A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Foz do Iguaçu – PR | 09 de setembro de 2010 Jorge Miguel Samek Diretor-Geral Brasileiro – Itaipu Binacional Perspectivas do Brasil como polo de inovação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Foz do Iguaçu – PR | 09 de setembro de 2010 Jorge Miguel Samek Diretor-Geral Brasileiro – Itaipu Binacional Perspectivas do Brasil como polo de inovação."— Transcrição da apresentação:

1 Foz do Iguaçu – PR | 09 de setembro de 2010 Jorge Miguel Samek Diretor-Geral Brasileiro – Itaipu Binacional Perspectivas do Brasil como polo de inovação sustentável III Fórum Internacional de Administração O futuro da administração no contexto da sustentabilidade Conselho Regional de Administração do Paraná

2 MUDANÇAS CLIMÁTICAS

3 Brasil: Panorama Energético e Ambiental

4 Países com PIB > USD 600 Bilhões Países com POPULAÇÃO > 150 Milhões Países com ÁREA > 5 milhões de km² O BRASIL É UM GRANDE PAÍS

5 BRASIL: 12% DA ÁGUA DOCE SUPERFICIAL DO PLANETA 24% DEMAIS REGIÕES 70% REGIÃO NORTE 6% REGIÃO SUDESTE Fonte: ANA A ÁGUA NO SOLO BRASILEIRO

6 Fonte: MME (Prelim 2009) OFERTA INTERNA DE ENERGIA - BRASIL 2009 RENOVÁVEIS BRASIL OECD MUNDO 47,2% 7,2% 12,7% NO MUNDO A SITUAÇÃO É CRÍTICA! FONTE RENOVÁVEL 12,7% FONTE NÃO-RENOVÁVEL 87,3% BIOMASSA LENHA PRODUTOS DE CANA OUTRAS 10,1% 18,0% 3,8% 243,7 milhões tep (2% DA ENERGIA MUNDIAL) 37,9% PETRÓLEO E DERIVADOS 8,8% GÁS NATURAL 4,8% CARVÃO MINERAL 1,4% URÂNIO 15,2% HIDRÁULICA E ELETRICIDADE 32,0% BIOMASSA NO MUNDO A SITUAÇÃO É CRÍTICA!

7 MATRIZ DE OFERTA ENERGÉTICA ELÉTRICA - BRASIL 2009 Fonte: MME (Perlim 2009) 505,8 391,0 13,3 12,7 13,0 5,2 23,9 7,1 39,7 TOTAL HIDRO GÁS NATURAL DER. PETRÓLEO NUCLEAR CARVÃO BIOMASSA GÁS INDUSTRIAL IMPORTAÇÃO TWhRENOVÁVEISBRASIL OECD MUNDO 89,9% 16% 18,2% NO MUNDO É O INVERSO FONTE RENOVÁVEL 18% FONTE NÃO-RENOVÁVEL 82% 77,3% HIDRO 7,8% IMPORTAÇÃO 1,4% GÁS INDUS- TRIAL 4,7% BIOMASSA 2,5% DERIVADOS DE PETRÓLEO 1,0% CARVÃO MINERAL 2,6% GÁS NATURAL 2,6% NUCLEAR Nota: inclui autoprodutores (57 TWh)

8 MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA CARGA MW med PREDOMINÂNCIA Termelétricas TRANSMISSÃO km IMPORTAÇÃO 200 MW CAPACIDADE INSTALADA MW CARGA MW med PREDOMINÂNCIA Hidroeletricidade TRANSMISSÃO km IMPORTAÇÃO MW CAPACIDADE INSTALADA MW SISTEMA INTERLIGADO SISTEMAS ISOLADOS 2% DO MERCADO 98% DO MERCADO Sistema Integrado Nacional - SIN

9 O SISTEMA DE TRANSMISSÃO BRASILEIRO SOBREPOSTO AO TERRITÓRIO DA EUROPA ILUSTRAÇÃO: FONTE: CHESF (2007) BRASIL: SISTEMA INTERLIGADO NACIONAL (SIN)

10 BRASIL INDICADORES SOCIOECONÔMICOS Fontes : IBGE, FGV, MDIC/Secex, Banco Central, MET/SPPE/CGETIP, Portal Brasil.net PIB 2002 US$ 504 mi 2009 US$ mi Renda Per Capita2002 US$ US$ Exporta ç ões2002 US$ 60,4 bi 2009 US$ 153 bi Saldo Balan ç a Comercial 2002 US$ 13,2 bi 2009 US$ 25 bi Reservas Internacionais 2002 US$ 37,8 bi 2009 US$ 239 bi Empregos Formais ,5 milhões ,4 milhões Popula ç ão ,6 milhões ,5 milhões Sal á rio M í nimo2002 R$ 200, R$ 510,00

