A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

(Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Angélica Teles nº3; Cátia Cabral nº 5; Filipa Cordeiro nº8; Mª Joana Frazão nº16.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "(Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Angélica Teles nº3; Cátia Cabral nº 5; Filipa Cordeiro nº8; Mª Joana Frazão nº16."— Transcrição da apresentação:

1 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Angélica Teles nº3; Cátia Cabral nº 5; Filipa Cordeiro nº8; Mª Joana Frazão nº16.

2 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Massa: 7,349 x Kg (80 vezes menor do que a Terra) Raio : 1700 km Diâmetro: 3474,8 Km (4 vezes menor do que o diâmetro Terrestre) Densidade média: 3,34 g/cm³ Área da superfície: 3,793 x 10 7 Km 2 Temperatura média: -53,1 ºC Período de Rotação: 27 dias e 7 horas Período de Translação: 27 dias e 7 horas Trajectória da Lua: Elíptica

3 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) A lua é o corpo celeste mais próximo do nosso planeta. Nós dizemos que a Lua é no nosso satélite natural porque executa um movimento de translação em torno da Terra. A trajectória da Lua é elíptica e esta está a Km de distância do nosso Planeta. Para além do movimento de translação, a Terra também executa um movimento de rotação em torno de si mesma.

4 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) É graças à interacção gravítica entre a Terra e a Lua que se torna possível o movimento de translação em torno da Terra. A Terra exerce sobre a Lua uma força gravítica com a direcção que une os seus centros e que aponta para o centro da terra.

5 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Nós vemos sempre a mesma face da Lua porque o movimento de rotação tem a mesma duração do seu movimento de translação (27 dias e 7 horas).

6 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) A Lua é constituída por materiais vulcânicos, parecidos aos da Terra. Este facto levou os cientistas a suporem que a Terra chocou com um corpo de grandes dimensões, o que levou à formação da Lua. A superfície lunar contém crateras pois muitos corpos embatem contra ela pois não há atmosfera que impeça o embate e o desaparecimento destas pois como não há chuva nem vento elas não são erodidas. A temperatura na Lua varia entre – C e 130 o C

7 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Não há atmosfera na Lua pois a atracção gravitacional exercida na Lua ( 6 vezes menor do que a da Terra) não é suficientemente forte para conseguir segurar os componentes gasosos, escapando-se estes para o espaço.

8 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos)

9 Como a Lua ocupa diferentes posições entre a Terra e o Sol, dependendo da posição, a Lua pode ser vista da Terra totalmente iluminada, parcialmente iluminada ou sem luz nenhuma.

10 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) 1 Passados 15 dias da Lua Nova, dizemos que a Lua está em oposição ao Sol. É Lua Cheia. Os raios solares incidem verticalmente sobre o nosso único satélite natural, iluminando 100% do hemisfério voltado para a Terra. O ângulo Sol-Terra-Lua agora é de 180 graus. Curiosamente, essa é a pior ocasião para observar a Lua ao telescópio, pois a luz do Sol que incide sobre o satélite quase que não produz sombra, o que dificulta o reconhecimento de crateras e outros acidentes do terreno. A Lua Cheia é visível durante toda a noite, nascendo por volta das dezoito horas e pondo-se às seis da manhã. Apenas numa noite de Lua Cheia é pode ocorrer um eclipse lunar.

11 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) 2 Nesta fase, o aspecto da Lua é de um semicírculo voltado para Este. A Lua nasce à meia-noite e põe-se ao meio-dia. O quarto-minguante é também conhecido como quarto-decrescente e, visto do hemisfério Sul, a Lua realmente lembra uma letra D (de decrescente).

12 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) 3 É quando o hemisfério lunar voltado para a Terra não reflecte nenhuma luz do Sol. Dizemos também que a Lua está em sintonia com o Sol. A Lua Nova só é visível durante os eclipses do Sol, que só acontecem quando é Lua Nova. Nessa fase, o ângulo entre Sol, Terra e Lua é praticamente zero. A Lua Nova nasce por volta das seis horas da manhã e põe-se às seis da tarde.

13 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) 4 Cerca de sete dias e meio depois da Lua Nova, a Lua deslocou-se 90° em relação ao Sol e no primeiro quarto. É o quarto- crescente. A Lua nasce aproximadamente ao meio-dia e põe-se à meia-noite. O seu aspecto é o de um semicírculo voltado para Oeste. Vista do hemisfério Sul, a aparência do quarto-crescente lembra a letra C, de crescente. Mas no hemisfério Norte, ao contrário, a Lua crescente se parece um D.

14 (Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) REBELO, Adelaide; REBELO,Filipe; Terra no Espaço, Lisboa Editora. RAMALHO, Marta; DANTAS, Maria Conceição; Terra Mãe 7, Texto Editora


Carregar ppt "(Para ouvir de novo deve clicar-se nos sininhos) Angélica Teles nº3; Cátia Cabral nº 5; Filipa Cordeiro nº8; Mª Joana Frazão nº16."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google