A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GEOGRAFIA Prof. Nelson. As Ordens Internacionais 1_O que são ordens internacionais O espaço geográfico recebe influência de três grandes fontes: I – Forças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GEOGRAFIA Prof. Nelson. As Ordens Internacionais 1_O que são ordens internacionais O espaço geográfico recebe influência de três grandes fontes: I – Forças."— Transcrição da apresentação:

1 GEOGRAFIA Prof. Nelson

2 As Ordens Internacionais 1_O que são ordens internacionais O espaço geográfico recebe influência de três grandes fontes: I – Forças naturais II – Forças sociais e culturais III – Forças econômicas

3 2_Origem e desenvolvimento da ordem da revolução industrial Primeira Guerra Mundial (1914 – 18) – quatro dos seus aspectos fundamentais: I – Consolidação de uma multipolaridade de poder dentro da Europa – Reino Unido; II – Nas relações internacionais verificou-se um duplo movimento: Imperialismo – África e Ásia e o Sistema Socialista – Revolução Russa de 1917; III – Generalização do Estado como forma de organização do poder nacional – Thomas Hobbes (1588 – 1679). Leviatã, defendia a necessidade de a sociedade ceder aos governantes o poder absoluto. – John Locke (1632 – 1704). Limitação do poder real – Montesquieu, divisão do poder em executivo, legislativo e judiciário. – Jean-Jacques Rousseau (1712 – 1778), direitos do cidadão e IV – Difusão do processo de produção industrial, que se espalhou pelo mundo – teve início na Inglaterra, graças ao acúmulo de capitais.

4 A produção industrial mundial se distribuía da seguinte forma: a) A generalização da indústria: o surgimento de uma nova classe social, o proletariado. b) O processo de expansão da indústria: urbanização. c) A crescente urbanização: concentração de uma parceria crescente de trabalhadores em atividades urbanas.

5 3_Formação e evolução do capitalismo Características do modo de produção capitalista: I – Venda da força de trabalho; II – Função comercial; III – Comércio monetarizado; IV – Controle financeiro; V – Gerenciamento da produção; VI – Atual fase do capitalismo: o monopólio. a) Cartel: grupos de empresas independentes que produzem produtos semelhantes e fazem um acordo para dominar o mercado, como a OPEP. b) Truste: conjunto de empresas que eliminam as suas independências legais e econômicas para constituir uma única organização. Trustes horizontais: mesmo ramo da produção. Verticais: produz desde a matéria-prima até o produto acabado. c) Holding: forma jurídica de disfarçar um cartel ou um truste. Controla um conjunto de empresas.

6 FASES DO CAPITALISMO Século XV ao século XVIII Capitalismo comercial Colonialismo Colônias de exploração Colônias de povoamento Século XIX até Primeira Guerra Capitalismo industrial Imperialismo Congresso de Berlim Partilha da África e Ásia Segunda Guerra em diante Capitalismo financeiro Descolonização Neocolonialismo Neo-imperialismo

7 4_Teoria do socialismo científico Ordem da Revolução Industrial – o modo de produção capitalista: alemão Karl Marx (1818 – 1883), teoria do socialismo científico. Publicação da obra Manifesto do Partido Comunista, Friedrich Engels (1820 – 1895). Seus principais pontos de análise eram: O capitalismo: forma de produção histórica e social. A morte desse modo de produção: por meio de processo revolucionário. Fase de maturidade – capitalismo: tendência à concentração do capital. Propriedade privada e na exploração do trabalho.

8 Fase socialista Planejamento econômico Propriedade estatal e coletiva Ditadura revolucionária do proletariado Possível Estado burocrático A cada um de acordo com seu trabalho. Fase comunista Sistema mundial Propriedade social dos meios de produção Igualdade social (ausência de classes) Desaparecimento do Estado A cada um de acordo com suas necessidades.

9 5_Imperialismo e rivalidades O imperialismo do século XIX e início do século XX, características: I – Praticado principalmente por europeus. II – Os dominadores – os dominados. III – Os dominadores impuseram sua cultura aos dominados.

10 6_A primeira Guerra Mundial Blocos Geopolíticos. Tríplice Aliança (1882): Império Alemão, o Império Austro-Húngaro. Tríplice Entente: a França, Inglaterra (1904) e Rússia (1907). Formaram-se as condições para o desenrolar da Primeira Guerra Mundial ( ), quatro causas fundamentais: I – Interesse econômico. II – Disputas imperialistas na África e Ásia. III – O crescente militarismo. IV – A agitação das minorias nacionais européias, região balcânica.

11 7_A experiência socialista Os Estados socialistas possuíam vários pontos comuns: I – Propriedade estatal dos meios de produção. II – Produção e consumo planejados. III – Redistribuição da renda. 8_Os novos impérios I – Internacionalização do capitalismo. II – Desenvolvimento dos meios de transporte e das comunicações. III – O expansionismo russo continental. IV – Estados Unidos: neocolonialistas, ocupação do México e expansionismo – Pacífico e Mar do Caribe. V – Japão: militarismo nacionalista – expansionismo com a ocupação das ilhas Kurilas. Expandiu-se: Pacífico e porção continental da Ásia – conflito com a Rússia e China.