11 -Crescimento Populacional Médio 2,89% ,64% Analfabetismo 33, , Fontes : IBGE, FGV, MDIC/Secex, Banco Central, MET/SPPE/CGETIP, Portal Brasil.net BRASIL INDICADORES SOCIOECONÔMICOS

12 -PIB -Renda Per Capita -Exportações -Saldo Balança Comercial -Reservas Internacionais -Empregos Formais -População -Salário Mínimo -Crescimento Populacional Médio -Analfabetismo Fontes : IBGE, FGV, MDIC/Secex, Banco Central, MET/SPPE/CGETIP CRESCENTE DEMANDA POR ENERGIA Brasil – eletricidade per capita KWh/hab (MME-2009 prelim.) referência: EUA KWh/hab (IEA-2007) BRASIL INDICADORES SOCIOECONÔMICOS

13 BRASIL - PROGRAMA DE ACELERAÇÃO DO CRESCIMENTO - PAC 1 Investimento em infra-estrutura R$ 503,9 bilhões -Eliminar os principais gargalos -Reduzir custos e aumentar a produtividade das empresas -Estimular o aumento do investimento privado -Reduzir desigualdades regionais LOGÍSTICA R$ 58,3 bilhões ENERGIA R$ 274,8 bilhões INFRA- ESTRUTURA SOCIAL R$ 170,8 bilhões MW geração e km linhas de transmissão fonte: MPGO (2007)

14 FonteS: EPE – PNE 2030; ELETROBRAS Rio Madeira – MW UHE Santo Antonio – MW UHE Jirau – MW Complexo Tapajós – MW AHE São Luiz do Tapajós MW AHE Cachoeira do Caí – 802 MW AHE Jatobá – MW AHE Jamanxim – 881 MW AHE Cachoeira dos Patos – 528 MW Rio Xingu – MW AHE Belo Monte – MW MW Uma opção: Turbina de Fluxo (BULBO) menor alagamento BRASIL - GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA POTENCIAIS NOVAS GRANDES HIDRELÉTRICAS REGIÃO NORTE Bacia do Amazonas.potencial avaliado de MW.distribuído em 13 sub-bacias 90% do potencial em quatro sub-bacias TAPAJÓS – XINGU – MADEIRA - TROMBETAS

15 Itaipu Binacional e a sustentabilidade

16 EMPREENDIMENTO BINACIONAL: BRASIL E PARAGUAI RIO PARANÁ POTÊNCIA INSTALADA: MW 20 UNIDADES DE 700 MW CADA SUPRIMENTO: 95% DO PARAGUAI 20% DO BRASIL FATURAMENTO 2009: US$ 3,5 BILHÕES RESERVATÓRIO: ÁREA 135 mil ha COMPRIMENTO 170 Km ÁREA DE PROTEÇÃO: MAIS DE 100 mil ha MISSÃO: GERAR ENERGIA ELÉTRICA DE QUALIDADE, COM RESPONSABILIDADE SOCIAL E AMBIENTAL, IMPULSIONANDO O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, TURÍSTICO E TECNOLÓGICO, SUSTENTÁVEL, NO BRASIL E NO PARAGUAI. A CONSTRUÇÃO DE ITAIPU E A CRIAÇÃO DO PRÓ-ALCOOL: RESPOSTA BRASILEIRA À PRIMEIRA CRISE DO PETRÓLEO

17 conceito (no âmbito socioambiental) Capacidade da sociedade de se desenvolver de modo a atender às necessidades da geração atual sem comprometer os recursos necessários para satisfação das necessidades das gerações futuras. SUSTENTABILIDADE

18 BARRIS DE PETRÓLEO/DIA* OU 47 MILHÕES m³ DE GÁS/DIA = 1,5 GÁSBOL PRODUÇÃO DE ENERGIA EM ITAIPU 2008: MWh RECORDE MUNDIAL 2009: MWh USINA DE ITAIPU – PRODUÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA LIMPA PRODUÇÃO DE ENERGIA EM ITAIPU 2010: MWh (GERAÇÃO ATÉ 01/09/2010) PRODUÇÃO DE PETRÓLEO BRASIL MIL BBL/DIA (2009) 25 ANOS GERANDO ENERGIA FONTES: MME, DT ITAIPU ALGUMAS COMPARAÇÕES DE ELEVADO IMPACTO PARA PRODUZIR A MESMA QUANTIA DE ENERGIA ELÉTRICA, SERIAM NECESSÁRIOS... EMISSÃO DE CO2 EVITADA POR ANO 85 MILHÕES DE TONELADAS SE FOSSE GERADA POR CARVÃO 37 MILHÕES DE TONELADAS SE FOSSE GERADA POR GÁS

19 EMISSÕES DE CO 2 NO BRASIL E MUNDO (2006) - milhões tCO 2 Mudanças Climáticas - o retrato da realidade MUDANÇAS CLIMÁTICAS

