A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Porto Alegre, novembro de 2012. 1. Agenda O Sistema de Desenvolvimento do Estado do RS O Modelo de Desenvolvimento Industrial do Estado do RS Os Programas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Porto Alegre, novembro de 2012. 1. Agenda O Sistema de Desenvolvimento do Estado do RS O Modelo de Desenvolvimento Industrial do Estado do RS Os Programas."— Transcrição da apresentação:

1 Porto Alegre, novembro de

2 Agenda O Sistema de Desenvolvimento do Estado do RS O Modelo de Desenvolvimento Industrial do Estado do RS Os Programas Setoriais O Plano de Comunicação da Política Industrial 2

3 O SISTEMA DE DESENVOLVIMENTO DO ESTADO DO RS 3

4 Estrutura do SDRS 4 Governador SDPI Secretaria de Desenvolvimento SDPI Secretaria de Desenvolvimento CDES Conselho de Desenvolvimento CDES Conselho de Desenvolvimento BRDE Banco de Desenvolvimento BRDE Banco de Desenvolvimento BADESUL Banco de Desenvolvimento BADESUL Banco de Desenvolvimento BANRISUL Banco Comercial BANRISUL Banco Comercial SEFAZ Secretaria da Fazenda SEFAZ Secretaria da Fazenda AGDI Agência de Desenvolvimento AGDI Agência de Desenvolvimento

5 O MODELO DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL DO RS 5

6 Objetivo Desenvolver ambiente COMPETITIVO E INOVADOR para a indústria através da atuação sobre os fatores determinantes da competitividade regional e setorial e tendo a inovação e a tecnologia como vetores centrais da competitividade.

7 Política Industrial do RS: Sistematização e Organização Institucional EIXO I – POLÍTICA SETORIAL Programas Setoriais Programa de Ações Internacionais EIXO II – POLÍTICA DA ECONOMIA DA COOPERAÇÃO Programa Estadual de Fortalecimento das Cadeias e Arranjos Produtivos Locais (Programa de APLs) Programa de Redes de Cooperação (PRC) / SESAMPE Programa de Apoio aos Polos Tecnológicos / SCIT Apoio ao Sistema Cooperativista: Programa Gaúcho do Cooperativismo Rural / SDR EIXO III – POLÍTICA DA FIRMA Sala do Investidor Programa de Apoio à Captação de Recursos para Empresas Inovadoras Programa Extensão Produtiva e Inovação EIXO IV – INSTRUMENTOS TRANSVERSAIS FUNDOPEM/RS Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial (PROEDI) Programa de Apoio a Iniciativas Municipais Programa Pró-Inovação / SCIT Programa Gaúcho de Parques Científicos e Tecnológicos (PGTec) / SCIT INVESTE/RS / SEFAZ Sistema Financeiro do RS: Banrisul, Badesul e BRDE EIXO V – INFRAESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO Informação e Planejamento da Infraestrutura para o Desenvolvimento Logística / SEINFRA Energia / SEINFRA Comunicação Irrigação / SEAPA 7

8 OS PROGRAMAS SETORIAIS 8

9 Destaques da Indústria do RS Primeiro parque industrial de: – Automação – Biodiesel – Implementos Rodoviários e Ônibus – Máquinas e Implementos Agrícolas – Couro e Calçados – Vinhos e Espumantes – Agroindústria do Arroz Segundo parque industrial de: – Eletroeletrônicos – Móveis – Bebidas – Máquinas e Equipamentos – Produtos Químicos – Metal-mecânica – Plástico e Borracha – Naval Terceiro maior centro de geração de energia eólica Quarto parque industrial de: – Alimentos – Veículos Automotores Fonte: SDPI 9 9

10 Premissas da Programas Setoriais Todas as ações e esforços empregados na política industrial devem ser guiadas pelas seguintes premissas: Diversidade da indústria gaúcha; Geração de empregos de qualidade; Valorização das indústrias enraizadas no Estado; Necessidade de desenvolver e consolidar novos setores da economia: – Desenvolvimento econômico mais amplo do país; – Portadores de futuro, com déficit nacional, tanto na balança de comércio, quanto na atualização tecnológica; A inovação como estratégia ao longo da cadeia de valor e em setores correlatos; Sustentabilidade ambiental.

