A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 João Alziro Herz da Jornada Presidente do Inmetro/ Professor do IF-UFRGS Metrologia: A conexão entre Metrologia: A conexão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 João Alziro Herz da Jornada Presidente do Inmetro/ Professor do IF-UFRGS Metrologia: A conexão entre Metrologia: A conexão."— Transcrição da apresentação:

1 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 João Alziro Herz da Jornada Presidente do Inmetro/ Professor do IF-UFRGS Metrologia: A conexão entre Metrologia: A conexão entre Ciência e Desenvolvimento Ciência e Desenvolvimento

2 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Uma reflexão inicial: alguns mitos sobre a relação entre Ciência e Desenvolvimento O Modelo Linear: Ciência - Tecnologia - Produto - Desenvolvimento A supervalorização do cientista como agente inovador: Joseph Shumpeter - a inovação na empresa e o empreendedor; complexidade das atividades industriais, econômicas e políticas O conceito de inovação: O papel das inovações incrementais e a pesquisa científica como atividade formadora O estado provedor: Limitações - necessidade de foco em eficiência, eficácia...

3 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Fatores básicos para a organização e desenvolvimento da Sociedade: Informação, conhecimento, códigos, mecanismos de avaliação... padrões

4 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 As bases técnicas para a Qualidade e Desenvolvimento Clareza do que se quer: Normas e Regulamentos Técnicos Garantia de que o que se tem é o que se deseja: Avaliação da Conformidade Confiança nas Medições: Metrologia Criar novos produtos e processos, e implantar melhorias efetivas: Inovação

5 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 O conceito de Metrologia Segundo o Vocabulário Internacional de Metrologia, Metrologia é a Ciência da Medição OBS. A metrologia abrange todos os aspectos teóricos e práticos relativos às medições, qualquer que seja a incerteza, em quaisquer campos da ciência ou da tecnologia. PROBLEMA CENTRAL: Credibilidade e universalidade dos resultados.

6 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Medição, segundo o VIM: Conjunto de operações que tem por objetivo determinar um valor de uma grandeza Valor numérico Unidade de medida Incerteza associada Aceitação, credibilidade e universalidade A Medição envolve:

7 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Importância da Metrologia Garantia de justas relações de troca Qualidade, Inovação e Competitividade Saúde, Segurança e Meio Ambiente

8 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Metrologia e Qualidade Se você não pode medir algo, não pode melhorá-lo. Lord Kelvin Qualidade Controle Medição Adequada Metrologia

9 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Muitas descobertas importantes foram feitas investigando a próxima casa decimal F. K. Richtmyer O IMPACTO DE MELHORES MEDIÇÕES

10 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 A Metrologia e a Academia: Werner von Siemens Hermann von Helmholtz Criação do PTB (1887) O paradigma original para um INM- metrologia unindo Indústria, Ciência Básica, Tecnologia, Inovação e Governo

11 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Lord Kelvin A Academia e a Normalização: Lord Kelvin - o primeiro presidente da primeira organização internacional de normas- IEC- International Electrotechnical Commission

12 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Algumas ferramentas da Metrologia Conhecimento profundo, experiência e know how científico Uso de unidades comuns e de padrões Intercomparações Mecanismos formais de reconhecimento de competência Estrutura organizacional e rastreabilidade Rigorosa avaliação quantitativa de incertezas

13 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 A Estrutura Metrológica Um Complexo Sistema 2. Instituto Nacional de Metrologia - INM 3. Sistema de Metrologia Legal 4. Laboratórios prestadores de serviços e o reconhecimento de competência 6. Grande interdependência: conhecimento científico, conhecimento metrológico, avaliação da conformidade, normas, R.T., etc. 1. Sistema de harmonização Internacional 5. Um sistema de difusão de conhecimentos

14 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Indústria e outros setores Ensaios Calibração Padrões Nacionais BIPM Unidades do SI Padrões Internacionais Padrões dos Institutos Nacionais de Metrologia Padrões de referência dos laboratórios de calibração Padrões de referência. dos laboratórios de ensaio Padrões de trabalho dos laboratórios do chão de fábrica RASTREABILIDADE HIERARQUIA DO SISTEMA METROLÓGICO COMPARABILIDADE DISSEMINAÇÃO Incerteza de medição

15 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 TRATADO DO METRO (20 de maio de 1875) Estabeleceu a CGPM, o CIPM e o BIPM CGPM Promove o SI. Elege o CIPM Aprova decisões do CIPM Aloca fundos para o BIPM Campo Diplomático Campo Técnico CIPM Coordena os Comitês Consultivos Apresenta propostas ao CGPM Dirige operações do BIPM BIPM Eletricidade e magnetismo Fotometria e radiometria Termometria Comprimento Tempo e freqüência Radiação ionizante Unidades Massa e grandezas relacionadas Quantidade de matéria Acústica, ultra-som e vibração Institutos Nacionais de Metrologia Mantêm os padrões nacionais e disseminam no país as unidades do SI Cooperam com o BIPM e promovem membros para os Comitês Consultivos Comitês Consultivos Assegura a uniformidade mundial das medidas físicas

16 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Criação do SINMETRO Em 11 / 12 / 1973 foi promulgada a Lei 5966 que criou o SINMETRO, o CONMETRO e o INMETRO. O Art. 3 o estabelece: Compete ao CONMETRO: a) formular, coordenar e supervisionar a política nacional de metrologia, normalização e certificação da qualidade... b) assegurar a uniformidade e a racionalização das unidades de medida utilizadas em todo o território nacional O Art. 5 o estabelece: O Inmetro será o órgão executivo central do Sistema...

