A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania."— Transcrição da apresentação:

1 Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania

2 Sociedade da Informação. A exemplo das políticas adotadas pelas Nações Unidas, especialmente pela Comunidade Européia, que têm incluído em seus documentos a igualdade de oportunidades para pessoas portadoras de deficiência e idosos, além da indicação de que os Estados devem promover o acesso universal a informações e a serviços para os cidadãos por meio da disponibilização de instrumental específico.

3 A Importância da Acessibilidade A palavra acessibilidade deve ser compreendida não apenas como o acesso à rede de informações, mas também como a eliminação de barreiras arquitetônicas, de comunicação e de acesso físico, equipamentos e programas adequados, bem como conteúdo e apresentação da informação em formatos alternativos.

4 A aplicação da Acessibilidade É o direito que todas as pessoas têm à língua que lhe seja própria, a instituições sociais como a escola, aos recursos tecnológicos e humanos necessários para o seu desenvolvimento e exercício da cidadania. É o direito que todas as pessoas têm à língua que lhe seja própria, a instituições sociais como a escola, aos recursos tecnológicos e humanos necessários para o seu desenvolvimento e exercício da cidadania.

5 Em outras palavras A acessibilidade é compreendida como o direito inalienável do ser humano de ocupar espaços efetivos de participação na sociedade, sem que para isso precise negar a si mesmo.

6 Pessoas com Deficiência na América Latina e Caribe ( ONU/OMS/OIT ) Dados Gerais 50 milhões de pessoas 82% na pobreza Educação 20 a 30 % estão na escola Trabalho 80% a 90% estão desempregadas Saúde 20 % tem planos de saúde

7 Pessoas com deficiência no Brasil 24,3 milhões de Pessoas com Deficiência (censo IBGE 2000) 2,8 milhões com deficiência mental permanente 1,4 milhões com deficiência f í sica (Tetraplegia, paraplegia ou hemiplegia permanente) 16,5 milhões com dificuldades de enxergar (alguma/grande/permanente) 5,7 milhões com dificuldades de ouvir (alguma/grande/permanente). 97,2 milhões de pessoas Família padrão brasileira (4 pessoas)

8 Produção Mundial de Riquezas (OIT -2003) 35% atrav é s de tecnologias tradicionais 65% atrav é s das novas tecnologias (comunica ç ão e informa ç ão)

9 Tendências da WEB Fusão dos meios de comunicação TV + rádio + Internet +jornais + revistas Hoje você é atraído para a TV pela internet TV Digital (interativa) – 2006 (Brasil) < 10 anos (toda a América Latina)

10 Tendências da WEB (usuários domésticos ativos) Em milhões Brasil17,420,9(*) > TV Digital (35 – 2006) América Latina4458 USA Mundo (1 bilhão!) (*)2002 a % crescimento E-consulting Nov 2003

11 Tendências da WEB (Brasil) Em milhões Brasil17,420,9(*) > TV Digital (38 – 2006) Telecentros (Projeto Casa Brasil ) Terceiro Setor (CDI)

12 Telecentros telecentros(proposta inicial) novos usuários (classes c e d) 2,38 milhões de pessoas com deficiência

13 Telecentros Ele vai ser acessível ? Modelo acessível (MTE/MDIC) Município de São Paulo O entorno vai estar acessível ? (Federal/Estadual/Municipal)

14 Bases Legais da Acessibilidade na WEB no BRASIL Artigo 47 No prazo de até doze meses a contar da data de publicação deste Decreto, será obrigatória a acessibilidade nos portais e sítios eletrônicos da administração pública na rede mundial de computadores (internet), para o uso das pessoas portadoras de deficiência visual, garantindo-lhes o pleno acesso às informações disponíveis.

15 Bases Legais da Acessibilidade na WEB no BRASIL § 3o Os telecentros comunitários instalados ou custeados pelos Governos Federal, Estadual, Municipal ou do Distrito Federal devem possuir instalações plenamente acessíveis e, pelo menos, um computador com sistema de som instalado, para uso preferencial por pessoas portadoras de deficiência visual. § 3o Os telecentros comunitários instalados ou custeados pelos Governos Federal, Estadual, Municipal ou do Distrito Federal devem possuir instalações plenamente acessíveis e, pelo menos, um computador com sistema de som instalado, para uso preferencial por pessoas portadoras de deficiência visual. Artigo 47 - Continuação

16 Bases Legais da Acessibilidade na WEB no BRASIL Artigo 2 Ficam sujeitos ao cumprimento das disposições deste Decreto, sempre que houver interação com a matéria nele regulamentada: I - a aprovação de projeto de natureza arquitetônica e urbanística, de comunicação e informação, de transporte coletivo, bem como a execução de qualquer tipo de obra, quando tenham destinação pública ou coletiva ;

17 Bases Legais da Acessibilidade na WEB no BRASIL Artigo 2 – Continuação II - a outorga de concessão, permissão, autorização ou habilitação de qualquer natureza; III - a aprovação de financiamento de projetos com a utilização de recursos públicos, dentre eles os projetos de naturezaarquitetônica e urbanística, os tocantes à comunicação e informação e os referentes ao transporte coletivo, por meio de qualquer instrumento, tais como convênio, acordo, ajuste, contrato ou similar; e IV - a concessão de aval da União na obtenção de empréstimos e financiamentos internacionais por entes públicos ou privados.

