A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OSSOS DO CRÂNIO. A cabeça é dividida em duas partes: * CRÂNIO – composto de oito ossos, contendo e protegendo o cérebro. *FACE – composta de quatorze.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OSSOS DO CRÂNIO. A cabeça é dividida em duas partes: * CRÂNIO – composto de oito ossos, contendo e protegendo o cérebro. *FACE – composta de quatorze."— Transcrição da apresentação:

1 OSSOS DO CRÂNIO

2 A cabeça é dividida em duas partes: * CRÂNIO – composto de oito ossos, contendo e protegendo o cérebro. *FACE – composta de quatorze ossos.

3

4 A caixa craniana é a estrutura óssea da cabeça que se apoia na coluna vertebral. É de forma oval, mais larga atrás (parte posterior) do que na frente (parte anterior).

5

6 Os 22 ossos que compõem a caixa craniana têm forma irregular e, com exceção da mandíbula, são todos soldados uns aos outros.

7

8 A linha formada pela conexão de dois ou mais ossos é chamada de sutura.

9 As suturas são denominadas segundo a região da cabeça onde os ossos se ligam, como por exemplo, a sutura coronária, formada pela conexão do osso frontal e dos dois ossos parietais, na parte superior da cabeça.

10

11 O crânio protege o cérebro e apóia as estruturas a ele ligadas.

12

13 Os oito ossos que formam o crânio chamam-se: 1. Frontal 2. Parietal (2) 3. Occipital 4. Etmóide 5. Esfenóide 6. Temporal (2)

14

15

16 1. Osso Frontal O osso frontal forma a testa, a parte superior das fossas oculares ou órbitas, parte da cavidade nasal, e protege a parte frontal do cérebro. Forma um capacete protetor do cérebro. Num recém nascido, há um osso frontal separado de cada lado da cabeça, que se funde antes dos oito anos, formando um osso único e forte.

17

18 Entre o frontal e o parietal, há uma área mole chamada fontanela ou moleira, ainda sem cobertura óssea.

19

20 2. Osso Parietal Os dois ossos parietais (direito e esquerdo), formam a maior parte do topo e dos lados do crânio. Têm quatro lados irregulares, com sua superfície externa convexa e a superfície interna côncava. Protegem o cérebro e é coberto pelo couro cabeludo.

21

22 Entre os ossos parietais e o osso occipital, também existe uma moleira ou fontanela, menor, na parte posterior do crânio. A sutura entre o parietal e o frontal chama-se sutura coronal. A sutura entre os dois parietais é a sutura sagital. O ponto de encontro entre essas duas suturas chama-se bregma.

23

24 A sutura entre os ossos parietal e occipital é a sutura lambdóide. Às vezes formam-se minúsculas áreas de osso separadas dentro das suturas, que se chamam ossos wormianos ou suturais.

25 3. Osso Occipital Forma a base do crânio. Entre o occipital e os parietais há também uma fontanela. É um osso irregular, em forma de concha de sopa. Caracteriza-se por uma grande abertura, chamada forame magno (forame:abertura; magno: grande).

26

27

28 Através do forame magno, passa a medula espinhal, nervos espinhais e as artérias vertebrais. De cada lado do forame magno há uma grande superfície arredondada chamada côndilo occipital, sobre o qual o crânio pode mover-se para frente e para trás nos acenos da cabeça.

29

30 4. Osso Etmóide É um osso delgado (fino), situado na base anterior do crânio. Localiza-se entre as órbitas e ajuda na formação do teto, das paredes laterais e do septo nasal. É um osso leve e esponjoso. De fora, pode ser visto na borda interna da cavidade orbital.

31

32 Fica atrás do maxilar e forma espirais turbinadas ou conchas. Estas são cobertas por membranas (tecido fino) e ajudam a umedecer e aquecer o ar enquanto respiramos. Quando a pessoa fica resfriada, essas membranas incham e dificultam a respiração pelo nariz.

33 5. Osso Esfenóide Situa-se na parte anterior da base do crânio. Tem forma semelhante a um morcego de asas abertas. Na parte anterior se liga ao etmóide e na parte posterior, ao occipital.

