A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ciências – 9º ano Física – Capítulo 1 Prof. Adriana Amorim.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ciências – 9º ano Física – Capítulo 1 Prof. Adriana Amorim."— Transcrição da apresentação:

1 Ciências – 9º ano Física – Capítulo 1 Prof. Adriana Amorim

2 -Imagine que você está em uma floresta e quer medir o comprimento do caminho percorrido por um quati e o tempo que ele vai levar para dar uma volta completa. O problema é que você não tem uma trena para medir o comprimento e nem um cronômetro para medir o tempo. -Como você faria para resolver esse problema? Comprimento: partes do corpo (pés, mãos, braços), pedaços de madeira, galhos, etc. Tempo: pulsação. CONSIDERANDO PÉS COMO UNIDADE PADRÃO, SE DOIS ALUNOS UTILIZASSEM SEUS PÉS, CHEGARIAM AO MESMO RESULTADO?

3 Quando o ser humano começou a medir? -Na antiguidade: Utilizavam métodos intuitivo de medir (comparação entre peixes, quantidade de alimentos). Pesos e medidas - Histórico

4 A medida que passaram a viver em grupos, a necessidade de medir aumentava ainda mais. Passaram a utilizar grandezas bem simples que consideravam partes do corpo que acabaram por se tornar referências universais, pois ficava fácil chegar-se a uma medida que podia ser verificada por qualquer pessoa. Foi assim que surgiram medidas padrão como a polegada, o palmo, o pé, a jarda, a braça e o passo.

5

6 O tempo era medido através das repetições dos fenômenos periódicos: nascer do Sol, sucessão das luas cheias ou das primaveras, etc. Os babilônios utilizavam o dedo (16 mm) e o cúbito (30 dedos).

7 O peso (massa) das mercadorias era avaliado por comparação de uma com a outra seguras em cada mão ao mesmo tempo. A primeira máquina de comparação: uma vara suspensa no meio por uma corda. Os objetos eram pendurados em suas extremidades e, se houvesse equilíbrio, ou seja, se a vara ficasse na horizontal, eles possuiriam a mesma massa.

8 Com o surgimento das primeiras civilizações, tais processos não satisfaziam mais as necessidades, pois constatavam as diferenças entre as partes do corpo para cada indivíduo. As construções de casas, de navios, a divisão de terras e o comércio com outros povos exigiam uma medida-padrão, que fossem as mesmas em qualquer lugar. No inicio da Idade Média, as unidades adotadas eram as do romanos, o último e maior império da antiguidade e suas medidas ainda eram aqueles das dimensões humanas. Na Inglaterra, Ricardo I determinou unidades para comprimento e para capacidade. Estas eram de ferro e mantida em vários regiões do país por autoridades regionais, com o objetivo de comprovar a veracidade da uma medida.

9 No fins do século XVIII, a variedade de medidas dificultava as transações comerciais. Foi convocada uma comissão de cientistas para a determinação e construção de padrões que fossem universais. Surgiram as unidades-padrão metro, quilograma e segundo, utilizados em muitos países. Em 1960, os cientistas decidiram adotar um sistema que unificasse todas as grandezas.

10 Para substituir os padrões adotados até então, foram estabelecidos os sistemas MKS (metro, quilograma-força e segundo) e o CGS (centímetro, gramas e segundos). Surgiu então o Sistema Internacional de Unidades (SI), que passou por modificações e aperfeiçoamento ao longo do tempo, acompanhando a evolução tecnológica. O SI não é utilizado atualmente em apenas três países: USA, Libéria ( África) e Myanmar (Ásia).

11 GRANDEZA FÍSICA É o que pode ser medido Comprimento e velocidade tempo temperatura força

12 GRANDEZA NÃO FÍSICA É o que não pode ser medido, ou seja, não podemos atribuir um valor numérico. amor amizade dor raiva medo

13 -Para cada grandeza física é preciso atribuir um valor numérico e uma unidade de medida, para que se possa diferenciar uma grandeza de outra. -Cada unidade apresenta um símbolo para representá-la. Ex: 10m, 50 kg, 10 m², etc. -Existe um número mínino de grandezas chamadas de FUNDAMENTAIS, das quais partem as grandezas DERIVADAS.

14 UNIDADES FUNDAMENTAIS DO SI Grandezaunidade símbolo Comprimentometrom Massaquilogramakg Temposegundos Corrente elétricaampereA TemperaturakelvinK Quantidade de matériamolmol Ex de unidades derivadas: m (metro) – m², m³, m/s.

15 Nomes das unidades e símbolos É preciso cuidado ao utilizar os símbolos das grandezas físicas pois eles obedecem ao um padrão e só estarão escritos corretamente se esse padrão for respeitado.

