CEM ANOS ( )

15 FOME e PESTE NEGRA FOME ( ): consequência do crescimento demográfico, das más colheitas e da alta dos preços (inflação) despovoou grande número de cidades e desorganizou a vida urbana PESTE NEGRA ( ): originária do Oriente peste bubônica provocou epidemia generalizada devido às péssimas condições de higiene e alimentação morte de um terço da população europeia

16 GUERRA DOS CEM ANOS: conflito interfeudal: disputa por terras entre França e Inglaterra, monarquias feudais já constituídas à época motivações de ordem política: sucessão do trono francês era reivindicada pelo rei da Inglaterra (EDUARDO III, PARENTE PELO LADO MATERNO DO REI FRANCÊS FELIPE IV, FALECIDO EM 1314) motivações de ordem econômica: disputa pelo controle sobre a rica região de Flandres (BÉLGICA), estratégico polo têxtil e financeiro do continente resultados: devastação da agricultura, desarticulação das feiras e do comércio na região central da Europa

17 REVOLTAS RURAIS e URBANAS rebeliões camponesas: jacqueries – Jacques Bonhomme mais importante jacquerie eclodiu em 1358: milhares de camponeses rebelaram- se contra seus senhores; contra-ofensiva dos nobres: sufocaram a rebelião executando mais de vinte mil pessoas revoltas rurais e urbanas colocaram em xeque o poder da nobreza feudal

18 CENTRALIZAÇÃO DO PODER aliança entre rei e burguesia formação das MONARQUIAS NACIONAIS

19 EXPANSÃO MARÍTIMA E COMERCIAL crise agrária impôs a necessidade de conquistar novas áreas produtoras crise monetária impôs a necessidade de descobrir novas fontes de minérios crise social impôs a necessidade de um poder centralizado capaz de controlar as tensões sociais

20 (UFSC – 2008) Na Idade Média, entre os séculos XII e XV, verificou-se uma ascensão da economia européia. No entanto, dentro desse período, em meados do século XIV, ocorreu uma significativa retração econômica. Em relação a este assunto, é CORRETO afirmar que: (01) a crise econômica verificada em meados do século XIV se deveu às Cruzadas, movimento religioso que deslocou milhares de homens em idade produtiva rumo ao Oriente Médio. (02) a Peste Negra acarretou uma drástica diminuição da população, com reflexos diretos na economia. (04) tudo indica que a Peste Negra originou-se no Oriente, matando mais de um terço da população européia. (08) a crise econômica gerada pela Peste Negra foi o marco decisivo para o fim do sistema feudal. (16) como forma de fugir da Europa infectada pela Peste Negra, milhares de europeus se dispuseram a seguir as Cruzadas para libertar Jerusalém sitiada. (32) a ascensão econômica entre os séculos XII e XV foi uma realidade exclusiva dos países ibéricos, em função das grandes navegações lá iniciadas.

21 (UFSC – 2008) Na Idade Média, entre os séculos XII e XV, verificou-se uma ascensão da economia européia. No entanto, dentro desse período, em meados do século XIV, ocorreu uma significativa retração econômica. Em relação a este assunto, é CORRETO afirmar que: (01) a crise econômica verificada em meados do século XIV se deveu às Cruzadas, movimento religioso que deslocou milhares de homens em idade produtiva rumo ao Oriente Médio. (02) a Peste Negra acarretou uma drástica diminuição da população, com reflexos diretos na economia. (04) tudo indica que a Peste Negra originou-se no Oriente, matando mais de um terço da população européia. (08) a crise econômica gerada pela Peste Negra foi o marco decisivo para o fim do sistema feudal. (16) como forma de fugir da Europa infectada pela Peste Negra, milhares de europeus se dispuseram a seguir as Cruzadas para libertar Jerusalém sitiada. (32) a ascensão econômica entre os séculos XII e XV foi uma realidade exclusiva dos países ibéricos, em função das grandes navegações lá iniciadas.

22 (Unicamp/SP – 2008/1Fase) "Em 1348 a peste negra invadiu a França e, dali para a frente, nada mais seria como antes. Uma terrível mortalidade atingiu o reino. A escassez de mão-de-obra desorganizou as relações sociais e de trabalho. Os trabalhadores que restaram aumentaram suas exigências. Um rogo foi dirigido a Deus, e também aos homens incumbidos de preservar Sua ordem na Terra. Mas foi preciso entender que nem a Igreja nem o rei podiam fazer coisa alguma. Não era isso uma prova de que nada valiam? De que o pecado dos governantes recaía sobre a população? Quando o historiador começa a encontrar tantas maldições contra os príncipes, novas formas de devoção e tantos feiticeiros sendo perseguidos, é porque de repente começou a se estender o império da dúvida e do desvio. (Adaptado de Georges Duby, "A Idade Média na França ( ): de Hugo Capeto a Joana D'arc". Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1992, p ) a) A partir do texto, identifique de que maneira a peste negra repercutiu na sociedade da Europa medieval, em seus aspectos econômico e religioso. b) Indique características da organização social da Europa medieval que refletiam a ordem de Deus na Terra.

23 a) A peste negra insere-se no contexto da crise do século XIV e é considerada uma manifestação do esgotamento do sistema feudal. Quanto ao aspecto econômico, as altas taxas de mortalidade ocasionaram a escassez de mão de obra, levando à superexploração dos servos pelos senhores feudais e às consequentes revoltas camponesas, destacando-se as jacqueries, além de mudanças nas relações de trabalho. Tais eventos acabaram por gerar a crise do trabalho servil. Outro efeito da mortalidade foi a redução do mercado em um contexto de retomada do comércio que, juntamente à paralisação das rotas terrestres, em decorrência particularmente da Guerra dos Cem Anos, estimularam a Expansão Marítima e Comercial Européia. Quanto ao aspecto religioso, a peste serviu de argumento para perseguições aos grupos considerados heréticos, culpados de atrair a ira divina, em razão de as interpretações sobre a peste estarem inseridas à mentalidade medieval marcada pelo cristianismo. b) A concepção de sociedade, na Europa medieval, era determinada pela Igreja e fundamentada no teocentrismo. Assim sendo, a sociedade era estratificada, composta de três ordens: o clero, os que rezam; a nobreza, os que combatem; e os camponeses, os que trabalham.


Carregar ppt "IDADE MÉDIA - BREVE RETOMADA -. ALTA IDADE MÉDIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google