A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Educação e Treinamento do Homem do Campo 5- Plantio direto sem rotação cultura 6- Implementos agrícolas contaminados 7- Plantas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Educação e Treinamento do Homem do Campo 5- Plantio direto sem rotação cultura 6- Implementos agrícolas contaminados 7- Plantas."— Transcrição da apresentação:

1 Educação e Treinamento do Homem do Campo 5- Plantio direto sem rotação cultura 6- Implementos agrícolas contaminados 7- Plantas hospedeiras de patógenos (tigueras, quireras, resteva) 8- Excesso (N) ou deficiência(Ca, k, Mg) Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas? Fonte: MAPA/SDC/DEPROS Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas?

2 Educação e Treinamento do Homem do Campo 9 - Emprego de sementes duvidosas 10- Plantio em locais favoráveis doenças 11-Plantio em diferentes épocas na mesma estação de cultivo 12-Baixo teor matéria orgânica solo Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas? Fonte: MAPA/SDC/DEPROS Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas?

3 Educação e Treinamento do Homem do Campo 13-Plantio solo contaminado histórico da área 14- Presença de plantas daninhas hospedeiras de patógenos na área 15-Plantio de variedades sem nenhuma resistência genética Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas? Fonte: MAPA/SDC/DEPROS Agravamento da severidade doenças Por quê ocorre doenças em plantas?

4 Educação e Treinamento do Homem do Campo Grande Desafio Controlar eficientemente as doenças e insetos-pragas, visando a produção de vegetais sadios, com resíduos de agroquímicos dentro dos limites de tolerância, impostos pela legislação e países importadores Fonte: MAPA/SDC/DEPROS

5 Educação e Treinamento do Homem do Campo Como basear o início do controle químico? EMPREGAR CRITÉRIOS Diferencia controle de manejo Fonte: MAPA/SDC/DEPROS

6 Educação e Treinamento do Homem do Campo Qual tem sido a contribuição dos fungicidas no controle químico das doenças? Por quanto tempo ainda a agricultura dependerá dos produtos químicos para o controle efetivo de insetos, doenças e plantas daninhas Fonte: MAPA/SDC/DEPROS

7 Educação e Treinamento do Homem do Campo Paracelsus Theopharastus Bombastus von Hohenheim (1494 – 1541) Tudo é veneno, nada é sem veneno; somente a dose determina o que é veneno ou não. Fonte: MAPA/SDC/DEPROS O Futuro do Agronegócio Resultados Paracelsus

8 Educação e Treinamento do Homem do Campo Defensívos Agrícolas em Linha de Comercialização por Classes Toxicológicas Total Classe I Classe II Classe III Classe IV 468 (100%) 101 (20,8%) 175 (36,0%) 143 (29,4%) 67 (13,8%) 714 (100%) 121 (8,9%) 196 (27,5%) 214 (33,0%) 183 (30,6%) * Formulações Fonte: SINDAG/ANDEF /COM ATUALIZAÇÃO O Futuro do Agronegócio Resultados Redução/aumento da quantidade de agrotóxicos ao longo dos anos

9 Educação e Treinamento do Homem do Campo ORGANISMO NOCIVO hamful organism qualquer agente biológico que injurie a planta ORGANISMO NOCIVO hamful organism qualquer agente biológico que injurie a planta PRODUÇÃOyield produto de valor econômicoPRODUÇÃOyield econômico DANOdamage redução na quantidade e/ou qualidade da produção DANOdamage PERDAloss redução no retorno financeiroPERDAloss financeiro FUNÇÃO DE DANO FUNÇÃO INJÚRIAinjury em Fitopatologia = sintoma = sintomaINJÚRIAinjury em Fitopatologia = sintoma = sintoma Zadoks (1985) TERMINOLOGIA (

10 Educação e Treinamento do Homem do Campo Sigatoka-amarela Sigatoka-negra TERMINOLOGIA SUCESSO NA CAFEICULTURA O DESAFIO GLOBAL Terminologia injúriadano função de dano D = f (I) injúriadano função de dano D = f (I)

11 Educação e Treinamento do Homem do Campo TOMADA DE DECISÃO Densidade populacional da praga Tempo NE NA NDE Medidas de controle MANEJO INTEGRADO DE PRAGAS (MIP) Fonte: MAPA/SDC/DEPROS

12 Educação e Treinamento do Homem do Campo TEMPO POPULAÇÃO NE NC NDE Fonte: MAPA/SDC/DEPROS Limiar de Ação PROBLEMA! Paracelsus O Futuro do Agronegócio Resultados Conceitos válidos para insetos

13 Educação e Treinamento do Homem do Campo è limiar de dano econômico (LDE) è limiar de ação a menor densidade populacional do organismo nocivo que causa dano econômico è dano econômico quantidade mínima de injúria que justifica a aplicação de determinada tática de manejo a menor densidade populacional do organismo nocivo na qual táticas de manejo necessitam, ser tomadas para impedir que o LDE seja alcançado monitoração Fonte: MAPA/SDC/DEPROS Limiar de Ação PROBLEMA! Paracelsus O Futuro do Agronegócio Resultados Para o controle de donças mais complicados: conceitos básicos

14 Educação e Treinamento do Homem do Campo produção densidade da praga compensação LDE danocusto do controle LDE a menor densidade populacional do organismo nocivo que causa dano econômico Táticas de manejo necessitam ser tomadas para impedir que o LDE seja alcançado Limiar de Ação limiar de ação Fonte: MAPA/SDC/DEPROS PROBLEMA! Paracelsus O Futuro do Agronegócio Resultados Conceitos básicos

15 Educação e Treinamento do Homem do Campo Divisão da área de lavoura em talhões homogêneos Identificação dos talhões : cultivar; data de plantio; espaçamento; numero de covas SÍTIO BOA VISTA – PIRANGA - MG AMOSTRAGEM Amostragem de solos; Amostragem de folhas para análise foliar; Amostragem de doenças; Amostragem de pragas; Programar pulverizações; Escalonamento da colheita;


Carregar ppt "Educação e Treinamento do Homem do Campo 5- Plantio direto sem rotação cultura 6- Implementos agrícolas contaminados 7- Plantas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google