A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Gravidez Precoce A Gravidez Precoce Joana Alves Nº15 9ºE Nádia Martins Nº19 9ºE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Gravidez Precoce A Gravidez Precoce Joana Alves Nº15 9ºE Nádia Martins Nº19 9ºE."— Transcrição da apresentação:

1 A Gravidez Precoce A Gravidez Precoce Joana Alves Nº15 9ºE Nádia Martins Nº19 9ºE

2 A Iniciação da vida Sexual A puberdade marca o início da vida sexual dos rapazes e das raparigas. Esta fase é caracterizada por mudanças físicas e psicológicas.

3 Os Métodos Contraceptivos Os métodos contraceptivos permitem a existência de uma vida sexual saudável, sem possibilidade de transmissão de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) ou sem perigo de gravidez.

4 Pílula É um comprimido que contém hormonas que, fazem parar a ovulação. Preservativo feminino É um preservativo de látex que qualquer mulher pode colocar manualmente na sua vagina. Preservativo Masculino É feito de látex e é o único método contraceptivo que previne a infecção das DST (doenças sexualmente transmissíveis)

5 Diafragma É um disco de borracha que se coloca na vagina e que impede os espermatozóides de fecundar o óvulo. DIU (dispositivo intra uterino) É introduzido na cavidade uterina e impede que os espermatozóides fecundem o óvulo. São produtos que matam os espermatozóide s impedindo que entrem no útero.

6 Laqueação das trompas Consiste no corte das trompas de Falópio que levam o ovócito do ovário para o útero. Vasectomia Consiste no corte dos dois canais deferentes, impedindo a passagem dos espermatozóides.

7 Foi feito um Inquérito em duas turmas de 25 e 21 alunos entre os 14 e os 16 anos respectivamente com o objectivo de determinar alguns aspectos sobre a sua vida sexual.

8 Concluiu-se que os métodos contraceptivos mais conhecidos são o preservativo e a pílula.

9

10 As principais razões dadas para justificar o facto de se assumir a criança foram: O facto de terem os seus princípios; porque em parte são responsáveis pela Criança. As razões dadas para o facto de não assumirem a paternidade foram: Porque são demasiado jovens para assumir uma criança; falta de condições para manterem a criança.

11 As principais razões dadas por aqueles que rejeitavam a criança foram: Rejeitavam a criança porque não querem ter filhos) Não rejeitavam porque a criança não tem culpa das acções dos pais, logo tinham que assumir as suas responsabilidades.

12 Permitiam que ela fizesse aborto porque consideram que a decisão é dela, e também porque são demasiado novos para ser pais, e isso põe em causa os seus projectos de vida. Porque ela corria riscos de vida, porque é ilegal e porque consideram que a criança é um ser vivo que tem direito à vida.

13 Sim porque não podiam ficar com a criança devido à falta de condições. Não porque têm obrigações para com a criança.

14 Sim porque consideram que a criança não tem culpa, são responsáveis por ela, se é seu têm que assumir. Não porque consideram que assumir a criança implica a destruição de planos de vida e também devido à falta de condições para criar a criança.

15 Sim porque consideram ser a solução mais fácil para o problema. Não porque consideram ser irresponsável, contra os seus princípios e porque põe em risco a sua vida.

16 Sim porque consideram ser a solução mais fácil, e também, porque a criança podia ter assim melhores condições de vida. Não porque consideram que se o filho é delas, elas é que têm que ser responsáveis por ele.

17 Os principais problemas apontados para uma situação de gravidez precoce são: Abandono da escola; Falta de maturidade para educar uma criança; Rejeição por parte dos pais Destruição de planos de vida Falta de apoio financeiro para cuidar da criança

18 A Gravidez Precoce Consequências de uma gravidez precoce para a jovem: Dificuldade na relação com os pais pelo surgimento da gravidez. Muitas vezes os pais não aceitam esta situação. Dificuldade na relação consigo mesma. Dificuldade em ser aceite pelos outros. Receio de possíveis alterações no relacionamento com o seu namorado.

19 A Prática do Aborto O aborto é a suspensão espontânea ou provocada da gravidez nas suas primeiras 28 semanas, quando o feto ainda não pode viver. A prática de um aborto tem consequências negativas como efeitos físicos e psicológicos sobre a pessoa como: esterilidade; sentimento de culpa; abortos espontâneos e impulsos suicidas

20 Consequências de uma Gravidez Precoce para a criança: Possível má formação do feto; A mãe não tem capacidade psicológica, física, emocional nem mental para educar uma criança, Abandono familiar, Abdicação dos sonhos da jovem em seu favor, Possíveis depressões psicológicas para a mãe, O pai muitas vezes não assume a criança.

21 Organizações de ajuda a grávidas adolescentes Ajuda Mãe APF - Associação para o Planeamento da Família Instituição de solidariedade social apoia jovens grávidas e mães adolescentes nt_id/127/http://www.medicosdeportugal.pt/action/2/c nt_id/127/


Carregar ppt "A Gravidez Precoce A Gravidez Precoce Joana Alves Nº15 9ºE Nádia Martins Nº19 9ºE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google