A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 www.abnt.org.br. V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 2 Gerência do Processo de Normalização 25.09.2008 Qualidade e Produtividade A Normalização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 www.abnt.org.br. V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 2 Gerência do Processo de Normalização 25.09.2008 Qualidade e Produtividade A Normalização."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 2 Gerência do Processo de Normalização Qualidade e Produtividade A Normalização e sua aplicação na avaliação de conformidade

3 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 3 Gerência do Processo de Normalização Fundada em 1940 Privada, sem fins lucrativos e de utilidade pública Reconhecida pelo governo brasileiro como único Foro Nacional de Normalização Membro fundador da ISO, COPANT e AMN e membro da IEC desde a criação da ABNT Responsável pela gestão do processo de elaboração de normas brasileiras Signatária do código de boas práticas em normalização da OMC Certificadora de produtos, serviços e sistemas ABNT

4 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 4 Gerência do Processo de Normalização Níveis de normalização Empresa Associação (setorial) Nacional Regional e Subregional Internacional ISO - IEC - ITU COPANT- CEN - AMN ABNT – BSI - DIN - AFNOR ASME - ASTM - API - SAE Petrobrás - Shell - IBM Menos exigente (Genérica) Mais exigente (Restritiva)

5 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 5 Gerência do Processo de Normalização Normalização - Conceitos

6 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 6 Gerência do Processo de Normalização Normalização Atividade que estabelece, em relação a problemas existentes ou potenciais, prescrições destinadas à utilização comum e repetitiva com vistas à obtenção do grau ótimo de ordem, em um dado contexto. NOTAS 1 Em particular, a atividade consiste nos processos de elaboração, difusão e implementação de normas. 2 A normalização proporciona importantes benefícios, melhorando a adequação dos produtos, processos e serviços às finalidades para as quais foram concebidos, contribuindo para evitar barreiras comerciais e facilitando a cooperação tecnológica. (ABNT ISO/IEC Guia 2)

7 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 7 Gerência do Processo de Normalização Princípios da normalização SIMPLIFICAÇÃO TRANSPARÊNCIA REPRESENTATIVIDADE ATUALIZAÇÃO VOLUNTARIEDADE PARIDADE CONSENSO

8 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 8 Gerência do Processo de Normalização Registro da tecnologia consolidada Regras, diretrizes, características … Resultado de um processo de CONSENSO estabelecido por um ORGANISMO RECONHECIDO onde todas as PARTES INTERESSADAS podem participar e contribuir O que são NORMAS?

9 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 9 Gerência do Processo de Normalização Norma - Princípios gerais Objetividade Estilo simples e conciso Homogeneidade Coerência Aplicabilidade Planejamento

10 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 10 Gerência do Processo de Normalização Repetitividade Fatores a serem considerados na elaboração de normas Segurança Reclamações Problemas Volume

11 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 11 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização

12 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 12 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização CONMETRO Formular, coordenar e supervisionar a Política Nacional sobre Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial

13 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 13 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização CBN Promoção da Normalização; Articulação entre interesses do governo e da sociedade civil

14 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 14 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização ÓRGÃOS REGULAMENTADORES Entidades governamentais com autoridade de regulamentação técnica Saúde, Segurança, Meio ambiente e Defesa do consumidor

15 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 15 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização ABNT Organismo Nacional de Normalização Privado Normas voluntárias em todos os setores

16 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 16 Gerência do Processo de Normalização Sistema Brasileiro de Normalização ABNT REGULAMENTOS TÉCNICOS NORMAS BRASILEIRAS CONMETRO CBN ÓRGÃOS REGULAMENTADORES

17 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 17 Gerência do Processo de Normalização Desenvolvimento da norma

18 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 18 Gerência do Processo de Normalização Desenvolvimento da norma A norma a ser desenvolvida deve: ser economicamente justificável e ter potencial para aumentar o desenvolvimento econômico do país ter o maior envolvimento possível das várias partes interessadas de modo a ser aceita amplamente ter aplicação prática (ser implementável)

19 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 19 Gerência do Processo de Normalização PROGRAMA DE NORMALIZAÇÃO CONSULTA NACIONAL DEMANDA ELABORAÇÃO DO PROJETO DE NORMA ANÁLISE DO RESULTADO OK NORMA SIM NÃO A ABNT faz a gestão deste processo Desenvolvimento de Norma Brasileira

20 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 20 Gerência do Processo de Normalização Certificação

21 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 21 Gerência do Processo de Normalização Função Tecnológica Normalização Qualidade Ensaios e Metrologia Certificação

22 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 22 Gerência do Processo de Normalização Podemos definir: CERTIFICAÇÃO Função Tecnológica Modo pelo qual uma terceira parte dá garantia formal de que um produto, processo ou serviço está em conformidade com os requisitos especificados.

23 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 23 Gerência do Processo de Normalização O que é Certificação de Produtos A Certificação de Produtos (inclui-se processo ou serviço) fornece garantia de que o produto atende a normas especificas e outros documentos de cunho normativo

24 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 24 Gerência do Processo de Normalização Aspectos envolvidos na CERTIFICAÇÃO Normalização Normalização Documentação Documentação Auditorias Auditorias Ensaios Ensaios CERTIFICAÇÃO

25 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 25 Gerência do Processo de Normalização Modelos de Certificação de Produtos Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade - SBAC Compulsória Voluntária Controle do Governo; Pode utilizar regras governamentais ou aproveitar-se de sistemas privados; Deve ter regras claras, aplicação transparente e fiscalização; Limita-se a requisitos específicos de saúde e segurança do usuário,meio ambiente e adequação a aplicações especiais. Processo desenvolvido espontaneamente Grande comprometimento da empresa Presunção de boa reputação Ferramenta de marketing Restringe a comercialização de produtos de baixa qualidade

26 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 26 Gerência do Processo de Normalização Modelos de Certificação de Produtos

27 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 27 Gerência do Processo de Normalização Escolha do modelo adequado Produto, serviço ou sistema de gestão Tipo de processo de produção Estabilidade da matéria prima e componentes Projetos estáveis ou variáveis Custos envolvidos Riscos envolvidos

28 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 28 Gerência do Processo de Normalização ABNT São Paulo Rua Minas Gerais, 190 Tel.: Rio de Janeiro Av. 13 de Maio, 13 – sala 2705 Tel.:

29 V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 29 Gerência do Processo de Normalização Alvaro Almeida Obrigado!


Carregar ppt "1 www.abnt.org.br. V Seminário Nacional de APLs de Base Mineral 2 Gerência do Processo de Normalização 25.09.2008 Qualidade e Produtividade A Normalização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google