12 9_Introdução à Guerra Fria A Segunda Guerra Mundial ( ) Regimes socioeconômicos antagônicos: Estados Unidos (capitalista) União Soviética (socialista)

13 10_A Segunda Guerra e as fronteiras européias A Segunda Guerra Mundial teve início em 3 de setembro de 1939, com a recusa alemã em desocupar à Polônia. Em abril de 1940, a Alemanha ocupou a Dinamarca e a Noruega. O período final da Segunda Guerra Mundial foi marcado por um grande número de encontros, gerando alianças e acordos. Os mais importantes: a) Pacto de Washington (janeiro de 1942): embrião da futura ONU. b) Conferência de Washington (maio de 1943): discutiu-se o emprego de armas atômicas e as anexações soviéticas. c) Conferência de Teerã (novembro de 1943): anexação dos países bálticos e parte da Polônia. d) Conferência de Moscou (dezembro de 1944): zonas de influência. e) Conferência de Yalta (1º a 11 de fevereiro de 1945): ONU. f) Conferência de Potsdam (17 de julho a 2 de agosto de 1945): novo ordenamento territorial e econômico mundial. g) Tratado de Paz de Paris (fevereiro de 1947): Finlândia, União Soviética, Itália, Hungria e Romênia. h) Tratado de Paz de San Francisco (1951): reduziu as fronteiras do Japão. i) Tratado de Paz entre Áustria e Aliados (1955): encerrou a ocupação da Áustria.

14 11_Primeiros passos da Guerra Fria I – 1950: Guerra Fria, propaganda ideológica. II – Cortina de Ferro: satelitização dos países da Europa Oriental pela URSS. III – Doutrina Truman: ideologia da contenção: expansionismo só poderia ser evitado mediante a aplicação de uma força de contenção. IV – Propaganda de recuperação Européia: Plano Marshall: juros baixíssimos, recuperar os efeitos da guerra.

15 12_Tratados iniciais da Guerra Fria I – Conferência de Yalta: as principais decisões: a) eliminar os resíduos do nazi-fascismo. b) governos provisórios: fortalecer as instituições democráticas. c) redesenhar as linhas de fronteiras da região oriental da Europa. II – Conferência de San Francisco. a) Carta da ONU: defender a paz mundial. b) Foram criados o FMI (Fundo Monetário Internacional), o GATT (Acordo Geral de Tarifas) e a Corte Internacional de Haia (na Holanda). III – Conferência de Potsdam: reuniram-se Harry Truman, presidente dos Estados Unidos, Joseph Stálin, primeiro- secretário da União Soviética, e Winston Churchill, primeiro-ministro inglês – O destino da Alemanha vencida.

16 13_Consolidação da Guerra Fria I – Crescentes atritos diplomáticos. II – Bipolarização das relações internacionais. III – Corrida armamentista. IV – Características básicas da Guerra Fria. a) Bloqueio de Berlim. b) Criação das Alemanhas. c) Alianças militares: Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan). Um ataque a qualquer um dos membros seria considerado um ataque à organização. Pacto de Varsóvia: consolidação da hegemonia soviética na Europa Oriental. d) Corrida armamentista e aeroespacial.

17 e) Expansão do socialismo: Em 1946, Bulgária e Romênia; em 1947, Polônia e Hungria; e em 1948, a Tchecoslováquia. Antes do final da guerra: a Albânia e a Iugoslávia. A socialização da China ocorreu em Mao Tse- tung, líder da revolução comunista. Após a morte de Mao (1976), a China adotou a política das quatro modernizações. Zonas Econômicas Especiais (ZEE). Socialização de Cuba ocorreu em 1959, comandada por Fidel Castro.

18 f) Muro de Berlim: 13 de agosto de 1961, o líder soviético Nikita Kruschev ordenou a construção de um muro. No dia 9 de novembro de 1989, o Muro de Berlim começasse a ser derrubado. Início da Nova Ordem Internacional. g) Organizações econômicas supranacionais. I – O Benelux (Bélgica, Países Baixos – Netherlands – e Luxemburgo): reduções de tarifas alfandegárias. II – Em 1949, Conselho para Assistência Econômica Mútua (Caem ou Comecom). União Soviética, República Demo-Tchecoslováquia. Organizar o comércio entre os países socialistas. III – Em 1957, o Tratado de Roma deu origem ao Mercado Comum Europeu (MCE), ou Comunidade Econômica Européia (CEE). Em 1991: União Européia (EU). h) Crises na Europa Oriental: agitações políticas na Hungria, reformismo na Tchecoslováquia. i) Descolonização afro-asiática. I – Surgimento de lideranças para comandar os movimentos nacionalistas libertários. II – Crises européias. III – Expansão do socialismo. IV – Polarização da Guerra Fria.

19


Carregar ppt "GEOGRAFIA Prof. Nelson. As Ordens Internacionais 1_O que são ordens internacionais O espaço geográfico recebe influência de três grandes fontes: I – Forças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google