A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A dinâmica do crescimento da Igreja Fazendo Discípulos Atos dos Apóstolos Prof. José Luiz Baroni

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A dinâmica do crescimento da Igreja Fazendo Discípulos Atos dos Apóstolos Prof. José Luiz Baroni"— Transcrição da apresentação:

1

2 A dinâmica do crescimento da Igreja Fazendo Discípulos Atos dos Apóstolos Prof. José Luiz Baroni

3 25/12/2013 2

4 Objetivo Realizarmos uma reconstituição da mais famosa história missionária da Igreja cristã A história missionária e mais comovente do mundo ! PAULO, SEU MINISTÉRIO SUA EPÓCA CENÁRIO POLÍTICO CENÁRIO SOCIAL CENÁRIO GEOGRÁFICO Seu legado para o crescimento e DISCIPULADO

5 Monotonia na vida de Paulo ? II Cor 11,24 dos judeus cinco vezes recebi quarenta açoites menos um. 25 Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; 26 em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha raça, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre falsos irmãos; 27 em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejuns muitas vezes, em frio e nudez.

6

7 Estrada Damasco

8 Av. principal Antioquia da psidia

9 Antioquia Siria

10 ESTUDAR SUA EPÓCA CENÁRIO POLÍTICO CENÁRIO SOCIAL CENÁRIO GEOGRÁFICO

11

12 Templo de Artemis

13

14 Templo de Ephesus

15 Teatro de Ephesus

16 TEMPLO APOLO

17 Templo de Afrodite

18

19

20

21

22 Influências Gentias Ao norte da cidade ficava a pista de atletismo. Os jovens gostavam de correr, e davam muita importância. Ao vencedor tornar-se herói nacional Paulo foi influenciado pela pista de corrida, pois : Considerou que Cristo tem um ponto de partida, uma pista e um alvo O cristão não é alguém sem rumo ; tem um alvo diante de si e concentra-se na busca do prêmio.

23 Influências Gentias Paulo mesmo diz em 2 Tm 4, 7 : COMPLETEI A CARREIRA Saulo nunca teve permissão para assistir a estes jogos pois era considerado impróprio para judeus. Dizia o pai de Paulo, que o exercício físico era necessário a formação de bons soldados, mas o jovem que estudasse a lei de Moisés seria um homem bem melhor.

24 Objetivo "Irmãos, o bom desejo do meu coração e a oração a Deus por Israel é para sua salvação" (Rm 9:1-5, 10:1)

25 Salvação Ganhar Almas

26 Plano de expansão Atos 1, 8 Mas vós recebereis a virtude do Espirito Santo, que há de vir sobre vós ; e ser- me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda Judéia e Samaria, e até aos confins da terra

27 Plano de expansão Atos 1, 8

28 Plano de ensino Atos 8,31 E ele disse : Como poderei entender, se alguém não me ensinar

29 Objetivo Atos 16,31 E eles disseram : Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa

30 Plano Salvação Crer em Jesus Cristo Ensinar Conhecimento Receberam o Espirito Santo Poder Dynamis Testemunhas Jerusalem, Judeia, Samaria,Cofins da Terra

31 Mostrar o nascimento (Poder do Espírito); Crescimento da Igreja ( Sob a direção do Espírito e dos apóstolos); Trabalho missionário (Plantação de igrejas); Sua edificação na doutrina dos apóstolos. O objetivo central do livro é a Igreja

32 Plano de Deus para Igreja Primitiva Morte Ressurreição de Jesus Jesus Treinou e capacitou Entregou a missão Receberam o Espirito Santo Poder Dynamis Testemunhas Evangelização Capacitavam Treinavam Jerusalem, Judeia, Samaria,Cofins da Terra

33 Plano de Deus para Igreja Primitiva

34

35 Plano de Deus para Igreja Primitiva Perseguição ! Morte Ressurreição de Jesus Jesus Treinou e capacitou Entregou a missão Receberam o Espirito Santo Poder Dynamis Testemunhas Evangelização Capacitavam Treinavam Jerusalem, Judeia, Samaria,Cofins da Terra

