A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aula 1 Revisão Aula 1 Revisão. 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico. Entre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aula 1 Revisão Aula 1 Revisão. 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico. Entre."— Transcrição da apresentação:

1 Aula 1 Revisão Aula 1 Revisão

2 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico. Entre o VT e o NT 400 anos de silêncio. No tempo de Jesus a Judéia estava sob o domínio romano e o mundo experimentava a influência do helenismo (conjunto de idéias e costumes da Grécia antiga). Antes, durante os quatro séculos de silêncio, surgiram entre os judeus diferentes seitas político-religiosas. Deus preparou o cenário para a vinda de seu FILHO.

3 2- Seitas político-religiosas na época de Cristo. TEOCRACIA JUDAICA

4 2- Seitas político-religiosas na época de Cristo. Os Escribas Copistas – Intérpretes – Jesus censurou- Membros do Sinédrio – Eruditos.

5 2- Seitas político-religiosas na época de Cristo. Os Fariseus Conceituados Hipócritas A maior seita Avarentos Sobrenaturalistas

6 2- Seitas político-religiosas na época de Cristo. Os Saduceus Céticos Materialistas Livres pensadores Negavam a ressurreição Ricos e influentes

7 2- Seitas político-religiosas na época de Cristo. Os Zelotes galileus extremistas Responsáveis pela destruição de Jerusalém violentos patriotas

8 2-Seitas político-religiosas na época de Cristo. Os Essênios 2º mais numeroso Separatistas Místicos Guardaram os manuscritos do mar morto

9 3. Instituições Judaicas na Época de Cristo. 3.1 – O Templo Situado no monte Moriá No tempo de Jesus era o 3º Templo

10 3. Instituições Judaicas na Época de Cristo. 3.2 – As Sinagogas Reuniam-se aos sábados Dirigidas por anciãos (Lc 7.3) Funcionavam com um pequeno tribunal

11 3. Instituições Judaicas na Época de Cristo. 3.3 – O Sinédrio corte suprema de justiça tribunal civil e religioso Compunha-se de 70 membros e seu presidente era o sumo-sacerdote.

12 4. Outros aspectos da Época de Cristo. 4.1 – Os publicanos Eram os coletores de impostos e eram odiados pelos Judeus.

13 4. Outros aspectos da Época de Cristo. 4.2 – Os samaritanos Era um povo misto originário das pessoas que ficaram na palestina durante o cativeiro e eram, também, odiados pelos Judeus.

14

15 4. Outros aspectos da Época de Cristo. 4.3 – Os romanos Era o povo que dominava os judeus e quase a totalidade do mundo. Eram liderados pelos grandes imperadores chamado de Césares.

16 4. Outros aspectos da Época de Cristo. 4.4 – O nacionalismo O judeu era o povo mais nacionalista do mundo. Não se comunicavam com os gentios.

17 Deus preparou o mundo para receber Jesus Cristo.

18

19

20

21 Aula 2

22 4.1- A pré-existência de Cristo. Descrição Referência a.Eternamente o mesmo Hb b.Seu sacerdócio eterno Hb. 7.3 c.Suas origens são eternasMq 5.2 d. Era antes da criação do mundo João 1.1; 17.5 e.Era antes de AbraãoJoão A pré-existência de Cristo. Descrição Referência a.Eternamente o mesmo Hb b.Seu sacerdócio eterno Hb. 7.3 c.Suas origens são eternasMq 5.2 d. Era antes da criação do mundo João 1.1; 17.5 e.Era antes de AbraãoJoão 8.58

23 4.2- O Cristo nas profecias. Respostas pessoais O Cristo nas profecias. Respostas pessoais.

24 4.3 - O Cristo pré-concebido e infância. Eventos preliminares a. O anjo Gabriel aparece a Zacarias b. Maria visita Isabel c. Nascimento de João Batista d. Um anjo aparece a José e. Anunciação a Maria O Cristo pré-concebido e infância. Eventos preliminares a. O anjo Gabriel aparece a Zacarias b. Maria visita Isabel c. Nascimento de João Batista d. Um anjo aparece a José e. Anunciação a Maria

25

26 VISTA DE NAZARÉ

27

28 Sua Infância a. Nascimento de Jesus b. A visita dos pastores c. A apresentação no templo d. As palavras de Simeão e Ana e. A visita dos magos. f. A fuga para o Egito g. Retorno a Nazaré Sua Infância a. Nascimento de Jesus b. A visita dos pastores c. A apresentação no templo d. As palavras de Simeão e Ana e. A visita dos magos. f. A fuga para o Egito g. Retorno a Nazaré

29

30 E tu, Belem, terra de Judá, de modo nenhum és a menor entre as capitais de Judá; porque de ti sairá o Guia que há de apascentar o meu povo de Israel. (Mateus 2: 6)

31 NASCIMENTO VISTA DE BELEM

32 Possível lugar onde Jesus nasceu

33 Representação de uma manjedoura como seria no tempo de Jesus

34

35

36 Sua Adolescência e Juventude a. Sua visita ao templo com 12 anos b.Anos de Silêncio( sem registro) Sua Adolescência e Juventude a. Sua visita ao templo com 12 anos b.Anos de Silêncio( sem registro)

37 REPRESENTAÇÃO DO ANTIGO TEMPLO

38

39

40 Ora, todos os anos iam seus pais a Jerusalém, à festa da Páscoa. E tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa E aconteceu que passados três dias, o acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. E todos que o ouviam admiravam a sua inteligência e respostas. (Lucas 2: 41, , 47)

