A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Políticas Mundiais: Os BRICs. BRIC é um acrônimo criado em novembro de 2001 pelo economista Jim O´Neill, do grupo Goldman Sachs. O termo foi criado para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Políticas Mundiais: Os BRICs. BRIC é um acrônimo criado em novembro de 2001 pelo economista Jim O´Neill, do grupo Goldman Sachs. O termo foi criado para."— Transcrição da apresentação:

1 Políticas Mundiais: Os BRICs

2 BRIC é um acrônimo criado em novembro de 2001 pelo economista Jim O´Neill, do grupo Goldman Sachs. O termo foi criado para designar os 4 (quatro) principais países emergentes do mundo, a saber: Brasil, Rússia, Índia e China. Políticas Mundiais: Os BRICs OS BRICs

3 Políticas Mundiais: Os BRICs

4 Os números ao lado indicam a importância desses países para o desenvolvimento da economia mundial e para o abastecimento alimentício e industrial de outros países.

5 Características comuns destes países: - Economia estabilizada recentemente; - Situação política estável; - Mão-de-obra em grande quantidade e em processo de qualificação; - Níveis de produção e exportação em crescimento; - Boas reservas de recursos minerais; - Investimentos em setores de infraestrutura (estradas, ferrovias, portos, aeroportos, usinas hidrelétricas, etc); - PIB (Produto Interno Bruto) em crescimento; - Índices sociais em processo de melhoria; - Diminuição, embora lenta, das desigualdades sociais; - Rápido acesso da população aos sistemas de comunicação, como, por exemplo, celulares e internet (inclusão digital); - Mercados de capitais (Bolsas de Valores) recebendo grandes investimentos estrangeiros; - Investimentos de empresas estrangeiras nos diversos setores da economia. Políticas Mundiais: Os BRICs

6 Da esquerda para a direita, o premiê da Índia, Manmohan Singh; o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev; o presidente da China, Hu Jintao; e o presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva. Políticas Mundiais: Os BRICs

7 Usando as últimas projeções demográficas e modelos de acumulação de capital e crescimento de produtividade, o grupo Goldman Sachs mapeou as economias dos países BRICs até Especula-se que esses países poderão se tornar a maior força na economia mundial. Políticas Mundiais: Os BRICs

8 Se os resultados correrem como esperado, em menos de 40 anos as economias BRICs, juntas, poderão ser maiores que as dos G6 (Estados Unidos, Japão, Alemanha, Reino Unido, França e Itália) em termos de dólar americano (US$). Políticas Mundiais: Os BRICs

9 Os gráficos ao lado mostram a perspectiva do crescimento das economias BRICs.

10 A divisão de funções seria: O Brasil e a Rússia ficaria responsáveis por produzir alimentos e petróleo. Ambos seriam, também, fornecedores de matéria prima. Políticas Mundiais: Os BRICs A importância de cada país

11 Os negócios de serviços e de manufatura estariam principalmente localizados na Índia e China, devido à concentração de mão-de-obra, em um, e de tecnologia, em outro. A importância de cada país Políticas Mundiais: Os BRICs

12 Estima-se que a China seja, em 2050, a maior economia mundial, tendo como base seu acelerado crescimento econômico sustentado durante todo o início do século XXI. Terá grande concentração de indústria devido à sua população e à tecnologia. Também com grande poderio militar, a China se encontra atualmente num processo de transição do capitalismo de Estado para o capitalismo de mercado, que já deverá estar completo em Mas ainda não se sabe se o governo irá continuar totalitarista ou se a China irá evoluir completamente para um país democrático aos moldes ocidentais impostos pelos Estados Unidos após a Guerra Fria. Políticas Mundiais: Os BRICs

13 A Índia terá a maior média de crescimento entre os BRICs, e estima-se que, em 2050, esteja em 3º lugar no ranking das economias mundiais, atrás apenas de China (em 1º) e EUA (em 2º). Com sua grande população, a indústria ficaria situada nesse país, pelo fato de ter grandes investimentos na profissionalização de sua população e investimentos em tecnologia, além de toda sua tradição nas ciências exatas. Possui, também, grande poderio militar. Políticas Mundiais: Os BRICs

14 A Rússia, junto com Brasil, desempenharia papel de fornecedor de matéria-prima e abasteceria a grande população dos BRICs com sua grande produção agropecuária devido ao seu extenso território. Mas a Rússia terá também, como papel, a exportação de mão-de-obra altamente qualificada e tecnologia de ponta herdadas da Guerra Fria. Além de todo o seu poderio militar. Políticas Mundiais: Os BRICs

15 Rússia, Índia e China já são superpotências militares, ao contrário do Brasil, que ainda não apresentou momentos históricos necessários para uma corrida armamentista. Políticas Mundiais: Os BRICs

16 O Brasil desempenharia o papel de país exportador agropecuário, tendo como principais produtos a soja e o boi. Tudo isso seria necessário para alimentar mais de 40% da população mundial. A cana-de-açúcar também desempenharia papel fundamental na produção de combustíveis renováveis e ecologicamente corretos, como o álcool e a recente atração, o biodiesel. Além disso, fornecerá matérias-primas essenciais a países em desenvolvimento, como o petróleo, o aço e o alumínio, que também são encontrados nos parceiros latinos, fortemente influenciados pelo Brasil, como Argentina, Venezuela e Bolívia. Mas, talvez, o mais importante papel do Brasil estaria em suas reservas naturais de água, na fauna e na flora, ímpares em todo o mundo, que em breve ocuparão o lugar do petróleo na lista de desejos dos líderes políticos de todos os países. O Brasil ficaria em 5º lugar no ranking das maiores economias do mundo em Políticas Mundiais: Os BRICs

17

18

19

20

21

22 O MUNDO DO AVESSO Políticas Mundiais: Os BRICs

23 Poderiam atrapalhar as previsões: Políticas(os) ruins, má sorte, ou erro nas projeções. Políticas Mundiais: Os BRICs


Carregar ppt "Políticas Mundiais: Os BRICs. BRIC é um acrônimo criado em novembro de 2001 pelo economista Jim O´Neill, do grupo Goldman Sachs. O termo foi criado para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google