A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Classificações Práticas Baseiam-se em critérios de utilidade para a vida quotidiana. Geralmente eram relativas à satisfação de necessidades básicas, como.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Classificações Práticas Baseiam-se em critérios de utilidade para a vida quotidiana. Geralmente eram relativas à satisfação de necessidades básicas, como."— Transcrição da apresentação:

1

2 Classificações Práticas Baseiam-se em critérios de utilidade para a vida quotidiana. Geralmente eram relativas à satisfação de necessidades básicas, como a alimentação e a defesa. Exemplo: Fungos Comestíveis Venenosos

3 Sistemas de Classificação Racionais Baseiam-se em características (morfológicas, anatómicas, fisiológicas,…) dos seres vivos em estudo.

4 Carl Lineu ( ) Deus criou, Lineu agrupou Botânico sueco defensor do fixismo. Considerado o pai da Taxonomia. Criou as bases da classificação, colocando os organismos numa hierarquia, ainda utilizada actualmente.

5 Classificações Artificiais vs Classificações Naturais Baseiam-se num número reduzido de características. Os grupos formados são muito heterogéneos. Característicos do período pré-lineano Exemplo: Classificação de plantas segundo o seu porte, em árvores, ervas e arbustos Utilizam o maior número de características possível Os grupos formados reúnem organismos com maior grau de semelhança. A identificação do grupo a que um organismo pertence é difícil, ou mesmo impossível, se não se dispõe de um conhecimento pormenorizado das características dos indivíduos. Características do período pós- lineano e pré-darwiniano

6 Classificações Filogenéticas Estão de acordo com o evolucionismo Surgem depois de Darwin ter explicitado a sua teoria da evolução Têm em conta a história evolutiva dos seres vivos

7 Classificação dos Vertebrados numa perspectiva lineana (A) e filogenética (B)

8 As árvores filogenéticas (associadas às classificações filogenéticas) são esquemas que evidenciam a evolução dos seres vivos, ao longo do tempo, a partir de um ancestral comum. 1º esquema de uma árvore filogenética, desenhado por Darwin.

9 Classificações Horizontais vs Classificações Verticais Não têm em conta a evolução dos organismos Não têm em conta o factor tempo São classificações estáticas que privilegiam as características estruturais Características do período pós- darwiniano Tentam reproduzir a história evolutiva dos organismos (filogenia) Têm em conta o factor tempo São classificações dinâmicas

10

11 Critérios de Classificação MORFOLÓGICOS - a morfologia externa corresponde ao aspecto de um ser vivo. Considera-se o tipo de simetria. Simetria bilateral Sem simetria Simetria radial

12 Tipos de Nutrição Níveis de organização estrutural ( procariontes, eucariontes, unicelulares, multicelulares…) Paleontológicos Embriológicos Da Cariologia Etológicos Bioquímicos ….

13 Taxonomia – área da Biologia que se dedica à classificação, à identificação e à atribuição de nomes aos grupos de seres vivos estabelecidos. Sistemática – Baseada na Biologia Evolutiva e na Taxonomia, dedica-se ao estudo da diversidade biológica e da história evolutiva dos seres vivos, pretendendo descobrir as relações entre os organismos e estabelecer um ancestral comum.

14

15

16

17

18

19

20

21 Sistema de Classificação de Whittaker (1979)

22 Os Três Critérios Básicos (1) Apenas parte dos seres deste Reino apresentam esta característica

23

24

25

26

27

28 ntvpi.blogspot.com metry2.gif


Carregar ppt "Classificações Práticas Baseiam-se em critérios de utilidade para a vida quotidiana. Geralmente eram relativas à satisfação de necessidades básicas, como."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google