34

35

36

37 6. Osso Temporal Os ossos temporais (direito e esquerdo), formam os lados e a base do crânio. Limita-se pela frente com o osso esfenóide; acima com o parietal e atrás com o occipital. Cada osso temporal tem uma cavidade, chamada fossa mandibular ou glenóide (significa raso ou pouco cavado), dentro do qualse aloja o osso da mandíbula, permitindo movimento.

38 Fossa Mandibular

39 A saliência pontiaguda na superfície inferior do osso temporal é o processo estilóide (significa delgado e pontudo, saliência). A saliência arredondada na parte posterior do osso temporal é o processo mastóide, uma projeção óssea atrás do ouvido externo.

40

41 OSSOS DA FACE

42 Os ossos da face compõem um conjunto estrutural, que tem por função proteger alguns órgãos dos sentidos – olhos, fossas nasais, língua e boca. Cada osso da face entra em constituição de cavidades que alojam esses órgãos. O único osso móvel da face é a mandíbula, que confere apoio mecânico aos movimentos de mastigação, primeira etapa do processo digestivo de alimentos sólidos.

43

44 Os 14 ossos que formam o esqueleto da face: 1. Osso nasal (2) 2. Vômer 3. Cornetos nasais inferiores (2) 4. Osso lacrimal (2) 5. Osso zigomático (2) 6. Osso palatino (2) 7. Maxila (2) 8. Mandíbula

45 1. Osso Nasal O osso nasal é formado por dois pequenos ossos oblongos, colocados lado a lado, que, juntos, formam a asa do nariz. Situam-se na parte central e superior da face, junto à parte superior das maxilas.

46 2. Osso Vômer É um osso ímpar dentro da cavidade nasal. Encontra-se na parte inferior e posterior da cavidade nasal e forma parte do septo.

47 Sua porção interior, quase sempre é desviada para a direita ou para a esquerda, tornando desiguais as cavidades nasais.

48 3. Cornetos Nasais Inferiores (2) Situam-se na parte inferior de cada narina. Consiste em uma camada fina de osso reticulado (esponjoso).

49 4. Osso Lacrimal Encontram-se na parte anterior da parede interna de cada órbita. São os menores e mais frágeis ossos da face. Parte do conduto nasolacrimal passa através de um canal situado no osso lacrimal.

50 Canal lacrimal obstruído

51 5. Osso Zigomático (2) É também chamado osso da face. Forma a borda de baixo do olho, onde encontra o maxilar, e a borda lateral do olho, onde se encontra o osso frontal.

52 Os quatro processos da maxila são assim denominados: zigomático, palatino, frontal e alveolar. O osso zigomático forma o que chamamos popularmente de maçãs do rosto.

53 6. Osso Palatino (2) Situam-se na parte posterior da cavidade nasal. Formam o céu da boca, parte inferior e as paredes externas das cavidades nasais e o assoalho das órbitas.

54 7. Osso Maxilar (2) É formado pela união das duas maxilas. Apresenta a forma de uma pirâmide triangular, cuja base está voltada para a cavidade nasal. Contribui para a formação dos limites do céu da boca, nariz e órbitas.

55 SINUSITE

56 8. Mandíbula É um osso ímpar, situado na parte inferior da face. É o único osso móvel da cabeça. É o mais longo e mais forte dos ossos da face.

57 É um osso de extrema importância para a mastigação, uma vez que pelo seu movimento, quebra os alimentos em pedaços menores para serem digeridos no estômago.

58 Texto Complementar: Quanto mais velho, mais orelhudo Um médico inglês descobriu porque os idosos têm orelhas tão grandes. Ele mediu a orelha de 206 pacientes entre 30 e 93 anos de idade e calculou que elas crescem naturalmente 1,2 cm em 50 anos, em média.

59 Segundo o médico, o segredo do crescimento, não só do nariz, mas das orelhas também, está na cartilagem que forma esses órgãos. É um tecido fibroso, parecido com os ossos. A diferença é que os ossos crescem por estímulos de hormônios sexuais que se tornam escassos depois da puberdade. Por isso os ossos param de crescer. A face também encolhe porque os músculos da mastigação se atrofiam com a perda dos dentes.


Carregar ppt "OSSOS DO CRÂNIO. A cabeça é dividida em duas partes: * CRÂNIO – composto de oito ossos, contendo e protegendo o cérebro. *FACE – composta de quatorze."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google