A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Sérgio Lenz – fone (47) 9932-6230 BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com MSN:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Sérgio Lenz – fone (47) 9932-6230 BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com MSN:"— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Sérgio Lenz – fone (47) BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com MSN: Igreja Evangélica Assembléia de Deus Penha - SC

2 E repartia-se a cada um, segundo a necessidade que cada um tinha. At 4:35 Embora a oração e a proclamação da Palavra de Deus sejam as prioridades máximas do ministério cristão, não podemos esquecer-nos das obras de misericórdia.

3 Esboço da Lição: 3 – ASSISTÊNCIA SOCIAL, UM IMPORTANTE NEGÓCIO 2 – A INSTITUIÇÃO DO DIACONATO 1 – AS DORES DO CRESCIMENTO

4 Se evangelizar e fazer discípulos são a incumbência primária da Igreja Cristã, socorrer aos necessitados não lhe é tarefa secundária. Aprendamos, pois, com os santos apóstolos a cumprir integralmente a missão que nos confiou o Cristo de Deus. Tem você se ocupado com os mais carentes? Jesus não os esqueceu. Ordena- nos o Senhor ainda hoje:Dai-lhes vós de comer.

5 1.1 – A urgência da assistência social: A igreja de Jerusalém sentia, agora, as dores do crescimento. Somente as igrejas que não crescem são poupadas de tais desconfortos. Gary R. Collins cita em seu livro ajudando uns aos outros pelo aconselhamento que não há discipulado sem, pelo menos, três custos: 1.Relacionamentos pessoais. 2.Ambições pessoais. Alguém doa algo. SEMPRE! 3.Custos pessoais.

6 1.2 – A murmuração dos gregos: A murmuração poderia ser evitada com um pouco de pró- atividade. Esse conceito novo ajuda a administração a: colocar ênfase nas pessoas ter comportamento ético ter perfil inovador ter disposição para assumir riscos ter equilíbrio ter pensamento estratégico saber compartilhar responsabilidade perceber e lidar com sentimentos propor ações que possam ir a raiz do problema saber lidar com resistências Prof. Marcos Queiroz Consultoria em RH FACINTER

7 2.1 – A participação da Igreja nas decisões: Se para servir as mesas a igreja precisou exigir dos candidatos que fossem homens de: 1.Boa reputação. 2.Cheios do Espírito Santo. 3.Cheios de sabedoria. Por que as igrejas não podem exigir que seus ministros, em nossos dias, sejam melhores do que a realidade tem se apresentado???

8 POSSÍVEIS ÁREAS DE ATUAÇÃO DA IGREJA: (O TIPO DE ESTRATÉGIA DEFINIRÁ O RESULTADO) SERVIÇO SOCIALAÇÃO SOCIAL 1.Socorre as pessoas em suas necessidades 1.Elimina as causas da necessidade das pessoas. 2.Realiza atividades filantrópicas. 2.Realiza atividades políticas e econômicas. 3.Procura atender a indivíduos e famílias. 3.Procura transformar as estruturas da sociedade. 4.Pratica obras de caridade. 4.Pratica justiça social.

9 2.2 – O ministério diaconal: Veja o que o dicionário de John Davis fala sobre diácono: Do grego diakonos - servo. Mateus 20:26-28: Não será assim entre vós; antes, qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva; e qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, será vosso servo; assim como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos. Os escritores clássicos empregam esta palavra para designar servo, camareiro, portador, servente. Neste sentido encontra-se no evangelho de Mateus 20:26, diferindo da palavra doulos, escravos (comp. Mt 23:11; Mc 9:35; 10:43; Jo 2:5, 9). Emprega-se esta palavra para designar um oficial da Igreja cristã, cujos qualificativos são descritos em 1 Tm. 3:8-9 Franzen, Edson de Almeida e. Estudos de Diáconos. Ed. Herr Apostila Eletrônica.

10 3.1 – O importante negócio: O Trabalho do Diácono 1. Impor Ordem: Disciplina, com autoridade do Espírito Santo. Em nome de Jesus. 2. Providenciar: O necessário para o bom andamento do culto, sem ser preciso a intervenção do Pastor. 3. Observar e Anotar: As curas, visitas, testemunhos, conversões, fazendo a contagem das pessoas, eventos e cerimônias durante o culto. 4. A Qualquer Movimento: Dentro da Igreja, como crianças chorando, correndo, assim como pessoas chupando balas ou lendo revistas, chamar a atenção ou então, avisar aos pastores no púlpito, no caso de não ser atendido quando for chamada a atenção. 5. Observar: O movimento aos banheiros, tanto feminino quanto masculino, para que não haja prejuízo para a Igreja, como também, ajuntamento de pessoas nos mesmos. Franzen, Edson de Almeida e. Estudos de Diáconos. Ed. Herr Apostila Eletrônica.

11 3.1 – O importante negócio: O Trabalho do Diácono 6. Saber: Que desde que esteja na Igreja, também é responsável pelo bom andamento do culto, não deixando a responsabilidade somente para os que estão escalados. 7. Sempre: Estar identificado com crachá. 8. Na Distribuição da Santa Ceia: Todo respeito e reverência. Observar as escalas de Ceia, do mês e de recepção. 9. Os Diáconos Devem Estar Cientes: Que suas responsabilidades como servos de Deus, não se prendem apenas no trabalho interno da Igreja, mas sim, onde estiverem serão sempre reconhecidos como Servos de Deus. Por isso é importante zelar pelo seu testemunho e vida espiritual, para não ser envergonhado pelo diabo diante das pessoas, diante de si e de Deus. O poder do Servo de Deus, não está nas palavras que diz, mas na vida consagrada que vive. Franzen, Edson de Almeida e. Estudos de Diáconos. Ed. Herr Apostila Eletrônica.

12 3.2 – Servindo à Igreja de Cristo: De nada adiantaria os doze apóstolos orarem e pregarem se não fossem bem assessorados. A equipe que conhece o seu próprio trabalho alcança êxito com mais facilidades.

13 OS OBJETIVOS DO SERVIÇO CRISTÃO: A IGREJA DE ONTEM (PRIMITIVA) A IGREJA DE HOJE (MODERNA) 1 – A evangeliza ç ão era a meta priorit á ria. 1 – M ú ltiplas atividades tem tomado o lugar da evangeliza ç ão. 2 – Tinham eles profunda compaixão pelas almas perdidas. 2 – Muitos estão despreocupados com as multidões que estão morrendo sem Deus. 3 – O Esp í rito Santo era o elemento motivador e energizante. 3 – Os crentes dependem dos grandes movimentos evangel í sticos. 4 – Constru ç ões não tinham grande importância. 4 – H á um cuidado priorit á rio para se obter templos suntuosos. 5 – Havia preocupa ç ão de viver o que se pregava, e a mensagem era Cristocêntrica. 5 – Muitos não vivem aquilo que pregam, e suas mensagens não são Cristocêntricas. 6 – O m é todo adotado era o de ir ao encontro do pecador. 6 – A igreja espera que o pecador venha ao seu encontro. EPOS, MÓD..IV, vl..1, IGREJA. 2001, p. 103.

14 14 COMPROMETIDO? ENVOLVIDO? QUAL TEM SIDO O NÍVEL DE ATUAÇÃO QUE NÓS TEMOS DEDICADO NA OBRA DE DEUS ?


Carregar ppt "Prof. Sérgio Lenz – fone (47) 9932-6230 BLOG:http://cristianismoequilibrado.blogspot.com MSN:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google