A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Participação Popular na administração municipal, por meio do Você em Ação é um instrumento de planejamento anual que contribui na priorização das demandas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Participação Popular na administração municipal, por meio do Você em Ação é um instrumento de planejamento anual que contribui na priorização das demandas."— Transcrição da apresentação:

1

2 A Participação Popular na administração municipal, por meio do Você em Ação é um instrumento de planejamento anual que contribui na priorização das demandas da cidade, permitindo o acesso universal de toda a população nas decisões sobre a cidade. PARTICIPAÇÃO POPULAR

3 É um espaço de co-gestão entre a comunidade e o governo que decidem juntos onde e como serão aplicados os recursos e investimentos da cidade. PARTICIPAÇÃO POPULAR

4 RECEITAS Na nossa FAMÍLIA temos uma arrecadação que é a soma das rendas e salários das pessoas que vivem na mesma casa: Exemplo: salário do pai, salário da mãe, aposentadoria da avó e salário do filho mais velho. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

5 RECEITAS Na Prefeitura a arrecadação é feita com os impostos próprios do município como o IPTU, ISS, TAXAS e ITBI; O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

6 RECEITAS E principalmente das transferências federais como o FPM, ITR, FUNDEB e CONVÊNIOS, além das transferências do estado que são o ICMS, IPVA e CONVÊNIOS. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

7 DESPESAS Na nossa FAMÍLIA temos variadas despesas como: luz, telefone, água, alimentação, aluguel, combustível, conservação do carro, salão de beleza, material escolar, roupas, etc. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

8 DESPESAS Na Prefeitura as despesas também são variadas: salários do funcionalismo, luz, telefone, aluguel de imóveis, manutenção da saúde, manutenção da educação, iluminação pública, manutenção da água e esgoto, limpeza pública, coleta de lixo, etc. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

9 INVESTIMENTOS Na nossa FAMÍLIA se quisermos investir num carro mais novo ou aumentar um cômodo da casa ou trocar o armário e o sofá da casa precisa de economizar nas despesas e sobrar um dinheiro para investir nesses benefícios. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

10 INVESTIMENTOS Na Prefeitura é a mesma coisa. Se precisar investir em uma nova escola, em um novo posto de saúde, no asfalto da rua, na construção de ponte, na construção de casas populares, a Prefeitura precisa administrar os recursos que tem para sobrar dinheiro para investimentos. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

11 INVESTIMENTOS Ou receber verbas específicas do Governo Federal ou Governo Estadual. O QUE O ORÇAMENTO FAMILIAR TEM A VER COM O ORÇAMENTO DO MUNICÍPIO?

12 MUNICÍPIOS QUE TIVERAM EXPERIÊNCIAS DE PARTICIPAÇÃO POPULAR TROUXERAM REFLEXÕES IMPORTANTES A SEREM APERFEIÇOADAS NA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL:

13 Embora a Participação Popular tenha como objetivo ampliar o seu alcance além dos investimentos propriamente ditos, como obras e a compra de equipamentos, ainda prevalece a expectativa de alcançar o horizonte de decidir sobre a totalidade dos recursos públicos.

14 Apesar da participação das pessoas em reuniões de Orçamento Participativo observarem mais decisões quantitativas, ainda assim, nestas cidades permitiu-se visualizar a dimensão da promoção da cidadania e da inclusão.

15 Nas cidades com prática de Participação Popular é possível verificar os benefícios traduzidos na criação de um novo patamar distributivo das verbas públicas, onde fica evidente a inversão de prioridades e com isso o atendimento, preferencialmente, à população mais pobre e carente;

16 A Participação Popular propõe uma nova cultura que favorece a cidadania ativa, constituindo-se numa escola de cidadania, e ainda mais, de inclusão social.

17 MÉTODO E FUNCIONAMENTO DO ORÇAMENTO CIDADÃO

18 O Orçamento Cidadão não tem uma Lei específica de Criação do Conselho Municipal do Orçamento, mas os procedimentos com as reuniões com a população pretende-se chegar ao Regimento Interno que organiza e regulamenta todo o processo.

19 O processo deliberativo do Orçamento Cidadão é anual, assim, todo ano serão realizadas Plenárias Deliberativas nas 05 regiões, onde a população presente elege: 3 prioridades para a região e 1 para a cidade, Representantes para a Conferência Municipal do Orçamento Cidadão; e Prioridades para a cidade durante a Conferência Municipal do Orçamento Cidadão.

20 CALENDÁRIO DAS REUNIÕES REGIONAIS DO ORÇAMENTO CIDADÃO DE AMÉRICO BRASILIENSE

21 Região 1 Centro, Vila Cerqueria, Luis Ometto e CECAP. Plenária: dia 3 de maio, terça-feira, às 19:00 hs. Local: Escola Profa. Leila Lucia Dias de Toledo Piza Durante Região 2 São Judas, Paraíso e Sinhá P. Gimarães. Plenária: dia 10 de maio, terça-feira, às 19:00 hs. Local: Escola Dona Lúcia M. R. Berti

22 Região 3 Primavera, Maria Luiza e Planalto. Plenária: dia 17 de maio - terça-feira às 19:00 hs. Local: Centro Comunitário Primavera Região 4 Vista Alegre, Cohab, Novo Américo e Jardim Saci. Plenária: dia 24 de maio - terça-feira às 19:00 hs. Local: Emef Virgílio Gomes

23 Região 5 São José e Santa Terezinha. Plenária: dia 31 de maio, terça-feira, às 19:00 hs. Local: Escola Américo Roncalli Conferência Municipal Reunião com todos os delegados eleitos das regiões 1, 2, 3, 4 e 5. Plenária Geral: dia 3 de julho, domingo

24


Carregar ppt "A Participação Popular na administração municipal, por meio do Você em Ação é um instrumento de planejamento anual que contribui na priorização das demandas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google