A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DO DO MEIO DOS DOS MÉDIUNS FENÔMENOS SÍNTESE do ÍNDICE da 2ª PARTE do LM XXVIII- do do charlatanismo e da da prestidigitação XXI- da da influência do.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DO DO MEIO DOS DOS MÉDIUNS FENÔMENOS SÍNTESE do ÍNDICE da 2ª PARTE do LM XXVIII- do do charlatanismo e da da prestidigitação XXI- da da influência do."— Transcrição da apresentação:

1

2 DO DO MEIO DOS DOS MÉDIUNS FENÔMENOS SÍNTESE do ÍNDICE da 2ª PARTE do LM XXVIII- do do charlatanismo e da da prestidigitação XXI- da da influência do meio XXII - dos dos animais XXIII- da da obsessão XXIV- da identificação XXV - das das evocações XXVI- das das perguntas XXVII- das contradições e mistificações XXIX - das das reuniões e soc. XXX - regulamento SPEE XXXI - dissertações XXXII - vocabulário

3 INFLUÊNCIA DO MEIO E A DOS DESENCARNADOS ARTICIPANTES DA REUNIÃO E A DOS DESENCARNADOS PARTICIPANTES DA REUNIÃO NOS MEIOS INSTRUÍDOS ONDE A IRONIA PREDOMINA IRÃO OS ESPÍRITOS BATEDORES E ZOMBETEIROS É A INFLUÊNCIA DOS ENCARNADOS É A INFLUÊNCIA DOS ENCARNADOS PARTICIPANTES DA REUNIÃO NOS MEIOS POUCO INSTRUÍDOS ONDE HÁ SINCERIDADE OS BONS ESPÍRITOS VÃO DE BOA VONTADE... ASSIM, TODA VEZ QUE OS HOMENS SE REÚNEM, HÁ ENTRE ELES UMA REUNIÃO OCULTA DE ESPÍRITOS SIMPATIZANTES DE SUAS QUALIDADES OU DE SUAS IMPERFEIÇÕES.... ASSIM, TODA VEZ QUE OS HOMENS SE REÚNEM, HÁ ENTRE ELES UMA REUNIÃO OCULTA DE ESPÍRITOS SIMPATIZANTES DE SUAS QUALIDADES OU DE SUAS IMPERFEIÇÕES. § 232 SÃO ELES QUE RESPONDERÃO PRIMEIRO AO CHAMADO PARA COMUNICAÇÃO.

4 LM Questão 231 – O meio em que o médium se encontra exerce alguma influência sobre as manifestações? R: Todos os Espíritos que cercam o médium o ajudam para o bem e para o mal. Os Espíritos superiores tentam levar às reuniões fúteis intenções mais sérias? Os Espíritos superiores não comparecem às reuniões em que a sua presença é inútil. Aos meios de pouca instrução, mas onde há sinceridade, vamos de boa vontade, mesmo que só encontremos instrumentos deficientes. Mas aos meios instruídos, em que a ironia impera, não vamos. Neles é necessário tocar os olhos e os ouvidos, e esse é o papel dos Espíritos batedores e zombeteiros. É bom que os que se vangloriam de sua sabedoria sejam humilhados pelos Espíritos menos sábios e menos adiantados. Ver item 233 do LM

5 INFLUÊNCIA DO MEIO A ATRAÇÃO DOS ESPÍRITOS SE EXERCE PELA SIMPATIA OU PELA ANTIPATIA ESTAMOS RODEADOS POR NOSSOS AFINS CADA POVO ESTÁ UNIDO AOS ESPÍRITOS QUE ATRAI PELOS SEUS PENSAMENTOS E SENTIMENTOS AS CONDIÇÕES DO MEIO DEPENDEM: DA HOMOGENEIDADE PARA O BEM DOS SENTIMENTOS PUROS E ELEVADOS DO DESEJO SINCERO DE SE INSTRUIR O MEIO É SUPERADO PELOS ESPÍRITOS SUPERIORES MAS NÃO VÃO À REUNIÕES ONDE SABEM QUE SUA PRESENÇA É INÚTIL