36 Plano de Deus para Igreja Primitiva Dispersão ! Eféso Jerusalem Roma Corinto Antioquia Iconio Listra Atenas Filipos

37 Plano de Deus para Igreja Primitiva Frutos da dispersão Eféso Jerusalém Roma Corinto Antioquia Iconio Listra Atenas Filipos

38 Plano de Deus para Igreja Primitiva Frutos da dispersão Eféso ( Timóteo) Jerusalém Roma (Priscila Aquila) Corinto (Apolo) Antioquia(Cristãos) Icônio Listra (Timóteo) Atenas Filipos ( Lucas)

39 ESBOÇO DO LIVRO (Geral) 1 - O poder do Espírito Santo (1-2) 2 - Os primeiros dias da Igreja (3:1 - 12:25) 3 - A primeira viagem missionária de Paulo (13:1 - 14:28) 4 - O Concílio de Jerusalém (15:1-29) 5 - A segunda viagem missionária de Paulo (15: :22) 6 - A terceira viagem missionária de Paulo (18:23- 21:16) 7 - Viagem de Paulo a Roma (21: :31).

40 ESBOÇO DO LIVRO (Simplificado) 1 – Atos do apóstolo Pedro (1-12:25); 2 – Atos do apóstolo Paulo (13:1 - 28:31).

41 ATOS 29 O livro de Atos pode ser comparado a uma espinha dorsal do corpo humano. Livro incompleto. Estamos escrevendo a história

42 O Treinamento do Senhor para os discípulos - 1:3 a 5 Ele lhes falou coisas a respeito do reino de Deus (v. 3) Ordenou-lhes que esperassem pelo batismo no Espírito Santo (vs. 4-8). Depois da ascensão de Cristo, nos versículos 9 a 11, temos a preparação dos discípulos (vs ). Os discípulos perseveraram em oração (vs ) e então escolheram Matias (vs ).

43 O Treinamento do Senhor para os discípulos - 1:3 a 5 a. Um treinamento de 40 dias - 1:3 a 5 O número quarenta simboliza um tempo de prova e um tempo completo de ensino e tratamento (Dt. 9:9 e 18; I Rs. 19:8). b. Um treinamento sobre o reino de Deus-1:6 e 7 O reino de Deus é o governar de Deus com todas as suas bênçãos. Ele é o alvo do evangelho. Para entrar nele as pessoas precisam se arrepender dos seus pecados e crer no evangelho (Mc. 1:15),

44 TREINAMENTO – FAZER DISCIPULOS TREINAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR, CAPACITAR, TREINAR, TREINAR, CAPACITAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR, TREINAR, CAPACITAR, TREINAR

45 Estudo do livro de Atos - cap. 2:42 a 47 A vida da Igreja Em Atos 2:42 a 47 temos a descrição do início da vida da Igreja. 1. Perseveravam no ensino dos Apóstolos I Tm. 1:3 2. Perseveravam na comunhão e no partir do pão I Jo.1:3 Os que creram estavam juntos e tinham tudo em comum. partiam pão de casa em casa e tomavam as suas refeições com alegria e singeleza de coração.

46 Atos dos Apóstolos PROCESSO TREINAR CAPACITAR PERSEVERAR CRER UNIDADE ENTUSIAMO ALEGRIA SINGELEZA

47 Atos dos Apóstolos PROCESSO Paulo Estudou a Lei de Moises - Mestre Se Preparou em 7 idiomas, gramatica, etc Defendeu a Causa Sinédrio Perseguiu a Igreja. Conversão 3 Anos na Árabia 10 dias Jerusalem Volta a Tarso 7 anos ( Preparo ) Enquanto isso : Antioquia crescia ! Barnabe resgata Paulo em Tarso 2 anos de treinamento com Barnabé Planejaram a viagem missionária. Resultados : Gentios se convertem GANHARAM ALMAS

48 Atos dos Apóstolos PROCESSO DISCIPULADO TREINAR CAPACITAR PERSEVERAR CRER UNIDADE ENTUSIAMO ALEGRIA SINGELEZA MOTIVAR

49 A Obra de Cristo em Atos: a produção das igrejas Como se dá essa expansão do reino de Deus hoje? Pela unção do Espírito Santo A expansão de Cristo não pode ser feita por nenhum artifício ou técnica humana. Antes é feita por meio do Espírito Santo. Se não edificamos pela unção do Espírito então é provável que não estejamos levando a cabo a real expansão do corpo de Cristo. Hoje temos muita técnica e habilidade humana, mas o que precisamos é do poder da unção.

