A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS. 384 - 322 a C Aristóteles Animais Aéreos, Terrestres, Aquáticos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS. 384 - 322 a C Aristóteles Animais Aéreos, Terrestres, Aquáticos."— Transcrição da apresentação:

1 CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS

2 a C Aristóteles Animais Aéreos, Terrestres, Aquáticos

3 a C Santo Agostinho Úteis, Nocivos e Indiferentes ao Homem

4 Século XVII Iluminismo Maior valorização à vida (não aos espíritos) Francis Bacon: Ciência Experimental Leeuwenhoek: lente (aumento 100X) Hook: microscópio

5 Século XIX Consolidação das Ciências Brown (1831): Núcleo Celular Darwin (1842): Teoria Evolucionista Mendel (1866): Hereditariedade

6 Século XX Biotecnologia

7 Número de Espécies Catalogadas... -LINEU (1758): espécies -AGASSIS & BRONN (1859): espécies -PRATT (1911): espécies -HOJE: ????

8 Considerando todos os hábitat inexplorados o número absoluto ficaria entre 5 e 30 milhões de espécies vivas

9 COMO CLASSIFICAR???

10 Classificando:

11 elétrico Por forma de funcionamento

12 Para escrever Por uso

13 SISTEMAS DE CLASSIFICAÇÃO: 1)ARTIFICIAL: Se baseia na aparência externa Ex.:animais com concha animais vermiformes

14 2) NATURAL (MODERNO): Utiliza dados como: estrutura, fisiologia, embriologia, distribuição, bioquímica. É explicada pela Teoria da Evolução (mostra a descendência de organismos mais simples)

15 Para a classificação, características que mostram homologia (semelhança de origem) devem ser distinguidos daqueles que mostram analogia (semelhança de uso)

16 ESTRUTURAS HOMÓLOGAS

17

18 ESTRUTURAS ANÁLOGAS

19 EVOLUÇÃO CONVERGENTE (OU CONVERGÊNCIA EVOLUTIVA) As estruturas análogas são fruto da evolução convergente. Grupos não aparentados assemelham-se em função da adaptação a uma condição ecológica igual.

20 ANALOGIA ASAS DE INSETOS E DE MORCEGOS TÊM FUNÇÕES SEMELHANTES CARACTERIZA A ADAPTAÇÃO CONVERGENTE OU CONVERGÊNCIA ADAPTATIVA ÓRGÃOS ANÁLOGOS

21 EVOLUÇÃO DIVERGENTE (OU DIVERGÊNCIA EVOLUTIVA) Estruturas homólogas presentes em um grupo ancestral, mas que não desempenha a mesma função nos organismos atuais

22 EVIDÊNCIAS DA EVOLUÇÃO HOMOLOGIA TÊM A MESMA ORIGEM EMBRIONÁRIA PODEM EVIDENCIAR UMA IRRADIAÇÃO ADAPTATIVA BRAÇO HUMANO E ASAS DE AVES ÓRGÃOS HOMÓLOGOS

23

24 IMPORTÂNCIA DA CLASSIFICAÇÃO 1) Mostrar parentesco baseado na filogenia (história evolutiva do grupo) 2) Conveniência

25 CLASSIFICAÇÃO DOS REINOS PRINCÍPIO: 2 grupos...

26 Plantas : imóveis / autotróficos

27 Animais: móveis / heterotroficos

28 Nas décadas dos anos 1950 e 1960 Ultra-estrutura e Bioquímica da Célula. Devido a este novo conhecimento ficou cada vez mais difícil classificar organismos apenas como plantas ou animais

29 Cinco grandes Reinos segundo, Margulis e Schwartz,

30 REINOCÉLULANUTRIÇÃOORG. CEL. MOTILID. MONERA -procariótica - absortiva ou fotossintética - Uni ou multicelular e /ou colonial - móveis com flagelos PROTOCTISTA -eucariótica- absortiva, ingestiva ou fotossíntética - unicelular e/ou colonial ou pluricelular - imóveis ou cílios, flagelos, pseudópodos FUNGI - eucariótica- absortiva- sincicial- imóveis PLANTAE - eucariótica com paredes fotossintética (principal) - pluricelular com tecidos - imóveis ANIMALIA - eucariótica sem paredes - ingestiva - pluricelular com tecidos - móveis (fibras)


Carregar ppt "CLASSIFICAÇÃO DOS SERES VIVOS. 384 - 322 a C Aristóteles Animais Aéreos, Terrestres, Aquáticos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google