41 4.4 - O Ministério de Cristo. O Ano da Inauguração a. O Ministério de João Batista b. O batismo de Jesus O Ministério de Cristo. O Ano da Inauguração a. O Ministério de João Batista b. O batismo de Jesus

42 Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto ao Jordão, para ser batizado por ele. (Mateus 3: 13)

43

44 c. A tentação de Jesus d. O testemunho de João Batista e. O chamado de cinco discípulos f. Transformação de água em vinho g. A primeira páscoa h. A purificação do templo i. Discurso sobre o novo nascimento c. A tentação de Jesus d. O testemunho de João Batista e. O chamado de cinco discípulos f. Transformação de água em vinho g. A primeira páscoa h. A purificação do templo i. Discurso sobre o novo nascimento

45 j. O início do ministério da Judéia l. A água da vida m. A passagem por Samaria n. O início do ministério da Galiléia j. O início do ministério da Judéia l. A água da vida m. A passagem por Samaria n. O início do ministério da Galiléia

46 o. A cura do filho do oficial p. A prisão de João q. Retorno à Galileia r. Seu discurso em Nazaré o. A cura do filho do oficial p. A prisão de João q. Retorno à Galileia r. Seu discurso em Nazaré

47 4.4 - O Ministério de Cristo. O Ano de Popularidade a. Rejeitado em Nazaré b. A ida a Cafarnaum O Ministério de Cristo. O Ano de Popularidade a. Rejeitado em Nazaré b. A ida a Cafarnaum

48 E deixando Nazaré, foi habitar em Cafarnaum, cidade marítima, nos confins de Zabulon e Naftali. Mateus 4: 13

49

50 c. O chamado de outros discípulos d. A pesca Maravilhosa e. A cura de um endemoniado f. A cura da sogra de Pedro g. O ministério posterior da Galiléia h. A cura de um leproso i. O retorno para Cafarnaum j. A cura de um paralítico l. O chamado de Mateus c. O chamado de outros discípulos d. A pesca Maravilhosa e. A cura de um endemoniado f. A cura da sogra de Pedro g. O ministério posterior da Galiléia h. A cura de um leproso i. O retorno para Cafarnaum j. A cura de um paralítico l. O chamado de Mateus

51 m. A segunda Páscoa n. A cura de um paralítico em Betesda o. O discurso sobre sua Divindade p. O discurso sobre o Sábado q. A cura da mão de um homem r. A oposição dos fariseus s. Muitas curas próximas à Galiléia t. Ordenanças dos doze apóstolos u. O sermão do monte m. A segunda Páscoa n. A cura de um paralítico em Betesda o. O discurso sobre sua Divindade p. O discurso sobre o Sábado q. A cura da mão de um homem r. A oposição dos fariseus s. Muitas curas próximas à Galiléia t. Ordenanças dos doze apóstolos u. O sermão do monte

52

53 Vista do Mar da Galiléia

54

55 v. Em Carfanaum x. A cura do servo do centurião w. Em Naim y. A ressureição do filho da viúva z. João envia 2 discípulos a Jesus aa. João Batista aprovado por Deus Ab. As três cidades impenitentes Ac. A pecadora que ungiu os pés de Jesus v. Em Carfanaum x. A cura do servo do centurião w. Em Naim y. A ressureição do filho da viúva z. João envia 2 discípulos a Jesus aa. João Batista aprovado por Deus Ab. As três cidades impenitentes Ac. A pecadora que ungiu os pés de Jesus

56 Ad. A parábola dos dois credores Ae. A viagem na Galiléia Af. A cura de um endemoniado Ag. Crescendo a oposição Ah. Discurso sobre o pecado imperdoável Ai. Discurso sobre o sinal Aj. Discurso sobre o parentesco espiritual Ad. A parábola dos dois credores Ae. A viagem na Galiléia Af. A cura de um endemoniado Ag. Crescendo a oposição Ah. Discurso sobre o pecado imperdoável Ai. Discurso sobre o sinal Aj. Discurso sobre o parentesco espiritual

57 Ak. Maldição sobre os fariseus Al. A parábola do rico insensato Am. Palavras de encorajamento An. Parábola do banquete das bodas Ao. Parábola do administrador sábio Ap. Parábola da figueira estéril Aq. Parábola do semeador Ar. Parábola do trigo e do joio As Parábola do grão de mostarda Ak. Maldição sobre os fariseus Al. A parábola do rico insensato Am. Palavras de encorajamento An. Parábola do banquete das bodas Ao. Parábola do administrador sábio Ap. Parábola da figueira estéril Aq. Parábola do semeador Ar. Parábola do trigo e do joio As Parábola do grão de mostarda

58 At Parábola do fermento Au. Parábola do tesouro escondido Av. Parábola da pérola de grande valor Ax. Parábola da rede Aw. A viagem à região dos Gadarenos Ay. Jesus acalma a uma tempestade Az. A cura dos endemoniados gadarenos Ba. O jantar com Mateus At Parábola do fermento Au. Parábola do tesouro escondido Av. Parábola da pérola de grande valor Ax. Parábola da rede Aw. A viagem à região dos Gadarenos Ay. Jesus acalma a uma tempestade Az. A cura dos endemoniados gadarenos Ba. O jantar com Mateus

59 Bb. A cura de uma mulher enferma Bc. A ressurreição da filha de Jairo Bd. A cura de dois cegos e um mudo Bb. A cura de uma mulher enferma Bc. A ressurreição da filha de Jairo Bd. A cura de dois cegos e um mudo


Carregar ppt "Aula 1 Revisão Aula 1 Revisão. 1- INTRODUÇÃO A história da vida de Jesus Cristo encontra-se em toda Bíblia. VT Jesus em profecia NT Jesus histórico. Entre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google