A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Trabalho realizado por:Adriana Silva nº1,Bruno Rodrigues nº6 e Sérgio Fernandes nº18 Escola E.B. 2/3 do Couto Mineiro Educação Moral e Religiosa Católica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Trabalho realizado por:Adriana Silva nº1,Bruno Rodrigues nº6 e Sérgio Fernandes nº18 Escola E.B. 2/3 do Couto Mineiro Educação Moral e Religiosa Católica."— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho realizado por:Adriana Silva nº1,Bruno Rodrigues nº6 e Sérgio Fernandes nº18 Escola E.B. 2/3 do Couto Mineiro Educação Moral e Religiosa Católica Professor José António Ano lectivo 2010/2011 AMOR HUMANO

2 Introdução No âmbito da disciplina de Educação Moral Religiosa Católica, o professor José Oliveira propôs-nos a realização de um trabalho com o tema O Amor Humano. Iremos falar sobre o que é o amor, amizade e namoro, a sexualidade, os problemas da vivência da sexualidade…

3 O que é o amor? É difícil definir o amor. Amar pode ser : simpatizar com uma pessoa, encontrar afinidades com ela, Entrar em sintonia. Amar é sobretudo, querer o bem do outro e agir de acordo com esta vontade. No limite, amar é ser capaz de se sacrificar pela felicidade de quem se ama.

4 Amizade e namoro A adolescência é a época das grandes amizades, é nesta época que surgem as primeira paixões. Quando sentimos que o outro com quem partilhamos algum do nosso tempo torna-se única na nossa vida pensa se até que não se consegue vir sem aquela pessoa.

5 A sexualidade: a abertura à vida Podemos, de uma maneira simplificada, entender a sexualidade,quando falamos e pensamos sobre as nossas sensações, sentimentos e emoções envolvendo a energia sexual. Para falar de energia sexual podemos nos referir à libido, vem do latim e quer dizer desejo violento ou luxúria.

6 As problemáticas na vivência da sexualidade O assédio sexual é uma forma de agressão, através de olhares incómodos, toques despropositados, piropos inconvenientes, bilhetinhos cheios de segundas intenções… Pedofilia: A pedofilia é atracção erótica de adultos por crianças ou adolescentes. Violação: A violação é a realização de relações sexuais sem consentimento mútuo, impostas por meio de violência.

7 Prostituição: A prostituição é a compra e a venda do corpo. Para a pessoa que faz da prostituição o seu modo de vida trata-se de obter dinheiro. Para a pessoa que procura a prostituição, trata-se de obter prazer sexual. A pornografia: Consiste no uso abusivo da beleza do corpo humano direccionado à venda de produtos.

8 A FAMÍLIA COMO CÉLULA DA SOCIEDADE DIREITOS Habitação Cuidados médicos Trabalho Protecção Liberdade DEVERES Cuidar das crianças e dos idosos Colaborar nas tarefas de casa Partilhar os bens, o tempo, a atenção Respeitar os outros membros da família Obedecer aos mais velhos

9 Planeamento familiar Antes de tomar uma decisão sobre o método de planeamento familiar a adoptar, o casal deve procurar informação cientificamente correcta sobre: o funcionamento, as vantagens e desvantagens, o efeito sobre a saúde e a eficácia de todos os métodos existentes.

10 Métodos de planeamento familiar Métodos Naturais Existem dois métodos naturais acreditados pela Organização Mundial de Saúde: O Método da Ovulação Billings; O Método Sinto-Térmico. O método do calendário (contas) não é considerado um método credível de planeamento familiar e o método da temperatura só é eficaz quando incluído no Método Sinto- Térmico.

11 Métodos Artificiais (Contraceptivos) Métodos químicos (hormonais)-Pílula contraceptiva,adesivo,anel vaginal… Métodos de Barreira-Preservativo,Diafragma,Espermicidas Método de Intervenção-Dispositivo Intra-uterino (DIU) Métodos cirúrgicos-Laqueação das trompas, vasectomia Os métodos naturais (Método de Ovulação Billings e o Método Sinto-Térmico) baseiam-se na observação, feita pela mulher, de sinais que o seu corpo emite e que lhe permitem identificar os dias em que está fértil e aqueles em que está infértil. O homem está sempre fértil.

12 A adopção Em termos legais a adopção é o acto jurídico pelo qual uma criança, um adolescente ou um jovem é plena ou parcialmente assumido como filho por um casal ou indivíduo que, não sendo pais biológicos, desejam e assumem uma relação de paternidade e maternidade com a pessoa adoptada.

13 Conclusão Com este trabalho enriquecemos os nossos conhecimentos sobre o amor. Esperamos que este trabalho tenha sido útil e que tenham aprendido com ele.


Carregar ppt "Trabalho realizado por:Adriana Silva nº1,Bruno Rodrigues nº6 e Sérgio Fernandes nº18 Escola E.B. 2/3 do Couto Mineiro Educação Moral e Religiosa Católica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google