11 Setores Estratégicos Prioritários Indústria Oceânica e Polo Naval Preferenciais Reciclagem e Despoluição Energia Eólica Especiais Biocombustíveis (Etanol e Biodiesel) Semicondutores Saúde Avançada e Medicamentos Indústria da Criatividade NOVA ECONOMIA PARA O RS Prioritários Agroindústria Preferenciais Bens de Capital – Máquinas, Equipamentos e Implementos Agrícolas e Industriais Madeira, Celulose e Móveis Especiais Equipamentos para Indústria de Petróleo e Gás Petroquímica, Produtos de Borracha e Material Plástico Software Eletroeletrônica, Automação e Telecomunicações Calçados e Artefatos ECONOMIA TRADICIONAL DO RS Automotivo e implementos Rodoviários Carne Bovina Carne Suína Vitivinicultura Grãos - Arroz Leite e Derivados Grãos – Soja e Milho Avicultura

12 Programas Setoriais – Formulação participativa Total: 516 participantes Reuniões realizadas: 170 reuniões presenciais 12

13 Determinantes da Competitividade do RS Fatores de Produção Promoção comercial e inserção internacional Indústrias correlatas e de apoio Sistema de incentivos e fomento a investimentos, produtividade e inovação Contexto para desenvolvimento e prosperidade

14 1.Processo para acesso à incentivos 2.Incentivos tributários para MPs e componentes 3.Incentivos tributários para produtos 4.Incentivos para investimentos 5.Incentivos para P&D&I Fatores de competitividade para o Governo RS 6.Educação e Treinamento 7.Atividades de P&D&I 8.Recursos Naturais 9.Infraestrutura (energia, logística e comunicação) 10.Bens de capital 11.Financiamento RS 12.Financiamento federal 13.Processos para licenciamento ambiental 14.Demanda local 15.Canais de distribuição para fora do RS 16.Poder de compra do Estado 17.Fornecedores locais de MPs e componentes 18.Fornecedores de serviços relacionados 19.APLs competitivos 20.Parques tecnológicos 21.Áreas e distritos industrias estaduais 22.Áreas e distritos industriais municipais Fatores de Produção Promoção comercial e inserção internacional Indústrias correlatas e de apoio Sistema de incentivos e fomento a investimentos, produtividade e inovação Contexto para desenvolvimento e prosperidade

15 AS AÇÕES DA POLÍTICA SETORIAL 15

16 Ações da Política Setorial 16 SALA DE GESTÃO Setor 1 Setor 2 Setor n Setor 3 Setor 4 Ação transversal 1 Ação transversal 2 Ação transversal 3 Ação transversal 4 Ação transversal n Setor 1 Setor 1 Setor 2 Setor 2 Setor n Setor n Ações setoriais 1 Ações setoriais 2 Ações setoriais n Total de 267 ações Todos os setores: 51 Agroindústrias: 13 Específicas: 203 Transversais

17 Abrangência das ações nos setores

18 86 ações iniciadas Status das ações 18 Em andamento: 165 A iniciar: 104 Em andamento: 241 No lançamento – 267 ações (Março 2012) Agosto 2012 – 284 ações Canceladas: 12 A iniciar: 18 Concluídas: 13 Em andamento: 231 Hoje – 284 ações (Setembro 2012) Canceladas: 13 A iniciar: 9 Concluídas: 21 9 ações iniciadas

19 O PLANO DE COMUNICAÇÃO DA POLÍTICA INDUSTRIAL 19

20 Política Industrial - Comunicação 20 Acesse o conteúdo no site da Sala do Investidor:

21 Ivan De Pellegrin Diretor de Planejamento, Programas e Captação de Recursos AGDI – Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento 21


Carregar ppt "Porto Alegre, novembro de 2012. 1. Agenda O Sistema de Desenvolvimento do Estado do RS O Modelo de Desenvolvimento Industrial do Estado do RS Os Programas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google