A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SEMINÁRIO SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP 22-24 DE MAIO DE 2006 SUBSEÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SEMINÁRIO SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP 22-24 DE MAIO DE 2006 SUBSEÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SEMINÁRIO SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP DE MAIO DE 2006 SUBSEÇÃO CNM/CUT

2 CARACTERÍSTICAS DO SETOR AUTOMOTIVO OLIGOPÓLIO GLOBAL E MUDANÇAS PATRIMONIAIS TRÊ POLOS PRODUTIVOS PRINCIPAIS: EUA, EUROPA E JAPÃO GRANDE CAPACIDADE INSTALADA MUNDIALMENTE X ESTAGNAÇÃO DEMANDA INTENSO PROCESSO DE RACIONALIZAÇÃO DO PROCESSO PRODUTIVO TECNICAS DE PRODUÇÃO ALTAMENTE DISSEMINADAS FOCO NO PAÍS DE ORIGEM NAS ATIVIDADES DE PROJETO, ENGENHARIA E MARKETING PAÍSES PERIFÉRICOS X PAÍSES CENTRAIS NA PRODUÇÃO AUTOMOTIVA INTENSIVOS EM MÃO-DE-OBRA X INTENSIVOS EM TECNOLOGIA MAIOR VALOR ADICIONADO X MENOR VALOR ADICIONADO DESLOCALIZAÇÃO SEGUE UMA DINAMICA DE ESPECIALIZAÇÃO DENTRO DA CADEIA

3 CARACTERÍSTICAS DO SETOR DE AUTOPEÇAS INTENSO PROCESSO DE FUSÃO E AQUISIÇÃO EXCESSIVA DIVERSIFICAÇÃO DE PRODUTOS ESTRATÉGIAS EM FUNÇÃO DA POLÍTICA DE COMPRAS, INVESTIMENTOS E LANÇAMENTOS DAS MONTADORAS NOVA LÓGICA DE RELACIONAMENTO COM MONTADORAS – DIVISÃO DOS RISCOS, INVESTIMENTOS E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS NOVOS MODELOS PRODUTIVOS (CONSÓRCIO) FORNECEDORES DE 2º. E 3º. NIVEL – MENOR PODER DE NEGOCIAÇÃO, PRIMEIROS A ASSUMIR QUEDA NA RENTABILIDADE

4 PERSPECTIVAS ESTABILIDADE DEMANDA (CRESCIMENTO CICLOS DE CRESCIMETNO E RETRAÇÃO) PREVISÃO DE CRESCIMENTO DE 10 MILHÕES DE UNIDADES ATÉ 2012 DESLOCALIZAÇÃO PRODUÇÃO PARA CHINA E OUTROS PAÍSES ASIA E LESTE EUROPEU (INVESTIMENTOS MONTADORAS COREANAS E JAPONESAS) PRODUÇÃO X VALOR DE MERCADO CRISE MONTADORAS E AUTOPEÇAS AMERICANAS REESTRUTURAÇÃO DAIMLER CHRYSLER E VOLKSWAGEN DEMISSÕES ANUNCIADAS DE 130 MIL TRABALHADORES

5 CARACTERÍSTICAS DO SETOR AUTOMOTIVO FATORES DETERMINANTES: FINANCIAMENTO, EXPANSÃO DA DEMANDA, ESPECIALIZAÇÃO E COMPLEMENTARIEDADE, ACORDOS REGIONAIS DIRETRIZES ESTRATÉGICAS: CONTEXTO INTERNACIONAL, CAPACITAÇÃO COMPETITIVA DA CADEIA, DEMANDA DOMÉSTICA, MAIOR INTEGRAÇÃO CADEIA, DIVERSIFICAÇÃO DE PRODUTOS, ACORDOS COMERCIAIS

6 PERFIL SETOR MERCOSUL

7 REGIME AUTOMOTIVO MERCOSUL TRATADO DE ASSUNÇÃO EXCEÇÕES: AUTOMOTIVO, AÇUCAREIRO, BK, INFORMÁTICA, TELECOMUNICAÇÕES 1994: COMITÊ TÉCNICO PARA ELABORAR REGIME AUTOMOTIVO COMUM PARA VIGORAR A PARTIR DE 2000