16 - Quando a unidade for estabelecida a partir do nome do cientista ou pessoa homenageada. Unidade por extenso: newton (minúscula) Símbolo: N (maiúscula) - A respectiva unidade pode ser escrita por extenso ou representada pelo seu símbolo, mas não pode misturar parte escrita por extenso com parte expressas por símbolo. EX: 10 metros 10 m 10 mts 10 met

17 ALGUNS ENGANOS Errado –Km, Kg - a grama –2 hs, 15 seg –80 KM/H –250°K –um Newton Correto –km, kg - o grama –2 h, 15 s –80 km/h –250 K –um newton

18 Outros enganos

19

20

21

22

23

24 Unidades de comprimento ou distância Grandeza: distância ou comprimento Unidade no SI: metro Símbolo da unidade: m

25 Muitas medidas são realizadas com os múltiplos e submúltiplos do metro, dentro do sistema métrico decimal. Múltiplos e submúltiplos do metro m kmhmdamdmcmmm Quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro Um mesmo comprimento pode ser fornecido em unidades diferentes. Por exemplo, uma pessoa pode dizer que mora a 500 m ou 0,5 km da padaria.

26 m kmhmdamdmcmmm Quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro Para fazermos a conversão de uma unidade para outra, multiplicamos ou dividimos por 10 em cada unidade. 10x : 10

27 m kmhmdamdmcmmm Quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro Ex 1: Vamos transformar 1 m em cm. 10x 1m 1 x 10 x 10 = 100 cm 1 x 100 = 100 cm 1,0 = 100, 0 cm

28 m kmhmdamdmcmmm Quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro Ex2: Transformar 1 km em m. 10x

29 m kmhmdamdmcmmm Quilômetro hectômetro decâmetro metro decímetro centímetro milímetro Ex 3: Transformar 25m em mm e em km. 10x : m em mm = 25 x 1000 = mm 25,0 = 25000,0 mm 25 m em km = 25/1000 =0,025 km 25,0 m = 0,025 km

30

31 Exercícios 1 – pág. 171 Itens : a, b, c, d, e. Hora de praticar

32 Unidades de área - Grandeza: área (grandeza derivada do metro) -Unidade no SI: metro quadrado -Símbolo da unidade: m² -Para determinar a área, multiplicamos duas dimensões: a largura e o comprimento. -Para obter o resultado correto, a largura e o comprimento devem estar na mesma unidade. Área = largura (m) x comprimento (m) = m² Atenção: para áreas de diferentes figuras planas como triângulo, trapézios, circulo, existem relações próprias para cálculo. compri mento largura

33 Unidades de volume - Grandeza: volume (grandeza derivada do metro) -Unidade no SI: metro cúbico -Símbolo da unidade: m³ -Para determinar o volume de um sólido, multiplicamos três dimensões: a largura, o comprimento e a altura usando a mesma unidade. Volume = largura (m) x altura (m) x comprimento (m)= m³ altura largura comprimento O volume também é a grandeza para medir líquido, sendo utilizado como unidade o litro (L). 1 L = 1 dm³

34 Unidades de tempo - Grandeza: tempo -Unidade no SI: segundo -Símbolo da unidade : s Medidas do tempo: -1 minuto (min) = 60 segundos (s) -1 hora (h) = 60 min = 3600 s - 1 dia = 24 h = min = s - 1 ano 365 dias, 5 h, 48 min, 45s 8766 h.

35 Exercícios 2 – pág. 171 Itens : a, b, c, d, e. Hora de praticar

36 Unidades de massa - Grandeza: massa -Unidade no SI: quilograma -Símbolo da unidade : kg

37 Exercícios 3 – pág. 172 Itens : a, b, c, d, e. Hora de praticar

38 -Um quilograma equivale a 1000 gramas e, assim como a medida de comprimento, podemos encontrar os múltiplos e submúltiplos do grama. g kghgdagdgcgmg Quilograma hectograma decagrama grama decigrama centigrama miligrama -Entre outras unidades, temos: -1 t (tonelada) = kg = g

39 Na Física e na Química, encontramos números expressos por valores muito grande ou muito pequenos. Exemplos: - A velocidade da luz no vácuo: m/s -A carga de um elétron: 0, C Para facilitar as operações com números grandes ou pequenos, utilizamos a potência de 10. NOTAÇÃO CIENTÍFICA

40 Observe: 1) m/s = m/s = ¹¹ m/s 10¹¹ 2)0, C = 16/ C = 1,6/10 C = 1,6. 10 C ¹9 Perceba que quando se trata de um número maior que um o expoente da potência de 10 é positivo. Quando se trata de um número menor que 1, o expoente é negativo.

41 Outra maneira: deslocando a vírgula. O expoente indica quantas casas a vírgula deslocou, para a direita quando o número é pequeno e para esquerda quando o número é grande. 1) , Casa zero 3, A vírgula desloca- se 8 casas para a esquerda As casas são indicadas pelo expoente da potência 8

42 2) 0, Casa zero A vírgula deslocou-se 19 casas para a direita. 2) 1,6. 10 As 19 casas são indicadas pelo expoente negativo da potência ) , 6

43 Pare para pensar : pág. 164 ( No caderno ). Tarefa Atividades


Carregar ppt "Ciências – 9º ano Física – Capítulo 1 Prof. Adriana Amorim."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google