18 Bases Legais da Acessibilidade na WEB no BRASIL Artigo 48 Após doze meses da edição deste Decreto, a acessibilidade nos portais e sítios eletrônicos de interesse público na rede mundial de computadores (internet), deverá ser observada para obtenção do financiamento de que trata o inciso III do art. 2o.

19 . Quatro Principais Tipos de Acesso Acesso ao computador sem mouse Pessoas com: cegueira; dificuldade de controle dos movimentos; paralisia; amputação de um membro superior. Solução: ativar as opções de acessibilidade dos sistemas operacionais, utilizadas isoladamente ou em conjunto com outras ferramentas.

20 Acesso ao computador sem teclado Pessoas com: amputações; grandes limitações de movimentos; falta de força nos membros superiores Solução: Software de reconhecimento da fala; Emulador de teclado na tela. Quatro Principais Tipos de Acesso

21 Acesso ao computador sem monitor Pessoas com: cegueira Solução: Software leitor de tela que envia a informação para um sintetizador de voz ou para um terminal braille Quatro Principais Tipos de Acesso

22 Acessibilidade para equiparar as oportunidades as oportunidades

23 Como um cego usa a Internet O usuário cego utiliza um programa leitor de tela, isto é, as informações que são disponibilizadas nas páginas dos sites em forma de texto são convertidas para informações sonoras. (via voz). Esse é um dos recursos que permitem que pessoas com deficiência possam facilmente acessar bancos, supermercados, bibliotecas, serviços públicos e informações sem se sujeitar a mobiliário e transporte urbano, ainda não adaptados.

24 Conclusão Não só para as pessoas com deficiência A nossa sociedade mudou Presencial Virtual Sociedade da informação/conhecimento exige acesso as tecnologias Como fazer? Como chegar lá?

25 Só é possível educação & tecnologia

26 Acessibilidade Brasil Acessibilidade Brasil

27 Acessibilidade Brasil Missão da Organização Organização da sociedade civil de interesse público – OSCIP, entidade sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal a disseminação dos princípios de acessibilidade, na área digital, visando a inclusão social de pessoas portadoras de deficiência

28 Dicionário digital de LIBRAS Dicionário digital de LIBRAS – versões 1 e 2 Dicionário digital de LIBRAS Versões WEB e CD (Maio/2005) – Presidência da República Validador de AcessibilidadeValidador de Acessibilidade em português, para Sítios na WEB – Validador de Acessibilidade sítios avaliados Tradutor Português x Língua de Sinais Fase I - Projeto ANA Acessibilidade Brasil Ajudas Técnicas (Principais produtos)

29 Tradutor de Português x LIBRAS Projeto ANA Foco Principal Inclusão do aluno surdo na rede escolar regular, através da utilização do computador como mecanismo de apoio.

30 Projeto da Silva versão ServidorProjeto da Silva versão Servidor Nova Ferramenta validadora – semântica orientada ao ObjetoNova Ferramenta validadora – semântica orientada ao Objeto Apoio Financeiro - Programa RIOINOVAÇÃO (FAPERJ/FINEP) – agosto 2005Apoio Financeiro - Programa RIOINOVAÇÃO (FAPERJ/FINEP) – agosto 2005 Projeto Acerta-SILVA (Software Livre)Projeto Acerta-SILVA (Software Livre) Ferramenta de reparo para auxílio a WEBDESIGNERS e Desenvolvedores que pretendam adequar seus sítios os princípios de acessibilidade Apoio Financeiro – Instituto de Tecnologia da Informação – ITI – jul 2005 Acessibilidade Brasil Ajudas Técnicas (Principais produtos)

31 Projeto: Impressora braille de baixo custo Objetivo: Desenvolver uma impressora Braille de baixo custo Público Alvo: cegos e pessoas com baixa visão, escolas e telecentros. Parceiros Potenciais: FINEP, BNDES, Empresas Privadas Acessibilidade Brasil Tecnologias assistivas

32 Projeto Correio Braille Objetivo: Permitir que o cego, em Braille,receba sua correspondência, via correiosBraille (cartas, contas de consumo e pequenos textos) Benefícios: usuários cegos/ano Parceiros Potenciais: ECT, Ministério das Comunicações Cidadão Contas de consumo Central de Atendimento e impressão Braille ou via internet Correio em Braille para o cego Acessibilidade Brasil Tecnologias assistivas

33 Guilherme Lira Acessibilidade Brasil Acessibilidade Brasil


Carregar ppt "Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania Acessibilidade Digital uma Questão de Cidadania."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google