A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fortaleza- CE 03/2002 03/2002 Eng Gilberto Nepomuceno Mestrando UFF/ Sistemas Gestão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fortaleza- CE 03/2002 03/2002 Eng Gilberto Nepomuceno Mestrando UFF/ Sistemas Gestão."— Transcrição da apresentação:

1 Fortaleza- CE 03/ /2002 Eng Gilberto Nepomuceno Mestrando UFF/ Sistemas Gestão

2 API RP 2003 Protection Against Ignitions Arising Out of Static, Lightning, and Stray Currents. NFPA 77 Recommended Practice on Static Electricity Segurança em Eletricidade Fundacentro

3 É um fenômeno de superfície, associado ao contato e posterior separação de duas superfícies não similares. Geração de Eletricidade Estática Concepção

4 REUNIÕES COM A LIDERANÇA VISITAS À ÁREA EXAMEDASPRÁTICAS GERENCIAIS VERIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS IAGNÓSTICO -->PLANO DE AÇÃO PRESENÇA DE MISTURA INFLAMÁVEL PPRESENÇA DE UM CAMPO ELÉTRICO DEVIDO À EXISTÊNCIA DE CARGAS ELETROSTÁTICAS, GERADAS E ACUMULADOAS EM UM LÍQUIDO OU SÓLIDO SUBSTÂNCIA ELETRIZADA- COM ENERGIA POTENCIAL ELEVADA, ACARRETANDO UMA DESCARGA SUFICIENTE PARA IGNIR UMA MISTURA EXPLOSIVA EXPLOSÃO: TRÊS CONDIÇÕES NECESSÁRIAS 1 2 3

5 CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS Nível potencial eletrostático depende do grau de geração e dissipação das cargas e da capacitância do corpo eletrizado Quando o grau de geração de cargas for igual ao grau de dissipação, não haverá acúmulo de cargas Necessidade de se obter o equilíbrio de cargas, antes que as mesmas atinjam potenciais perigosos Umidade relativa do ar é fator preponderante na dissipação de cargas acumuladas

6 CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS Líquidos diferentes geram quantidades diferentes de eletricidade estática Hidocarbonetos líquidos refinados tornam-se eletrostaticamente carregados pelas operações de de bombeamento, vazão através de tubulação, filtração, queda livre para enchimento e outras. Produtos melhores condutores são também melhores geradores de eletricidade estática porém, por serem melhores condutores, a eletricidade gerada é descarregada mais rapidamente (tempo de relaxamento)

7 CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS Tempo de Relaxamento: É o tempo necessário para que uma determinada carga diminua da metade de seu valor original Produtos bons condutores: Bons geradores de cargas Eletrostáticas e Menor tempo de relaxamento Produtos maus condutores: Maus geradores de cargas Eletrostáticas e Maior tempo de relaxamento

8 CONSIDERAÇÕES TÉCNICAS Carregamento de Alguns produtos Alta pressão de vapor Ex: Gasolina Vaporiza-se rapidamente. Produz mistura rica no espaço de vapor. Pressão de Vapor intermediária: Ex: Xileno/ Tolueno Bons geradores de cargas eletrostáticas e menor tempo de relaxamento Mistura Inflamável presente no espaço vapor Produtos maus condutores: Ex: Óleos Combustíveis Bons geradores de cargas eletrostáticas e maior tempo de relaxamento Mistura não inflamável no espaço vapor

9 Carregamento de Caminhões-Tanque CONDIÇÕES DO SISTEMA DE ATERRAMENTO DA PLATAFORMA DE CARREGAMENTO ADEQUABILIDADE DO VEÍCULO AO PRODUTO A SER UTILIZADO INSPEÇÃO NO COMPARTIMENTO DO TANQUE. PROCEDA COMPLETA DRENAGEM CASO O PRODUTO A SER CARREGADO SEJA DIFERENTE DO CARREGAMENTO ANTERIOR. REMOVA OBJETOS ESTRANHOS, MATERIAIS QUE POSSAM FLUTUAR OU QUE POSSAM SER DESLOCADOS PELO FLUXO DO PRODUTO - CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS ATERRAMENTO DO CAMINHÃO-TANQUE IMEDIATAMENTE APÓS TOMAR POSIÇÃO PARA O CARREGAMENTO E ANTES QUE O BICO DE ENCHIMENTO SEJA INTRODUZIDO.

10 Carregamento de Caminhões-Tanque ADOTE EXTENSÕES METÁLICAS NO BICO DE ENCHIMENTO ATÉ O FUNDO DO TANQUE QUE ESTÁ SENDO CARREGADO. ADOTE UM TIPO ADEQUADO DE DEFLETOR NO BICO DE ENCHIMENTO (EVITA DESLOCAMENTO DO BICO PELA FORÇA DE REAÇÃO DO JATO E REDUZ O IMPACTO DO JATO DO PRODUTO EM QUEDA) UTILIZE UMA VAZÃO BAIXA DE CARREGAMENTO VISANDO REDUZIR TURBULÊNCIAS. OBSERVE OS TEMPOS DE RELAXAMENTO PARA QUE CARGAS ELETROSTÁTICAS DE SUPERFÍCIE SE ESTABILIZEM. - CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS

11 Carregamento de Caminhões-Tanque SE FOR CARREGAR UM PRODUTO DE ALTO PONTO DE FULGOR, VERIFIQUE SE O CARREGAMENTO ANTERIOR FOI TAMBÉM DE PRODUTO DE ALTO PONTO DE FULGOR (caso contrário, remova os vapores do carregamento anterior) NÃO MANTENHA O TUBO DE ENCHIMENTO ALTO, POIS A QUEDA LIVRE DE PRODUTOS PROPICIA A FORMAÇÃO DE CARGAS ELETROSTÁTICAS NÃO RETIRE O BICO DE ENCHIMENTO DO FUNDO DO TANQUE IMEDIATAMENTE APÓS O CARREGAMENTO. ESPERE PELO MENOS UM MINUTO PARA O RELAXAMENTO DAS CARGAS DE SUPERFÍCIE. - CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS

12 Carregamento de Caminhões-Tanque NÃO TIRE AMOSTRAS POR IMERSÃO ATRAVÉS DA ABERTURA DO TÔPO, DURANTE O CARREGAMENTO OU IMEDIATAMENTE DEPOIS ( ESPERE PELO MENOS UM MINUTO PARA O RELAXAMENTO DAS CARGAS DE SUPERFÍCIE). PRIVILEGIE SISTEMAS QUE COIBEM ACIONAMENTO DO SISTEMA DE CARREGAMENTO SE O CAMINHÃO TANQUE NÃO FOR DEVIDAMENTE ATERRADO. ELABORE UM PROCEDIMENTO PARA AS OPERAÇÕES DE CARREGAMENTO DE CAMINHÕES- TANQUE,LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO OS RISCOS POTENCIAIS EXISTENTES E MEDIDAS PREVENTIVAS. PROCEDA O TREINAMENTO DAS PESSOAS ENVOLVIDAS - CUIDADOS A SEREM OBSERVADOS

13 Ponto de Terra Estação

14 Não elimina a possibilidade de descarga e centelhamento na superfície líquida do tanque. Elimina a possibilidade de descarga e centelhamento do tanque para uma estrutura aterrada. Aterrar o Caminhão imediatamente após tomar posição para o carregamento e antes que o bico de enchimento seja introduzido

15


Carregar ppt "Fortaleza- CE 03/2002 03/2002 Eng Gilberto Nepomuceno Mestrando UFF/ Sistemas Gestão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google