17 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 SINMETRO Criado pela Lei 5966, de 11/12/1973 CONMETRO Formula, coordena e supervisiona a política nacional de metrologia, normalização e avaliação da conformidade Campo Político RBC e RBLE CBM Assessora o CONMETRO nos assuntos de metrologia ON IRD DIMCI Laboratórios em Geral Outros Canais Campo Técnico Executa a política metrológica do País INMETRO CBAC

18 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 CONMETRO Órgão Normativo do SINMETRO Conselho de Ministros CBN Comitê Brasileiro de Normalização CBN Comitê Brasileiro de Normalização CBM Comitê Brasileiro de Metrologia CBM Comitê Brasileiro de Metrologia CBAC Comitê Brasileiro de Aval.Conform. CBAC Comitê Brasileiro de Aval.Conform. Comitê da OMC Comitê da OMC Comitê CODEX Alimentarius Comitê CODEX Alimentarius

19 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 O INMETRO Autarquia do Governo Federal subordinado ao MDIC Áreas de atuação Metrologia Científica e Industrial Metrologia Legal Qualidade a Avaliação da Conformidade Acreditação de Organismos e Laboratórios Articulação Internacional (Ponto Focal de TBT)

20 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Metrologia Legal Instrumentos de Medição12,5 milhões Pré-medidos 1 milhão Produtos Certificados 33 milhões Coordenação de 26 Institutos Metrológico Estaduais

21 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Acreditação Organismos Certificadores327 Laboratórios Acreditados 436 Total763 Cerca de 7 novas acreditações por mês

22 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Atividades em Avaliação da Conformidade (em andamento) Certificação de Florestas (PEFCC) PIF (Certificação de Frutas) HACCP (Hazard Analysis and Critical Control Points) Gas Natura

23 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Relações Internacionais Reconhecimento (MRA) ILAC IAF EA APLAC BIPM OIML SIM Codex Alimentarius PEFCC Mercosul Representação oficial

24 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Serviços Metrológicos prestados pelo Inmetro Calibração de padrões e instrumentos nas especialidades de acústica e vibrações, mecânica, elétrica, óptica, térmica, química e futuramente, materiais; Difusão do conhecimento; Apoio à P & D.

25 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Campus de Laboratórios do Inmetro Xerém – Duque de Caxias, RJ Mecânica Acústica e Vibrações Elétrica Térmica Óptica Química Centro Operacional

26 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Novo Laboratório de Química

27 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 A NOVA VISÃO DO INMETRO COMO UM INM Referência Nacional, seu significado Engajamento no apoio à competitividade nacional Envolvimento na geração e difusão de conhecimentos Grande articulação internacional Instrumento de política industrial Reservatório de Padrões Nacionais Lócus de conhecimento e de credibilidade baseados em excelência em C&T

28 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Documentos Balizadores Recentes u Diretrizes Estratégicas para a Metrologia Brasileira , aprovado pelo CBM, em sua 24 a reunião, e pelo Conmetro, em sua 41 a reunião, em 10 / 06 / 2003 u Roteiro para a Agenda do Desenvolvimento - documento produzido pelo MDIC, MF, MPLAN, Casa Civil, Sec. Geral da Presidência, Sec. de Comunic. de Governo e BNDES u Livro Verde da Conferência Nacional de C & T e Inovação, do MCT u Documento da Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior - PITCE

29 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Áreas que exigem grande desenvolvimento futuro Química, inclusive meio ambiente Metrologia aplicada a materiais Materiais Referência Certificados Nanotecnologia Biologia e saúde Vazão Telecomunicações

30 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Ampliação da Infra-estrutura Laboratorial em Metrologia Científica do Inmetro Implantação do Laboratório de Metrologia de Materiais Implantação do Laboratório de Metrologia Química Padronização Primária em Radio-freqüência (Telecomunicações) 1. Grandes Projetos já Contratados para Infra-estrutura Grandes Vazões 2. Aprimoramento da Infra-estrutura

31 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 A evolução do setor industrial em diferentes fases e a nova perspectica 1) Substituição de importações e a super-proteção 2) Grandes projetos de modernização 3) Abertura- a busca da competitividade através da gestão da qualidade 4) A PITCE- Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior- nova fase - a demanda por inovação através de C&T- a importância da Academia

32 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Modernização industrial Crescimento econômico, aumento da eficiência e da competitividade Inovação e desenvolvimento tecnológico Alvo Eixos da PITCE - Política Industrial, Tecnológica e de Comércio Exterior

33 Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 Obrigado pela atenção visite nosso site:


Carregar ppt "Colóquio IF-UFRGS 28/06/2005 João Alziro Herz da Jornada Presidente do Inmetro/ Professor do IF-UFRGS Metrologia: A conexão entre Metrologia: A conexão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google