A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monica Massa........................................................................... Modelo Essencial de Dados - Página 1 __________________________________________________________________________________________________________.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monica Massa........................................................................... Modelo Essencial de Dados - Página 1 __________________________________________________________________________________________________________."— Transcrição da apresentação:

1 Monica Massa Modelo Essencial de Dados - Página 1 __________________________________________________________________________________________________________ Definição: â Algo concreto ou abstrato que possui características que o torna distinguível. â Alguma coisa que desempenha um papel específico no sistema que está sendo modelado. â Unidade sobre a qual se quer guardar informação. EXEMPLOS: n livro, empregado, aluno, curso, fornecimento de uma encomenda, aproveitamento de um aluno numa disciplina. § Entidade: è 2ª atividade do modelo comportamental: Construir o modelo essencial dos dados do sistema. * MODELO CONCEITUAL DE DADOS - revisão

2 Monica Massa Modelo Essencial de Dados - Página 2 __________________________________________________________________________________________________________ § Entidade: è 2ª atividade do modelo comportamental: Construir o modelo essencial dos dados do sistema. * MODELO CONCEITUAL DE DADOS - revisão REPRESENTAÇÃO: n Uma classe de entidades é representada no modelo conceitual por um retângulo com o nome da classe. EMPREGADODEPARTAMENTO LIVRO

3 Monica Massa Modelo essencial de dados - Página 3 __________________________________________________________________________________________________________ 4 Como identificar as entidades de dados do sistema: â Através da análise de cada um dos eventos âAtravés das entidades externas â Através da memória essencial (depósitos de dados) â Através dos estímulos e respostas da lista de eventos

4 Monica Massa Modelo essencial de dados - Página 4 __________________________________________________________________________________________________________ § Atributo: Ao observarmos objetos em um ambiente, estamos, na verdade, reconhecendo tais elementos através da identificação de suas características próprias. Assim CARRO é diferente de PESSOA a partir da verificação de suas características. Definição: â São dados que caracterizam uma determinada propriedade de uma entidade (objeto). â São os dados que possuem significado para uma entidade (objeto). Exemplos: CARRO: placa, marca, cor, ano de fabricação. CLIENTE: nome, endereço, telefone, cpf.

5 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 5 __________________________________________________________________________________________________________ § Relacionamento: Definição: â Representa um mapeamento entre classes de entidades. â É a associação entre as classes de entidades. Exemplos: ALUNO está matriculado em DISCIPLINA CLIENTE tem CONTA CORRENTE EMPREGADO está lotado em DEPARTAMENTO EMPREGADODEPARTAMENTO Está lotado em

6 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 6 __________________________________________________________________________________________________________ § Relacionamento: Cardinalidade: â É a quantidade de correspondência entre as duas entidades relacionadas. 1:11:NN:M DEPENDENTE tem EMPREGADO 1 N

7 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 7 __________________________________________________________________________________________________________ CLIENTECHEQUE EMITE Condicionalidade: â Indica a obrigatoriedade ou não do relacionamento. Exemplo: 1 cheque é emitido por um cliente. 1 cliente pode ou não emitir cheques. 1,10,1

8 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 8 __________________________________________________________________________________________________________ § Relacionamentos com atributos : ALUNOCURSO frequenta 0,M1,N ATRIBUTO TIPO PROPRIETÁRIO nome do aluno entidadealuno data de nascimentoentidadealuno nome do cursoentidadecurso carga horáriaentidadecurso quant. de faltasrelacionamentofrequenta média finalrelacionamentofrequenta data da inscriçãorelacionamentofrequenta

9 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 9 __________________________________________________________________________________________________________ § Dicionarização do modelo de dados : 1) Descrição das entidades: âNenhum modelo é suficientemente claro se não for acompanhado de uma definição formal dos elementos âConceitos triviais para quem está modelando não o são para pessoas que não participaram do processo. âÉ extremamente importante que as definições sejam completas e inequívocas.

10 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 10 __________________________________________________________________________________________________________ § Dicionarização do modelo de dados : 2) Lista de atributos de cada entidade: n É uma lista das entidades com seus respectivos atributos, utilizada para documentação. n Formada pelo nome da entidade, seguido pela lista de atributos que a compõem entre parênteses, e de acordo com as seguintes convenções: - cada atributo é separado do outro por uma vírgula. - os atributos que identificam a entidade devem encabeçar a lista e devem ser sublinhados. - podem haver repetições. n Exemplo: EMPREGADO (matrícula, nome, data-admissão, cargo, salário, departamento, endereço, ((telefone)), (nome- dependente, tipo- dependente))

11 Monica Massa Modelo Essencial de dados - Página 11 __________________________________________________________________________________________________________ § Exercício – Oficina Mecânica : A oficina CALHAMBEQUE pretende se modernizar, automatizando os seus serviços. Para tal, foi contratada a empresa SOFT E HARD para desenvolver o sistema de informação necessário para a oficina. O Sr. Carlos, gerente da oficina, explicou em entrevista aos analistas de sistemas da empresa SOFT E H ARD como é o processo de trabalho no dia-a-dia da oficina: O funcionário da recepção recebe o veículo com defeito. Se o indivíduo já for cliente da oficina, ele anota as informações necessárias sobre o veículo: marca, cor, modelo, ano de fabricação, número do chassis, placa, etc. No caso de ser um novo cliente, ele também abre uma ficha com as suas informações gerais (do cliente), incluindo um telefone de contato. O veículo é então encaminhando para o interior da oficina, onde é detectado o problema e preparado um orçamento para o conserto. O orçamento contém todas as peças que deverão ser trocadas e a mão-de-obra necessária. Existe uma tabela de preços de peças e de mão-de-obra para cada tipo de conserto anexada na parede da oficina. Ao concluir o orçamento, a oficina liga para o cliente pedindo aprovação para efetivar o conserto. Em caso positivo, a ficha do carro é marcada com OK, e enviada junto com o veículo para a equipe de consertos da oficina. Quando o serviço é concluído, a ficha retorna para a recepção, e novamente o cliente é contatado, avisando que ele já pode buscar o seu veículo.


Carregar ppt "Monica Massa........................................................................... Modelo Essencial de Dados - Página 1 __________________________________________________________________________________________________________."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google