50 Atos dos Apóstolos PROCESSO DISCIPULADO TREINAR CAPACITAR PERSEVERAR CRER UNIDADE ENTUSIAMO ALEGRIA SINGELEZA MOTIVAR

51 Atos dos Apóstolos PROCESSO DISCIPULADO na vida Paulo Barnabé Timóteo Lucas Marcos Silas Apolo Priscila & Aquila

52 Atos dos Apóstolos LEGADO DE PAULO Barnabé Timóteo Lucas Marcos Silas Apolo Priscila & Aquila

53 A Obra de Cristo em Atos: a produção das igrejas Como se dá essa expansão do reino de Deus hoje? Por meio dos discípulos Hoje temos muitos membros de igreja, mas a expansão de Cristo somente pode acontecer por meio de discípulos. Quem são os discípulos? Eles são as testemunhas. Não são meramente pregadores, mas testemunhas. Eles provaram de algo e disso testificam.

54

55 O QUE COSTUMA TE DESANIMAR?

56 Os religiosos que se opõem ao mover de Deus O primeiro tipo de pessoa que vemos são os fariseus que se opunham ao mover de Deus. 1.Desdenhar e diminuir o resultado do outro. 2.Dificuldade de se alegrar com a vitória do outro. 3.Tentar sempre falar de algo maior ou melhor diante do testemunho do outro. 4.Aqueles que estão no mover sempre despertarão inveja naqueles que estão fora

57 O crescimento da Igreja Nos capítulos 6 a 8 de Atos podemos ver uma série de princípios de crescimento da Igreja.

58 Princípios de crescimento da Igreja a. Crescimento e estrutura Primeiro vemos em 6:1 que por causa do crescimento surgiram problemas organizacionais na Igreja. Os apóstolos estabelecem os diáconos que aqui simbolizam a necessidade de se aperfeiçoar a estrutura.

59 b. Crescimento e glória De 6:8 a 15 vemos sobre o segundo fator de crescimento: a unção e a glória de Deus na Igreja. A respeito de Estevão se diz que era: Cheio do Espírito (6:3,5,10); cheio de graça (6:8) ; cheio de poder (6:8); cheio de sabedoria (6:3,10); usado com milagres e prodígios (6:8); um defensor da fé (6:10); era um grande pregador (cap. 7)

60 c. Crescimento e perseguição Até aqui houve muita perseguição, mas Estevão foi o primeiro a morrer por causa da fé. As razões da perseguição são sempre as mesmas como vimos no capítulo 5. d. Crescimento e dispersão No capítulo 8:1 se diz que a perseguição foi tal que todos foram dispersos pelas regiões da Judéia e Samaria. Essa dispersão era segundo o propósito de Deus para que o evangelho se espalhasse.

61 Uma abordagem da oração A oração é o primeiro recurso, e não o último O mais comum é as pessoas orarem depois de esgotarem todos os seus recursos. Oramos quando percebemos que estamos sem saída. Veja uma pessoa com problemas financeiros. Deveríamos pensar o contrário: o que eu tenho perdido por não orar? (Tg. 4:2) Orar não deve ser o último recurso, mas sim a primeira coisa a ser feita.

62 Ore pelo que Deus quer e não pelo que você quer Nada está fora do alcance da oração, exceto aquilo que está fora da vontade de Deus. (I Jo. 5:14-15) Jesus nos ensinou a orar: seja feita a tua vontade... A maneira de conhecermos a vontade de Deus é pelas Escrituras. Quando oramos segundo a vontade de Deus podemos ser ousados na oração e determinar na terra a sua vontade. Mas lembre-se, somente podemos determinar a vontade de Deus e não a nossa.

63


Carregar ppt "A dinâmica do crescimento da Igreja Fazendo Discípulos Atos dos Apóstolos Prof. José Luiz Baroni"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google