A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I

2 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Saúde e doença: preocupação antiga Nômades e o pensamento mágico, religioso e sobrenatural; Tribos se espalham e criam diversas explicações para tudo (diversificação de culturas e tradições); Surgem as civilizações, cujos elementos repercutem até os dias de hoje;

3 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Saúde e doença: preocupação antiga Civilizações e os rios; Aumento do volume de trabalho. Conquistas, dominações e escravidão; Assírios, Egípcios, Caldeus, Ebreus e outros povos viam as doenças como decorrentes de causas externas, sem participação do organismo;

4 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Saúde e doença: preocupação antiga Elizeu chegou à casa e lá estava a criança morta deitada em seu leito. Ele entrou, fechou a porta e rezou a Jeová. Depois, subiu ao leito, estendeu-se sobre a criança, pôs a boca contra a sua boca, os olhos contra seus olhos, mãos contra suas mãos, se movimentou sobre ela e a carne da criança se reaqueceu (…) então a criança espirrou e abriu os olhos. (…) Deus inflou o espírito da vida nas narinas de Adão, e é pelas narinas que o homem respira. O espírito manifesta o retorno à vida. Antigo Testamento

5 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Saúde e doença: preocupação antiga Criação dos hospitais; Atividades cirúrgicas limitadas aos socorros ministrados aos ferimentos e fraturas. Cauterização de picadas de cobras. Circuncisão e castração; Cristianismo, pecado, pecados, demônios e o exorcismo;

6 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Saúde e doença: preocupação antiga No Egito (3.000 a.C.) há o desenvolvimento de observações e práticas empíricas; As medicinas clássicas da China e da Índia tinham sistemas empiristas de complexidade filosófica, onde os elementos mágico- religiosos ficavam em segundo plano; Doença vista como desequilíbrio do ambiente físico, como a influência dos astros, do clima, dos insetos e outros animais; Organismo desempenha papel ativo. Saúde é um estado de perfeita harmonia entre os quatro elementos que compõem o corpo humano: terra, ar, água e fogo.

7 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Civilização grega surge entre Índia e China; Nossa cultura é baseada nesta civilização; Os gregos procuraram uma explicação racional para as doenças, fundamentando o que vem a ser chamado medicina científica; Nos séc. VI ao IV descartam os elementos mágico e religiosos;

8 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Duas linhas: As doenças diferentes podem ter causas e sintomas iguais – Terapêutica intervencionista, com exames diretos nos doentes; As doenças eram vistas dentro do quadro de cada indivíduo – Terapêutica de prognóstico, apoiada em reações defensivas naturais, pois não havia doenças, mas doentes (Medicina Hipocrática);

9 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Medicina hipocrática e os humores do corpo: Fogo (coração) Ar (pituíta do cérebro) Terra (bile amarela) Água (bile negra do estômago)

10 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I FOGO: este elemento irradia luz e calor, é ardente e impetuoso... pessoas com um humor similar a este elemento são aquelas do tipo Colérico. Associado ao Verão, tem como corpos celestes associados o Sol e Marte, essencialmente de princípio masculino, extrovertido. TERRA: elemento sólido, compacto, denso e marcado de quietude... pessoas com um humor similar são aquelas do tipo Melancólico. Associado ao Inverno, tem como corpos celestes associados Saturno e Mercúrio, essencialmente de princípio feminino com alguns traços mais ativos o que faz dele um tipo não totalmente introvertido.

11 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I AR: elemento etéreo, impalpável, em constante movimento e por isso mesmo instável... pessoas de humor similar são aquelas do tipo Sanguíneo. Associado à Primavera, tem Júpiter e Mercúrio como sendo os corpos celestes a ele associado, de princípio principalmente masculino. É principalmente extrovertido mas algumas vezes pode apresentar oscilações com momentos de reflexividade. ÁGUA: elemento líquido, plácido porém influencia-se com certa facilidade, impressionável, profundo...pessoas de humor similar são aquelas do tipo Fleumático. Associado ao Outono, tem Lua e Vênus como corpos celestes, e são de princípio feminino essencialmente, por isso mesmo, caracterizam pelo caráter introvertido.

12 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I

13 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Diagnóstico hipocrático: exploração sensorial, comunicação oral, raciocínio e prognóstico; Utilizava-se a auscultação torácica, dreno e sangria; Hipócrates e a liberdade para pensar e discutir. Galeno e o império dominador, onde um manda e outros obedecem.

14 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Início em 476 a.C., com a invasão do Império Romano pelos bárbaros e o regime da escravidão; Duas classes sociais: senhores (proprietários) e servos (não escravos); Guerras pelos feudos, Cruzadas e poder da Igreja católica;

15 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Para assumir o encargo de tratar dos corpos e das almas existia a Igreja, una, culta e, na concepção de seus líderes, generosa. Medicina Patrística; Conhecimento clássico anterior fica restrito aos monastérios;

16 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Duas interpretações para as doenças: Segundo os pagãos, eram devidas à possessão do diabo ou como consequencia de feitiçarias; Para os cristãos as doença eram sinais de purificação e da expiação dos pecados. A terapêutica estava baseada em milagres, obtidos através da súplica, da mortificação e do arrependimento dos pecados.

