A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INDEPENDÊNCIA DOS PAÍSES LATINO- AMERICANOS.. Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Processo de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INDEPENDÊNCIA DOS PAÍSES LATINO- AMERICANOS.. Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Processo de."— Transcrição da apresentação:

1 INDEPENDÊNCIA DOS PAÍSES LATINO- AMERICANOS.

2 Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Processo de libertação das colônias espanholas. Quando: Aproximadamente entre 1810 e Quando: Aproximadamente entre 1810 e 1830.

3 Fatores externos: Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento das potências coloniais). Crise geral do Antigo Regime (enfraquecimento das potências coloniais). Iluminismo (base ideológica). Iluminismo (base ideológica). Independência dos EUA (ex.). Independência dos EUA (ex.). Guerras napoleônicas (Espanha invadida sem condições de controlar as colônias americanas). Guerras napoleônicas (Espanha invadida sem condições de controlar as colônias americanas).

4 Revolução Industrial (pressão inglesa para abertura de mercados). Revolução Industrial (pressão inglesa para abertura de mercados). Doutrina Monroe: A América para os Americanos (auxílio dos EUA). Doutrina Monroe: A América para os Americanos (auxílio dos EUA).

5 Fatores internos: Pacto colonial retardando o desenvolvimento das colônias. Pacto colonial retardando o desenvolvimento das colônias. Desigualdades sociais Desigualdades sociais

6 A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA: (aproximadamente 20 milhões de pessoas). 1% CHAPETONES e CLERO 1% CHAPETONES e CLERO 13,5% CRIOLLOS 13,5% CRIOLLOS 27,5% MESTIÇOS 27,5% MESTIÇOS 58% ÍNDIOS e NEGROS 58% ÍNDIOS e NEGROS

7 A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA: 1% CHAPETONES e CLERO: Espanhóis, altos cargos, privilégios. 1% CHAPETONES e CLERO: Espanhóis, altos cargos, privilégios. 13,5% CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na América. Elite colonial, grandes proprietários e comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras Municipais) 13,5% CRIOLLOS: Descendentes de espanhóis nascidos na América. Elite colonial, grandes proprietários e comerciantes. Integrantes dos Cabildos (Câmaras Municipais)

8 A SOCIEDADE COLONIAL ESPANHOLA: 27,5% MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos criollos. 27,5% MESTIÇOS: capatazes e artesãos que serviam aos criollos. 58% ÍNDIOS e NEGROS: explorados como escravos ou semi-escravos (Mita ou Repartimiento – trabalho forçado nas minas/ Encomienda – trabalho servil nos latifúndios agroexportadores, também chamados de haciendas ou plantations) 58% ÍNDIOS e NEGROS: explorados como escravos ou semi-escravos (Mita ou Repartimiento – trabalho forçado nas minas/ Encomienda – trabalho servil nos latifúndios agroexportadores, também chamados de haciendas ou plantations)

9 PRECURSORES: TUPAC AMARU (PERU – 1780): rebelião indígena. Massacre de cerca de 80 mil pessoas. TUPAC AMARU (PERU – 1780): rebelião indígena. Massacre de cerca de 80 mil pessoas. FRANCISCO MIRANDA (VENEZUELA – 1811): criollo que liderou a libertação provisória da Venezuela. Foi preso e morreu na ESPANHA. FRANCISCO MIRANDA (VENEZUELA – 1811): criollo que liderou a libertação provisória da Venezuela. Foi preso e morreu na ESPANHA.

10 Guerras de Independência: Guerras de Independência: Intervenção napoleônica na ESPANHA. Intervenção napoleônica na ESPANHA. Deposição do rei Fernando VII. Deposição do rei Fernando VII – 1814: Criollos tomam o poder na América amparando-se nos Cabildos e formando juntas governativas com apoio da população. Derrotados após a restauração da monarquia na ESPANHA – 1814: Criollos tomam o poder na América amparando-se nos Cabildos e formando juntas governativas com apoio da população. Derrotados após a restauração da monarquia na ESPANHA.

11 1817 – 1825: lutas vitoriosas. SIMÓN BOLÍVAR (republicano) e SAN MARTIN (monarquista) – principais líderes. SIMÓN BOLÍVAR SAN MARTIN

12 Apoio da ING e dos EUA, ambos interessados em novos mercados. Apoio da ING e dos EUA, ambos interessados em novos mercados. BOLIVAR – libertação da Venezuela em direção ao Peru (norte para o sul). BOLIVAR – libertação da Venezuela em direção ao Peru (norte para o sul). SAN MARTIN – libertação da Argentina em direção ao Peru (sul para o norte). SAN MARTIN – libertação da Argentina em direção ao Peru (sul para o norte). Apoio popular. Apoio popular. Libertação de escravos. Libertação de escravos.

13 BOLIVARISMO: ideal de unidade territorial do continente (oposição da ING, EUA e elites rurais locais). BOLIVARISMO: ideal de unidade territorial do continente (oposição da ING, EUA e elites rurais locais). Fracasso (Congresso do Panamá). Fracasso (Congresso do Panamá).

14 A AMÉRICA INDEPENDENTE: MÉXICO – 1821 MÉXICO – 1821 REP.CENTRO AMERICANA – 1821 EQUADOR – 1830 PERU – 1821 BOLÍVIA – 1825 BOLÍVIA – 1825 CHILE – 1818 HAITI – 1804 HAITI – 1804 VENEZUELA – 1830 VENEZUELA – 1830 NOVA GRANADA – 1831 NOVA GRANADA – 1831 BRASIL – 1822 BRASIL – 1822 PARAGUAI – 1811 PARAGUAI – 1811 ARGENTINA – 1810 ARGENTINA – 1810

15 Consequências: Fragmentação territorial em várias repúblicas. Fragmentação territorial em várias repúblicas. Instabilidade política (lutas internas pelo poder). Instabilidade política (lutas internas pelo poder). Dependência econômica (Sul – ING, Centro – EUA). Dependência econômica (Sul – ING, Centro – EUA). Estrutura econômica inalterada (América permanece como fornecedora de matéria-prima e consumidora de manufaturados). Estrutura econômica inalterada (América permanece como fornecedora de matéria-prima e consumidora de manufaturados).

16 CAUDILHISMO – tipo de governo característico da América Latina do período, com líderes autoritários, paternalistas e conservadores, representantes das elites locais. CAUDILHISMO – tipo de governo característico da América Latina do período, com líderes autoritários, paternalistas e conservadores, representantes das elites locais. Desigualdades sociais – mestiços, índios e negros ainda marginalizados. Desigualdades sociais – mestiços, índios e negros ainda marginalizados.

17 FIM Adaptado de: dencia_America_Espanhola.ppt


Carregar ppt "INDEPENDÊNCIA DOS PAÍSES LATINO- AMERICANOS.. Independências das nações latino-americanas: Processo de libertação das colônias espanholas. Processo de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google