20 AQUECIMENTO GLOBAL – CAUSAS DIRETAS É devido ao aumento extra dos seguintes gases: Dióxido de Carbono (CO 2 ) - 49% Metano (CH 4 ) - 18% (*) CFCs (clorofluorcarbono) - 14% Óxido Nitroso (N 2 O) - 6% Outros gases - 13% (*) O gás metano é 21 vezes mais potente que o CO 2 em termos de efeito estufa Mudanças Climáticas: o retrato da realidade

21 ITAIPU - FAIXA DE PROTEÇÃO DO RESERVATÓRIO ÁREA: ha COMPRIMENTO: km LARGURA MÉDIA: 210 km 43 MILHÕES DE MUDAS PLANTADAS SEQUESTRO DE CARBONO: t/ano TOTAL DE ÁREAS PROTEGIDAS + FAIXA DE PROTEÇÃO: ha

22 PERSPECTIVAS DE INOVAÇÃO SUSTENTÁVEL A EXPERIÊNCIA DA ITAIPU

23 PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU (Brasil e Paraguai) MODERNIZAÇÃO DA USINA SOFTWARE LIVRE UNIVERSIDADE CORPORATIVA ITAIPU PROJETOS ESTRATÉGICOS Plataforma Itaipu de Energias Renováveis Hidrogênio Veículo Elétrico Universidade Federal da Integração Latino-Americana Centro Internacional de Hidroinformática ITAIPU – TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

24 FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU - PTI

25 PLATAFORMA ITAIPU DE ENERGIAS RENOVÁVEIS

26 FUNDAÇÃO PARQUE TECNOLÓGICO ITAIPU Integração que gera energia e desenvolvimento N U P E H Núcleo de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Energia do Hidrogênio Objetivos: produção - armazenamento - utilização - desenvolver pesquisas referentes ao ciclo de produção - armazenamento - utilização do hidrogênio energia do hidrogênio - desenvolver conhecimentos científicos e inovações técnicas em energia do hidrogênio Convênio em Implantação -prevê parcerias com Centros de Pesquisa e Universidades Contribuições da ITAIPU/PTI para o desenvolvimento da pesquisa sobre hidrogênio

27 Projeto Veículo Elétrico de Itaipu FPTI A ITAIPU e a KWO desenvolvem o projeto de veículo elétrico com a participação da MES-DEA, FIAT, ELETROBRÁS, ANDE, COPEL, CPFL, FURNAS, CEPEL, LACTEC, AMPLA e FPTI. PROJETO VEÍCULO ELÉTRICO

28 UNILA - Universidade da integração Latino-Americana UNILA – UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA

29 MEIO AMBIENTE PRINCIPAIS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS

30 AGRICULTURA FAMILIAR ORGÂNICA SAÚDE NA FRONTEIRA HOSPITAL MIN. COSTA CAVALCANTI RELATÓRIOS DE SUSTENTABILIDADE GESTÃO POR BACIAS HIDROGRÁFICAS UNICEF - PROMOÇÃO DOS DIREITOS DAS CRIANÇAS - UNICEF-BRASIL PRIORIZA A REGIÃO DA ÁREA TRINACIONAL PROTEÇÃO À CRIANÇA E AO ADOLESCENTE UNIVERSIDADE CORPORATIVA ITAIPU - UCI CORREDOR DA BIODIVERSIDADE PRINCIPAIS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS

31 INCENTIVO AO ESPORTE JOVEM JARDINEIRO EDUCAÇÃO AMBIENTAL SUSTENTABILIDADEINDÍGENA CRIAÇÃO DE PEIXES EM TANQUES-REDE COLETA SOLIDÁRIA PLANTAS MEDICINAIS PROMOÇÃO DO TURISMO

32 PRINCIPAIS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS INCENTIVO À EQUIDADE DE GÊNERO FORÇA VOLUNTÁRIA INICIAÇÃO E INCENTIVO AO TRABALHO ENERGIA SOLIDÁRIA REDE CIDADÃ

33 PRINCIPAIS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS PROJETO VEÍCULO ELÉTRICO SOFTWARE LIVRE UNIDADES GERADORAS ADICIONAIS CENTRO INTERNACIONAL DE HIDROINFORMÁTICA UNESCO - ANA GESTÃO DO CONHECIMENTO ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA DA USINA

34 PRINCIPAIS AÇÕES SOCIOAMBIENTAIS USE BEM / LOGÍSTICA REVERSA EDUCAÇÃO FINANCEIRA DESENVOLVIMENTO DE FORNECEDORES PROGRAMA SAÚDE NA FRONTEIRA HOSPITAL COSTA CAVALCANTI GT SAUDE ITAIPU RECICLAGENS DE OLÉO E DESTINAÇÃO DE RESIDUOS SÓLIDOS

35 MUITO OBRIGADO Jorge Miguel Samek Diretor-Geral Brasileiro


Carregar ppt "Foz do Iguaçu – PR | 09 de setembro de 2010 Jorge Miguel Samek Diretor-Geral Brasileiro – Itaipu Binacional Perspectivas do Brasil como polo de inovação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google