6 OS SEMELHANTES ATUAM SOBRE OS SEUS SEMELHANTES O PERISPÍRITO DO ESPÍRITO É SEMELHANTE AO PERISPÍRITO DO ESPÍRITO ENCARNADO. SE ASSIMILAM…SE ATRAEM…ISSO TORNA POSSÍVEL SUA FÁCIL RELAÇÃO. NOS ANIMAIS NÃO EXISTE ESTA APTIDÃO O MATERIAL DO ESPÍRITO: O PENSAMENTO QUE VAI BUSCAR NO CÉREBRO DO MÉDIUM A VESTIMENTA DA PALAVRA: PAISAGENS MORAIS FILOSÓFICASPSICOLÓGICAS,etc.. OS MATERIAIS DO MÉDIUM...SEUS ARQUIVOS DO PASSADO......SEU VOCABULÁRIO DO PRESENTE... SUAS FACILIDADES INTELECTUAIS E MORAIS SUAS LEMBRANÇAS PASSÍVEIS DE SER DESPERTADAS NO FUNDO DO CORAÇÃO OU DO CÉREBRO...etc DA MEDIUNIDADE NOS ANIMAIS MÉDIUM: MÉDIUM: O INTÉRPRETE...ESPÍRITO...ESPÍRITO MAS OS ESPÍRITOS PODEM TORNAR-SE VISÍVEIS E TANGÍVEIS PARA OS ANIMAIS. Ver Capítulo XXII – Livro dos Médiuns – Da Mediunidade nos Animais

7 O CRISTO ESTÁ NO COMANDO DA ORGANIZAÇÃO E DA DIREÇÃO DA TERRA

8 A GÊNESE PLANETÁRIA O DIVINOESCULTOR

9 ÊLE COMANDA A FORÇA DE EQUILÍBRIO AS MATÉRIAS IGNESCENTES O TEATRO DA VIDA AS FORÇAS TELÚRICAS AS LEIS MATEMÁTICAS

10 SOB A ORIENTAÇÃO DE JESUS ÂNCORA DO EQUILÍBRIO TERRESTRE ATUAR NA CRIAÇÃO E REPRODUÇÃO DE TODAS AS ESPÉCIES A DECISÃO DA FORMAÇÃO DA LUA

11 SOB A ORIENTAÇÃO DE JESUS ÁGUA SURGEM NA TERRA A CROSTA SOLIDIFICADA

12 COMO JESUS OPEROU A ESCULTURA GEOLÓGICA DO ORBE TERRENO?

13 JESUS E A ORGANIZAÇÃO

14

15 COMO JESUS ORGANIZOU O CENÁRIO DA VIDA?

16 OS PRIMEIROS PASSOS PARA AVIDA ORGANIZADA...

17 SOB A ORIENTAÇÃO MISERICORDIOSA E SÁBIA DO CRISTO SOB A ORIENTAÇÃO MISERICORDIOSA E SÁBIA DO CRISTO

18 CONSTRUÇÕES CELULARES SEGUNDO AS POSSIBILIDADES SEGUNDO AS POSSIBILIDADES DO AMBIENTE TERRESTRE DO AMBIENTE TERRESTRE CONSTRUÇÕES CELULARES SEGUNDO AS POSSIBILIDADES SEGUNDO AS POSSIBILIDADES DO AMBIENTE TERRESTRE DO AMBIENTE TERRESTRE SABEDORIA DO CRISTO SABEDORIA DO CRISTO ADAPTAR OS FLUIDOS DA VIDA ÀS CONDIÇÕES FÍSICAS DO PLANETA ADAPTAR OS FLUIDOS DA VIDA ÀS CONDIÇÕES FÍSICAS DO PLANETA

19 OS PRIMEIROS HABITANTES DA TERRA DAS AMEBAS... DAS AMEBAS... NOS OCEANOS DAS AMEBAS... DAS AMEBAS... NOS OCEANOS PLANOS DO MUNDO ESPIRITUAL... AOS POLIPEIROS... AOS POLIPEIROS...