8 REGIME AUTOMOTIVO MERCOSUL ASSIMETRIAS: REGIME AUTOMOTIVO ARGETINA E REGIME AUTOMOTIVO BRASIL ACORDOS BILATERAIS PROTOCOLOS No.28 29: intercambio compensado 1:1, comércio livre para autopeças, cota para veículos fabricados nos dois países No. 30: comércio administrado e previsão de livre comércio para 2006; imposto de importação comum, tratamento especial para autopeça extrazona, requisitos de origem específicos, proibição de importação de usados No. 31: começou a aumentar o flex: 2,0 para 2,6 No. 33: prorroga 32 até 30 de junho de 2006 e estabelece pauta comum

9 REGIME AUTOMOTIVO MERCOSUL AGENDA DE NEGOCIAÇÃO: FLEX TRADE (DIVERGÊNCIA BRASIL E ARGENTINA SOBRE COMO CONTABILIZAR) REDUTOR DO IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO PARA O SETOR DE AUTOPEÇAS PRAZO PARA O LIVRE COMÉRCIO

10 PERFIL SETOR UNIÃO EUROPÉIA SETOR IMPORTANTE PARA ECONOMIA EUROPÉIA REPRESENTA 10% DO VALOR ADICIONADO DA INDÚSTRIA LOCAL, CONCENTRADO PRINCIPALMENTE NA ALEMANHA, FRANÇA, ESPANHA, REINO UNIDO E ITÁLIA EM 2005, PRODUZIU 17 MILHÕES DE UNIDADES EMPREGA 2,2 MILHÕES DE TRABALHADORES ESPANHA PRODUZ 3 MILHÕES DE VEÍCULOS E EXPORTA 2,5 MILHÕES DE UNIDADES

11 PERFIL SETOR UNIÃO EUROPÉIA GM BELGICA ALEMANHA (3) POLONIA PORTUGAL ESPANHA (2) SUECIA REINO UNIDO (2) VW BÉLGICA REPUBLICA CHECA (3) ALEMANHA (7) HUNGRIA ITÁLIA POLONIA PORTUGAL ESLOVAQUIA ESPANHA (3) REINO UNIDO PSA FRANÇA (5) PORTUGAL ESPANHA (2) REINO UNIDO RENAULT FRANÇA (6) ROMENIA ESLOVENIA ESPANHA (2) TURQUIA (2)

12 SETOR AUTOMOTIVO UE NECESSIDADE DE UMA POLÍTICA INDUSTRIAL MAIS CLARA PARA O SETOR CERTA ESTABILIDADE NO NÚMERO DE TRABALHADORES – ESCONDE PERMANENTE PROCESSO DE REESTRUTURAÇÃO DE CADA 7 POSTOS DE TRABALHO 1 ESTÁ RELACIONADO A CADEIA AUTOMOTIVA – MUDANÇA ESTRUTURAL NAS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS E NOS DIREITOS DOS TRABALHADORES DESSE SETOR É CRIAR NOVO PARADIGMA PARA RELAÇÕES DE TRABALHO NA EUROPA DISPUTA DOS INVESTIMENTOS ENTRE PAÍSES DO LESTE EUROPEU E PAÍSES SEMIPERIFÉRICOS DA EUROPA

13 POLÍTICA INDUSTRIAL NA VISÃO DOS TRABALHADORES POLÍTICA MACROECONOMICA POLÍTICA COMÉRCIO EXTERIOR POLÍTICAS DE FOMENTO POLÍTICA DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS ESTÍMULO AO DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO DE PROJETO E COMPENENTES NACIONAIS E REGIONAIS FORTALECIMENTO DE REDE DE FORNECEDORES NACIONAIS E REGIONAIS DEMOCRATIZAÇÃO DAS RELAÇÕES ENTRE CADEIA AUTOMOTIVA, GOVENO E SOCIEDADE CONTRATAÇÃO COLETIVA NACIONAL DE TRABALHO

14 ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHADORES E NEGOCIAÇÃO COLETIVA NO SETOR EMPRESAS COM AMI - MERCOSUL COMITÊS/REDES DE EMPRESAS AMI


Carregar ppt "SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SEMINÁRIO SETOR AUTOMOTIVO MERCOSUL E UNIÃO EUROPÉIA SÃO BERNARDO DO CAMPO, SP 22-24 DE MAIO DE 2006 SUBSEÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google