17 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Ao contrário da veneração pela saúde do classicismo, o ideal monástico do períoido medieval ocidental tendia a aperfeiçoar o espírito e descuidar do corpo; Surge a lepra, a peste bubônica, a varíola, a difteria, sarampo, influenza, ergotismo, tuberculose, escabiose, erisipela, antraz, tracoma, miliária…

18 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Igreja assume o conceito de contágio do Velho Testamento: Devido à uma infecção do hálito que se espalhou em torno deles enquanto falavam, um infectava o outro e não só faziam morrer quem quer que falasse com eles, como, também, quem quer que comprasse, tocasse ou tirasse alguma coisa ques pertencesse. (Monge Franciscano, 1374)

19 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Aceitava-se que a peste era uma doença comunicável, mas qual o elemento comunicável? Hipócrates e Galeno acreditavam que algumas alterações atmosféricas, uma corrupção do ar, trazia a doença; matéria orgânica em decomposição, águas estagnadas e pútridas, etc, corrompiam o ar. O ar alterado, caso inalado, em contato com os humores do corpo, trazia a doença. Para que a doença se disseminasse era necessário uma conjungação maligna dos astros que conferia à atmosfera uma virulência especial.

20 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Mas como explicar o fato de alguns serem atingidos pelas doenças e outros não? Predisposição e higiene individual. Todas as ordens monásticas possuíam regulamentações referentes à higiene pessoal; IV Cruzada ( ) – Estímulo comercial e urbano (burgos). Surgimento dos burgueses e mudaça na economia.

21 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Renascimento versus conduta dominante da Idade Média (autoridade dos reis e dogmatismo da igreja); Salto qualitativo da ciência com o Renascimento Cultural; O espírito crítico levou à ciência experimental, à observação, às explicações racionais para os fenômenos da natureza;

22 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Movimento de rebeldia visto como atitude herege; Surge Copérnico ( ) e a teoria heliocêntrica; Isaac Newton ( ) e a lei da gravitação universal; Willian Harvey ( ) e a descoberta da circulação sanguinea; André Vesálio ( ) e a anatomia moderna; Amboise Paré ( ) pai da cirurgia moderna;

23 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Nascem teorias para explicar as doenças epidêmicas (seminárias) e o contágio (fômites e ar); Surge a teoria miasmática, onde condições sanitárias ruins criavam um estado atmosférico local, que vinha a causar as doenças infecciosas. Estuda-se a violência sobre a estrutura natural da máquina vital;

24 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I No século XVIII os estudos voltam-se a compreensão do funcionamento do corpo humano e das alterações anatômicas sofridas durante a doença; O estudo das causas cede lugar à prática clínica, localização das doenças no organismo e linguagem dos sinais e sintomas; Com a clínica, esquece-se as causas;

25 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social Do Renascentismo, passamos pelo Iluminismo e chegamos ao Estado Liberal com as idéias de Adam Smith que considerava o trabalho, e não a terra, a fonte de toda riqueza. Nasce uma nova sociedade de classes e uma cultura comprometida com o modo de produção capitalista; Teorias liberais versus socialistas;

26 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social No final do século XVIII, após a Revolução Francesa, no contexto da crescente urbanização dos países europeus e da consolidação do sistema fabril, aparece, com força crescente, a concepção de causação social (relações de trabalho e as doenças); O ambiente deixa de ser momentaneamente natural para revestir-se do social;

27 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social É nas condições de vida e trabalho do homem que as causas das doenças devem ser buscadas; As epidemias não apontarão para as deficiências da sociedade? Pode-se apontar como causas as condições atmosféricas, as mudanças cósmicas gerais e coisas parecidas mas, em si e por si, estes problemas nunca causam epidemias. Só podem produzi-las onde, devido às condições sociais de pobreza, o povo viveu durante muito tempo em uma situação anormal.

28 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social Os fatores externos são minimizados e sua ação só se traduzirá em doença onde e quando o contexto social permitir que tal fato ocorra; Movimentos revolucionários derrotados e a Medicina Social deixada de lado; Denúncias ao mundo do trabalham resultam em vigilância sanitária e legislação trabalhista;

29 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social Descobertas bacteriológicas e a retomada das causas externas (Seminárias de Fracastoro agora são visíveis e chamadas de bactérias); Para a ciência dominante, a bacteriologia veio libertar a medicina dos complexos determinantes econômicos, sociais e políticos que a impediam de desenvolver-se cientificamente;

30 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social A causalidade fica bem mais simplificada: para cada doença, uma agente etiológico deverá ser identificado e combatido, por meio de vacinas ou produtos químicos; Esta teoria unicausal insuficiente dá lugar, no início do século XIX, às concepções multicausais, sem que se recupere o conceito de causação social;

31 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social Após a II Guerra Mundial, inicia-se uma transição epidemiológica, com a redução das doenças infecto-parasitárias e o aumento das doenças crônico-degenerativas; Desenvolve-se a estatística com os computadores, sendo possível a análise de vários fatores; Nasce a multicausalidade;

32 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social O modelo multicausal possui diferentes abordagens: Simples análise das múltiplas causas das doenças: busca uma rede de relações causais entre os fatores de risco e as doenças (Modelo de Balança, de Rede de Causalidade e; Modelo ecológico: reduzem o social ou o bilogizam, na medida em que o consideram como uma dimensão a mais do indivíduo humano, sem estabelecer hierarquia entre os processos sociais e biológicos;

33 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social O modelo multicausal possui diferentes abordagens: Modelo de determinação social da doença: retomada das abordagens sociais na Epidemiologia. Tenta explicar a baixa eficácia da medicina curativista e hospitalar, com seus altos custos e suas limitações na explicação dos diferenciais de saúde e doença entre os grupos sociais. Estabelece uma hierarquia, onde o social é a principal causa.

34 Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Idade contemporânea e a determinação social


Carregar ppt "Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva I Prof. Esp. Mick Lennon Machado Curso de Nutrição Nutrição e Saúde Coletiva."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google