20 A ELABORAÇÃO PACIENTE DAS FORMAS BATRÁQUIOSBATRÁQUIOS CRUSTÁCEOSMARINHOSCRUSTÁCEOSMARINHOS

21 OFICINA DE ENSAIOS MONSTRUOSOS ANIMAIS HORRENDOS DAS ERAS PRIMITIVAS

22 OS ANTROPÓIDES: ANTEPASSADOS DO HOMEM SOB A ORIENTAÇÃO ESPIRITUAL DO CRISTO...

23

24 SOB ORIENTAÇÃO DO CRISTO A LINHAGEM DEFINITIVA NA ÉPOCA DA MALEABILIDADE DOS ELEMENTOS MATERIAIS

25 EXPERIMENTOS DOS PREPOSTOS DE JESUS A GRANDE TRANSIÇÃO

26 EXPERIMENTOS DOS PREPOSTOS DE JESUS MUNDO ESPIRITUAL A DEFINITIVA TRANSIÇÃO

27 Somos animais?

28 O homem não é o único animal que pensa, mas é o único animal que pensa que não é animal

29 Caminhos da evolução A consciência dorme no mineral, desperta no vegetal, se move no animal e pensa no ser humano

30 I - PRINCÍPIOS GERAIS DO UNIVERSO DEUS Inteligência Suprema, causa primária de todas as coisas. PRINCÍPIO MATERIAL Dá origem a todas as manifestações e formas da matéria e da energia, em todos os planos. PRINCÍPIO INTELIGENTE Tudo o que não é Deus e Matéria. Princípio que orienta a evolução da matéria e do qual é individualizado o Espírito. PRINCÍPIOINTELIGENTE CORPO FÍSICO PRINCÍPI O VITAL PERISPÍRITOPERISPÍRITOPERISPÍRITOPERISPÍRITO ESPÍRITO O Princípio Inteligente que constitui a Alma de natureza especial de que são dotados, provem do elemento inteligente universal. Emana de um único princípio: A inteligência do homem E a dos animais Porém, no homem, passou por uma elaboração que a coloca acima da que existe no animal. É o Espírito, o princípio inteligente do Universo O Espírito é um ser semimaterial formado pelo princípio inteligente e do corpo fluídico. (Ver Anotações)

31 III - A EVOLUÇÃO DO PRINCÍPIO INTELIGENTE O Princípio Inteligente evolui, apreendendo com a evolução da matéria e dos seres vivos. Do Princípio Inteligente evoluído, Deus individualiza o Espírito.

32 evolução Assim sendo, o Espírito evolui constantemente, desde que foi criado por Deus, a partir da evolução do princípio inteligente. IV - A EVOLUÇÃO DOS ESPÍRITOS IV - A EVOLUÇÃO DOS ESPÍRITOS Uma cadeia ascendente e contínua liga todas as criações. Uma cadeia ascendente e contínua liga todas as criações. Segundo a opinião de alguns filósofos espiritualistas, o princípio inteligente, distinto do princípio material, se individualiza, se elabora, passando pelos diversos graus da animalidade; é ali que a alma se ensaia para a vida e desenvolve suas primeiras faculdades, pelo exercício; por assim dizer, isso seria tempo de incubação. Chegada ao grau de desenvolvimento que tal estado comporta, ela recebe as faculdades especiais que constituem a alma humana. Haveria assim filiação espiritual do animal para o homem como também existe uma filiação corporal. A Gênese – Capitulo XI. O princípio espiritual é criado por DEUS. Simples gérmen. Liga-se inicialmente a matéria nas formas básicas atômicas. Quando sua vestimenta física perece, assume outra. Em sucessivas existências, do átomo ao animal, o princípio inteligente vai estagiando nas diferentes formas da natureza, inumeráveis passos desde as partículas atômicas, cristalizações, minerais, vírus, protoplasma, bactérias, amebas, algas, etc, e assim por diante. Desde os mundos primitivos até os planetas felizes, as oportunidades de progresso estão presentes nos três reinos: mineral, vegetal e animal. Segundo a máxima de Léon Denis: A alma dorme na pedra, sonha no vegetal, agita-se no animal e acorda no homem. Explicou André Luiz que, do vírus ao pensamento continuo do homem primitivo, o principio inteligente levou um bilhão e quinhentos milhões de anos, em nosso planeta. O desenvolvimento do principio inteligente dá-se pela paulatina elaboração de seu corpo espiritual, pela repetição de atos, conquistando, no decorrer do tempo, estágios mais avançados quando a inteligência, rumo à razão. Tudo sob o amparo dos trabalhadores divinos ou arquitetos da Sabedoria Divina. Assim como os organismos se sucedem, as sensações e sentidos vão sendo despertados paulatinamente. No mineral surge a atração; a sensação se desenvolve no vegetal; o animal adquire os instintos. Tudo segue um plano de organização, sensibilidade e inteligência. (Revista Universo Espírita). A Ciência está a um passo de admitir que existe um outro domínio externo ao universo, que, para os reencarnacionistas, seria o mundo espiritual. As criaturas têm notícias muito imperfeitas do Universo, em razão da exigüidade dos seus pobres cinco sentidos. É por isso que o homem terá sempre um limite nas suas observações da matéria, força e movimento, não só pela deficiência de percepção sensorial, como também pela estrutura do olho, onde a sabedoria divina delimitou as possibilidades humanas de análise, de modo a valorizar os esforços e iniciativas da criatura. Emmanuel - (Consolador)

33 Deus, em sua infinita Justiça e Sabedoria, criou e cria, em todos os tempos, todos os seres exatamente iguais, ou seja, a partir da evolução do princípio inteligente. Deus, em sua infinita Justiça e Sabedoria, criou e cria, em todos os tempos, todos os seres exatamente iguais, ou seja, a partir da evolução do princípio inteligente. Não há seres privilegiados na criação, nem os deserdados ou relegados a segundo plano. Cada um constrói o seu caminho. Não há seres privilegiados na criação, nem os deserdados ou relegados a segundo plano. Cada um constrói o seu caminho.

34 Portanto, Deus não criou anjos ou demônios. Esses nomes apenas significam espíritos em diferentes estágios de evolução. Portanto, Deus não criou anjos ou demônios. Esses nomes apenas significam espíritos em diferentes estágios de evolução. Aqueles a quem chamamos anjos, são na verdade Espíritos Superiores e que, portanto, evoluíram até este estágio, aprendendo nos diversos degraus da evolução, da encarnação e da reencarnação. Aqueles a quem chamamos anjos, são na verdade Espíritos Superiores e que, portanto, evoluíram até este estágio, aprendendo nos diversos degraus da evolução, da encarnação e da reencarnação.

35 Portanto, o anjo também já foi átomo, já foi molécula, já foi mineral, já foi vegetal, já foi animal, despertou enquanto Espírito, evoluiu no corpo físico e no Plano espiritual, evoluiu mais e mais, erradicou o mal de dentro de si, amou muito. Portanto, o anjo também já foi átomo, já foi molécula, já foi mineral, já foi vegetal, já foi animal, despertou enquanto Espírito, evoluiu no corpo físico e no Plano espiritual, evoluiu mais e mais, erradicou o mal de dentro de si, amou muito.

36

37 Não deixem de ler os livros da CODIFICAÇÃO


Carregar ppt "DO DO MEIO DOS DOS MÉDIUNS FENÔMENOS SÍNTESE do ÍNDICE da 2ª PARTE do LM XXVIII- do do charlatanismo e da da prestidigitação XXI- da da influência do."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google